Ordenar publicações por
einstein (São Paulo), Volume: 19, Publicado: 2021
  • Desembalando a caixa preta Editorial

    Martins, Thiago Gonçalves dos Santos; Schor, Paulo
  • Retinopatia diabética: uma neuropatia Editorial

    Martins, Thiago Gonçalves dos Santos
  • Emergindo da pandemia de COVID-19: os números e as lições que permanecerão conosco para sempre Editorial

    Degani-Costa, Luiza Helena; Rolla, Fabiana; Oliveira, Raphael Augusto Gomes; Schettino, Guilherme de Paula Pinto; Cordioli, Ricardo Luiz; Hohmann, Fábio Barlem; Campos, Niklas Söderberg; Alencar, Roger Monteiro; Ferraz, Leonardo José Rolim; Piza, Felipe Maia de Toledo
  • Barreiras de acesso e permanência na universidade: um olhar Editorial

    Torres-Patiño, Isabel Cristina; Rojas-Hernandez, Cristhiam Mauricio; García-Perdomo, Herney Andres
  • Melanoma: implicações da falha diagnóstica e perspectivas Editorial

    Giavina-Bianchi, Mara; Cordioli, Eduardo; Machado, Birajara Soares
  • Avaliação de novas tecnologias em saúde – o uso off label de fármacos e a ética do uso e da distribuição de vacinas contra a COVID-19 Editorial

    Avelino-Silva, Vivian Iida; Barros Filho, Mario Thadeu Leme de; ,
  • Taxas decrescentes de cobertura global da vacinação de rotina em meio à sindemia da COVID-19: um grave problema de saúde pública Editorial

    Khawaja, Uzzam Ahmed; Franchi, Thomas; Pedersini, Paolo; Tovani-Palone, Marcos Roberto
  • Aprendizagem de máquina em análise de imagens na oftalmologia Editorial

    Martins, Thiago Gonçalves dos Santos; Schor, Paulo
  • Impacto da COVID-19 sobre o atendimento de pacientes oncológicos: experiência de um centro oncológico localizado em um epicentro Latino-Americano da pandemia Original Article

    Araujo, Sérgio Eduardo Alonso; Leal, Alessandro; Centrone, Ana Fernanda Yamazaki; Teich, Vanessa Damazio; Malheiro, Daniel Tavares; Cypriano, Adriana Serra; Cendoroglo Neto, Miguel; Klajner, Sidney

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Desde o surgimento da pandemia da doença pelo coronavírus 2019 (COVID-19), há incerteza quanto ao impacto da transmissão para pacientes com câncer. As evidências sobre o aumento da gravidade para pacientes submetidos a tratamento antineoplásico são contra o adiamento do tratamento oncológico. Nosso objetivo foi avaliar o impacto da pandemia de COVID-19 em volumes de pacientes em um centro oncológico, em um epicentro da pandemia. Métodos Os volumes de pacientes ambulatoriais e de internação foram extraídos do banco de dados de prontuários eletrônicos. Dois intervalos foram comparados: períodos pré-COVID-19 (março a maio de 2019) e pandemia COVID-19 (março a maio de 2020). Resultados O número total de consultas médicas diminuiu 45% no período pandemia COVID-19, inclusive com redução de 56,2% nas novas consultas. Houve redução de 27,5% no número de pacientes em tratamento sistêmico intravenoso e de 57,4% no início de novos tratamentos. Por outro lado, ocorreram aumento de 309% em novos pacientes submetidos a regimes de quimioterapia oral e elevação de 5,9% em novos pacientes submetidos à radioterapia no período pandemia COVID-19. Observaram-se queda de 51,2% nos dias de internação e redução de 60% no volume de casos cirúrgicos durante a COVID-19. Na unidade de transplante de células-tronco, a redução foi de 36,5% nos dias de internação e de 62,5% nos transplantes de células-tronco. Conclusão Foi observado declínio significativo no número de pacientes em tratamento de câncer após a pandemia de COVID-19. Embora isso possa ser parcialmente superado por opções terapêuticas alternativas, evitar cuidados de saúde oportunos devido ao medo de contrair COVID-19 pode impactar nos resultados clínicos. Nossos resultados podem ajudar a apoiar ações imediatas para mitigar essa hipótese.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective Since the rising of coronavirus disease 2019 (COVID-19) pandemic, there is uncertainty regarding the impact of transmission to cancer patients. Evidence on increased severity for patients undergoing antineoplastic treatment is posed against deferring oncologic treatment. We aimed to evaluate the impact of COVID-19 pandemic on patient volumes in a cancer center in an epicenter of the pandemic. Methods Outpatient and inpatient volumes were extracted from electronic health record database. Two intervals were compared: pre-COVID-19 (March to May 2019) and COVID-19 pandemic (March to May 2020) periods. Results The total number of medical appointments declined by 45% in the COVID-19 period, including a 56.2% decrease in new visits. There was a 27.5% reduction in the number of patients undergoing intravenous systemic treatment and a 57.4% decline in initiation of new treatments. Conversely, there was an increase by 309% in new patients undergoing oral chemotherapy regimens and a 5.9% rise in new patients submitted to radiation therapy in the COVID-19 period. There was a 51.2% decline in length of stay and a 60% reduction in the volume of surgical cases during COVID-19. In the stem cell transplant unit, we observed a reduction by 36.5% in length of stay and a 62.5% drop in stem cell transplants. Conclusion A significant decrease in the number of patients undergoing cancer treatment was observed after COVID-19 pandemic. Although this may be partially overcome by alternative therapeutic options, avoiding timely health care due to fear of getting COVID-19 infection might impact on clinical outcomes. Our findings may help support immediate actions to mitigate this hypothesis.
  • Torção testicular e diferenças climáticas nas macrorregiões do estado de São Paulo, Brasil Original Article

    Paladino Jr., João Roberto; Korkes, Fernando; Glina, Sidney

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Analisar a associação entre mudanças climáticas nas macrorregiões do estado de São Paulo e os casos tratados com torção testicular registrados. Métodos: Os casos foram selecionados no Banco de Dados do Sistema de Dados de Saúde Pública do Brasil de janeiro de 2008 a novembro de 2016. Todos os registros de procedimentos cirúrgicos foram identificados pelo documento de Autorização de Internação Hospitalar. Dois códigos foram selecionados para processar a busca: torção testicular (código de cura cirúrgica) e escroto agudo (código de escrototomia exploratória). As macrorregiões foram agrupadas em cinco áreas ligadas às características climáticas pela Classificação Internacional de Clima Köppen. Resultados: Foram registrados 2.351 casos de torção testicular no período. Para as áreas B, C e E (torção testicular n=2.130), foram encontradas diferenças estatísticas na associação dos casos de torção testicular e diminuição da temperatura (p=0,019, p=0,001 e p=0,006, respectivamente), mas nas análises das áreas A e D não foram observadas diferenças estatísticas (p=0,066 e p=0,494). Conclusão: A diminuição da temperatura foi associada à torção testicular em três macrorregiões de São Paulo. Os resultados apoiam a teoria do clima frio como um gatilho para ocorrência de torção testicular em uma região de clima tropical.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To analyze the association between climate changes in the macroregions in the state of São Paulo and testicular torsion treated cases. Methods: The cases were selected in the Brazilian Public Health Data System Database from January 2008 to November 2016. All surgical procedure records were identified by the Hospital Admission Authorization document. Two codes were selected to process the search: testicular torsion (surgical cure code) and acute scrotum (exploratory scrototomy code). The macroregions were grouped in five areas linked to climate characteristics by International Köppen Climate Classification. Results: A total of 2,351 cases of testicular torsion were registered in the period. For the areas B, C and E (testicular torsion n=2,130) there were statistical differences found in association of testicular torsion cases and decreased temperature (p=0.019, p=0.001 and p=0.006, respectively), however, in analyses for the areas A and D statistical differences were not observed (p=0.066 and p=0.494). Conclusion: Decrease in temperature was associated with testicular torsion in three macroregions of São Paulo. The findings support the theory of cold weather like a trigger in occurrence of testicular torsion in a tropical climate region.
  • Complexidade da farmacoterapia de pacientes com doença arterial coronariana Original Article

    Tinoco, Marlon Silva; Groia-Veloso, Ronara Camila de Souza; Santos, Jéssica Nathália Domingos dos; Cruzeiro, Maria Gabriela Martins; Dias, Bianca Menezes; Reis, Adriano Max Moreira

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Determinar os fatores associados à complexidade alta da farmacoterapia em pacientes com doença arterial coronariana. Métodos: Realizou-se um estudo transversal em um ambulatório multiprofissional de cardiologia na Atenção Secundária do Sistema Único de Saúde, de onde foram coletadas características sociodemográficas (idade, sexo e escolaridade), clínicas (número de condições de saúde, diagnósticos cardiovasculares e comorbidades) e farmacoterápicas (adesão, polifarmácia e polifarmácia cardiovascular). Essas características foram relacionadas com a complexidade da farmacoterapia, mensurada por meio do Índice de Complexidade da Farmacoterapia. A classificação em complexidade alta da farmacoterapia foi realizada empregando a normatização para idosos e a estratificação para pacientes adultos, sugeridas na literatura. Resultados: A complexidade da farmacoterapia total dos 148 pacientes apresentou mediana igual a 17,0 (amplitude interquartílica de 10,5). Na análise univariada, os fatores associados à complexidade alta foram insuficiência cardíaca, diabetes mellitus, hipertensão arterial, cinco ou mais doenças e não adesão. No modelo final, após regressão logística, houve associação estatisticamente significante (p<0,05) com as variáveis diabetes mellitus, hipertensão arterial e não adesão. Conclusão: A complexidade alta da farmacoterapia em pacientes com doença arterial coronariana foi associada à presença de diabetes mellitus, hipertensão arterial e relato de não adesão a medicamentos

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To determine the factors associated with the high complexity of medication regimen in patients with coronary artery disease. Methods: A cross-sectional study was carried out in a multiprofessional cardiology outpatient clinic, in the Secondary Care of the Unified Health System, where sociodemographic (age, sex, and education), clinical (number of health conditions, cardiovascular diagnoses, and comorbidities) and pharmacotherapeutic (adherence, polypharmacy, and cardiovascular polypharmacy) characteristics were collected. These were related to complexity of medication regimen, measured through the medication regimen complexity index. The classification of high complexity of medication regimen was carried out using standardization for the older adults and stratification for adult patients, as suggested in the literature. Results: The total complexity medication regimen of 148 patients had a median of 17.0 (interquartile range of 10.5). In the univariate analysis, the factors associated with high complexity were heart failure, diabetes mellitus, hypertension, five or more diseases, and non-adherence to treatment. In the final model, after logistic regression, there was a statistically significant association (p<0.05) with the variables diabetes mellitus, hypertension, and non-adherence. Conclusion: The high complexity of medication regimen in patients with coronary artery disease was associated with the presence of diabetes mellitus, hypertension, and reports of non-adherence to treatment.
  • Impacto da cirurgia bariátrica em pacientes com incontinência urinária de esforço Original Article

    Rodrigues, Antônio Flávio Silva; Korkes, Fernando; Bezerra, Danielle de Sá Dantas; Freitas Júnior, Wilson Rodrigues de; Toledo, Luís Gustavo Morato de

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Examinar as variáveis epidemiológicas, antropométricas e clínicas associadas à incontinência urinária de esforço em mulheres obesas antes e após a cirurgia bariátrica e identificar fatores preditivos da resolução desse tipo de incontinência. Métodos: Estudo observacional prospectivo com mulheres de um programa de cirurgia bariátrica, realizado entre 2015 e 2016. As pacientes responderam ao International Consultation on Incontinence Questionnaire-Urinary Incontinence Short Form, à Clinical Global Impression-Improvement e à Escala Visual Analógica, sendo submetidas ao exame físico e ao teste de incontinência antes e 6 meses após cirurgia bariátrica. Resultados: Completaram o estudo 43 mulheres. Houve redução de 72,7% na incontinência urinária de esforço (p=0,021). Fatores preditivos para o diagnóstico pré-operatório da incontinência urinária incluíram idade (p=0,024) e circunferência abdominal (p=0,048). Todos os sintomas urinários demonstraram melhora após perda de peso, notadamente noctúria (p=0,001) e incontinência urinária de esforço (p=0,026). A menopausa foi o fator mais crítico para predizer a persistência da incontinência urinária de esforço 6 meses após a cirurgia bariátrica (p=0,046). Os resultados relatados do International Consultation on Incontinence Questionnaire-Urinary Incontinence Short Form, da Patient Global Impression of Improvement e da Escala Visual Analógica tiveram melhora significativa (p=0,012, p=0,025, p=0,002, respectivamente). Conclusão: Mulheres idosas e com maior circunferência abdominal têm maior risco de desenvolver incontinência urinária de esforço antes da cirurgia. Mulheres na menopausa são fortemente propensas a persistir com a incontinência urinária de esforço, mesmo após a perda de peso. A perda de peso após a cirurgia bariátrica melhora os sintomas de incontinência urinária de esforço e seus impactos na qualidade de vida na maioria das mulheres.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To examine epidemiologic, anthropometric and clinical variables associated with stress urinary incontinence in obese women, before and after bariatric surgery, and to identify predictive factors of stress urinary incontinence resolution. Methods: Prospective observational study with women enrolled in a bariatric surgery program between 2015 and 2016. Patients were assessed prior to and 6 months after bariatric surgery using the International Consultation on Incontinence Questionnaire-Urinary Incontinence Short Form, the Patient Global Impression of Improvement and the Visual Analogue Scale. Patient assessment also included physical examination and bladder stress tests. Results: A total of 43 women completed the study. There was a 72.7% reduction in stress urinary incontinence (p=0.021). Predictive factors for preoperative diagnosis of stress urinary incontinence included age (p=0.024) and abdominal waist circumference (p=0.048). Urinary symptoms improved after weight loss, especially nocturia (p=0.001) and stress urinary incontinence (p=0.026). Menopause was the most significant predictive factor for persistence of stress urinary incontinence within six months of bariatric surgery (p=0.046). Self-reported outcomes and scores obtained in the International Consultation on Incontinence Questionnaire-Urinary Incontinence Short Form, the Patient Global Impression of Improvement and the Visual Analogue Scale were associated with significant improvement (p=0.012, p=0.025, and p=0.002 respectively). Conclusion: Older women with larger waist circumference have a higher risk of developing stress urinary incontinence prior to bariatric surgery. Menopausal women are highly prone to persistent stress urinary incontinence, even after weight loss. Weight loss achieved through bariatric surgery improved stress urinary incontinence symptoms and mitigated related impacts on quality of life in the vast majority of women.
  • Metanálises sobre COVID-19: revisão de escopo e análise de qualidade Original Article

    Pires, Gabriel Natan; Bezerra, Andréia Gomes; Oliveira, Thainá Baenninger de; Chen, Samuel Fen I; Malfatti, Victor Davis Apostolakis; Mello, Victoria Feiner Ferreira de; Niyama, Alyne; Pinto, Vitor Luiz Selva; Andersen, Monica Levy; Tufik, Sergio

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Realizar uma revisão de escopo das metanálises publicadas sobre a doença pelo coronavírus 2019 (COVID-19), avaliando suas principais características, tendências de publicação e qualidade metodológica. Métodos: Uma busca bibliométrica foi realizada em PubMed®, Scopus e Web of Science, com foco em metanálises sobre a doença pelo COVID-19. Foram extraídos dados bibliométricos e descritivos dos artigos incluídos, e a qualidade metodológica foi avaliada usando a ferramenta A Measurement Tool to Assess Systematic Reviews. Resultados: Um total de 348 metanálises foram consideradas elegíveis. A primeira delas foi publicada em 26 de fevereiro de 2020, e, desde então, o número dessas publicações cresceu rapidamente. A maioria foi publicada em periódicos de infectologia e virologia. Grande parte é proveniente da China, seguida dos Estados Unidos, da Itália e do Reino Unido. Em média, as metanálises incluíram 23 estudos e 15.200 participantes. Em geral, a qualidade metodológica foi baixa, e apenas 8,9% delas podem ser consideradas de algum grau de confiabilidade Conclusão: Embora algumas metanálises bem conduzidas sobre a doença pelo COVID-19 tenham sido publicadas, a maioria apresenta baixa qualidade. Todos os envolvidos na abordagem da doença pelo COVID-19, incluindo formuladores de políticas, pesquisadores, editoras e periódicos, devem dar prioridade a metanálises de alta qualidade, realizadas apenas quando os dados são viáveis, e desencorajar as de baixa qualidade ou conduzidas com métodos subótimos.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To carry out a scoping review of the meta-analyses published regarding about coronavirus disease 2019 (COVID-19), evaluating their main characteristics, publication trends and methodological quality. Methods: A bibliometric search was performed in PubMed®, Scopus and Web of Science, focusing on meta-analyses about COVID-2019 disease. Bibliometric and descriptive data for the included articles were extracted and the methodological quality of the included meta-analyses was evaluated using A Measurement Tool to Assess Systematic Reviews. Results: A total of 348 meta-analyses were considered eligible. The first meta-analysis about COVID-19 disease was published on February 26, 2020, and the number of meta-analyses has grown rapidly since then. Most of them were published in infectious disease and virology journals. The greatest number come from China, followed by the United States, Italy and the United Kingdom. On average, these meta-analyses included 23 studies and 15,200 participants. Overall quality was remarkably low, and only 8.9% of them could be considered as of high confidence level. Conclusion: Although well-designed meta-analyses about COVID-19 disease have already been published, the majority are of low quality. Thus, all stakeholders playing a role in COVID-19 deseases, including policy makers, researchers, publishers and journals, should prioritize well-designed meta-analyses, performed only when the background information seem suitable, and discouraging those of low quality or that use suboptimal methods.
  • Achados de imagem em tomografias computadorizadas de seios paranasais em pacientes com COVID-19 Original Article

    Sumi, Daniel Vaccaro; Loureiro, Rafael Maffei; Collin, Simon Michael; Deps, Patrícia Duarte; Bezerra, Lorena Lima; Gomes, Regina Lúcia Elia; Daniel, Mauro Miguel

