Accessibility / Report Error

Psiquiatria e naturalização do crime passional no Rio de Janeiro da década de 1930

Psychiatry and naturalization of passional crime in Rio de Janeiro in the 1930s

Psiquiatría y naturalización del delito pasivo en Río de Janeiro desde los años 30

Eliza Teixeira de Toledo Allister Andrew Teixeira Dias Sobre os autores

Resumo

Este artigo visou contribuir para a historicização da violência de gênero no Brasil por meio da análise de casos de crimes passionais presentes nas páginas do periódico Arquivos do Manicômio Judiciário do Rio de Janeiro na década de 1930, momento em que tais crimes ganharam contornos de problema social com a efervescência do debate público a seu respeito. Assim, por meio de laudos psiquiátricos, jurisprudência e pareceres do Conselho Penitenciário do Distrito Federal publicados no periódico, o texto analisa a reificação e a naturalização da violência contra as mulheres no âmbito da psiquiatria forense do Rio de Janeiro (RJ) e o embate desta com outros posicionamentos.

Palavras-chave:
Violência de gênero; Crime passional; Psiquiatria; Justiça penal; Heitor Carrilho

Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas Secretaria da Revista Estudos Históricos, Praia de Botafogo, 190, 14º andar, 22523-900 - Rio de Janeiro - RJ, Tel: (55 21) 3799-5676 / 5677 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: eh@fgv.br