Covid-19, Desigualdades e Privilégios na Educação Profissional Brasileira

Hellen Vivian Moreira dos Anjos Antônio Dimas Cardoso Sobre os autores

RESUMO

Covid-19, Desigualdades e Privilégios na Educação Profissional Brasileira. Este artigo aborda a questão das desigualdades e dos privilégios entre estudantes da Educação Profissional brasileira no contexto da pandemia da Covid-19. O nosso objetivo é problematizar as dificuldades de acesso dos estudantes às aulas remotas ofertadas pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais – IFNMG. Levando em consideração esse contexto, este trabalho, à luz do conceito de Capital Cultural de Bourdieu e Passeron (2018), ao analisar dados recentes de um relatório técnico produzido pela Instituição, constata a persistência de uma estrutura educacional de reprodução das desigualdades sociais que também se estende dramaticamente para o ambiente virtual, reproduzindo formas de dominação e privilégios de classe.

Palavras-chave:
Educação Profissional; Desigualdades; Privilégios; Covid-19

Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação Avenida Paulo Gama, s/n, Faculdade de Educação - Prédio 12201 - Sala 914, 90046-900 Porto Alegre/RS – Brasil, Tel.: (55 51) 3308-3268, Fax: (55 51) 3308-3985 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: educreal@ufrgs.br