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Analisar imagens de tomografia computadorizada de seios paranasais de pacientes com a doença por coronavírus 2019, e correlacionar os achados com a doença. Métodos: Foram analisadas imagens de tomografia computadorizada de 95 pacientes submetidos a teste de reação em cadeia da polimerase para coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave. Os dados clínicos foram obtidos por meio dos prontuários dos pacientes e de ligações telefônicas. A opacificação dos seios paranasais foi graduada e comparada entre pacientes positivos e negativos para coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave. Resultados: Vinte e oito (29,5%) dos pacientes tiveram resultado positivo para coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave (idade mediana de 52 [26-95] anos) e 67, resultado negativo (idade mediana de 50 [18-95] anos). O espessamento mucoso estava presente em 97,4% dos seios maxilares, 80% das células etmoidais anteriores, 75,3% das células etmoidais posteriores, 74,7% dos seios frontais e em 66,3% dos seios esfenoidais. Mínimo ou discreto espessamento mucoso (pontuação 1) e seios com aeração normal (pontuação 0) corresponderam a 71,4% e 21,3% de todos os seios paranasais, respectivamente. A nota média de cada seio paranasal entre pacientes positivos e negativos para coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave foi de 0,85±0,27 e 0,87±0,38, respectivamente (p=0,74). A nota mediana de opacificação dos seios paranasais entre pacientes positivos para coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave foi de 9 (intervalo interquartil de 8 a 10), comparada a 9 (intervalo interquartil de 5 a 10) em pacientes negativos (p=0,89). Não houve diferença na nota média ajustada para idade e sexo. A congestão nasal foi mais frequente em pacientes positivos para coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave que naqueles com resultados negativos (p=0,05). Conclusão: A infecção pelo coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave apresentou associação com congestão nasal, mas não mostrou correlação com espessamento mucoso dos seios paranasais.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To analyze computed tomography scans of paranasal sinuses of a series of patients with coronavirus disease 2019, and correlate the findings with the disease. Methods: Computed tomography scans of 95 adult patients who underwent a polymerase chain reaction test for severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 were analyzed. Clinical data were obtained from patients’ records and telephone calls. Paranasal sinus opacification was graded and compared according to severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 positivity. Results: Of the patients 28 (29.5%) tested positive for severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 (median age 52 [range 26-95] years) and 67 were negative (median age 50 [range 18-95] years). Mucosal thickening was present in 97.4% of maxillary sinuses, 80% of anterior ethmoid air cells, 75.3% of posterior ethmoid air cells, 74.7% of frontal sinuses, and 66.3% of sphenoid sinuses. Minimal or mild mucosal thickening (score 1)and normally aerated sinuses (score 0) corresponded to 71.4% and 21.3% of all paranasal sinuses, respectively. The mean score of each paranasal sinus among severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 positive and negative patients was 0.85±0.27 and 0.87±0.38, respectively (p=0.74). Median paranasal sinus opacification score among severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 positive patients was 9 (interquartile range 8-10) compared to 9 (interquartile range 5-10) in negative patients (p=0.89). There was no difference in mean score adjusted for age and sex. Nasal congestion was more frequent in severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 positive than negative patients (p=0.05). Conclusion: Severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 infection was associated with patient recall of nasal congestion, but showed no correlation with opacification of paranasal sinuses.
  • Restrição cognitiva direcionada aos carboidratos em indivíduos praticantes de dieta low carb com compulsão alimentar: o envolvimento da culpa pelos desejos por comida Original Article

    Oliveira, Jônatas de; Colombarolli, Maíra Stivaleti; Figueredo, Leandro Silva; Cordás, Táki Athanássios

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar se a dieta com restrição de carboidratos acarreta níveis elevados de desejos intenso por comida em indivíduos com compulsão alimentar. Métodos Participaram 146 indivíduos com compulsão alimentar divididos nos Grupos Dieta Low Carb (n=48) e Grupo Controle (n=98). Foram utilizados como medidas: Escala de Compulsão Alimentar Periódica, Questionário de Hay, Questionário de Desejos Intensos por Comida – Traço e Estado, Subescala de restrição cognitiva e sua versão adaptada para a restrição cognitiva direcionada aos carboidratos. Foram utilizados testes paramétricos para comparação entre grupos (teste t de Student) e o teste de correlação de Pearson para verificar correlações entre variáveis de interesse. Resultados Não foram encontradas diferenças entre grupos com e sem prática de dieta em relação ao nível de compulsão alimentar ou ao escore total para desejos intensos por comida. As diferenças encontradas foram os maiores níveis de restrição cognitiva (p=0,01), restrição cognitiva para carboidratos (p=0,01) e subescalas de ‘culpa por causa dos desejos’ (p=0,04) no Grupo Dieta Low Carb. Conclusão Indivíduos com compulsão alimentar e histórico de dieta com restrição de carboidratos (low carb) possuem maior restrição cognitiva direcionada aos carboidratos e associação com atitudes alimentares alteradas (culpa pelos desejos).

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To evaluate whether the carbohydrate-restricted diet leads to higher levels of food cravings in individuals with binge eating. Methods A total of 146 individuals with binge eating participated in the Low-Carb Diet Group (n=48) and Control Group (n=98). The Binge Eating Scale, Hay’s questionnaire, Food Cravings Questionnaire - Trait and State, Cognitive restraint subscale and its adapted version for the cognitive restraint toward carbohydrates, were used as measures. Parametric tests were used for comparison between groups (Student’s t test), and Pearson’s correlation test to verify correlations between variables of interest. Results No differences were found between groups with and without diet concerning the level of binge eating or food craving total score. The differences found were the higher levels of cognitive restraint (p=0.01), cognitive restraint for carbohydrates (p=0.01) and subscales of ‘guilt about food craving’ (p=0.04) in the Low-Carb Diet Group. Conclusion Individuals with binge eating and a history of low-carb diet have greater cognitive restraint toward carbohydrates and association with altered eating attitudes (guilt about food craving).
  • Efeitos do treinamento resistido sobre as respostas metabólicas e cardiovasculares ao teste de esforço cardiopulmonar máximo na doença de Parkinson Original Article

    Kanegusuku, Hélcio; Peçanha, Tiago; Silva-Batista, Carla; Miyasato, Roberto Sanches; Silva Júnior, Natan Daniel da; Mello, Marco Túlio de; Piemonte, Maria Elisa Pimentel; Ugrinowitsch, Carlos; Forjaz, Cláudia Lúcia de Moraes

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Avaliar os efeitos do treinamento resistido nas respostas metabólicas e cardiovasculares ao teste de esforço cardiopulmonar máximo em pacientes com doença de Parkinson. Métodos: Vinte e quarto pacientes com doença de Parkinson (estágios 2 a 3 de Hoehn e Yahr modificado) foram aleatoriamente randomizados em dois grupos: Controle e Treinamento Resistido. O Grupo Treinamento Resistido realizou, duas vezes por semana, cinco exercícios resistidos, duas a quatro séries, seis a 12 repetições máximas por série. O Grupo Controle manteve seu estilo de vida. No início e após 12 semanas, consumo de oxigênio, pressão arterial sistólica e frequência cardíaca foram avaliados em repouso e durante um teste de esforço cardiopulmonar máximo realizado em um cicloergômetro. As avaliações durante o exercício foram realizadas nas intensidades submáximas (a inclinação da regressão linear entre as variáveis fisiológicas e as cargas absolutas), nas intensidades submáximas relativas (limiar anaeróbico e ponto de compensação respiratória) e na intensidade máxima (pico do exercício). Adicionalmente, foi avaliada a força muscular. Resultados: Comparado com o início, o consumo de oxigênio pico aumentou, de forma semelhante, em ambos os grupos após 12 semanas. A frequência cardíaca e a pressão arterial sistólica avaliadas nas intensidades submáximas absolutas e relativas, assim como no pico do exercício, não se modificaram em nenhum dos grupos. Finalmente, diferente do Grupo Controle, a força muscular aumentou no Grupo Treinamento Resistido após 12 semanas. Conclusão: Em pacientes com doença de Parkinson sem comorbidades cardiovasculares, o treinamento resistido aumenta a força muscular, mas não modifica as respostas metabólicas e cardiovasculares ao teste de esforço cardiopulmonar máximo.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Objective: To evaluate the effects of resistance training on metabolic and cardiovascular responses during maximal cardiopulmonary exercise testing in patients with Parkinson’s disease. Methods: Twenty-four patients with Parkinson’s disease (modified Hoehn and Yahr stages 2 to 3) were randomly assigned to one of two groups: Control or Resistance Training. Patients in the Resistance Training Group completed an exercise program consisting of five resistance exercises (two to four sets of six to 12 repetitions maximum per set) twice a week. Patients in the Control Group maintained their usual lifestyle. Oxygen uptake, systolic blood pressure and heart rate were assessed at rest and during cycle ergometer-based maximal cardiopulmonary exercise testing at baseline and at 12 weeks. Assessments during exercise were conducted at absolute submaximal intensity (slope of the linear regression line between physiological variables and absolute workloads), at relative submaximal intensity (anaerobic threshold and respiratory compensation point) and at maximal intensity (maximal exercise). Muscle strength was also evaluated. Results: Both groups had similar increase in peak oxygen uptake after 12 weeks of training. Heart rate and systolic blood pressure measured at absolute and relative submaximal intensities and at maximal exercise intensity did not change in any of the groups. Muscle strength increased in the Resistance Training but not in the Control Group after 12 weeks. Conclusion: Resistance training increases muscle strength but does not change metabolic and cardiovascular responses during maximal cardiopulmonary exercise testing in patients with Parkinson’s disease without cardiovascular comorbidities.
  • Laringectomia supracricóidea: o impacto da senescência na segurança da deglutição Original Article

    Freitas, Andressa Silva de; Zica, Guilherme Maia; Silva, Ana Catarina Alves e; Dias, Fernando Luiz; Freitas, Emilson Queiroz; Santos, Izabella Costa

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Investigar a associação entre o envelhecimento e os aspectos funcionais da deglutição (penetração laríngea e aspiração laringotraqueal) em indivíduos submetidos à laringectomia supracricóidea no período tardio e sem queixas. Métodos: Setenta pacientes, sendo 56 (80%) >60 anos e 14 (20%) <60 anos, em acompanhamento ambulatorial, após tratamento oncológico e sem queixas de deglutição, realizaram avaliação funcional por meio da videofluoroscopia da deglutição. A classificação das imagens foi realizada por meio da escala de penetração-aspiração desenvolvida por Rosenbek. O teste do χ2 e a regressão logística foram aplicados para associação das categorias de idade aos desfechos (penetração e aspiração). Resultados: Os pacientes com idade acima de 60 anos apresentaram maior prevalência de penetração (24,29%) e aspiração (48,57%) do que aqueles com idade inferior a 60 anos. Nesta amostra, a aspiração se mostrou associada à idade. Pacientes acima de 60 anos tiveram chance 27% maior de penetração durante a deglutição do que os com menos de 60 anos. Pacientes acima de 60 anos tiveram chance aproximadamente quatro vezes maior de aspiração laringotraqueal do que pacientes com menos de 60 anos. Conclusão: Em pacientes sem queixas de deglutição no pós-operatório tardio de laringectomia supracricóidea, há maior chance de aspiração laringotraqueal em idosos acima de 60 anos do que em indivíduos abaixo de 60 anos.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Objective: To investigate the association between aging and the functional aspects of swallowing (laryngeal penetration and laryngotracheal aspiration) in individuals who underwent supracricoid laryngectomy in the late period and without complaints. Methods: A total of 70 patients, 56 (80%) aged >60 years and 14 (20%) <60 years, under outpatient follow-up, after cancer treatment and with no complaints of swallowing, performed functional evaluation using the swallowing videofluoroscopy. Image classification was performed using the penetration-aspiration scale developed by Rosenbek. The χ2 test and logistic regression were applied to associate the age categories to the outcomes (penetration and aspiration). Results: Patients aged over 60 years had a higher prevalence of penetration (24.29%) and aspiration (48.57%) than patients aged under 60 years. In this sample, aspiration was associated with age. Patients aged over 60 years were more likely to present penetration (27% more) during swallowing than patients under 60 years. Patients aged over 60 years had an approximately four-fold greater probability of laryngotracheal aspiration than patients aged under 60 years. Conclusion: In patients without complaints of swallowing in the late postoperative period of supracricoid laryngectomy, there is a greater probability of laryngotracheal aspiration in elderly aged over 60 years than in individuals under 60 years.
  • Correlação entre sedentarismo prévio e lesões relacionadas ao CrossFit Original Article

    Paiva, Tiemi Maruyama de Moura; Kanas, Michel; Astur, Nelson; Wajchenberg, Marcelo; Martins Filho, Delio Eulalio

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Correlacionar as lesões durante a prática do CrossFit com sedentarismo prévio e pesquisar outros fatores possivelmente relacionados ao aumento da taxa de lesão entre os praticantes. Métodos: Estudo transversal nacional, envolvendo praticantes de CrossFit, que receberam questionário digital para avaliar lesões relacionadas à prática da modalidade, à vida sedentária anterior, a intensidade e tempo de treinamento, à localização da lesão e à demografia geral. Resultados: Esta amostra incluiu 121 praticantes de CrossFit, 34,7% dos participantes eram sedentários antes de iniciar o CrossFit, desses, 45,2% sofreram alguma lesão relacionada a essa atividade, versus 30,4% dos que eram anteriormente ativos (p=0,104). Dos praticantes avaliados, 35,5% declararam história de alguma lesão relacionada ao CrossFit. Os locais mais frequentes foram ombro e cotovelo (60,5%), coluna lombar (30,3%), e punho e mão (16,3%). Os participantes que realizam levantamento de peso de forma intensa estiveram mais propensos a lesões do que aqueles que realizavam treinamento leve ou moderado (p=0,043). Os participantes com história de lesão apresentaram tempo médio de treinamento significativamente maior quando comparados àqueles sem antecedente de lesão (68,4 minutos versus 61,7 minutos; p=0,044). Conclusão: Não houve diferença significativa na incidência de lesões relacionadas ao CrossFit entre participantes previamente sedentários e fisicamente ativos. O levantamento intenso de pesos esteve relacionado à maior incidência de lesões. A taxa média de lesões encontradas neste estudo foi de 35,5%, semelhante a encontrada em estudos prévios. O local mais frequente foi ombro/cotovelo.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT: Objective: To correlate CrossFit-related injuries with previous sedentary lifestyle, and to investigate other factors potentially associated with higher rates of injury among practitioners. Methods: A nationwide cross-sectional study involving CrossFit practitioners who received a digital questionnaire inquiring into CrossFit-related injuries, previous sedentary life, training intensity and experience, site of injury and general demographics. Results: This sample included 121 CrossFit practitioners, 34.7% of participants were sedentary prior to starting CrossFit practice, from these, 45.2% reported CrossFit-related injuries, compared to 30.4% from previously active practitioners (p=0.104). The shoulder/elbow (60.5%), lumbar spine (30.3%) and wrist/hand (16.3%) were the most common sites of injury among participants reporting CrossFit-related injuries (35.5%). Participants performing intense weight training were more prone to injuries than those practicing light or moderate weight training (p=0.043). On average, participants with a history of injury spent significantly more time training than those with no history of injury (68.4 and 61.7 minutes, respectively; p=0.044). Conclusion: The incidence of CrossFit-related injuries did not differ significantly between previously sedentary and physically active participants. Intense weight training was associated with a higher incidence of injuries. The overall injury rate was 35.5%, similar to that found in previous studies, and the most common site of injury was shoulder/elbow.
  • Uso de psicofármacos entre trabalhadores em afastamento laboral por transtornos mentais Original Article

    Leão, Fabiana Vieira Garcia; Mesquita, Alessandra Rezende; Gotelipe, Luciana Gonçalves de Oliveira; Menezes de Pádua, Cristiane

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Descrever a utilização de psicofármacos por servidores públicos com registro de absenteísmo por transtornos mentais, e analisar sua associação com a duração do afastamento do trabalho. Métodos Estudo transversal com servidores públicos em afastamento laboral por transtornos mentais, entre janeiro a dezembro de 2017. Variáveis demográficas, ocupacionais e clínicas foram obtidas a partir de dados secundários. Foram empregados testes não paramétricos para avaliar a correlação entre o uso de psicofármacos e o tempo de afastamento. A análise de cluster foi utilizada para verificar a associação entre as características ocupacionais e o perfil de adoecimento do servidor. Resultados Os antidepressivos foram os medicamentos mais utilizados (82,9%). Observaram-se diferenças nos valores centrais de dias de afastamentos por número de psicofármacos utilizados. Na análise de cluster , um dos conglomerados (servidores com idade e tempo de trabalhos intermediários – média 46 anos de idade e 15 anos de trabalho) destacou-se em relação à utilização de antidepressivos, gravidade do quadro depressivo, frequência e duração do afastamento. Conclusão O afastamento laboral por transtornos mentais esteve associado à maior utilização de psicofármacos. O grupo de servidores identificado pode ser alvo prioritário de ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde na instituição.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To describe the use of psychotropic drugs among civil servants with registered absenteeism due to mental disorders, and to investigate associations with duration of leave of absence. Methods A cross-sectional study with civil servants on leave of absence due to mental disorders, between January and December 2017. Demographic, occupational and clinical variables were extracted from secondary data. Non-parametric tests were used to investigate correlations between use of psychotropic drugs and leave duration. Cluster analysis was used to investigate associations between occupational characteristics and illness profile. Results Antidepressants were the most commonly used drugs (82.9%). Central tendency values for days on leave differed according to the number of psychotropic drugs used. In cluster analysis, a particular cluster (servants of intermediate age group and work experience – mean of 46 years and 15 years, respectively) stood out regarding use of antidepressants, severity of depression and frequency and duration of leave of absence. Conclusion Leave of absence due to mental disorders was associated with higher rates of psychotropic drug use. The group of servants identified in this study may be a primary target for health promotion, prevention and recovery actions at the organization.
  • Atendimento em genética clínica: uma experiência de descentralização na região Sul do Brasil Original Article

    Meneghini, Kevin Francisco Durigon; Karam, Simone de Menezes; Madruga, Victor Francis Pereira; Ungaretti, Andrea Schulz Silva; Pinguello, Eduarda Cecilia; Severo, Rafaely

