Características epidemiológicas e clínicas dos pacientes com COVID-19 no Brasil

Vanessa Damazio Teich Sidney Klajner Felipe Augusto Santiago de Almeida Anna Carolina Batista Dantas Claudia Regina Laselva Mariana Galvani Torritesi Tatiane Ramos Canero Otávio Berwanger Luiz Vicente Rizzo Eduardo Pontes Reis Miguel Cendoroglo NetoSobre os autores

RESUMO

Objetivo

Descrever as características epidemiológicas e clínicas de pacientes com infecção confirmada pelo SARS-CoV-2, diagnosticados e tratados no Hospital Israelita Albert Einstein, que admitiu os primeiros pacientes com essa condição no Brasil.

Métodos

Neste estudo retrospectivo, de centro único, incluímos todos os casos com confirmação laboratorial de COVID-19 no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo (SP) de fevereiro a março de 2020. Foram analisados dados demográficos, clínicos, laboratoriais e radiológicos.

Resultados

Foram incluídos 510 pacientes com diagnóstico confirmado de COVID-19. A maioria dos pacientes era do sexo masculino (56,9%), com média de idade de 40 anos. Foi relatada história de contato próximo com um caso positivo/suspeito por 61,1% dos pacientes, e 34,4% tinham história de viagens internacionais recentes. Os sintomas mais comuns foram febre (67,5%), congestão nasal (42,4%), tosse (41,6%) e mialgia/artralgia (36,3%). A tomografia computadorizada de tórax foi realizada em 78 (15,3%) pacientes, e 93,6% deles apresentaram resultados anormais. A hospitalização foi necessária para 72 (14%) pacientes, e 20 (27,8%) foram admitidos na Unidade de Terapia Intensiva. Quanto ao tratamento clínico, os medicamentos mais utilizados foram antibióticos intravenosos (84,7%), cloroquina (45,8%) e oseltamivir (31,9%). A ventilação mecânica invasiva foi necessária em 65% dos pacientes na Unidade de Terapia Intensiva. O tempo médio de internação foi 9 dias para todos os pacientes (22 e 7 dias para pacientes que necessitaram ou não de cuidados intensivos, respectivamente). Apenas um (1,38%) paciente morreu durante o acompanhamento.

Conclusão

Estes resultados podem ser relevantes para o Brasil e outros países com características semelhantes, que começaram a lidar com essa pandemia.

Doenças transmissíveis; Pneumopatias/epidemiologia; SARS-CoV-2; COVID-19; Infecções por coronavírus; Epidemiologia

Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein Avenida Albert Einstein, 627/701 , 05651-901 São Paulo - SP, Tel.: (55 11) 2151 0904 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista@einstein.br