Accessibility / Report Error

Relação sociocultural dos brinquedos artesanais vendidos em feiras livres

Toys in craft fairs and their sociocultural meanings

Djavan Antério Pierre Normando Gomes-da-Silva Sobre os autores

Resumos

A pesquisa objetivou analisar o significado sociocultural dos brinquedos artesanais vendidos em feiras livres. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, do tipo descritiva, de campo. Os Sujeitos participantes foram vendedores de brinquedos artesanais das feiras livres das cidades de Campina Grande e João Pessoa, principais no Estado da Paraíba. Utilizou-se da entrevista semiestruturada e da observação direta com registro em diário de campo. Concluiu-se que os brinquedos artesanais apresentam importantes significados para os feirantes vendedores desses objetos, principalmente no que se refere ao período de infância vivida, ao significado intergeracional somado à história cultural do brinquedo e à realidade educacional dos Sujeitos.

Educação; Feiras Livres; Cultura; Brinquedos Artesanais


The research aimed to analyze the sociocultural meaning of craft toys sold in street fair. This is a research of qualitative, descriptive and field approach. The participants were sellers of handmade toys in the cities of Campina Grande and Joao Pessoa, the main in Paraíba State. We used the semistructured interview and direct observation in field diary. It was concluded that the handcrafted toys have important meanings for the market trader sellers of these objects, especially with concerns to the period of childhood experienced, to the intergenerational meaning added to the cultural history of the toy and to the educational reality of the subjects.

Education; Open Markets; Culture; Craft Toys


  • ALBUQUERQUE, Maria do Socorro Craveiro et al. Brincando como Antigamente: jogos, brinquedos e brincadeiras tradicionais de Rio Branco-AC. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE, 15. CONGRESSO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS DO ESPORTE, 2., 2007, Recife. Anais... Recife: EDUPE, 2007.
  • BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo Lisboa: Edições 70, 2002.
  • BARROS, Flavio Bezerra. Sociabilidade, Cultura e Biodiversidade: Beira de Abaetetuba no Pará. Ciências Sociais Unisinos, São Leopoldo, v. 45, n. 2, p. 152-161, maio/ago. 2009.
  • BARTHES, Roland. Mitologias São Paulo: Difel, 1987.
  • BENJAMIN, Walter. Reflexões:a criança, o brinquedo, a educação. São Paulo: Summus, 1984.
  • BOJUNGA, Lygia. Feito à Mão Rio de Janeiro: Agir, 1999.
  • BROUGÈRE, Gilles. Brinquedo e Cultura São Paulo: Cortez, 1997.
  • DUMAZEDIER, Joffre. Sociologia Empírica do Lazer São Paulo: Perspectiva/SESC, 1999.
  • GIL, Antonio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa 4. ed. São Paulo: Atlas S.A., 2002.
  • GOMES-DA-SILVA, Pierre Normando et al. (Org.). Oficinas de Brinquedos e Brincadeiras João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2010.
  • GOSSO, Yumi; OTTA, Emma. Em uma Aldeia Parakanã. In: CARVALHO, Ana M. et al. (Org.). Brincadeiras e Cultura: viajando pelo Brasil que brinca. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003. V. 1, p. 33-76.
  • HUIZINGA, Johan. Homo Ludens 4. ed. São Paulo: Perspectiva: 1999.
  • KISHIMOTO, Tizuko M. Brinquedos e Materiais Pedagógicos nas Escolas Infantis. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 27, n. 02, p. 229-245, jul./dez. 2001.
  • MAUSS, Marcel. Sociologia e Antropologia São Paulo, E.P.U/EDUSP, 1974. V. 1.
  • MEIRA, Ana Marta. Os Brinquedos e a Infância Contemporânea. Psicologia e Sociedade, Porto Alegre, v. 15, n. 2, p. 74-87, 2003.
  • MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade.18. ed. Petrópolis: Vozes, 2001.
  • MINAYO, Maria Cecília de Souza. O Desafio do Conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 4. ed. São Paulo: Hucitec; Rio de Janeiro: Abrasco, 1996.
  • OLIVEIRA, Paulo de Salles. O Lúdico na Vida Cotidiana. In: BRUHNS, Heloísa Turini (Org.). Introdução aos Estudos do Lazer Campinas: Editora da Unicamp, 1997.
  • ROCHA, Michelle da Silva Pimentel et al.. Aspectos da Comercialização Ilegal de Aves nas Feiras Livres de Campina Grande. Revista de Biologia e Ciências da Terra, Campina Grande, v. 6, n. 2, p. 204-221, 2º sem. 2006.
  • SABAT, Ruth. Pedagogia Cultural, Gênero e Sexualidade. Estudos Feministas, Florianópolis, v. 1, p. 9-21, 2º sem. 2001.
  • SANTOS, Andréa Rodrigues. A Feira Livre da Av. Saul Elkind em Londrina-PR: geografia. Revista do Departamento de Geociências, Londrina, v. 14, n. 11, p. 145-160, 2005.
  • SANTOS, Ana Karina; DIAS, Álvaro Machado. Comportamentos Lúdicos Entre Crianças do Nordeste do Brasil: categorização de brincadeiras. Psicologia: teor e pesquisa, v. 26, n. 4, out./dez. 2010.
  • SATO, Leny. Processos Cotidianos de Organização do Trabalho na Feira Livre. Psicologia e Sociedade, online, v. 19, n. especial, Porto Alegre, 2007.
  • SILVA, Raquel. Verbete: Brinquedo. In: GOMES, Christianne Luce (Org.). Dicionário Crítico do Lazer Belo Horizonte: Autêntica, 2004.
  • VEDANA, Viviane. Fazer a Feira: estudo etnográfico das artes de fazer de feirantes e fregueses da Feira Livre da Epatur no contexto da paisagem urbana de Porto Alegre. 2004. 251 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) – Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2004.
  • VIANNA, Claudia; FINCO, Daniela. Meninos e Meninas na Educação Infantil: uma questão de gênero e poder. Cadernos Pagu, Campinas, v. 33, p. 265-283, jul./dez. 2009.
  • VIGOTSKI, Lev Semenovitch. Imaginacion y el Arte en la Infancia México: Hispánicas, 1987.
  • WEBER, Max. Conceitos e Categorias da Cidade. In: OTÁVIO VELHO, Guilherme Cardoso (Org.). O Fenômeno Urbano Rio de Janeiro: Zahar, 1979.
  • WEISS, Luise. Brinquedos e Engenhocas: atividades lúdicas com sucata. São Paulo: Scipione, 1997.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    07 Abr 2015
  • Data do Fascículo
    Dez 2012

Histórico

  • Recebido
    Mar 2011
  • Aceito
    Jun 2012
Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação Avenida Paulo Gama, s/n, Faculdade de Educação - Prédio 12201 - Sala 914, 90046-900 Porto Alegre/RS – Brasil, Tel.: (55 51) 3308-3268, Fax: (55 51) 3308-3985 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: educreal@ufrgs.br