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Descrever a população atendida em um ambulatório de genética, em uma cidade de médio porte, em relação a diagnóstico, tipo de herança e impacto local do atendimento. Métodos: Foram revisados os prontuários e formulários do serviço de genética entre 2006 e 2018. As variáveis analisadas foram idade, sexo, procedência e atual residência, motivo de referência/consultoria, profissional que encaminhou, diagnóstico final, exames complementares e seus resultados. Resultados: Foram atendidos 609 pacientes, 65,9% com idade de zero a 12 anos. Houve suspeita de síndromes genéticas em 15,1%, e 11% apresentaram atraso no desenvolvimento. Distúrbios neurogenéticos destacaram-se entre os adultos. A herança mendeliana teve maior frequência (17,8%). As solicitações de consultorias genéticas duplicaram nos últimos 5 anos, sendo 44,4% por “suspeita de síndrome genética”. Conclusão: As consultorias genéticas mostraram-se ferramenta importante em nível hospitalar, reduzindo o tempo de espera até a instituição terapêutica, minimizando custos potenciais associados e norteando os familiares. O atendimento ambulatorial ofereceu diagnóstico e aconselhamento genético para usuários da cidade e região, diminuiu custos, além de propiciar um ambiente de ensino em genética médica.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To describe the population assisted in a genetics outpatient clinic, in a medium-sized town, with respect to diagnosis, type of inheritance, and local impact of genetic care. Methods: Medical records and genetic consultation forms from 2006 to 2018 were reviewed. The variables analyzed were age, sex, origin, current residence, reason for consultation, professional who requested evaluation, final diagnosis, additional exams and their results. Results: A total of 609 patients were seen, 65.9% aged 0 to 12 years. Genetic syndromes were suspected in 15.1%, and 11% presented developmental delay. Neurogenetic disorders stood out among adults. Mendelian inheritance was more prevalent (17.8%). Requests for genetic consultation have doubled in the last 5 years, with 44.4% due to suspected genetic syndrome. Conclusion: Genetic consultations have shown to be an important tool for inpatient care, reducing the waiting time to initiate treatment, attenuating potential associated costs, and guiding the families of patients. Outpatient care provided diagnosis and genetic counseling for users from the city and surrounding region, decreased costs and offered a training environment in medical genetics.
  • Falha da cânula nasal de alto fluxo: os desfechos clínicos podem determinar a interrupção precoce? Original Article

    Nascimento, Milena Siciliano; Quinto, Danielle Eugênia Ribeiro; Zamberlan, Gisele Cristina; Santos, Adriana Zamprônio dos; Rebello, Celso Moura; Prado, Cristiane do

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Avaliar a evolução de desfechos clínicos em crianças com bronquiolite que utilizaram cânula nasal de alto fluxo, e determinar com quanto tempo de não melhora clínica a terapia deve ser interrompida para escalonamento do tratamento para outras formas de suporte ventilatório. Métodos: Estudo observacional retrospectivo, de lactentes com bronquiolite que utilizaram cânula nasal de alto fluxo. Os pacientes foram divididos em dois grupos de estudo, de acordo com o sucesso ou não da terapêutica com cânula nasal de alto fluxo, nomeados Grupo Sucesso e Grupo Falha. Foram analisadas as principais características demográficas e variáveis clínicas, tendo sido avaliadas 30 minutos e 6 horas após o início do tratamento até a retirada da cânula nasal de alto fluxo. Resultados: Foram estudados 83 crianças; destas, 18 crianças (21,7%) falharam. Entre os pacientes que tiveram sucesso na terapia, observou-se diminuição significativa da frequência respiratória (p<0,001), e também aumento significativo da saturação de oxigênio (p<0,001) já nos primeiros 30 minutos. O Grupo Sucesso foi significativamente diferente do Grupo Falha a partir de 6 horas, tanto para frequência respiratória (p<0,01), quanto para saturação de oxigênio (p<0,01). Conclusão: Na ausência de melhora dos sinais clínicos, a falha da terapia com cânula nasal de alto fluxo já pode ser considerada a partir de 30 minutos e, no máximo, em até 6 horas após o início da terapia. Após esse período sem melhora, o escalonamento para outro tipo de suporte ventilatório deve ser avaliado.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To evaluate the evolution of clinical outcomes in children with bronchiolitis who used a high-flow nasal cannula, and to determine after long of non-clinical improvement the therapy should be discontinued, and treatment should be escalated to other forms of ventilatory support. Methods: An observational retrospective study of infants with bronchiolitis who used a high-flow nasal cannula. Patients were divided into two study groups according to success or failure of high-flow nasal cannula therapy, namely the Success Group and the Failure Group. The main demographics and clinical variables were assessed 30 minutes and 6 hours after initiating therapy until removal of the high-flow nasal cannula. Results: A total of 83 children were studied and 18 children (21.7%) failed therapy. Among subjects with successful therapy, a significant decrease in respiratory rate (p<0.001), and a significant increase in peripheral oxygen saturation (p<0.001) were observed within 30 minutes. The Success Group was significantly different from the Failure Group after 6 hours, for both respiratory rate (p<0.01) and peripheral oxygen saturation (p<0.01). Conclusion: The absence of clinical sign improvement within 30 minutes and for up to a maximum of 6 hours can be considered as failure of the high-flow nasal cannula therapy. If this time elapses with no improvements, escalating to another type of ventilatory support should be considered.
  • Impacto na mortalidade da admissão de pacientes em unidade de terapia intensiva durante a passagem de plantão: estudo de coorte utilizando escore de propensão Original Article

    Midega, Thais Dias; Leite Filho, Newton Carlos Viana; Nassar Jr, Antonio Paulo; Alencar, Roger Monteiro; Capone Neto, Antonio; Ferraz, Leonardo José Rolim; Corrêa, Thiago Domingos

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Avaliar o impacto na mortalidade da admissão em unidade de terapia intensiva durante passagem de plantão médico. Métodos: Análise post-hoc de estudo original publicado previamente, com o objetivo de avaliar os impactos da readmissão em unidade de terapia intensiva nos desfechos clínicos. Este estudo de coorte retrospectivo, em centro único, com pareamento por escore de propensão, foi conduzido em uma unidade de terapia intensiva geral, aberta, com 41 leitos. Com base no tempo de internação na unidade de terapia intensiva, os pacientes foram categorizados em duas coortes: Grupo Passagem de Plantão (admissão entre 6h30 e 7h30 ou 18h30 e 19h30) ou Grupo Controle (internação entre 7h31 e 18h29 ou 19h31 e 6h29). Pacientes no Grupo Passagem de Plantão foram pareados com Grupo Controle na proporção de 1:2. Resultados: Entre 1° de junho de 2013 e 31 de maio de 2015, 6.650 pacientes adultos foram admitidos na unidade de terapia intensiva. Após a exclusão de participantes inelegíveis, 5.779 pacientes (389; 6,7% no Grupo de Admissão na Passagem de Plantão e 5.390; 93,3% no Grupo de Controle) foram elegíveis para pareamento por escore de propensão, dos quais 1.166 foram pareados com sucesso (389; 33,4% no Grupo Passagem de Plantão e 777; 66,6% no Grupo Controle). Após pareamento, admissão na unidade de terapia intensiva durante a passagem plantão não foi associada ao aumento da chance de óbito na unidade de terapia intensiva (RC: 1,40; IC95%: 0,92-2,11; p=0,113) ou no hospital (RC: 1,23; IC95%: 0,85-1,75; p=0,265). Conclusão: Internação em unidade de terapia intensiva durante passagem de plantão médico não impactou na mortalidade hospitalar.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To investigate the impact of intensive care unit admission during medical handover on mortality. Methods: Post-hoc analysis of data extracted from a prior study aimed at addressing the impacts of intensive care unit readmission on clinical outcomes. This retrospective, single-center, propensity-matched cohort study was conducted in a 41-bed general open-model intensive care unit. Patients were assigned to one of two cohorts according to time of intensive care unit admission: Handover Group (intensive care unit admission between 6:30 am and 7:30 am or 6:30 pm and 7:30 pm) or Control Group (intensive care unit admission between 7:31 am and 6:29 pm or 7:31 pm and 6:29 am). Patients in the Handover Group were propensity-matched to patients in the Control Group at a 1:2 ratio. Results: A total of 6,650 adult patients were admitted to the intensive care unit between June 1st 2013 and May 31st 2015. Following exclusion of non-eligible participants, 5,779 patients (389; 6.7% and 5,390; 93.3%, Handover and Control Group) were deemed eligible for propensity score matching. Of these, 1,166 were successfully matched (389; 33.4% and 777; 66.6%, Handover and Control Group). Following propensity-score matching, intensive care unit admission during handover was not associated with increased risk of intensive care unit (OR: 1.40; 95%CI: 0.92-2.11; p=0.113) or in-hospital (OR: 1.23; 95%CI: 0.85-1.75; p=0.265) mortality. Conclusion: Intensive care unit admission during medical handover did not affect in-hospital mortality in this propensity-matched, single-center cohort study.
  • Análise genética dos produtos de concepção. Devemos abandonar a metodologia de cariotipagem clássica? Original Article

    Christofolini, Denise Maria; Bevilacqua, Leticia Busachero; Mafra, Fernanda Abani; Kulikowski, Leslie Domenici; Bianco, Bianca; Barbosa, Caio Parente

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Comparar os resultados obtidos pela metodologia clássica e molecular na análise de produtos de concepção, além das vantagens e desvantagens de cada método. Métodos: Análise retrospectiva não randomizada dos resultados obtidos a partir de amostras de produto de concepção submetidas à avaliação genética, de 2012 a 2017. As análises foram realizadas por citogenética clássica e/ou análise cromossômica de microarray ou arrays. Resultados: Quarenta amostras foram analisadas por citogenética, das quais 10% não apresentaram crescimento celular, 50% apresentaram resultados normais, e 40% apresentaram anormalidades. Dos 41 casos encaminhados para análise por array, não foi possível obter resultados em 7,3%, 39,5% eram normais, e 60,5% apresentavam alterações. Não houve diferença estatística entre os resultados (p=0,89). A maioria dos resultados anormais foi observada até a nona semana de gestação. Uma perda fetal mais tardia foi observada na 28ª semana de gestação, com cariótipo 46,XX,del(15)(q26.2-qter). Os números observados corroboraram a literatura mundial. Conclusão: As técnicas de citogenética clássica e análise por array mostraram resultados comparáveis no tipo de alteração observada. O array é preferível à cultura de células em abortos tardios, enquanto a citogenética é mais capaz de mostrar poliploidias. Ambos têm as mesmas taxas de falha de crescimento quando o tecido do produto de concepção não é coletado adequadamente.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To compare the results obtained by the classic and molecular methodology in the analysis of products of conception, the advantages and disadvantages of each method. Methods: Retrospective non-randomized analysis of results obtained from product of conception samples submitted to genetic evaluation, from 2012 to 2017. The evaluations were performed using cytogenetics and/or chromosomal microarray analysis or arrays. Results: Forty samples were analyzed using classic cytogenetics, of which 10% showed no cell growth, 50% had normal results and 40% had abnormalities. Of the 41 cases sent for array analysis it was not possible to obtain results in 7.3%, 39.5% were normal and 60.5% had abnormalities. There was no statistical difference among the results (p=0.89). Most abnormal results were seen till 9 weeks’ gestation. The later abnormal miscarriage was seen at 28 weeks’ gestation, with karyotype 46,XX,del(15)(q26.2-qter). The results are corroborated by the international literature. Conclusion: Classic cytogenetics and array techniques showed comparable results on the type of alteration observed. Array analysis is preferable to cell culture in delayed abortions, while cytogenetics is more able to show polyploidies. Both have the same growth failure rates when product of conception tissue is not properly collected.
  • Medidas caseiras contra baixa umidade do ar amenizam agravos na saúde Original Article

    Guerra, Larissa Pereira; Andrade, Larissa Martins Vieira de; Joner, Daiany Caroline; Strozzi, Daniel

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo A umidade e a temperatura são fundamentais para o equilíbrio no ciclo da vida dos seres vivos e, consequentemente, para manter o bem-estar da população humana e diminuir a prevalência de doenças infecciosas. Visando mitigar o impacto das alterações climáticas, principalmente no período em que a umidade não é a ideal, é preciso adotar algumas medidas assistencialistas. O presente estudo visa elucidar qual seria a opção mais indicada para melhorar a qualidade de vida do ser humano e esclarecer qual melhor recurso (umidificador de ar, balde com água ou toalha molhada) é eficaz para melhorar a umidade do ar em épocas de seca e baixa umidade. Métodos Estudo experimental realizado com higrômetros INKBIRD que permitiram a análise da variação da umidade do ar ao longo do dia. Foram estabelecidas três formas de tratamento: umidificador, toalha molhada e balde com água. Em cada quarto, foram colocados dois higrômetros equidistantes do ocupante do quarto e seu respectivo tratamento, que variava entre 1m e 2m de distância da cabeceira da cama dentro de cada cômodo. Além disso, dois ambientes foram utilizados como controle, sendo um externo e outro fechado interno, totalizando cinco cômodos para o estudo. Os cômodos foram monitorados entre o final do mês de julho até final do mês de agosto de 2019 em Goiânia (GO). Resultados Apesar de as medidas assistencialistas serem utilizadas para melhora significativa da umidade do ar em épocas de extrema seca, há uma diferença significativa entre elas. O umidificador e a toalha molhada possuíram 7,50% e 5,71% a mais de umidade em relação à área externa (controle externo), respectivamente, sendo considerados mais eficientes. Já o balde de água não se diferenciou significativamente (p>0,05), não havendo variação. Conclusão O umidificador e a toalha foram os tratamentos considerados mais eficientes, com efeito significativo da distância sobre a umidade. Portanto, 1m de distância é mais eficiente no aumento e/ou na manutenção da umidade do ar, induzindo melhorias na saúde da população.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective Humidity and temperature are fundamental for the balance in the life cycle of living beings and, consequently, for maintaining the well-being of the human population and reducing the prevalence of infectious diseases. Thus, in order to mitigate the impact of climate change, especially in the period when humidity is not the ideal, it is necessary to adopt some assistance measures. The present experimental study aims to elucidate what would be the recommended option to improve the quality of life of the human being and to clarify which resources (air humidifier, bucket of water or wet towel) will be effective to improve the humidity of the air in times of drought and low moisture. Methods The experimental study was carried out with INKBIRD hygrometers allowing the analysis of the variation of air humidity throughout the day. Three forms of treatment were established: humidifier, wet towel and bucket of water. In each room, two hygrometers were placed equidistant from the occupant of the room and their respective treatment that varied between 1m and 2m away from the headboard indoor each room. In addition, two environments were used as controls, one being an external environment and the other an internal closed environment, totaling five rooms for the study. The rooms were monitored between the end of July and the end of August 2019 in Goiania (GO). Results Although assistance measures are used to significantly improve air pollution in times of extreme drought, there was a significant difference between them. The humidifier and a wet towel had 7.50% and 5.71% more humidity in the external relation (external control), respectively, more efficient. The volume of water, however, did not show significant difference (p>0.05) and, therefore, there was no variation. Conclusion The humidifier and the towel are treatments considered more efficient, and that there was a significant effect of distance on humidity. Therefore, 1m of distance is more efficient in increasing and/or maintaining air humidity, inducing improvements in the populations’ health.
  • Cobertura vacinal de influenza em idosos e adultos de alto risco: caracterização dos fatores associados Original Article

    Meneghini, Kevin Francisco Durigon; Hood, Camila Furtado; Menezes, Letícia Oliveira de; Mendoza-Sassi, Raúl Andrés; Dumith, Samuel Carvalho

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar a prevalência e os fatores associados à não vacinação contra influenza em grupos de risco. Métodos Estudo transversal, de base populacional, realizado em Rio Grande (RS). O desfecho foi definido como pertencer aos grupos de risco e não ter se vacinado nos últimos 12 meses. Foram analisadas variáveis demográficas, socioeconômicas, comportamentais e de acesso a serviços de saúde. Resultados Participaram 680 indivíduos. A prevalência foi de 46,0% (IC95%: 41,8-50,3), variando de 27,9% (idosos) a 81,8% (gestantes). Adultos jovens, solteiros, de nível econômico intermediário, tabagistas, com sintomas depressivos, que não praticavam atividade física e não consultaram um médico no último ano tiveram maior prevalência de não vacinação. Conclusão Metade da amostra não foi vacinada no período. Pela semelhança da síndrome gripal com a doença pelo coronavírus 2019 (COVID-19), aumentar a vacinação minimizaria a mortalidade e a utilização de leitos hospitalares devido à influenza, otimizando a resposta da capacidade hospitalar.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To evaluate the prevalence and factors associated with non-vaccination against influenza in the risk group. Methods A cross-sectional, population-based study, carried out in the city of Rio Grande (RS). The outcome was defined as belonging to risk groups and not having been vaccinated in the last 12 months. Demographic, socioeconomic, behavioral variables, and access for health services were analyzed. Results In this study, 680 individuals participated. The prevalence was 46.0% (95%CI: 41.8-50.3), ranging from 27.9% (elderly) to 81.8% (pregnant women). Young adults, single, intermediate socioeconomic bracket, smoker, with depressive symptoms, who did not perform physical activity and did not consult a physician in the last year, had a higher prevalence of non-vaccination. Conclusion Half of the sample was not vaccinated in the period. Due to the similarity of influenza-like illness and the coronavirus 2019 disease (COVID-19), increasing vaccination would minimize mortality and use of hospital beds due to influenza, optimizing the response of hospital capacity.
  • Associação entre fator de crescimento de fibroblastos 23 e capacidade funcional em idosos independentes Original Article

    Araújo, Lara Miguel Quirino; Moreira, Patrícia Ferreira do Prado; Almada, Clineu de Mello; Araújo, Luciano Vieira de; Costa, Aline Granja; Sesso, Ricardo de Castro Cintra; Bilezikian, John P; Lazaretti-Castro, Marise; Cendoroglo, Maysa Seabra

