Influência de variáveis clínicas na capacidade funcional de mulheres em tratamento quimioterápico

Influencia de variables clínicas en la capacidad funcional de mujeres en tratamiento quimioterápico

Thaís Cristina Elias Lorena Campos Mendes Maurícia Brochado Oliveira Soares Vanderlei José Haas Sueli Riul da Silva Sobre os autores

Resumo

Objetivo:

Avaliar a influência do protocolo quimioterápico e tipo tumoral sobre a capacidade funcional de mulheres diagnosticadas com câncer ginecológico, câncer de mama e doença trofoblástica gestacional durante o tratamento quimioterápico.

Métodos:

Trata-se de um estudo observacional e retrospectivo com abordagem quantitativa e delineamento longitudinal. Participaram do estudo 438 mulheres em tratamento quimioterápico, em um hospital de clínicas no período de janeiro de 2000 a dezembro de 2012.

Resultados:

A capacidade funcional da população estudada apresentou um escore médio de 70,00 no índice de Karnofsky. Notou-se maior impacto pontual no declínio da capacidade funcional das pacientes com câncer ginecológico e nas mulheres que utilizaram protocolos baseados em quimioterápicos taxanos.

Conclusão:

É oportuno o estabelecimento de medidas capazes de garantir a prevenção dos efeitos colaterais causados pelo tratamento quimioterápico, proporcionando uma assistência integral e de qualidade às pacientes oncológicas.

Palavras-chave:
Avaliação de Estado de Karnofsky; Atividades Cotidianas; Quimioterapia; Saúde da Mulher

Universidade Federal do Rio de Janeiro Rua Afonso Cavalcanti, 275, Cidade Nova, 20211-110 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil, Tel: +55 21 3398-0952 e 3398-0941 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: annaneryrevista@gmail.com