Diagnóstico de enfermagem risco de aspiração em pacientes críticos* * Extraído da dissertação "Diagnósticos de enfermagem do domínio segurança/proteção em pacientes de unidade de terapia intensiva", Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2014.

Diagnóstico de enfermería para el riesgo de aspiración en pacientes críticos

Miclécia de Melo Bispo Ana Livia de Medeiros Dantas Priscila Kaline de Andrade Silva Maria Isabel da Conceição Dias Fernandes Jéssica Dantas de Sá Tinôco Ana Luisa Brandão de Carvalho Lira Sobre os autores

RESUMO

Objetivo:

Analisar o diagnóstico de enfermagem: risco de aspiração e a relação com seus fatores de risco no paciente internado na unidade de terapia intensiva.

Métodos:

Estudo transversal, realizado na unidade de terapia intensiva adulto de um hospital universitário no Nordeste do Brasil, com uma amostra de 86 pacientes. Os dados foram coletados mediante utilização de formulário de entrevista e exame físico, nos meses de outubro de 2013 a maio de 2014.

Resultados:

O diagnóstico esteve presente em 43 pacientes (50%). Foram identificados 17 fatores de risco, relacionados principalmente a deglutição, nutrição enteral, motilidade gastrintestinal, esvaziamento gástrico, padrão neurológico, interfaces de ventilação, eventos secundários ao tratamento e procedimentos cirúrgicos.

Conclusão:

O diagnóstico risco de aspiração e seus fatores de risco estão presentes nos pacientes críticos, tornando-se fundamental o planejamento dos cuidados neste contexto.

Palavras-chave:
Diagnóstico de enfermagem; Cuidados Intensivos; Assistência à saúde

Universidade Federal do Rio de Janeiro Rua Afonso Cavalcanti, 275, Cidade Nova, 20211-110 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil, Tel: +55 21 3398-0952 e 3398-0941 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: annaneryrevista@gmail.com