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Examinar a associação entre o fator de crescimento de fibroblastos 23 sérico e a capacidade funcional em indivíduos independentes, com 80 anos ou mais. Métodos A capacidade funcional de 144 idosos foi avaliada por meio de Atividades Instrumentais da Vida Diária, testes cognitivos, força de preensão manual e capacidade de levantar de uma cadeira e sentar cinco vezes. O fator de crescimento de fibroblastos 23 foi medido pelo teste ELISA. Resultados Os participantes no tercil mais baixo de fator de crescimento de fibroblastos 23 tiveram a maior média±desvio-padrão da taxa de filtração glomerular estimada, concentração média de hemoglobina mais alta, menor número médio de doenças e menor número de medicamentos utilizados. Em participantes com taxa de filtração glomerular estimada >45mL/minuto/1,73m2, o nível médio do fator de crescimento de fibroblastos 23 foi maior naqueles com 25(OH) vitamina D <20ng/mL do que naqueles com 25(OH) vitamina D ≥20ng/mL (75,6RU/mL±42,8 versus 68,5RU/mL±41,7; p<0,001). Houve aumento na cistatina C sérica média (de 1,3mg/mL±0,3 a 1,5mg/mL±0,3 a 1,7mg/mL±0,4) em função do tercil de fator de crescimento 23 de fibroblastos mais alto (p<0,001). Os níveis de fator de crescimento de fibroblastos 23 não foram significativamente associados à capacidade em testes físicos ou cognitivos. Conclusão Em idosos independentes residentes na comunidade ≥80 anos, o fator de crescimento de fibroblastos 23 foi associado a comorbidades relacionadas à idade e à função renal, mas não à capacidade funcional.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To examine the association of between serum fibroblast growth factor 23 and the functional capacity among independent individuals, aged 80 or older. Methods The functional capacity of 144 elderly was assessed by Instrumental Activities of Daily Living, cognitive tests, handgrip strength and the timed ability to rise from a chair and sit down five times. Fibroblast growth factor 23 was measured using an ELISA assay. Results Participants in the lowest fibroblast growth factor 23 tertile had the highest mean±standard deviation estimated glomerular filtration rate, the highest mean hemoglobin level, the lowest average number of diseases and the lowest number of medications used. In participants with the estimated glomerular filtration rate >45mL/minute/1.73m2, mean fibroblast growth factor 23 level was higher in those with 25(OH) vitamin D <20ng/mL than in those with 25(OH) vitamin D ≥20ng/mL (75.6RU/mL±42.8 versus 68.5RU/mL±41.7; p<0.001). There was an increase in the mean serum cystatin C (from 1.3mg/mL±0.3 to 1.5mg/mL±0.3 to 1.7mg/mL±0.4) as function of higher fibroblast growth factor 23 tertile (p<0.001). Fibroblast growth factor 23 levels were not significantly associated with capacity in physical or cognitive tests. Conclusion In independent community-dwelling elderly, aged ≥80 years, fibroblast growth factor 23 was associated with aged-related comorbidities and renal function but not with functional capacity.
  • Correlação e sensibilidade do Google Trends para surtos de dengue e febre amarela no estado de São Paulo Original Article

    Monnaka, Vitor Ulisses; Oliveira, Carlos Augusto Cardim de

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar a acurácia do Google Trends para vigilância epidemiológica de dengue e febre amarela e comparar a incidência dessas doenças com a popularidade de seus termos no estado de São Paulo. Métodos Coorte retrospectiva. Os resultados da pesquisa Google Trends foram comparados com a incidência real de doenças, obtida do Centro de Vigilância Epidemiológica “Prof. Alexandre Vranjac”, do estado de São Paulo, nos períodos entre 2017 e 2019. A correlação foi calculada pelo coeficiente de Pearson e pela função de correlação cruzada. A acurácia foi analisada por valores de sensibilidade e especificidade. Resultados Houve correlação estatisticamente significante entre as variáveis estudadas para ambas as doenças, com coeficiente de Pearson de 0,91 para dengue e 0,86 para febre amarela. Foi identificada correlação com até 4 semanas de antecipação para séries temporais. A sensibilidade foi de 87% e 90% e a especificidade de 69% e 78% para dengue e febre amarela, respectivamente. Conclusão A incidência de dengue e febre amarela no estado de São Paulo apresentou forte correlação com a popularidade de seus termos medidos pelo Google Trends em períodos semanais. A ferramenta Google Trends forneceu alerta precoce, com alta sensibilidade, para a detecção de surtos dessas doenças.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To assess Google Trends accuracy for epidemiological surveillance of dengue and yellow fever, and to compare the incidence of these diseases with the popularity of its terms in the state of São Paulo. Methods Retrospective cohort. Google Trends survey results were compared to the actual incidence of diseases, obtained from Centro de Vigilância Epidemiológica “Prof. Alexandre Vranjac”, in São Paulo, Brazil, in periods between 2017 and 2019. The correlation was calculated by Pearson’s coefficient and cross-correlation function. The accuracy was analyzed by sensitivity and specificity values. Results There was a statistically significant correlation between the variables studied for both diseases, Pearson coefficient of 0.91 for dengue and 0.86 for yellow fever. Correlation with up to 4 weeks of anticipation for time series was identified. Sensitivity was 87% and 90%, and specificity 69% and 78% for dengue and yellow fever, respectively. Conclusion The incidence of dengue and yellow fever in the State of São Paulo showed a strong correlation with the popularity of its terms measured by Google Trends in weekly periods. Google Trends tool provided early warning, with high sensitivity, for the detection of outbreaks of these diseases.
  • Comparação da administração impressa e on-line do Behavioral Regulation in Exercise Questionnaire (BREQ-2) Original Article

    Carvas, Nelson; Gomes, Igor Conterato; Valassi, Juliana Martins Ribeiro; Anunciação, Luís; Freitas-Dias, Ricardo de; Koike, Marcia Kiyomi

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Comparar a forma tradicional impressa do Behavioral Regulation in Exercise Questionnaire com uma proposta de formulário on-line, em termos de validade, confiabilidade e aplicabilidade. Métodos: Estudo de delineamento cruzado (crossover) realizado com 157 estudantes universitários de graduação. Metade da amostra respondeu primeiro ao questionário impresso e, 7 dias depois, ao questionário on-line, enquanto a outra metade da amostra fez o inverso. O coeficiente alfa de Cronbach foi usado para analisar a consistência interna dos questionários on-line e impressos. A validade de construção foi verificada por análise fatorial confirmatória, utilizando-se um estimador de mínimos quadrados ajustados pela média e variância e rotação oblíqua. A qualidade do modelo foi testada com índices de ajuste. Resultados: A análise fatorial confirmatória mostrou a estrutura de 19 itens com cinco fatores: χ2 de 230,718; graus de liberdade de 142; χ2/grau de liberdade de 1,625; índice de ajuste comparativo de 0,978 e raiz do erro quadrático médio de aproximação de 0,073. Todos os itens apresentaram cargas fatoriais acima de 0,5. Também houve excelente consistência entre os formatos de administração em todas as dimensões, com valores de alfa de Cronbach acima de 0,70. A estabilidade entre os formatos de administração variou entre 0,78 (IC95%: 0,69-0,85) e 0,84 (IC95%: 0,77-0,89), sugerindo confiança desejável entre os dois formatos de administração. Conclusão: O modelo de cinco fatores do Behavioral Regulation in Exercise Questionnaire on-line apresenta consistência interna tanto em relação às dimensões da escala quanto em relação ao total de itens.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To compare the traditional printed form of the Behavioral Regulation in Exercise Questionnaire with a proposed online form in terms of validity, reliability, and applicability. Methods: A crossover design study was conducted with 157 undergraduate students. Half of the sample answered the printed questionnaire first and then answered the online questionnaire 7 days later, while the other half of the sample did the inverse. Cronbach's alpha was used to analyze the internal consistency of both the online and printed questionnaires. The construct validity was analyzed by confirmatory factor analysis, using a weighted least square mean and adjusted variance estimation and oblique rotation. The quality of the model was tested with fit indices. Results: The confirmatory factor analysis showed the 19-item structure with five factors: χ2 of 230.718; degrees of freedom of 142; χ2/degrees of freedom of 1.625; comparative fit index of 0.978 and root mean square error of approximation of 0.073. All items presented factorial loads above 0.5. There was also excellent consistency between the formats of administration in all dimensions, with Cronbach's alpha values above 0.70. The stability between the formats of administration varied between 0.78 (95%CI: 0.69-0.85) and 0.84 (95%CI: 0.77-0.89), suggesting desirable confidence between both formats of administration. Conclusion: The five-factor model of the online Behavioral Regulation in Exercise Questionnaire shows internal consistency both in terms of the scale dimensions as well as in terms of the total items.
  • Estudo das fibras musculares dos músculos extensor longo dos dedos e sóleo de fêmeas C57BL/6 expostas ao glifosato durante a prenhez e a lactação Original Article

    Barbosa, Ariadne; Oliveira, Mylena Campos; Kuhn-Fraga, Camila; Ribeiro, Lucinéia de Fátima Chasko; Balbo, Sandra Lucinei; Torrejais, Márcia Miranda

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar a morfologia e a morfometria dos músculos extensor longo dos dedos e sóleo de fêmeas C57BL/6 expostas ao glifosato durante a prenhez e lactação. Métodos Foram utilizados 12 camundongos fêmeas da linhagem C57BL/6. Após detecção da prenhez, foram separadas em Grupo Controle, que recebeu somente água, e Grupo Glifosato, que recebeu água com 0,5% de glifosato durante a prenhez e lactação. Ambos os grupos receberam dieta padrão ad libitum. Após o desmame, as fêmeas foram eutanasiadas e pesadas; o comprimento nasoanal foi mensurado, e as gorduras foram coletadas e pesadas. Os músculos extensor longo dos dedos e sóleo foram coletados, e seu comprimento e peso foram mensurados. Em seguida, os músculos foram fixados em Methacarn para a realização do estudo histológico das fibras musculares. Resultados O Grupo Glifosato apresentou menor ganho de peso durante a prenhez e também menor peso corporal final e comprimento nasoanal, entretanto os demais parâmetros corporais avaliados não apresentaram diferença significativa em relação ao Grupo Controle. Na análise das fibras musculares e do tecido conjuntivo, também não foram observadas diferenças significativas. Conclusão A exposição a 0,5% de glifosato durante a prenhez e lactação resultou em menor ganho de peso na gestação, peso final e comprimento nasoanal, o que pode indicar que, apesar de não alterar a morfologia do tecido muscular diretamente, a exposição foi suficiente para interferir no metabolismo dos animais.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To evaluate the morphology and morphometry of the muscles extensor digitorium longus and soleus of C57BL/6 females, who were exposed to glyphosate during pregnancy and lactation. Methods Twelve female mice from the C57BL/6 lineage were used. After detection of pregnancy, they were divided into a Control Group, which received only water, and a Glyphosate Group, which received water with 0.5% glyphosate during pregnancy and lactation. Both groups received ad libitum standard diet. After weaning, the females were euthanized and weighed; naso-anal length was measured, and fats were collected and weighed. The muscles extensor digitorium longus and soleus were collected, and their length and weight were measured. Then, the muscles were fixed in Methacarn to perform the histological study of muscle fibers. Results Glyphosate Group presented lower weight gain during pregnancy and also lower final body weight and naso-anal length; however, the other body parameters evaluated did not present a significant difference in relation to the Control Group. Significant differences were also not observed in the analysis of muscle fibers and connective tissue. Conclusion Exposure to 0.5% glyphosate during pregnancy and lactation resulted in lower weight gain during pregnancy, final weight, and naso-anal length. Despite not directly altering the morphology of muscle tissue, these results may indicate enough exposure to interfere with animal metabolism.
  • Mortalidade infantil na Região Metropolitana de São Paulo: estudo ecológico Original Article

    Nunes, Michele Ribeiro Alexandre; Sousa, Luiz Vinicius de Alcantara; Nascimento, Vânia Barbosa do

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Identificar a influência dos fatores de risco na mortalidade infantil da Região Metropolitana de São Paulo, segundo as características da mãe e do neonato e o tipo de parto. Métodos Trata-se de estudo ecológico com abordagem quantitativa utilizando dados secundários dos sistemas de mortalidade infantil e nascidos vivos nos 39 municípios da Região Metropolitana de São Paulo. Variáveis do recém-nascido e maternas foram extraídas do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde, tendo sido apresentadas as frequências absoluta e relativa, bem como a regressão linear e o coeficiente de correlação de Pearson. Resultados No decênio, registraram-se perfil materno com escolaridade entre 8 e 11 anos (β=73,58; p=0,023) e idade materna entre 30 e 34 anos (β=١٩,٠٤; p=0,015). O parto mais evidenciado foi o cesáreo (β=39,59; p=0,009) e a duração da gestação mais apontada foi a termo (β=-14,20; p=0,324). O período pós-neonatal apresentou regressão nos óbitos comparado com as demais faixas etárias (β=-25,30; p<0,001). Ainda, mulheres no período gestacional consideradas pré-termo (r=0,86; p<0,001) e pós-termo (r=0,95; p<0,001) tiveram chances aumentadas na taxa de mortalidade infantil. Conclusão A faixa etária materna e o grau de escolaridade estão aumentando nas mulheres que tiveram filhos na Região Metropolitana de São Paulo, no período de 2006 a 2016. Isso também demonstra relevância na redução da taxa de mortalidade infantil.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To determine the impact of risk factors on infant mortality in the Metropolitan Region of São Paulo according to maternal and neonate characteristics, as well as mode of delivery. Methods An ecological, quantitative study based on secondary data retrieved from infant mortality and live birth data systems. Data from 39 municipalities located in the Metropolitan Region of São Paulo were analyzed. Newborn and maternal variables were extracted from the Information Technology Department of the Unified Health System. Absolute and relative frequencies were presented, as well as linear regression and Pearson´s correlation coefficient. Results The following maternal profile prevailed from 2006 to 2016: 8 to 11 years of education (β=73.58; p=0.023), age between 30 and 34 years (β=19.04; p=0.015) and delivery by cesarean section (β=39.59; p=0.009) after full-term pregnancy (β=-14.20; p=0.324). Mortality rates decreased in neonates compared to other age groups (β=-25.30; p<0.001). Infant mortality rates tended to be higher among women experiencing pre-term (r=0.86; p<0.001) or post-term (r=0.95; p<0.001) gestation. Conclusion Maternal age and level of education increased among women giving birth in the Metropolitan Region of São Paulo from 2006 to 2016. These were relevant factors for infant mortality rate reduction.
  • Preservação da fertilidade com progestágeno oral em pacientes com câncer de mama: é uma opção? Estudo-piloto Original Article

    Oliveira, Renato de; Maya, Bárbara Gomes; Nogueira, Mariana Bittencourt Silva; Conceição, Gabriel Seixas; Bianco, Bianca; Barbosa, Caio Parente

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Comparar a efetividade dos progestágenos orais em relação à medicação injetável antagonista de hormônio liberador de gonadotrofina na preservação da fertilidade oncológica de pacientes com câncer de mama. Métodos Estudo transversal com 40 pacientes com câncer de mama submetidas à preservação da fertilidade oncológica, que foram divididas em dois grupos, conforme análise histoquímica dos receptores de progesterona, para definir o bloqueio de hormônio luteinizante: se positivos, uso de antagonista de hormônio liberador de gonadotrofina; se negativos, uso de progestágenos orais. Comparou-se média de idade, dias de medicações, contagem de folículos antrais, número de oócitos em metáfase II e ocorrência de síndrome do hiperestímulo ovariano. Resultados Vinte pacientes, tanto no grupo com uso de antagonista de hormônio liberador de gonadotrofina, quanto no grupo com progestágenos orais, respectivamente, apresentaram média de idade de 33,9 (32-35,8) e 33,8 (32-35,6) anos; 11 (9,7-12,3) e 12,8 (11,6-13,9) de dias de medicações com p=0,037; contagem de folículos antrais de 9 (7,11-12) e 8,5 (6-11,9), com p=0,370; número de oócitos metáfase II de 4 (2,1-9,8) e 7,5 (3,1-10), com p=0,348, e síndrome do hiperestímulo ovariano de 2 casos (10%) e 5 casos (25%), com p=0,212. Conclusão O uso de progestágenos orais, apesar de necessitar de maior tempo de tratamento, é efetivo em relação ao protocolo com antagonista de hormônio liberador de gonadotrofina e oferece maior conforto com menor custo em pacientes com câncer de mama com receptores de progesterona negativos, submetidas à preservação da fertilidade oncológica.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To compare the effectiveness of oral progestins and injectable gonadotropin-releasing hormone antagonist medication in cancer fertility preservation in patients with breast cancer. Methods A cross-sectional study with 40 breast cancer patients submitted to cancer fertility preservation, who were divided into two groups according to histochemical analysis of progesterone receptors to define luteinizing hormone block: if positive, use of gonadotropin-releasing hormone antagonist, if negative, use of oral progestins. The mean age, medication days, antral follicle count, number of oocytes in metaphase II and the occurrence of ovarian hyperstimulation syndrome were compared. Results A total of 20 patients both in the group using gonadotropin-releasing hormone antagonist, and in the group with oral progestins, respectively, had a mean age of 33.9 (32-35.8) and 33.8 (32-35.6) years; days of medications of 11 (9.7-12.3) and 12.8 (11.6-13.9), p=0.037; antral follicle count of 9 (7.11-12) and 8.5 (6-11.9), p=0.370; metaphase II oocyte number of 4 (2.1-9.8) and 7.5 (3.1-10), p=0.348; and ovarian hyperstimulation syndrome of 2 (10%) and 5 (25%) cases, p=0.212. Conclusion The use of oral progestins, in spite of requiring longer treatment time, is effective in relation to the protocol with gonadotropin-releasing hormone antagonist, and offers greater comfort at a lower cost in breast cancer patients with negative progesterone receptors, submitted to cancer fertility preservation.
  • Impacto da pandemia da COVID-19 no volume de atendimentos no pronto atendimento: experiência de um centro de referência no Brasil Original Article

    Souza Jr, José Leão de; Teich, Vanessa Damazio; Dantas, Anna Carolina Batista; Malheiro, Daniel Tavares; Oliveira, Marcio Aparecido de; Mello, Eduardo Segalla de; Cendoroglo Neto, Miguel

