Accessibility / Report Error

Às vésperas da abolição um estudo sobre a estrutura da posse de escravos em São Cristóvão (RJ), 1870

A primeira parte deste artigo revela a estrutura da posse de escravos de São Cristóvão em 1870, quando essa freguesia já integrava o perímetro urbano do município neutro. Assim, mostramos tal estrutura às vésperas da Abolição em um centro urbano dos mais dinâmicos do Império. É corroborado o padrão estabelecido pela historiografia acerca do escravismo brasileiro: forte presença de escravistas de porte modesto, difusão relativamente ampla da instituição e inexistência de grande concentração na posse de cativos. O escravismo apresenta, no caso analisado, o mesmo perfil básico identificado desde inícios do Setecentos, nos mais diversos pontos do Brasil. Na segunda parte, confrontamos nossos resultados com os de vários outros estudos, respeitantes a diversas localidades brasileiras consideradas em diferentes momentos, apontando as semelhanças e disparidades observadas. De um lado, situamos São Cristóvão no universo do escravismo brasileiro; de outro, perseguimos o conhecimento mais largo e profundo das estruturas demo-econômicas de nossa sociedade escravista.

estrutura da posse de escravos; Brasil história; economia da escravidão; escravismo; demografia histórica


Departamento de Economia; Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária da Universidade de São Paulo (FEA-USP) Av. Prof. Luciano Gualberto, 908 - FEA 01 - Cid. Universitária, CEP: 05508-010 - São Paulo/SP - Brasil, Tel.: (55 11) 3091-5803/5947 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: estudoseconomicos@usp.br