O debate sobre o processo de desenvolvimento econômico da Coreia do Sul: uma linha alternativa de interpretação

The debate on the economic development process of South Korea: an alternative line of interpretation

Uallace Moreira Lima Sobre o autor

Resumo

A Coreia do Sul apresentou alto e rápido crescimento econômico entre os anos 1960 e 1980, associado a um upgrading em seu parque industrial e forte inserção no comércio internacional. Três correntes teóricas têm destaque na interpretação dos motivos que levaram a Coreia ao sucesso: 1) os autores do mainstream economics, defensores dos princípios de mercado; 2) a corrente heterodoxa endogenista que defende o papel do Estado como elemento central; 3) a terceira linha defende que o cenário externo é o principal motivo para o sucesso da Coreia. Neste artigo, desdobra-se uma hipótese central da Escola da Unicamp, defendendo a hipótese de que o avanço da economia coreana com profunda transformação estrutural e upgrading em seu comércio exterior foi possível em um contexto externo inicialmente favorável, em decorrência de um conjunto de características históricas que a diferenciaram de outras economias de industrialização tardia nos aspectos da política interna.

Palavras-chave:
Desenvolvimento Econômico; Industrialização tardia; Estado; Coreia do Sul; Política econômica

Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas Rua Pitágoras, s/n. CP 6135., 13083-857 - Campinas - SP - Brasil, Tel.: +55 19 3521-5726 e 3521-5721, Fax: +55 19 3289-3580 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: publicie@unicamp.br