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Analisar o impacto da pandemia da COVID-19 nas métricas do pronto atendimento de um hospital terciário de referência no Brasil. Métodos Uma análise retrospectiva das visitas consecutivas ao pronto atendimento, de 1o de janeiro de 2020 a 21 de novembro de 2020, foi realizada e comparada ao mesmo intervalo nos anos de 2018 e 2019. O volume de atendimentos e as características clínicas e demográficas dos pacientes foram comparados. Todos os diagnósticos foram incluídos, exceto os casos confirmados de COVID-19. Resultados Um total de 138.138 visitas ao pronto atendimento ocorreu durante o período do estudo, com redução estatisticamente significativa (p<0,01) de 52% do volume comparado tanto a 2018 como a 2019. Essa queda foi mais pronunciada nos atendimentos de pediatria, com redução de 71% se comparada aos números de anos anteriores. Em relação ao quadro clínico, houve redução dos casos graves em 34,7% e 37,6%, enquanto os casos leves caíram 55,2% e 56,2%, quando comparado 2020 a 2018 e a 2019, respectivamente. Uma queda de 30% foi vista no volume de admissões hospitalares originadas dessas visitas, porém houve aumento percentual da taxa de admissão mensal em relação ao volume desde abril de 2020. Conclusão O impacto da pandemia da COVID-19 gerou redução de 52% no volume de atendimento do pronto atendimento por outras condições clínicas, bem como aumento proporcional na taxa de admissão hospitalar de pacientes com COVID-19. Os profissionais de saúde devem orientar seus pacientes a não atrasar a procura por atendimento médico de condições graves que precisem de cuidados no pronto atendimento.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To analyze the impact of COVID-19 on emergency department metrics at a large tertiary reference hospital in Brazil. Methods A retrospective analysis of consecutive emergency department visits, from January 1, 2020, to November 21, 2020, was performed and compared to the corresponding time frame in 2018 and 2019. The volume of visits and patients’ demographic and clinic characteristics were compared. All medical conditions were included, except confirmed cases of COVID-19. Results A total of 138,138 emergency department visits occurred during the study period, with a statistically significant (p<0.01) reduction by 52% compared to both 2018 and 2019. This decrease was more pronounced for pediatric visits – a drop by 71% in comparison to previous years. Regarding clinical presentation, there was a decrease of severe cases by 34.7% and 37.6%, whereas mild cases decreased by 55.2% and 56.2% when comparing 2020 to 2018 and 2019, respectively. A 30% fall in the total volume of hospital admission from emergency department patients was observed during the study period, but accompanied by a proportional increase in monthly admission rates since April 2020. Conclusion The COVID-19 pandemic led to a 52% fall in attendance at our emergency department for other conditions, along with a proportional increase in hospital admission rates of COVID-19 patients. Healthcare providers should raise patient awareness not to delay seeking medical treatment of severe conditions that require care at the emergency department.
  • Fatores associados à qualidade de vida em pacientes com hanseníase Original Article

    Pinto, Graziele Ferreira; Nicácio, Raquel Aparecida Rodrigues; Oliveira, Fernanda Rocha Anjos de; Oliveira, Isabella Alcantara de; Alves, Rauni Jandé Roama; Santos, Débora Aparecida da Silva; Goulart, Letícia Silveira

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar a qualidade de vida e seus fatores associados em pacientes com hanseníase. Métodos Estudo transversal com 63 indivíduos com diagnóstico de hanseníase acompanhados em um serviço de atendimento especializado da região sudeste de Mato Grosso. Para avaliação da qualidade de vida, aplicou-se o questionário World Health Organization Quality of Life Bref . Utilizou-se regressão linear simples e múltipla para avaliar a associação entre varáveis sociodemográficas e os domínios de qualidade de vida. Resultados A maior média de qualidade de vida foi observada no domínio psicológico (16,28±2,30) e a menor, no domínio ambiente (13,86±2,21). As mulheres, indivíduos sem companheiro e aqueles que possuíam casa própria apresentaram menores médias de qualidade de vida no domínio psicológico. Os indivíduos que não receberam visita de Agentes Comunitários de Saúde apresentaram menores médias de qualidade de vida no domínio ambiente. Após análise multivariada, verificou-se que melhor qualidade de vida esteve associada à autodeclaração de cor branca no domínio ambiente, e pior qualidade de vida foi associada à menor escolaridade no domínio físico. Conclusão Este estudo evidenciou a influência dos fatores socioedemográficos sobre a qualidade de vida de pacientes com hanseníase, indicando a necessidade de realização de uma assistência em saúde de maneira integral, compreendendo os determinantes sociais da saúde.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To evaluate quality of life and associated factors in patients with leprosy. Methods A cross-sectional study with 63 people diagnosed as leprosy, seen at a reference service for the disease in the southeastern region of Mato Grosso, Brazil. The questionnaire World Health Organization Quality of Life Bref was used to evaluate quality of life. Simple and multiple linear regressions evaluated the association between sociodemographic variables and quality of life domains. Results The highest mean of quality of life was observed in the psychological domain (16.28±2.30), and the lowest in the environmental domain (13.86±2.21). Females, individuals with no partners, and people who owned their own house had the lowest quality of life means within the psychological domain. People who did not receive visits by Community Health Workers had the lowest means in quality of life within the environmental domain. Multivariate analysis revealed that the best quality of life was associated to self-reported white skin color within the environmental domain, and the worst quality of life was associated to less schooling within the physical domain. Conclusion This study showed the influence of sociodemographic factors on the quality of life of patients with leprosy, and indicated the need for comprehensive health care, considering the social determinants of health.
  • Avaliação da sequência dependente do nível de oxigênio no sangue (BOLD) com dispositivo 3 Tesla em pacientes transplantados renais na avaliação da disfunção de enxerto precoce, correlacionada com biópsia Original Article

    Mendes, Guilherme Falleiros; Falsarella, Priscila Mina; Garcia, Rodrigo Gobbo; Sanches, Liana Guerra; Baroni, Ronaldo Hueb

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar a sequência de ressonância magnética blood-oxygen-level-dependent (BOLD) realizada em um equipamento 3 Tesla para medir a biodisponibilidade do oxigênio do tecido pelo valor de R2* na diferenciação de necrose tubular aguda e rejeição aguda, comparando à biópsia renal (padrão-ouro). Métodos Estudo unicêntrico, prospectivo, com pacientes submetidos a transplante renal de 2013 a 2014, que desenvolveram disfunção do enxerto menos de 4 semanas após o transplante. Todos os pacientes foram submetidos à ressonância magnética abdominal 3 Tesla com o mesmo protocolo, seguida de duas sequências BOLD e biópsia renal. Resultados Foram incluídos 12 homens (68,75%) e três mulheres (31,25%). Foram realizadas 19 biópsias renais percutâneas (quatro pacientes necessitaram de segunda biópsia devido à alteração nos achados clínicos). Os resultados histopatológicos incluíram dez casos de necrose tubular aguda, quatro de rejeição aguda e cinco casos de outros diagnósticos (miscelânea). A comparação entre os quatro grupos de interesse não mostrou diferenças significativas em relação ao R2* no córtex (p=0,177). Quanto ao R2* da medula, observaram-se diferenças significativas (p=0,033), com miscelânea e necrose tubular aguda apresentando valores mais baixos quando comparados aos demais. Conclusão A ressonância magnética BOLD 3 Tesla é uma técnica viável que indiretamente utiliza a concentração de oxigênio no tecido em enxertos renais e pode ser usada para a diferenciação entre rejeição aguda e necrose tubular aguda.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To evaluate the ability of blood-oxygen-level-dependent (BOLD) magnetic resonance imaging at 3 Tesla to measure tissue oxygen bioavailability based on R2* values, and to differentiate between acute tubular necrosis and acute rejection compared to renal biopsy (gold standard). Methods A prospective, single-center study, with patients submitted to renal transplantation between 2013 and 2014, who developed graft dysfunction less than 4 weeks after transplantation. All patients were submitted to abdominal magnetic resonance imaging at 3 Tesla using the same protocol, followed by two BOLD sequences and kidney biopsy. Results Twelve male (68.75%) and three female (31.25%) patients were included. A total of 19 percutaneous renal biopsies were performed (four patients required a second biopsy due to changes in clinical findings). Pathological findings revealed ten cases of acute tubular necrosis, four cases of acute rejection, and five cases with other (miscellaneous) diagnoses. Comparison between the four groups of interest failed to reveal significant differences (p=0.177) in cortical R2* values, whereas medullary R2* values differed significantly (p=0.033), with lower values in the miscellaneous diagnoses and the acute tubular necrosis group. Conclusion BOLD magnetic resonance imaging at 3 Tesla is a feasible technique that uses indirect tissue oxygen level measurements to differentiate between acute rejection and acute tubular necrosis in renal grafts.
  • Rotina de treinamento distribuída ou de corpo inteiro: qual a melhor estratégia para aumentar força e hipertrofia muscular? Original Article

    Evangelista, Alexandre Lopes; Braz, Tiago Volpi; La Scala Teixeira, Cauê Vazquez; Rica, Roberta Luksevicius; Alonso, Angélica Castilho; Barbosa, Welmo Alcântara; Reis, Victor Machado; Baker, Julien Steven; Schoenfeld, Brad Jon; Bocalini, Danilo Sales; Greve, Julia Maria D’Andréa

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Comparar os efeitos de diferentes rotinas de treinamento em medidas de força e hipertrofia muscular. Métodos: Foram distribuídos em dois grupos de treinamento 67 indivíduos não treinados: Rotina Distribuída (n=35), com os grupos musculares treinados duas vezes por semana em uma divisão A/B com oito séries por sessão, ou Rotina de Corpo Inteiro (n=32), com os grupos musculares treinados quatro vezes por semana com quatro e oito séries por sessão de treinamento. Ambos os grupos realizaram de oito a 12 repetições máximas por série, com intervalo de 60 segundos entre as séries. A força e a espessura muscular máximas foram avaliadas no início e após oito semanas de treinamento. Resultados: Observaram-se diferenças significativas considerando o tempo (pré versus pós) para força máxima no supino, agachamento e espessura muscular de extensores do cotovelo, flexores do cotovelo e músculos do quadríceps femoral. Não foram observadas diferenças significativas entre os grupos para nenhum dos parâmetros avaliados. Conclusão: O treinamento de força realizado duas ou quatro vezes por semana com volume de séries equalizado promove adaptações neuromusculares similares.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To compare the effects of different resistance training programs on measures of muscle strength and hypertrophy. Methods: Sixty-seven untrained subjects were randomized to one of two groups: Split Workout Routine (n=35), in which muscle groups were trained twice per week in an A/B split consisting of eight sets per session, or Full-Body Workout Routine (n=32), in which muscle groups were trained four times per week with four and eight sets per session. Both groups performed eight to 12 repetition maximum per set, with 60 seconds of rest between sets. Maximal strength and muscle thickness were assessed at baseline and after eight weeks of training. Results: A significant main effect of time (pre versus post) was observed for maximal strength in the bench press and squat exercises and thickness of the elbow extensor, elbow flexor and quadriceps femoris muscles. Selected variables did not differ significantly between groups. Conclusion: Resistance training twice or four times per week has similar effects on neuromuscular adaptation, provided weekly set volume is equal.
  • Consumo de alimentos ultraprocessados por crianças e fatores socioeconômicos e demográficos associados Original Article

    Cainelli, Eveline Costa; Gondinho, Brunna Verna Castro; Palacio, Danielle da Costa; Oliveira, Daniele Boina de; Reis, Roberta Andrade; Cortellazzi, Karine Laura; Guerra, Luciane Miranda; Cavalcante, Denise de Fátima Barros; Pereira, Antonio Carlos; Bulgareli, Jaqueline Vilela

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar a ingestão de alimentos ultraprocessados em crianças, e verificar se há associação com o contexto socioeconômico e demográfico. Métodos Trata-se de estudo analítico, do tipo transversal, com 599 crianças entre 6 meses e 2 anos de idade, cadastradas em Unidades de Saúde da Família, de um município de médio porte. Para a realização da coleta, as mães das crianças foram abordadas em seus domicílios pelas pesquisadoras e por um Agente Comunitário de Saúde da Unidade Saúde da Família e responderam dois questionários, o socioeconômico e demográfico e o marcador do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional do Ministério da Saúde do Brasil para crianças entre 6 meses e 2 anos. A variável dependente do estudo foi a ingestão de alimentos ultraprocessados pela criança e as independentes foram as socioeconômicas e demográficas. Foi realizada análise de regressão múltipla, no nível de significância de 5%, para testar a associação entre a ingestão de alimentos ultraprocessados com as variáveis socioeconômicas e demográficas. Resultados A ingestão de ultraprocessados esteve associada com a idade da criança entre 1 e 2 anos (RC=3,89; IC95%: 2,32-6,50 e RC=3,33; IC95%: 2,00-5,56, respectivamente), com o número de pessoas que residiam na mesma casa (RC=1,94; IC95%: 1,23-3,05) e com as famílias que recebiam auxílio do governo (RC=1,88; IC95%: 1,15-3,04). Conclusão A ingestão de alimentos ultraprocessados por crianças no período da alimentação complementar pode ser influenciada por fatores socioeconômicos e demográficos.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To evaluate the consumption of ultra-processed foods among children, and to investigate associations with socioeconomic and demographic factors. Methods An analytical cross-sectional study with 599 children aged 6 months to 2 years, and listed as users of Family Health Units, in a medium-size city. Mothers were approached at home by researchers and community health workers from the Family Health Units, for data collection. Two questionnaires were used: the socioeconomic and demographic questionnaire, and the form Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional of Ministério da Saúde do Brasil , for children aged 6 months to 2 years. Ultra-processed food consumption and socioeconomic and demographic factors were defined as dependent and independent variables, respectively. Multiple regression analysis with a significance level of 5% was used to test associations between ultra-processed food consumption and socioeconomic and demographic variables. Results Ultra-processed food consumption was associated with child age between 1 and 2 years (OR=3.89; 95%CI: 2.32-6.50 and OR=3.33; 95%CI: 2.00-5.56, respectively), number of people living in the same household (OR=1.94; 95%CI: 1.23-3.05), and recipients of government benefits (OR=1.88; 95%CI: 1.15-3.04). Conclusion Ultra-processed food consumption among children undergoing complementary feeding may be influenced by socioeconomic and demographic factors.
  • Perfil epidemiológico da hanseníase no estado de Mato Grosso: estudo descritivo Original Article

    Tavares, Aline Menezes Rossi

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Analisar a prevalência de casos de hanseníase, tendo como parâmetros número de casos diagnosticados, faixa etária, sexo, forma clínica da doença, grau de incapacidade física, nervos acometidos e esquema terapêutico. Métodos Trata-se de estudo descritivo. Os dados foram coletados no Sistema de Informações de Agravos de Notificação, referentes ao período de 2014 a 2017 e relativos ao estado do Mato Grosso (MT), Brasil. Resultados No período em estudo notificaram-se 11.388 casos no estado, com maior prevalência no ano de 2017. A maior parte dos casos diagnosticados foi em indivíduos com mais de 15 anos, com discreto predomínio no sexo masculino. Prevaleceu o grau zero de incapacidade física durante o diagnóstico e menos de cinco nervos em cada indivíduo, naqueles com nervos afetado. Conclusão A análise da prevalência e do perfil epidemiológico de casos da hanseníase no estado de Mato Grosso (MT) torna-se essencial para o enfrentamento da doença, pois auxilia no manejo e no tratamento, com ênfase no trabalho multiprofissional para recuperação dos casos já existentes e na prevenção de novos casos, especialmente em estados hiperendêmicos.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To analyze the prevalence of leprosy cases using as parameters the number of diagnosed cases, age group, sex, clinical form of the disease, degree of physical disability, affected nerves, and therapeutic methods. Methods This was a descriptive study. Data were collected in the Information System for Notifiable Diseases (Sistema de Informações de Agravos de Notificação) from 2014 to 2017 in the state of Mato Grosso (MT), Brazil. Results In the studied period, 11,388 cases were notified in the state, with a higher prevalence in the year 2017. Most cases were diagnosed in individuals older than 15 years with a slight predominance of men. During diagnosis, there was prevalence of zero degree of physical disability and among individuals with affected nerves, mostly had less than five nerves affected. Conclusion Analyzing the prevalence and epidemiological profile of leprosy cases in the state of Mato Grosso (MT) turns to be essential for coping with the disease, as it helps in its management and treatment, with an emphasis on multidisciplinary approach for the recovery of existing cases and prevention of new cases, especially at hyperendemic states.
  • Adolescer Saudável: rastreio e seguimento do risco na escola Original Article

    Martins, Vânia Leitão; Belo, Inês; Luz, Alexandra; Moleiro, Pascoal

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Caracterizar adolescentes referenciados à consulta médica a partir do instrumento de triagem Perfil de Saúde do Utente Adolescente e comparar as informações obtidas do questionário e os dados avaliados na consulta. Métodos Estudo retrospectivo e descritivo, com análise dos questionários preenchidos por adolescentes e respectivos processos clínicos da consulta realizada no período de janeiro de 2013 a junho de 2016. Resultados Foram consultados 54 adolescentes, 57% do sexo masculino, com média de idade 12±1,7 anos. No questionário, 37% responderam ter algum problema de saúde; 35% gostariam de mudar a relação com os pais; 18% tinham algum tipo de preocupação com a segurança na escola; e 39% cometiam erros alimentares. Aproximadamente 31% já tinham consumido álcool, 13% já tinham experimentado fumar, e 4% tinham experimentado outras drogas. Na primeira consulta, 38% dos respondentes responderam ter doença crônica, 11% referiram mau ambiente familiar, 39% apresentaram problemas escolares e 39% revelaram erros alimentares. Cerca de 13% experimentaram fumar, 24% consumiram álcool, e 2% experimentaram outras drogas. Foram referenciados à consulta de medicina do adolescente 37% dos adolescentes, e 39% foram direcionados a outra consulta hospitalar. Conclusão Em consulta, confirmaram-se muitos dos itens de risco biopsicossocial identificados por meio do questionário aplicado, o que pode indicar que este é um método útil no rastreio de problemática ligada à adolescência.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To characterize adolescents referred to medical consultation based on the screening tool “Perfil de Saúde do Utente Adolescente”, and to compare to information gathered from a questionnaire and data assessed during the visit. Methods A retrospective and descriptive study, with analysis of the questionnaires filled out by adolescents and their respective medical records, in the period from January 2013 to June 2016. Results A total of 54 adolescents were seen, 57% male and mean age of 12±1.7 years. In the questionnaire, 37% stated that they had some kind of health problem; 35% would like to change the relationship with their parents; 18% had some concern about safety at school; and 39% made dietary mistakes. Approximately 31% had consumed alcohol, 13% had tried smoking, and 4% had used other drugs. At the first medical appointment, 38% stated they had chronic disease, 11% reported poor family environment, 39% had school problems and 39% made dietary mistakes. About 13% had tried smoking, 24% had tried to consume alcohol, and 2% had tried other drugs. Thirty seven percent of adolescents were referred to adolescent medicine consultation, and 39% to another hospital consultation. Conclusion Many of the biopsychosocial risk items identified through the questionnaire were confirmed during consultation, indicating that it could be a useful screening method for problems linked to the adolescence period.
  • Construção e validação de cenário de simulação de transporte intra-hospitalar Original Article

