Avaliação das concentrações de malonaldeído e nitrito em pacientes com anemia falciforme em tratamento ou não com hidroxiureia

Darcielle Bruna Dias Elias Rivelilson Mendes de Freitas Romélia Pinheiro Gonçalves Hemerson Yuri Ferreira Magalhães Jacqueline Holanda de Sousa Silvia Maria Meira Magalhães Sobre os autores

RESUMO

Objetivo:

Determinar os níveis séricos de malonaldeído e de nitrito em pacientes com anemia falciforme em tratamento ou não com hidroxiureia e em acompanhamento ambulatorial.

Métodos:

Dos 65 pacientes com diagnóstico de anemia falciforme selecionados para o estudo, 51 não fizeram tratamento com hidroxiureia (Grupo 1) e 14 fizeram uso crônico de hidroxiureia (Grupo 2), sendo que 20 indivíduos não tinham hemoglobinopatias (Grupo Controle).

Resultados:

O Grupo Controle possuía menor e mais homogênea concentração dos níveis de malonaldeído em relação aos outros grupos. Os resultados do Grupo 1 e do Grupo 2 mostraram valores aumentados dos níveis de malonaldeído quando comparados ao Grupo Controle. Quando comparados os valores dos Grupos 1 e 2, não foram observadas alterações significativas nos níveis de malonaldeído. Não houve diferença significativa nos níveis séricos de nitrito entre os grupos. Verificou-se que, no Grupo 2, houve uma correlação estatisticamente significativa dos níveis séricos de malonaldeído com as variáveis clínicas investigadas. Por sua vez, o Grupo 1 mostrou correlação somente com a ocorrência de três ou mais crises vaso-oclusivas. Não se verificou nenhuma correlação nos níveis de nitrito com as variáveis clínicas.

Conclusão:

Os resultados revelaram que, durante o estabelecimento da patogênese da anemia falciforme, pode ser observado um aumento na peroxidação lipídica. Por outro lado, durante o tratamento com a hidroxureia, não foi detectada nenhuma alteração nos parâmetros oxidativos, provavelmente devido ao curto período de tratamento dos pacientes em estudo.

Descritores:
Anemia falciforme/quimioterapia; Malonaldeído; Substâncias reativas com ácido tiobarbitúrico; Nitrito; Estresse oxidativo; Hidroxiureia/uso terapêutico

Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein Avenida Albert Einstein, 627/701 , 05651-901 São Paulo - SP, Tel.: (55 11) 2151 0904 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista@einstein.br