Estudos Econômicos (São Paulo), Volume: 52, Issue: 2, Published: 2022
  • Previsão do Consumo Agregado: o papel de índices de confiança do consumidor Artigo De Pesquisa

    Felini, Patrícia; Gomes, Fábio Augusto Reis; Soave, Gian Paulo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo investiga se os índices de confiança do consumidor podem melhorar as projeções do consumo agregado no Brasil, levando em conta informações dos fundamentos econômicos contidas em defasagens de indicadores financeiros e das taxas de crescimento do PIB e do volume de crédito às famílias. Nesse contexto, permitimos estruturas de defasagens distintas entre os potenciais preditores do consumo, o que dá origem a um grande espaço de potenciais modelos. Usamos, então, técnicas de ponderação bayesiana de modelos como uma estratégia agnóstica para lidar com a inerente incerteza sobre o modelo. Esta abordagem nos permitiu investigar quais regressores podem ser considerados robustos. Os resultados sugerem que PIB, crédito às famílias, retorno do mercado acionário e indicadores de confiança dos consumidores apresentam um potencial preditivo robusto na análise dentro da amostra. Finalmente, os resultados fora da amostra sugerem um papel não desprezível para os índices de confiança do consumidor na previsão da taxa de crescimento do consumo agregado no Brasil, especialmente em horizontes de previsão curtos.

    Abstract in English:

    Abstract This paper investigates whether consumer confidence indices can improve the forecasts of aggregate consumption in Brazil, taking into account information on economic fundamentals contained in lagged financial indicators and growth rates of GDP and credit to households. In this context, we allow different lag structures for the potential predictors of consumption, which gives rise to a large space of potential models. Thus, we apply Bayesian model averaging techniques as an agnostic strategy to deal with the inherent uncertainty about the model. This approach allowed us to investigate which predictors can be considered robust. The in-sample results suggest that GDP, credit to households, return on stocks and consumer confidence indices have a robust predictive potential. Finally, the out-of-sample results suggest a not insignificant role for consumer confidence indices in forecasting the growth rate of the aggregate consumption in Brazil, especially for short-term forecasting horizons.
  • Impactos da Desoneração da folha de pagamentos sobre o emprego formal e a competitividade industrial: Uma aproximação pelo método de Difference in Differences com Propensity Score Matching Artigo De Pesquisa

    Freitas, Carlos Eduardo de; Paes, Nelson Leitão

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo mensurar os efeitos da política de desoneração da folha de salários sobre o emprego formal e a competitividade industrial. Para isso, uma ampla revisão de literatura foi inserida no trabalho, principalmente o enfoque nos métodos de mensuração e na base de dados. Os dados do emprego foram coletados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS, 2020) e para os indicadores industriais os dados disponíveis na Confederação Nacional da Indústria (CNI, 2020). Para a estratégia empírica de avaliação de impacto da política foi utilizado o modelo de diferenças em diferenças (DID) com Propensity Score Matching (PSM) e o modelo de triplas diferenças. Testes de robustez e sensibilidade também foram utilizados. Por fim, os resultados apontaram para um efeito médio de 2,44 p. p. e 1,12 p. p. da política de desoneração da folha sobre o emprego: quantidade de horas trabalhadas e quantidade de vínculos, respectivamente. Esse resultado retrata a comparação entre o grupo de setores desonerados em relação ao grupo não desonerado. Outro resultado importante levou em consideração a tendência temporal. Os efeitos da política de desoneração da folha de salários logo no início da implantação da lei (2012) sobre o emprego foi, em média, 1,8 p. p. (horas trabalhadas) e 1,5 p. p. (vínculos), e como passar dos anos esse efeito caiu, atingindo 0,6 p. p. em 2018. Apenas na janela de 2015 e 2016, o estimador mostrou-se significativo e o efeito da política de desoneração da folha de salários aumentou a competitividade da indústria brasileira: -36,7 p. p. (2015) e -45,2 p. p. (2016).