    Santana, Ellen Reis; Piacezzi, Luiz Humberto Vieri; Lopes, Maria Carolina Barbosa Teixeira; Batista, Ruth Ester Assayag; Vancini-Campanharo, Cássia Regina; Góis, Aécio Flávio Teixeira de

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Construir e validar o conteúdo de um cenário de simulação clínica para ensino do transporte intra-hospitalar de pacientes críticos. Métodos Estudo descritivo de construção e validação de um cenário de simulação clínica para o ensino de transporte intra-hospitalar. Foi construído um cenário fundamentado na literatura seguido da validação, por meio da técnica Delphi, por cinco especialistas, com nível de concordância de 80%. Os especialistas foram selecionados por meio da amostragem do tipo bola de neve. Foi desenvolvido um instrumento contendo 26 tópicos, para serem avaliados quanto a pertinência, clareza, objetividade, exequibilidade, conteúdo atual e vocabulário. Havia ainda um campo para observações. Resultados Foram realizadas duas rodadas pelos especialistas para a obtenção de consenso de 80%. De acordo com a recomendação dos especialistas, o cenário inicial foi escrito de forma mais clara e objetiva, e divido em duas partes: preparo do paciente e transporte do paciente. Conclusão Neste estudo, foram realizadas, com êxito, a construção e a validação do cenário para ensino do transporte intra-hospitalar. Ele poderá ser aplicado em diversos serviços para avaliação da formação dos graduandos de enfermagem, assim como para aprimoramento profissional daqueles que atuam no serviço de transporte intra-hospitalar.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To build and validate the content of a clinical simulation scenario for teaching in-hospital transport of critically ill patients. Methods A descriptive study of construction and validation of a clinical simulation scenario for teaching in-hospital transport. A scenario based on the literature was built, followed by validation, using the Delphi technique, by five specialists, with an agreement of 80%. The experts were selected through snowball sampling. An instrument was developed containing 26 topics to be assessed for relevance, clarity, objectivity, feasibility, current content, vocabulary, and a field for observations. Results Two rounds were carried out by the specialists to reach a consensus of 80%. According to the experts´ recommendation, the initial scenario was written more clearly and objectively, and divided into two parts: patient preparation and patient transport. Conclusion In this study, the construction and validation of the scenario for teaching in-hospital transport were successfully performed. It may be applied in several services to evaluate the training of nursing undergraduate students, as well as for the professional improvement of those who work in the in-hospital transport service.
  • Efeitos da terapia de fotobiomodulação na recuperação funcional, na angiogênese e no estado redox em músculo desnervado de ratos Original Article

    Nascimento, Jéssica Junia Aparecida Cardoso; Machado, Alex Sander Dias; Della-Santa, Giovanna Moura Lamas; Fernandes, Danielle Cristina; Ferreira, Marcílio Coelho; Machado, Gustavo Augusto Pereira; Chaves, Bruna Carolina Garcia; Costa, Karine Beatriz; Rocha-Vieira, Etel; Oliveira, Murilo Xavier; Gaiad, Thais Peixoto; Santos, Ana Paula

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Avaliar os efeitos da terapia de fotobiomodulação no estado redox, no marcador de angiogênese – fator de crescimento endotelial vascular – e na recuperação funcional do músculo desnervado. Métodos: Um total de 32 ratas Wistar foi submetido a uma lesão por esmagamento e dividido aleatoriamente em quatro grupos: Grupo Diodo Emissor de Luz 2 e Grupo Controle 2 (músculo coletado 2 dias após a lesão), além do Grupo Diodo Emissor de Luz 21 e do Grupo Controle 21 (músculo coletado 21 dias após a lesão). Grupo Diodo Emissor de Luz 2 e Grupo Diodo Emissor de Luz 21 receberam duas e dez aplicações de diodo emissor de luz (630±20nm, 9J/cm2e 300mW), respectivamente, e Grupo Controle 2 e Grupo Controle 21 não receberam tratamento. A função foi avaliada pelo teste de preensão em quatro momentos (pré-lesão, 2, 10 e 21 dias após a lesão). O músculo flexor dos dedos foi coletado para análise dos parâmetros redox e da imunolocalização do fator de crescimento endotelial vascular. Resultados: Houve melhora funcional no segundo e décimo dia pós-lesão nos grupos tratados em comparação aos controles (p<0,005). O tecido muscular dos grupos tratados apresentou maior expressão imuno-histoquímica do fator de crescimento endotelial vascular. A terapia de fotobiomodulação diminuiu o dano oxidativo aos lipídeos no Grupo Diodo Emissor de Luz 2 comparado ao Grupo Controle 2 (p=0,023) no músculo desnervado. Conclusão: A terapia de fotobiomodulação acelerou a recuperação funcional, aumentou a angiogênese e reduziu a peroxidação lipídica no músculo desnervado 2 dias após a lesão.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To evaluate the effects of photobiomodulation therapy in redox status, angiogenesis marker – vascular endothelial growth factor – and in the functional recovery in denervated muscle. Methods: A total of 32 female Wistar rats underwent a crush injury and were randomly divided into four groups: Light Emitting Diode Group 2 and Control Group 2 (muscle collected 2 days after injury), and Light Emitting Diode Group 21 and Control Group 21 (muscle collected 21 days afterinjury). Light Emitting Diode Group 2 and Light Emitting Diode Group 21 received two and ten light emitting diode applications (630±20nm, 9J/cm2, 300mW), respectively, and the Control Group 2 and Control Group 21 did not receive any treatment. The function was evaluated by grasping test at four moments (pre-injury, 2, 10 and 21 post-injury days). The flexor digitorum muscle was collected for analysis of immunolocalization of vascular endothelial growth factor and redox parameters. Results: Functional improvement was observed at the second and tenth post-injury day in treated groups compared to control (p<0.005). The muscle tissue of treated groups presented higher immunohistochemical expression of vascular endothelial growth factor. Photobiomodulation therapy decreased the oxidative damage to lipid in Light Emitting Diode Group 2 compared to Control Group 2 (p=0.023) in the denervated muscle. Conclusion: Photobiomodulation therapy accelerated the functional recovery, increased angiogenesis and reduced lipid peroxidation in the denervated muscle at 2 days after injury.
  • Uso de um dispositivo eletrônico organizador de medicamentos com alarme para melhorar a adesão medicamentosa de idosos com hipertensão Original Article

    Vieira, Liliana Batista; Reis, Adriano Max Moreira; Ramos, Celso de Ávila; Reis, Tiago Marques dos; Cassiani, Silvia Helena de Bortoli

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Avaliar se o uso de um dispositivo organizador de medicamentos eletrônico, mensal, equipado com um despertador, chamado Sistema Eletrônico para Uso Personalizado e Controlado de Medicamentos (Supermed), melhora a adesão à medicação de idosos com hipertensão. Métodos: Trata-se de um estudo qualiquantitativo, prospectivo, antes e depois, realizado com 32 pacientes idosos, com diagnóstico de hipertensão, recrutados em uma Unidade Básica de Saúde do Brasil. Resultados: Os principais desfechos foram a melhor adesão à medicação e o controle da pressão arterial após a intervenção com Supermed. Quanto à adesão medicamentosa, 81,2% dos pacientes eram “menos aderentes” no período pré-intervenção, e 96,9% eram “mais aderentes” no período pós-intervenção. Isso significa que 78,1% dos pacientes mudaram de “menos aderentes” para “mais aderentes” após a intervenção com Supermed (p<0,001). As diferenças da pressão arterial sistólica e diastólica média entre o dia da intervenção e pós-intervenção foram 18,5mmHg (p<0,0001) e 4,3mmHg (p<0,007), respectivamente, e as diferenças entre as médias da pressões arteriais sistólica e diastólica entre os períodos pré-intervenção e pós-intervenção foram de 21,6mmHg (p<0,001) e 4,7mmHg (p<0,001), respectivamente. Conclusão: O uso de Supermed melhorou de forma significativa a adesão medicamentosa e o controle da pressão arterial em uma população idosa hipertensa.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To examine whether the use of a monthly electronic medication organizer device equipped with an alarm clock, called Electronic System for Personal and Controlled Use of Medications (Supermed), improves medication adherence of older adults with hypertension. Methods: This is a quali-quantitative, prospective, before-and-after study performed with 32 older adult patients with diagnosis of hypertension, who were recruited at a Primary Care Unit in Brazil. Results: The main outcome measures were improvement of medication adherence and blood pressure control after intervention with Supermed. Regarding medication adherence, 81.2% of patients were “less adherent” in the pre-intervention period, and 96.9% were “more adherent” in the post-intervention period. This means that 78.1% of patients changed from “less adherent” to “more adherent” after the intervention with Supermed (p<0.001). The mean systolic and diastolic blood pressure differences between intervention day and post-intervention were 18.5mmHg (p<0.0001) and 4.3mmHg (p<0.007), respectively, and the differences between mean systolic and diastolic blood pressure between pre-intervention and post-intervention were 21.6mmHg (p<0.001) and 4.7mmHg (p<0.001) respectively. Conclusion: The use of Supermed significantly improved self-reported medication adherence and blood pressure control in a hypertensive older adult population.
  • Influência de alterações climáticas sobre a ocorrência do broncoespasmo induzido por exercício em adolescentes de uma região semiárida Original Article

    Nelo, Edinely Michely de Alencar; Correia Júnior, Jânio Luiz; Santos, Hamilton Felipe Andrade; Lima Júnior, José Pereira de; Brandão, Jéssica Thayani Santos; Moraes, José Fernando Vila Nova de; Correia Júnior, Marco Aurélio de Valois; Freitas-Dias, Ricardo de

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Verificar a influência das alterações climáticas sobre o broncoespasmo induzido por exercício, nos períodos chuvoso e seco de uma região do semiárido brasileiro. Métodos: Foram submetidos à avaliação do broncoespasmo em esteira ergométrica, em ambiente externo, nos períodos chuvoso e seco, 82 adolescentes, com idades de 15 a 18 anos. Foram avaliadas as variáveis antropométricas, a maturação sexual e o volume expiratório forçado no primeiro segundo. Para comparação da temperatura e umidade, queda do volume expiratório forçado no primeiro segundo (%) e frequência do broncoespasmo entre os períodos, foram utilizados o teste t de Student independente, o teste de Wilcoxon e o teste de McNemar, respectivamente. O nível de significância adotado foi p<0,05. Resultados: A média de idade foi 15,65±0,82 anos. A temperatura, a umidade e a queda do volume expiratório forçado no primeiro segundo (%) diferiram entre os períodos, com valores de temperatura e umidade maiores no período chuvoso (29,6ºC±0,1 e 70,8%±0,6 versus 28,5ºC±0,2 e 48,4%±0,6; p<0,05). A queda do volume expiratório forçado no primeiro segundo (%) foi maior no período seco (9,43%±9,97 versus 12,94%±15,65; p<0,05), e não foi encontrada diferença da frequência do broncoespasmo entre os períodos. Conclusão: O período seco influenciou negativamente no volume expiratório forçado no primeiro segundo de adolescentes, observando maior percentual de queda dessa variável nesse período. De acordo com os achados, propõe-se uma maior gravidade do broncoespasmo induzido por exercício em condições de baixa umidade.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To examine the impact of climate variability on the occurrence of exercise-induced bronchospasm in the rainy and dry seasons of a Brazilian semi-arid region. Methods: This sample comprised 82 adolescents aged 15 to 18 years, who were submitted to exercise-induced bronchospasm assessment on a treadmill and outdoors, during the rainy and the dry season. Anthropometric variables, sexual maturity and forced expiratory volume in the first second were analyzed. Air temperature and humidity, decline in forced expiratory volume in the first second (%) and frequency of bronchospasm were compared between seasons using the independent Student’s t test, the Wilcoxon and McNemar tests, respectively. The level of significance was set at p<0.05. Results: The mean age was 15.65±0.82 years. Air temperature, air humidity and decline in forced expiratory volume in the first second (%) differed between seasons, with higher air temperature and humidity in the rainy season (29.6ºC±0.1 and 70.8%±0.6 versus 28.5ºC±0.2 and 48.5%±0.6; p<0.05). The decline in forced expiratory volume in the first second (%) was greater in the dry season (9.43%±9.97 versus 12.94%±15.65; p<0.05). The frequency of bronchospasm did not differ between seasons. Conclusion: The dry season had a negative impact on forced expiratory volume in the first second in adolescents, with greater decrease detected during this period. Findings of this study suggested bronchospasm tends to be more severe under low humidity conditions.
  • Sinalização mediada pelo receptor de tropomiosina quinase tipo B na integração de dor neuropática e obesidade na polineuropatia diabética Original Article

    Filimonova, Tamara; Karakulova, Yulia

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Avaliar os níveis séricos quantitativos do receptor da tropomiosina quinase B, e estimar sua associação com os níveis séricos do fator neurotrófico derivado do cérebro e a obesidade, em pacientes com formas dolorosas e indolores de polineuropatia. Métodos: Examinamos 70 pacientes com polineuropatia diabética, com disfunção de nervo periférico confirmada por eletroneuromiografia e medida de níveis séricos do receptor da tropomiosina quinase B e do fator neurotrófico derivado do cérebro, por imunoensaio enzimático. Polineuropatia diabética foi diagnosticada através dos critérios modificados do Consenso de Toronto (2011), e a dor neuropática foi avaliada pela escala Numerical Pain Rating com 11 pontos. Os pacientes foram divididos em dois grupos, conforme presença ou ausência de dor neuropática. O Grupo Controle tinha 14 indivíduos saudáveis. Resultados: Os níveis séricos do receptor da tropomiosina quinase B e do fator neurotrófico derivado do cérebro em pacientes com polineuropatia diabética são significativamente mais elevados do que controles saudáveis (p=0,000). Hiperexpresssão do fator neurotrófico derivado do cérebro no soro foi associada à forma dolorosa da polineuropatia diabética (R=0,392, p=0,012) e obesidade (R=0,412, p=0,001). Por outro lado, alta concentração sérica de receptor da tropomiosina quinase B, associada à polineuropatia diabética indolor por PainDETECT (R=-0,354, p=0,015), baixo peso corporal (R=-0,354, p=0,015) e grave desmielização de fibras nervosas (R=-0,574, p=0,001), indicaram receptor “não funcionante” detectado no soro. Conclusão: A sinalização do receptor da tropomiosina quinase B está envolvida na modulação da dor neuropática e obesidade na polineuropatia diabética.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To assess the quantitative serum levels of tropomyosin receptor kinase receptor B, and to estimate its association with serum concentration of brain-derived neurotrophic factor and obesity in patients with painful and painless forms of diabetic polyneuropathy. Methods: We examined 70 patients with diabetic polyneuropathy with confirming peripheral nerve dysfunction by electroneuromyography and measuring of serum levels tropomyosin receptor kinase receptor B and brain-derived neurotrophic factor by enzyme immunoassay. Diabetic polyneuropathy was diagnosed using the modified Toronto Consensus (2011) criteria, while neuropathic pain was assessed using an 11-point Numerical Pain Rating Scale. The patients were divided into two groups according to presence or absence of neuropathic pain. Control Group consisted of 14 healthy persons. Results: The serum levels of tropomyosin receptor kinase receptor B and brain-derived neurotrophic factor in patients with diabetic polyneuropathy are significantly higher than healthy controls (p=0.000). Hyperexpression of brain-derived neurotrophic factor in serum was associated with painful form of diabetic polyneuropathy (R=0.392, p=0.012) and obesity (R=0.412, p=0.001). On the contrary high concentration of tropomyosin receptor kinase receptor B in serum associated with painless diabetic polyneuropathy by Pain DETECT (R=-0.354, p=0.015), low body weight (R=-0.354, p=0.015) and severe demyelization of nerve fibers (R=-0.574, p=0.001), indicated “non-working” receptor detected in serum. Conclusion: Tropomyosin receptor kinase receptor B signaling is involved in the modulation of neuropathic pain and obesity in diabetic polyneuropathy.
  • Inteligência artificial que prevê a mortalidade em uma unidade de terapia intensiva e comparação com um sistema de regressão logística Original Article

