Acidentes de trabalho com material biológico na equipe de enfermagem de um hospital do Centro-Oeste brasileiro

Dayra Cabral de Carvalho Jessica Cavalcante da Rocha Mariane Carli de Almeida Gimenes Ediálida Costa Santos Marília Duarte Valim Sobre os autores

Resumo

Objetivos:

Investigar e descrever a ocorrência e as características dos Acidentes de Trabalho (AT) com Material Biológico Potencialmente Contaminado (MBPC), a frequência e as variáveis relacionadas à ocorrência entre as categorias de enfermagem.

Método:

Estudo descritivo, transversal, de abordagem quantitativa, realizado em um hospital referência no estado de Mato Grosso, Brasil.

Resultados:

As mulheres representaram 90,5% dos participantes e a média de idade foi de 42,59 anos. Um total de 46,6% dos profissionais relatou já ter sofrido exposição a MBPC, e 60,9% referiram não ter realizado a notificação e 42,6% afirmaram terem participado de treinamentos sobre a temática. Na comparação entre a ocorrência de AT entre os grupos de enfermeiros e auxiliares de enfermagem, os auxiliares foram mais acometidos (p = 0,022).

Conclusão:

Nos profissionais de enfermagem, o número de AT é elevado, recorrente e subnotificado. A educação permanente relacionada à temática é necessária para garantir a qualidade da assistência e promover a saúde do trabalhador.

Palavras-chave:
Acidente de trabalho; Saúde do trabalhador; Equipe de enfermagem

Universidade Federal do Rio de Janeiro Rua Afonso Cavalcanti, 275, Cidade Nova, 20211-110 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil, Tel: +55 21 3398-0952 e 3398-0941 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: annaneryrevista@gmail.com