Programa Mais Educação como política de educação integral para a qualidade

The mais educação (More Education) program as full-time school policy for quality in education

Resumos

Neste artigo trazemos a contribuição da teoria da Nova Retórica para examinar discursos acerca do Programa Mais Educação proposto como modelo de educação integral para o ensino básico pelo Governo Federal. Tal programa tem defendido que a educação integral é um dos caminhos traçados pelas políticas públicas para atingir metas de uma educação de qualidade. Adotamos o índice proposto por Cavaliere, pelo qual a educação integral deve ser observada a partir do incremento que proporciona às práticas pedagógicas escolares. Concluímos que o programa tem servido melhor a uma estratégia de reforço escolar do que às melhorias pedagógicas dentro da escola e pode ser impeditivo do aprofundamento dos debates acerca de educação integral e de qualidade.

Argumentação; Qualidade na Educação; Educação Integral


In this paper, we bring the contribution of the New Rhetoric theory to examine discourses about the Programa Mais Educação (More Education Program) proposed by the Brazilian Federal Government as a model of a full-time school for basic education and like a path traced by public policies to achieve goals of quality education. We use the index proposed by Cavaliere to evaluate the full-time school from the increment of its pedagogical practices. We conclude that the program is best suited like a strategy of tutoring students than like an improvement within the school pedagogies and may be impeding the discussions about full-time school and the quality education.

Argumentation; Quality Education; Full-time School


  • ARELARO, Lisete Regina Gomes. Formulação e Implementação das Políticas Públicas em Educação e as Parcerias Público-Privadas: impasse democrático ou mistificação política? Educação e Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100 - Especial, p. 899-919, out. 2007.
  • BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília/DF, 20 dez. 1996. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil/LEIS/L9394.htm>. Acesso em: 26 set. 2006.
  • BRASIL. Ministério da Educação - Secretaria de Educação Básica. Manual Operacional de Educação Integral, Brasília/DF: 2012. Disponível em: <http:/portal.mec.gov.br/index.php%3Foption%3Dcom_docman%26task%3Ddoc_download%26gid%3D11452%26Itemid%3D+&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br>. Acesso em: 11 jul. 2013.
  • BRASIL. Ministério da Educação - Secretaria de Educação Básica. Manual Operacional de Educação Integral, Brasília/DF: 2010. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=8143&ltemid=>. Acesso em: 11 jul. 2013.
  • CABRITO, Belmiro Gil. Avaliar a Qualidade em Educação: avaliar o quê? avaliar como? avaliar para quê? Caderno Cedes, Campinas, v. 29, n. 78, p. 178-200, maio/ago. 2009.
  • CASTRO, Adriana de; LOPES, Roseli Esquerdo. A Escola de Tempo Integral: desafios e possibilidades. Ensaio: avaliação e políticas públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 19, n. 71, p. 259-282, abr./jun. 2011
  • CAVALIERE, Ana Maria. Tempo de Escola e Qualidade na Educação Pública. Educação e Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100 - Especial, p. 1015-1035, out. 2007.
  • FORQUIN, Jean-Claude. Saberes Escolares, Imperativos Didáticos e Dinâmicas Sociais. Teoria & Educação: discurso pedagógico, cultura e poder, Porto Alegre, Pannonica Editora, n. 5, p. 28-49, 1992.
  • FOUCAULT, Michel. Os Intelectuais e o Poder. In: FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder 22. ed. São Paulo: Graal, 1979.
  • MONZÓN, Luis Antonio. Hacia un Paradigma Hermenéutico Analógico de la Educación. México, Ciudad del México: De la Vega Editores, 2011
  • MOREIRA, Antonio Flavio; KRAMER, Sonia. Contemporaneidade, Educação e Tecnologia. Educação e Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100 - Especial, p. 10371057, out. 2007.
  • PERELMAN, Chaïm; OLBRECHTS-TYTECA, Lucie. Tratado da Argumentação: a nova retórica. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
  • PERELMAN, Chaïm. Ética e Direito São Paulo: Martins Fontes, 2005.
  • PERELMAN, Chaïm. Retóricas São Paulo: Martins Fontes, 2004.
  • ROBERTSON, Susan; VERGER, Antoni. A Origem das Parcerias Público-Privada na Governança Global da Educação. Educação e Sociedade, Campinas, v. 33, n. 121, p. 1133-1156, out./dez. 2012.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    06 Maio 2014
  • Data do Fascículo
    Jun 2014

Histórico

  • Aceito
    21 Dez 2013
  • Recebido
    30 Jul 2013
Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação Avenida Paulo Gama, s/n, Faculdade de Educação - Prédio 12201 - Sala 914, 90046-900 Porto Alegre/RS – Brasil, Tel.: (55 51) 3308-3268, Fax: (55 51) 3308-3985 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: educreal@ufrgs.br