    Nistal-Nuño, Beatriz

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Explorar uma abordagem de inteligência artificial baseada em árvores de decisão impulsionadas por gradiente para previsão de mortalidade por todas as causas em unidade de terapia intensiva, comparando seu desempenho com um sistema de regressão logística recente na literatura e um modelo de regressão logística construído na mesma plataforma. Métodos Foram desenvolvidos um modelo de árvores impulsionadas por gradiente e um modelo de regressão logística, treinados e testados com o banco de dados Medical Information Mart for Intensive Care. As medidas fisiológicas de pacientes adultos com resolução de 1 hora, coletadas durante 5 horas na unidade de terapia intensiva, consistiram em oito parâmetros clínicos de rotina. Estudou-se como os modelos aprendem a categorizar os pacientes para prever a mortalidade ou a sobrevida, em unidades de terapia intensiva, em 12 horas. O desempenho foi avaliado por meio de estatísticas de acurácia e pela área sob a curva Característica de Operação do Receptor. Resultados As árvores impulsionadas por gradiente produziram área sob a curva Característica de Operação do Receptor de 0,89, em comparação com 0,806 para a regressão logística. A acurácia foi de 0,814 para as árvores impulsionadas por gradiente, em comparação com 0,782 para a regressão logística. A razão de chances de diagnóstico foi de 17,823 para as árvores impulsionadas por gradiente, em comparação a 9,254 para a regressão logística. O kappa de Cohen, a medida F, o coeficiente de correlação de Matthews e a marcação foram maiores para as árvores impulsionadas por gradiente. Conclusão O poder discriminatório das árvores impulsionadas por gradiente foi excelente. As árvores impulsionadas por gradiente superaram a regressão logística em relação à previsão de mortalidade em unidade de terapia intensiva. A alta razão de chances de diagnóstico e os valores de marcação para as árvores impulsionadas por gradiente são importantes no contexto do conjunto de dados não balanceados estudado.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To explore an artificial intelligence approach based on gradient-boosted decision trees for prediction of all-cause mortality at an intensive care unit, comparing its performance to a recent logistic regression system in the literature, and a logistic regression model built on the same platform. Methods A gradient-boosted decision trees model and a logistic regression model were trained and tested with the Medical Information Mart for Intensive Care database. The 1-hour resolution physiological measurements of adult patients, collected during 5 hours in the intensive care unit, consisted of eight routine clinical parameters. The study addressed how the models learn to categorize patients to predict intensive care unit mortality or survival within 12 hours. The performance was evaluated with accuracy statistics and the area under the Receiver Operating Characteristic curve. Results The gradient-boosted trees yielded an area under the Receiver Operating Characteristic curve of 0.89, compared to 0.806 for the logistic regression. The accuracy was 0.814 for the gradient-boosted trees, compared to 0.782 for the logistic regression. The diagnostic odds ratio was 17.823 for the gradient-boosted trees, compared to 9.254 for the logistic regression. The Cohen’s kappa, F-measure, Matthews correlation coefficient, and markedness were higher for the gradient-boosted trees. Conclusion The discriminatory power of the gradient-boosted trees was excellent. The gradient-boosted trees outperformed the logistic regression regarding intensive care unit mortality prediction. The high diagnostic odds ratio and markedness values for the gradient-boosted trees are important in the context of the studied unbalanced dataset.
  • Disposição de mulheres adolescentes e seus pais a pagar por contraceptivos de curta e longa duração no Brasil: estudo-piloto Original Article

    Farah, Daniela; Girão, Manoel João Batista Castello; Fonseca, Marcelo Cunio Machado

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar a disposição de mulheres adolescentes e seus pais a pagar por métodos contraceptivos reversíveis de longa e curta duração, além de suas perspectivas ao usá-los. Métodos Este é um estudo transversal com adolescentes de 13 a 19 anos e seus pais. Foi feita uma pesquisa para estimar a disposição a pagar por métodos anticoncepcionais. Os valores estão expressos em média±desvio-padrão em Reais (R$). Foi feita a correlação de Spearman para nível socioeconômico dos pais, idade das adolescentes e seus pontos de vista. Os tipos de métodos e as perspectivas de adolescentes e pais foram analisados pelo teste χ2. Para determinar a concordância entre os pares e sua disposição a pagar, foi usado o gráfico de Bland-Altman. Resultados Foram coletadas 165 pesquisas. O método de curta duração foi significativamente mais aceitável para pagar que o de longa duração, por ambos pais e filhas. Os pais e suas filhas estavam dispostos a pagar, do próprio bolso, R$ 52,25±22,48 e R$ 51,63±21,24, pelo método contraceptivo reversível de curta duração, e R$ 176,83±130,34 e R$ 174,83±143,64, pelo de longa duração, respectivamente. A análise de Bland-Altman indicou concordância sobre ambas as perspectivas e o preço a que estavam dispostos a pagar por cada método anticoncepcional. Conclusão Pais e adolescentes estão mais dispostos a pagar pelos métodos reversíveis de curta duração. Houve concordância entre o pai e a filha para os valores pagos por cada método.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To evaluate willingness to pay for short- and long-acting reversible contraceptive methods among female Brazilian adolescents and their parents, as well as their perspective on using such methods. Methods This is a cross-sectional study of female adolescents aged 13 to 19 years and their parents. We surveyed to estimate their willingness to pay for contraceptive methods. The values are expressed as mean±standard deviation in Brazilian reals (R$). Spearman correlation was employed for socioeconomic status of parents, age of adolescents and their standpoints. The methods types and adolescent and parent perspectives were analyzed by the test χ2. To determine an agreement between pairs and their willingness to pay, we used the Bland-Altman plot. Results A total of 165 surveys were collected. Short-acting method was significantly more acceptable to pay than the long-action method, by both parents and their daughters. Parents and their daughters are willing to pay out-of-pocket R$ 52,25±22,48 and R$ 51,63±21,24 for short-acting reversible contraception method, and R$ 176,83±130,34 and R$ 174,83±143,64, for long-acting method, respectively. Bland-Altman analysis indicated an agreement on both perspectives and the price they are willing to pay for each contraceptive method. Conclusion Parents and adolescent daughters are more willing to pay for short-acting methods. We showed an agreement between the parent and the daughter for the values paid for each method.
  • Distúrbio do olfato no cenário da pandemia de COVID-19 em pacientes triados por telemonitoramento Original Article

    Valletta, Raíssa Camelo; Camargo, Leandro Azevedo de; Rodrigues, Stela Oliveira; Silva, Sarah Vidal da; Gonçalves, Mateus Capuzzo; Queiroz, Nathálya Rodrigues; Galvão Filho, Arlindo Rodrigues; Avelino, Melissa Ameloti Gomes

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar o perfil clínico-epidemiológico dos pacientes com distúrbios olfatórios no cenário de pandemia da COVID-19. Métodos Foram selecionados pacientes com queixa de perda de olfato, previamente triados pelo sistema de telemonitoramento da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (GO), Brasil, que concordaram em responder um questionário sobre sintomas e achados de exame em relação à COVID-19. As entrevistas foram realizadas por seis médicos otorrinolaringologistas que, via telefonema, submeteram os participantes a questionário específico. Resultados Dos 13.910 pacientes em telemonitoramento, 627 (4,51%) apresentavam queixas de alteração do olfato, e, destes, 330 foram incluídos na pesquisa. A maior prevalência de alteração do olfato se deu em mulheres (67%), e em pacientes com menos de 50 anos (86%). Na maioria dos casos, as manifestações ocorreram de forma súbita (70%), e nos primeiros 5 dias de doença (80%). O sintoma associado mais prevalente foi alteração do paladar (89%), e houve necessidade de internação hospitalar somente em 2,7% dos pacientes entrevistados. Conclusão A anosmia na COVID-19 é mais prevalente no sexo feminino e em pacientes com menos de 50 anos. Juntamente da disgeusia, trata-se de importante sintoma inicial preditivo da doença.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To assess the clinical and epidemiological profile of patients with olfactory dysfunction in the scenario of COVID-19 pandemic. Methods The study selected patients with loss of smell, previously screened by telemonitoring system of the Municipal Health Department of Goiânia (GO), Brazil, who agreed to answer a questionnaire about COVID-19 symptoms and findings of exams. The interviews were conducted by six otolaryngologists, who applied the specific questionnaire, over the phone. Results A total of 13,910 patients underwent telemonitoring, and 627 (4.51%) had olfactory loss complaints. Out of them, 330 were included in the survey. We observed a higher prevalence of altered smell in women (67%), and in patients aged under 50 years (86%). In most cases the manifestations had a sudden onset (70%), and in the first 5 days of illness (80%). The most prevalent associated symptom was a change in taste (89%), and only 2.7% of interviewed patients required hospitalization. Conclusion Anosmia in COVID-19 is more prevalent in females and individuals aged under 50 years. It is a relevant initial symptom predictive of the disease, together with dysgeusia.
  • Congelamento de todos os embriões em ciclos de fertilização in vitro em mulheres com resposta normal à estimulação ovariana Original Article

    Duarte-Filho, Oscar Barbosa; Podgaec, Sérgio

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Responder à pergunta se a estratégia freeze-all (congelamento de todos os embriões) e subsequente transferência de embriões congelados é preferível à transferência de embriões a fresco em pacientes com resposta normal à estimulação ovariana (4 a 15 ovócitos coletados) durante tratamentos de fertilização in vitro . Métodos Coorte retrospectiva de dois centros de reprodução humana entre 2013 e 2017. No total, foram incluídas 471 transferências de ciclos com congelamento de todos os embriões, e 3.208 transferências a fresco. Resultados Após o ajuste do escore de propensão para idade e número de óvulos, foram analisados 467 ciclos com congelamento de todos os embriões e 934 ciclos a fresco, não havendo diferença estatisticamente significativa entre os grupos em relação à taxa de gravidez clínica (32,5% no Grupo Freeze-all e 32,3% no Grupo a Fresco, p=0,936). Para mulheres com 40 anos ou mais, observamos uma taxa de gravidez clínica estatisticamente maior quando foi utilizada a estratégia freeze-all (29,3% no Grupo Freeze-all e 19,8% no Grupo a Fresco, p=0,04). Conclusão A estratégia freeze-all não foi superior à transferência a fresco para todas as pacientes com resposta normal à estimulação ovariana. No entanto, mulheres com 40 anos ou mais podem ter algum benefício com essa estratégia. Isso justifica uma investigação mais aprofundada em pesquisas futuras e, de preferência, em estudos prospectivos randomizados.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To answer the question if the freeze-all strategy and subsequent frozen embryo transfer is preferable to fresh embryo transfer for patients with normal response to ovarian stimulation (4 to 15 oocytes recovered) during in vitro fertilization treatments. Methods A retrospective cohort from two human reproduction centers between 2013 and 2017. A total of 471 frozen embryo transfers from freeze-all cycles, and 3,208 fresh transfers were included. Results After propensity score matching adjustment for age and number of eggs, 467 freeze-all cycles and 934 fresh cycles were analyzed, revealing no statistically significant difference between groups in relation to clinical pregnancy rate (32.5% in the Freeze-all Group and 32.3% in the Fresh Group, p=0.936). For women aged 40 years and older, we observed a statistically significant higher clinical pregnancy rate when freeze-all strategy was used (29.3% in the Freeze-all Group and 19.8% in the Fresh Group, p=0.04). Conclusion Freeze-all strategy was not superior to fresh transfer for all patients with normal response to ovarian stimulation. However, women aged 40 years and older could benefit from this strategy. This deserves further investigation in future research, preferable in a prospective randomized study.
  • Barreiras à inclusão na reabilitação pulmonar: análise do conhecimento médico Original Article

    Gushken, Fernanda; Degani-Costa, Luiza Helena; Colognese, Thaíz Carolina Pimentel; Rodrigues, Maíra Thomazini; Zanetti, Mayra; Bonamigo-Filho, José Luiz; Matos, Luciana Diniz Nagem Janot de

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar o conhecimento dos médicos sobre reabilitação pulmonar e identificar as barreiras que eles encontram ao encaminhar pacientes com seguro saúde para reabilitação pulmonar. Métodos Trata-se de estudo transversal com uso de questionário, realizado em 2019, em um hospital privado de referência em São Paulo. Os participantes elegíveis eram médicos registrados nas seguintes especialidades: clínica médica, geriatria, cardiologia, pneumologia ou cirurgia torácica. Resultados Foram coletadas 72 respostas, e 99% dos participantes reconheceram doença pulmonar obstrutiva crônica como possível indicação para reabilitação pulmonar; com menor frequência (75%), listaram doença pulmonar intersticial, bronquiectasia e hipertensão pulmonar. A maioria dos participantes (67%) associou incorretamente a reabilitação pulmonar à melhora da função pulmonar, ao passo que 28% dos cardiologistas e 35% dos clínicos/geriatras deixaram de reconhecer os benefícios nos transtornos de humor. Notavelmente, 18% dos participantes somente recomendaram reabilitação pulmonar para pacientes em uso de oxigênio suplementar, e 14% prescreveram apenas fisioterapia domiciliar, padrão mais comumente visto entre médicos que não são especialistas em transtornos respiratórios. As três barreiras mais percebidas para encaminhamento e adesão foram cobertura de seguro saúde (79%), transporte para centro de reabilitação pulmonar (63%) e falta de apoio social (29%). Conclusão Restrições financeiras, logísticas e sociais representam desafios para a inclusão na reabilitação pulmonar, mesmo para pacientes com planos de seguro de saúde da categoria premium. Além disso, as lacunas de conhecimento dos médicos podem ser uma barreira adicional para o encaminhamento e a aceitação da reabilitação pulmonar. Educação médica continuada, lembretes automáticos nos prontuários eletrônicos e ferramentas de telerreabilitação podem melhorar o encaminhamento para reabilitação pulmonar, a adesão e, por fim, o atendimento ao paciente.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To assess clinicians’ knowledge about pulmonary rehabilitation, and identify the barriers faced when referring patients with health insurance to pulmonary rehabilitation. Methods This was a survey-based cross-sectional study conducted in 2019, at a private reference hospital in São Paulo, Brazil. Eligible participants were physicians registered with the following specialties: internal medicine, geriatrics, cardiology, pulmonology or thoracic surgery. Results We collected 72 responses, and 99% of participants recognized chronic obstructive pulmonary disease as a potential indication for pulmonary rehabilitation; less often (75%), they listed interstitial lung disease, bronchiectasis and pulmonary hypertension. Most participants (67%) incorrectly associated pulmonary rehabilitation with lung function improvement, while 28% of cardiologists and 35% of internists/geriatricians failed to recognize benefits on mood disorders. Notably, 18% of participants recommended pulmonary rehabilitation only to patients on supplemental oxygen and 14% prescribed only home physical therapy, patterns more commonly seen among non-respiratory physicians. The three most perceived barriers to referral and adherence were health insurance coverage (79%), transportation to pulmonary rehabilitation center (63%) and lack of social support (29%). Conclusion Financial, logistic and social constraints pose challenges to pulmonary rehabilitation enrollment, even for patients with premium healthcare insurance. Moreover, physician knowledge gaps may be an additional barrier to pulmonary rehabilitation referral and adherence. Providing continued medical education, incorporating automatic reminders in electronic medical records, and using telerehabilitation tools may improve pulmonary rehabilitation referral, adherence, and ultimately, patient care.
  • Quem vai ligar os ventiladores? Original Article

    Fonseca, Marcelo Cunio Machado; Araújo, Gabriela Tannus Branco de; Scorza, Fulvio Alexandre; Silva, Paulo Sérgio Lucas da; Andrade, Teresa Raquel de Moraes; Farah, Daniela; Sansone, Dayan

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Analisar a pandemia da COVID-19 no Brasil, um país de dimensões continentais, considerado uma economia emergente, mas com inúmeras diferenças regionais, abordando a disponibilidade de recursos humanos, especialmente para unidades de terapia intensiva. Métodos Foi acessado o banco de dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde. Os profissionais de saúde que atuavam nos cuidados para COVID-19 foram georreferenciados. O número de profissionais foi correlacionado com os parâmetros utilizados pela Organização Mundial da Saúde. De acordo com a Associação de Medicina Intensiva Brasileira, correlacionaram-se os dados de leitos de terapia intensiva adulta em cada unidade federativa com o número de profissionais para cada dez leitos de terapia intensiva. Os números de profissionais, leitos e casos foram, então, organizados por unidade federativa. Resultados O número de médicos por 100 mil habitantes seguiu as recomendações da Organização Mundial da Saúde; mas não o número de enfermeiras. O número de intensivistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem especializados em terapia intensiva e fisioterapeutas respiratórios, necessário a cada dez leitos de terapia intensiva, não foi suficiente para nenhuma dessas categorias profissionais. Uma equipe completa desses especialistas esteve disponível para 10% dos leitos de terapia intensiva do Brasil. Conclusão Há carência de profissionais para unidade de terapia intensiva, como demonstrado no Brasil. Os recursos físicos da terapia intensiva, para serem usados de forma eficiente, precisam de recursos humanos extremamente especializados; portanto, o planejamento de recursos humanos é tão crucial quanto o planejamento de recursos físicos e estruturais.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To analyze the COVID-19 pandemic in Brazil, a continental-sized country, considered as an emerging economy but with several regional nuances, focusing on the availability of human resources, especially for intensive care units. Methods The database of the National Registry of Health Facilities was accessed. Healthcare professionals in the care of COVID-19 were georeferenced. We correlated the number of professionals with the parameters used by the World Health Organization. According to the Brazilian Intensive Care Medicine Association, we correlated the data for adult intensive care unit beds in each state with the number of professionals for each ten intensive care unit beds. The number of professionals, beds, and cases were then organized by state. Results The number of physicians per 100 thousand inhabitants followed the World Health Organization recommendations; however, the number of nurses did not. The number of intensivists, registered nurses, nurse technicians specialized in intensive care, and respiratory therapists, necessary for every ten intensive care beds, was not enough for any of these professional categories. A complete team of critical care specialists was available for 10% of intensive care unit beds in Brazil. Conclusion There is a shortage of professionals for intensive care unit, as we demonstrated for Brazil. Intensive care physical resources to be efficiently used require extremely specialized human resources; therefore, planning human resources is just as crucial as planning physical and structural resources.
  • Tratamento da doença do enxerto contra hospedeiro crônica oral: um estudo de coorte retrospectivo Artigo Original

    Ramos, Gabriela de Assis; Leite, Taísa Domingues Boehmer; Lobo, Camila Brandão; Santos, Paulo Sérgio da Silva; Moreira, Maria Claudia Rodrigues; Antunes, Héliton Spindola