    Abstract in English:

    Abstract This study aims to measure the effects of the payroll tax exemption policy on formal employment and industrial competitiveness. For this, a wide literature review was inserted in the work, mainly the focus on measurement methods and database. Employment data were collected from the Annual List of Social Information (RAIS, 2020) and for industrial indicators, the data available at the National Confederation of Industry (CNI, 2020). For the empirical strategy for assessing the impact of the policy, the model of differences in differences (DID) with Propensity Score Matching (PSM) and the model of triple differences were used. Robustness and sensitivity tests will also be used. Finally, the results pointed to an average effect of 2.44 p. for. and 1.12 p. for the payroll exemption policy on employment: number of hours worked and number of employment contracts, respectively. This result portrays the comparison between the group of exempted sectors in relation to the non-exempted group. Another important result considered the temporal trend. The effects of the payroll tax exemption policy right at the beginning of the implementation of the law (2012) on employment was, on average, 1.8 p. for. (hours worked) and 1.5 p. for. (bonds), and as the years went by, this effect fell, reaching 0.6 p. for. in 2018. The results on industrial competitiveness, considering that negative values ​​mean that the industry gained competitiveness, only in the window of 2015 and 2016, the estimator proved to be significant and the effect of the payroll tax exemption policy had effects to increase the competitiveness of Brazilian industry: -36.7 p. for. (2015) and -45.2 p. for. (2016).
  • Diferencial salarial público-privado: Uma análise em painel de dados com a PNAD contínua entre 2016-2019 Artigo De Pesquisa

    Mattos, Enlinson; Sonoda, Matheus Ribeiro; Wink Junior, Marcos Vinicio

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente artigo estima o diferencial salarial entre funcionários dos setores público e privado de 2016 a 2019, utilizando a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua. Para avaliação do prêmio salarial, foram utilizados (i) regressões por mínimos quadrados e a decomposição por Oaxaca-Blinder convencional e (ii) análise em painel de efeitos fixos, considerando uma extensão do modelo de Oaxaca-Blinder para modelos em painel. Na metodologia transversal foi encontrada uma diferença de 62,3% favorável ao funcionário público, sendo que 75% possui explicação por variáveis observáveis. Os outros 25% representam efeitos de variáveis não observadas, ou seja, um diferencial não explicado de, aproximadamente, 12%. Já, quando consideramos os dados em painel, nossa decomposição aponta que 73% deste diferencial é explicado por efeitos fixos, 18% por características dos agentes e apenas 11% representado por variáveis não observáveis, o que implica um diferencial não explicado de aproximadamente 6%. Os resultados ainda indicam um aumento no percentual não explicado do diferencial ao longo do tempo.

    Abstract in English:

    Abstract This article estimates the wage differential between public and private sector employees from 2016 to 2019 using the Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua. To evaluate the premium, we apply (1) regressions by least squares and the decomposition by conventional Oaxaca-Blinder and (2) a panel analysis regressed by fixed and random effects and the decomposition by an extension of the Oaxaca-Blinder model to panel models. In the cross-sectional methodology, a difference of 62.3 % favorable to the civil servant was found, with 75 % explained by observable variables. The other 25 % represent effects of unobserved variables, that is, an unexplained differential of approximately 12%. When considering the panel data, our decomposition points out that 73% of this differential is explained by fixed effects, 18% by agent characteristics and only 11% represented by unobservable variables representing a difference of approximately 6%. The results still indicate an increase in the unexplained percentage of the differential over time.
  • Fiscal Policy and regional inequality in Brazil Artigo De Pesquisa

    Cardoso, Débora Freire; Souza, Kênia Barreiro de; Ribeiro, Luiz Carlos Santana; Cardoso, Guilherme Silva

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo estima o impacto de longo prazo de uma política de austeridade sobre as regiões brasileiras. A principal contribuição é medir esses efeitos a partir de um modelo dinâmico e inter-regional de equilíbrio geral computável, capturando os impactos indiretos em setores e regiões, somado aos efeitos diretos do corte dos gastos. Os principais resultados mostram que o ajuste fiscal atenuaria o crescimento na maioria dos estados brasileiros em 2037. Municípios localizados nas regiões mais pobres seriam relativamente mais afetados. Além disso, o ajuste teria um impacto negativo na desigualdade regional em todos os cenários, tanto a nível estadual quanto municipal.

