Radioembolização transarterial hepática como terapia neoadjuvante: relato de três casos

Vithor de Oliveira Carvalho Francisco Leonardo Galastri Breno Boueri Affonso Priscila Mina Falsarella Leonardo Guedes Moreira Valle Ben-Hur Ferraz-Neto Marcelo Bruno de Rezende Joaquim Maurício da Motta-Leal-Filho Rodrigo Gobbo Garcia Felipe Nasser Sobre os autores

RESUMO

A radioembolização transarterial hepática com microesferas de ítrio-90 é uma modalidade paliativa de tratamento locorregional minimamente invasiva. O objetivo neoadjuvante deste tratamento ainda é controverso, mas casos selecionados de lesões consideradas inicialmente irressecáveis reenquadram-se como candidatos à terapia curativa após a radioembolização transarterial hepática. Relatamos três casos em que a radioembolização transarterial hepática foi utilizada como terapia neoadjuvante de forma efetiva possibilitando aplicação posterior de terapias potencialmente curativas.

Radioembolização; Neoplasias hepáticas; Colangiocarcinoma; Terapia neoadjuvante; Embolização terapêutica/métodos

Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein Avenida Albert Einstein, 627/701 , 05651-901 São Paulo - SP, Tel.: (55 11) 2151 0904 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista@einstein.br