    Abstract in English:

    Abstract This paper aims to estimate the long-term impacts of an austerity policy in the Brazilian regions. Our main contribution is to measure those effects using a dynamic interregional general equilibrium model, capturing the indirect impacts in sectors and regions, in addition to the direct effects of the expenditure cuts. The main results show that the fiscal adjustment would attenuate growth in most of the Brazilian states by 2037. Municipalities located in the poorest regions would be relatively more affected. Furthermore, the adjustment would have a negative impact on regional inequalities in all scenarios, both at the state and municipal levels.
  • Impact of Merger Announcements on the Stock Returns of Brazilian Acquiring Firms Artigo De Pesquisa

    Avelino, Ricardo Rezende Gomes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo avalia o impacto do anúncio de incorporações no valor de mercado de empresas brasileiras adquirentes com base em 31 transações que ocorreram entre 2004 e 2019 e nas quais o valor de mercado da companhia adquirida era pelo menos 10% do valor de mercado da empresa adquirente. As estimativas do modelo BEKK, que estende o modelo de mercado para incorporar betas com variação temporal e clusters de volatilidade, sugerem que os retornos anormais auferidos pelos acionistas das adquirentes em uma janela de 15 dias em torno do anúncio da fusão são estatística e economicamente significativos, no valor de 5.3584%. Indicadores financeiros e contábeis dos adquirentes antes e depois da fusão não eliminam a possibilidade de que esses retornos de curto prazo reflitam uma avaliação errônea dos participantes do mercado do valor criado pelas fusões.

    Abstract in English:

    Abstract This paper assesses the impact of merger announcements on the market value of Brazilian acquiring firms based on 31 transactions that took place from 2004 to 2019 and in which the market value of the target was at least 10% of the market value of the acquirer. The estimates from the BEKK model, which extends the market model to incorporate time-varying betas and volatility clustering, suggest that abnormal returns to acquirers’ stockholders over a 15-day window around the merger announcement are statistically and economically significant, amounting to 5.3584%. Financial and accounting indicators of acquirers prior to and after the merger do not rule out the possibility that these short-run returns reflect misassessment of market participants of the value created by mergers.
  • Conflito distributivo, inflação inercial e pactos sociais: revisitando os trabalhos de Persio Arida, Edmar Bacha e André Lara-Resende Artigo De Pesquisa

    Herzog, Lucas Bertola

    Abstract in Portuguese:

    Resumo No contexto antecedente ao Plano Cruzado, as formulações teóricas de Persio Arida, André Lara-Resende e Edmar Bacha ganharam destaque por tratarem do fenômeno inflacionário sob a ótica do conflito distributivo entre trabalhadores e empresários. Conforme esses primeiros esforços passaram a dar ensejo a propostas de políticas de estabilização, costuma-se apontar para uma diminuição de importância do elemento distributivo nos trabalhos dos autores citados, indicando uma convergência teórica em direção ao paradigma novo-keynesiano. Embora o conflito distributivo deixe de ser mencionado explicitamente como causa da inflação brasileira - sobretudo após o fracasso do Cruzado - ele segue mobilizado nos esforços dos autores em pensar planos de estabilização. Mais do que uma evolução conceitual, haveria uma mudança na avaliação sobre as possibilidades de gestão dos conflitos distributivos através de pactos sociais e reformas monetárias, podendo se recorrer a políticas de demanda para moderar as ambições de renda dos diversos grupos sociais.

    Abstract in English:

    Abstract In the context prior to the Cruzado Plan, the theoretical formulations of Persio Arida, André Lara-Resende and Edmar Bacha gained prominence for dealing with the inflationary phenomenon from the perspective of the distributive conflict between workers and businessmen. As these first efforts gave rise to proposals for stabilization policies, it is customary to point to a decrease in the importance of the distributive element in the works of the aforementioned authors, which would indicate a theoretical convergence towards the New-Keynesian paradigm. Despite the distributive conflict not being as much explicitly informed as the cause of Brazilian inflation - especially after the failure of the Cruzado - it continues to be mobilized in the authors’ efforts to think about stabilization plans. More than a conceptual evolution, there would be a change in the assessment of the possibilities of managing distributive conflicts through social pacts and monetary reforms, using demand policies to moderate income ambitions of different social groups.
Departamento de Economia, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP) Av. Prof. Luciano Gualberto, 908. FEA II - térreo- Cid. Universitária, CEP: 05508-010 São Paulo/SP, Tel.: (55 11) 3091-5802/3091-5947 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: estudoseconomicos@usp.br