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar os pacientes com resposta completa da doença do enxerto contra hospedeiro crônica oral ao tratamento com imunossupressor. Métodos Vinte e nove pacientes submetidos ao transplante alogênico de células tronco hematopoiéticas, com doença do enxerto contra hospedeiro crônica oral, foram incluídos neste estudo retrospectivo, de setembro de 2012 a fevereiro de 2018. Os pacientes foram tratados com dexametasona para bochecho associada ao tacrolimo pomada, dexametasona para bochecho associada ao tacrolimo tópico, tratamento imunossupressor sistêmico, e dexametasona tópica apenas. Resultados O tempo médio para resposta completa das lesões liquenoides, eritema e ulcerações usando dexametasona e imunossupressor sistêmico foi de 105, 42 e 42 dias, respectivamente (p=0,013). Quando a dexametasona estava associada ao tacrolimo e a medicação imunossupressora sistêmica, o tempo médio para resposta completa das lesões liquenóides, eritema e ulcerações foi de 91, 84 e 77 dias (p=0,011). Quando foi utilizada apenas dexametasona, o tempo médio para resposta completa das lesões liquenoides, eritema e ulcerações foi de 182, 140 e 21 dias, respectivamente (p=0,042). Conclusão Nosso estudo mostra que as lesões liquenoides requerem mais tempo para cicatrização completa. É notável que as lesões liquenoides tendem a responder melhor ao tratamento da dexametasona combinada com o tacrolimo e o imunossupressor sistêmico. Já o eritema e as ulcerações respondem melhor à dexametasona combinada com medicação imunossupressora sistêmica, e dexametasona apenas, respectivamente.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective The aim of this study was to evaluate patients with complete response of oral chronic graft-versus-host disease to immunosuppressive treatment. Methods A total of 29 patients submitted to allogeneic hematopoietic stem cell transplantation, with oral chronic graft-versus-host disease, were enrolled in this retrospective study, from September 2012 to February 2018. Patients were treated with combined topical dexamethasone solution and topical tacrolimus ointment, combined topical dexamethasone and topical tacrolimus, systemic immunosuppressive medication, and topical dexamethasone only. Results The mean time of complete response of lichenoid lesions, erythema, and ulcers using dexamethasone and systemic immunosuppressive medication was of 105, 42 and 42 days, respectively (p=0.013).When we associated dexamethasone, tacrolimus and systemic immunosuppressive medication, the mean time of complete response of lichenoid lesions, erythema and ulcers was of 91,84 and 77 days (p=0.011). When dexamethasone was used alone, the mean time of complete response of lichenoid lesions, erythema and ulcers was 182, 140, 21 days, respectively (p=0.042). Conclusion Our study shows that lichenoid lesions require more time to heal. Notably, lichenoid lesions tend to respond better to dexamethasone combined with tacrolimus and systemic immunosuppressive medication, whereas erythema and ulcers respond better to dexamethasone combined with systemic immunosuppressive medication and dexamethasone only, respectively.
  • Estudo morfofuncional sobre os efeitos do tabagismo passivo em rins de ratos Artigo Original

    Moraes, Carlos Alberto de; Breda-Stella, Mercia; Carvalho, Cesar Alexandre Fabrega

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Analisar se a inalação passiva da fumaça do cigarro proporciona alterações morfológicas, estruturais e funcionais nos rins de ratos. Métodos Ratos Wistar, com oito semanas de idade, pesando, em média, 260g, foram divididos em Grupo Controle e Grupo Tabagista. Cada grupo foi subdividido em quatro grupos de dez animais para análise morfofuncional, em um período de sete e 28 dias. O Grupo Tabagista foi exposto à fumaça de 40 cigarros por dia, em horários determinados e equipamento automatizado de queima de cigarros, denominado smoking machine (SM-MC-01). Após o período de exposição, foram coletadas amostras de urina e sangue para as análises funcionais, e os rins foram dissecados e submetidos a procedimentos histológicos para análises morfoquantitativas. Resultados Após a exposição dos animais do Grupo Tabagista, observou-se menor ganho de peso; menor consumo de água e ração; menor peso, diâmetro e volume renal; redução em espessura cortical e densidade de volume glomerular; diminuição no diâmetro glomerular e capsular; aumento na densidade mesangial; volume urinário diminuído; níveis aumentados de glicose, creatinina sérica e microalbuminúria; níveis reduzidos de creatinina urinária e redução da taxa de depuração da creatinina. Conclusão O tabagismo passivo influencia negativamente na morfologia renal e na taxa de filtração glomerular, com efeitos semelhantes aos descritos na literatura em relação ao tabagismo ativo.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To analyze whether passive inhalation of cigarette smoke causes morphological, structural, and functional changes in kidneys of rats. Methods Wistar rats, aged eight weeks, weighing on average 260g, were divided into Control Group and Smoking Group. Each group was subdivided into four groups of ten animals for morphofunctional analysis, in a period of seven and 28 days. The Smoking Group was exposed to smoke of 40 cigarettes per day, at certain times and in automated equipment for cigarette burning, called smoking machine (SM-MC-01). After the exposure period, urine and blood samples were collected for the functional analyses, and the kidneys were dissected and submitted to histological procedures for morphoquantitative analyses. Results After exposure of animals of the Smoking Group, the following were observed: lower weight gain; lower water and feed intake; decreased renal weight, diameter, and volume; reduction in cortical thickness and glomerular volume density; decrease in glomerular and capsular diameter; increase in mesangial density; decreased urine volume; increased levels of glucose, serum creatinine and microalbuminuria; decreased urinary creatinine levels and creatinine clearance rate. Conclusion Passive smoking negatively influences renal morphology and glomerular filtration rate, with effects similar to those described in the literature regarding active smoking.
  • Estressores psicossociais ocupacionais e sofrimento mental em trabalhadores de saúde na pandemia de COVID-19 Artigo Original

    Silva-Junior, João Silvestre; Cunha, Arthur Arantes da; Lourenção, Daniela Campos de Andrade; Silva, Silmar Maria da; Silva, Renata Flavia Abreu da; Faria, Magda Guimarães de Araujo; Mininel, Vivian Aline; Almeida, Mirian Cristina dos Santos; Baptista, Patrícia Campos Pavan; Gallasch, Cristiane Helena

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Analisar os fatores associados ao sofrimento mental de trabalhadores de saúde que atuavam na assistência a pacientes com diagnóstico suspeito ou confirmado de doença pelo coronavírus 2019 (COVID-19). Métodos Estudo transversal analítico de abrangência nacional, realizado no segundo trimestre de 2020. Participaram 437 profissionais de saúde que preencheram formulário eletrônico sobre dados sociodemográficos, aspectos ocupacionais, características psicossociais do trabalho e sofrimento mental. Foi realizada regressão logística múltipla para analisar as covariáveis associadas ao sofrimento mental. Resultados Predominaram trabalhadores da equipe de enfermagem (65,0%), do sexo feminino (71,0%), da região Sudeste do país (68,6%) e sem morbidades (36,2%). A prevalência de sofrimento mental foi de 61,6%. O trabalho de alta exigência psicossocial foi informado por 24% dos participantes e a percepção de baixo apoio dos colegas de trabalho foi relatada por 52,9%. O modelo de regressão múltiplo final demonstrou que o sofrimento mental estava associado a: sexo feminino (razão de chance - RC: 1,93; IC95%: 1,22-3,07), idade até 40 anos (RC: 1,64; IC95%: 1,07-2,52), jornada semanal de trabalho igual ou superior a 60 horas (RC: 1,87; IC95%: 1,15-3,11), trabalho de alta exigência (RC: 2,45; IC95%: 1,41-4,40) e baixo apoio dos colegas (RC: 3,47; IC95%: 2,26-5,38). Conclusão Seis em cada dez participantes apresentavam quadro de sofrimento mental associado tanto a características individuais, quanto a fatores relacionados ao trabalho realizado durante a pandemia. É urgente a necessidade de mapear os serviços que tenham tais características, para delinear ações de promoção da saúde mental e prevenção do desgaste emocional nos diversos níveis de atenção em saúde.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To analyze the factors associated with mental distress among health workers who cared for patients with a suspected or confirmed diagnosis of coronavirus disease 2019 (COVID-19). Methods A cross-sectional analytical study of national scope, carried out between in the second quarter of 2020. A total of 437 health professionals, who filled out an electronic form about sociodemographic data, occupational aspects, psychosocial characteristics of work and mental distress. Multiple logistic regression was performed to analyze the covariables associated with mental distress. Results There was a predominance of workers on the nursing team (65.0%), female (71.0%), from Southeastern region of the country (68.6%) and with no morbidities (36.2%). The prevalence of mental distress was 61.6%. Job strain was reported by 24% of participants, and the perception of low support from coworkers was described by 52.9%. The final multiple regression model showed that mental distress was associated with females (odds ratio - OR: 1.93; 95%CI: 1.22-3.07), age up to 40 years (OR: 1.64; 95%CI: 1.07-2.52), weekly working hours equal or over 60 hours (OR: 1.87; 95%CI: 1.15-3.11), job strain (OR: 2.45; 95%CI: 1.41-4.40) and low support from co-workers (OR: 3.47; 95%CI: 2.26-5.38). Conclusion Six out of ten participants presented mental distress, which was associated to both individual characteristics and factors related to the work carried out during the pandemic. There is an urgent need to map services that have such characteristics, to outline actions to promote mental health and prevent emotional distress at different levels of health care.
  • Alta mortalidade entre pacientes com câncer e infecção por COVID-19: a experiência de um centro oncológico brasileiro Artigo Original

    Barros, Lilian Arruda do Rêgo; Magalhães Filho, Marcos Aurélio Fonseca; Alves, Rafaela de Brito; Rebouças, Camilla Vieira de; Rodrigues, Cicilia Marques; Viu, Micaela Mazutti; Benedito, Vinicius de Lima; Yamada, Alayne Magalhães Trindade Domingues; del Giglio, Auro; Cruz, Felipe José Silva Melo

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar a gravidade da infecção por COVID-19 em pacientes oncológicos, determinando os aspectos clínicos e epidemiológicos associados ao pior desfecho, seja em termos de mortalidade, necessidade de internação em unidade de terapia intensiva ou ventilação mecânica. Métodos Pacientes com câncer e diagnóstico confirmado por laboratório de COVID-19 foram identificados nos bancos de dados de um hospital oncológico entre 16 de março e 29 de maio de 2020. Os dados coletados incluíram história, idade, sexo e comorbidades dos pacientes, além dos tipos de câncer e do tratamento anticâncer. Resultados Dentre os 105 pacientes analisados, a idade variou de 18 a 92 anos, e 80,9% eram do sexo feminino. Dispneia foi o sintoma inicial mais prevalente entre os que morreram (30,4%). No momento do diagnóstico da infecção, 57,1% apresentavam doença metastática e 60% performance status ruim (Eastern Cooperative Oncologic Group ≥2). A taxa de mortalidade geral foi 40,95% e superior entre os homens e pacientes com baixo nível de performance status (p<0,0001). Conclusão Este coorte é um dos estudos mais robustos do Brasil, descrevendo características clínicas e epidemiológicas de pacientes com câncer e COVID-19. Os achados do estudo alertam para a vulnerabilidade dos pacientes oncológicos na pandemia atual e demonstram alta mortalidade por COVID-19 em pacientes do sexo masculino e com pior performance status. Essa análise pode ajudar a selecionar os pacientes que podem se beneficiar de isolamento rigoroso e até mesmo da interrupção do tratamento, reduzindo a exposição à infecção.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To evaluate the severity of COVID-19 in cancer patients to describe clinical and epidemiological factors associated with poor outcomes (mortality and need of intensive care unit admission or mechanical ventilation). Methods Retrospective data from patients with cancer and laboratory diagnosis of COVID-19, obtained between March 16 and May 29, 2020, were retrieved out of a cancer center database. Data analyzed included patient history, age, sex, comorbidities, types of cancer and anticancer therapy. Results This sample comprised 105 patients aged 18-92 years, 80.9% of whom were females. Dyspnea was the most prevalent initial symptom (30.4%) among patients who died (p<0.0001). Overall, 57.1% of patients had metastatic disease and 60% had poor performance status (Eastern Cooperative Oncologic Group ≥2) at the time of COVID-19 diagnosis. The overall mortality rate was 40.95%. Mortality rates were higher in male patients and those with poor performance status (p<0.0001). Conclusion This cohort is one of the largest Brazilian studies describing clinical and epidemiological features of patients with cancer and concurrent COVID-19. Findings of this study emphasize the vulnerability of cancer patients in the current pandemic, and indicate high mortality from COVID-19 among male cancer patients and cancer patients with poor performance status. This analysis may assist the selection of patients who may benefit from strict isolation and eventual discontinuation of anticancer therapy to reduce exposure to infection.
  • Tomografia computadorizada de tórax no diagnóstico de COVID-19 em pacientes com resultado falso-negativo na RT-PCR Artigo Original

    Fonseca, Eduardo Kaiser Ururahy Nunes; Ferreira, Lorena Carneiro; Loureiro, Bruna Melo Coelho; Strabelli, Daniel Giunchetti; Farias, Lucas de Pádua Gomes de; Queiroz, Gabriel Abrantes de; Garcia, José Vitor Rassi; Teixeira, Renato de Freitas; Gama, Victor Arcanjo Almeida; Chate, Rodrigo Caruso; Assunção Júnior, Antonildes Nascimento; Sawamura, Márcio Valente Yamada; Nomura, Cesar Higa

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar o papel da tomografia computadorizada de tórax em pacientes com COVID-19 que apresentaram reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa (RT-PCR) inicial falsamente negativa. Métodos Estudo retrospectivo de centro único que avaliou 39 pacientes com RT-PCR negativa para COVID-19, submetidos à tomografia computadorizada de tórax e que tiveram diagnóstico final clínico ou serológico de COVID-19. A classificação tomográfica visual foi avaliada de acordo com o Consenso da Radiological Society of North America e o software desenvolvido com inteligência artificial para detecção automática de achados e estimativa de probabilidade de COVID-19. Resultados Na análise tomográfica visual, somente um deles (3%) apresentou tomografia computadorizada classificada como tendo resultado negativo, 69% foram classificados como típicos e 28% como indeterminados. Na avaliação com uso de software, somente quatro (cerca de 10%) tiveram probabilidade de COVID-19 <25%. Conclusão A tomografia computadorizada pode desempenhar papel importante no manejo de casos suspeitos de COVID-19 com RT-PCR inicialmente negativa, principalmente levando-se em consideração os pacientes que estão fora da janela ideal para coleta de amostra para RT-PCR.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To evaluate the role of chest computed tomography in patients with COVID-19 who presented initial negative result in reverse transcriptase-polymerase chain reaction (RT-PCR). Methods A single-center, retrospective study that evaluated 39 patients with negative RT-PCR for COVID-19, who underwent chest computed tomography and had a final clinical or serological diagnosis of COVID-19. The visual tomographic classification was evaluated according to the Consensus of the Radiological Society of North America and software developed with artificial intelligence for automatic detection of findings and chance estimation of COVID-19. Results In the visual tomographic analysis, only one of them (3%) presented computed tomography classified as negative, 69% were classified as typical and 28% as indeterminate. In the evaluation using the software, only four (about 10%) had a probability of COVID-19 <25%. Conclusion Computed tomography can play an important role in management of suspected cases of COVID-19 with initial negative results in RT-PCR, especially considering those patients outside the ideal window for sample collection for RT-PCR.
  • Caracterização dos registros eletrocorticográficos, eletromiográficos e eletrocardiográficos após uso de cafeína em ratos Wistar Artigo Original

    Cabral, Diego Arthur Castro; Campos, Fernanda Myllena Sousa; Silva, Maria Clara Pinheiro da; Medeiros, João Paulo do Vale; Batista, Paula dos Santos; Jardim, Giovanna Coutinho; Machado, Jéssica Lígia Picanço; Cabral, Leonardo Giovanni Castro; Mello, Vanessa Joia de; Hamoy, Moises

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Descrever os perfis eletrocorticográficos, eletromiográficos e eletrocardiográficos para relatar os efeitos eletrofisiológicos da cafeína em ratos Wistar. Métodos: Foram utilizados ratos Wistar, machos, adultos, pesando de 230g a 250g. Os animais foram divididos nos seguintes grupos: Grupo 1, Controle com solução fisiológica 0,9% por via intraperitoneal (n=27), e Grupo 2, Tratado com Cafeína (50mg/kg intraperitoneal; n=27). Foram realizadas avaliações por eletrocorticograma, eletromiograma e eletrocardiograma. Resultados: Houve variações nas oscilações cerebrais (delta, teta, alfa, beta e gama) na faixa de frequência de até 40Hz após a aplicação de cafeína em ratos. Observou-se que as potências nas faixas das oscilações delta e teta foram preponderantes. A força de contração nos músculos estriado esquelético e cardíaco aumentou. A avaliação do eletrocardiograma demonstrou que a duração dos intervalos RR, QRS e QT foram menores na presença da cafeína. Conclusão: No sistema nervoso central, houve aumento dos espectros de amplitude delta, teta e alfa, que auxiliam na codificação das memórias e estão relacionados à melhora do aprendizado. Em relação à musculatura esquelética, demonstrou-se aumento da contração do músculo gastrocnêmio, uma clara indicação de como a cafeína pode ser usada para aumentar o desempenho em algumas atividades físicas. As alterações eletrocardiográficas observadas após a administração de cafeína estiveram relacionadas principalmente ao aumento da frequência cardíaca e do consumo de energia.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To describe electrocorticographic, electromyographic and electrocardiographic profiles to report the electrophysiological effects of caffeine in Wistar rats. Methods: Male adult Wistar rats weighing 230g to 250g were used. Rats were allocated to one of two groups, as follows: Group 1, Control, intraperitoneal injection of 0.9% saline solution (n=27); and Group 2, treated with intraperitoneal injection of caffeine (50mg/kg; n=27). The rats were submitted to electrocorticographic, electromyographic and electrocardiographic assessment. Results: Brain oscillations (delta, theta, alpha, beta and gamma) in the frequency range up to 40Hz varied after caffeine administration to rats. Powers in delta and theta oscillations ranges were preponderant. The contractile force of the skeletal striated and cardiac muscles increased. Electrocardiogram analysis revealed shorter RR, QRS and QT intervals under the effect of caffeine. Conclusion: In the central nervous system, there was an increase in the delta, theta and alpha amplitude spectrum, which are related to memory encoding and enhanced learning. With regard to skeletal muscle, increased contraction of the gastrocnemius muscle was demonstrated, a clear indication of how caffeine can be used to enhance performance of some physical activities. Electrocardiographic changes observed after caffeine administration are primarily related to increased heart rate and energy consumption.
  • Aleitamento materno versus distribuição gratuita de fórmulas infantis pelo Sistema Único de Saúde Artigo Original

    Cândido, Flávia Galvão; Freitas, Brunnella Alcântara Chagas de; Soares, Rita de Cássia Santos; Bittencourt, Jersica Martins; Ribeiro, Daniela Neves; Morais, Dayane de Castro; Niquine, Camilla de Freitas; Ribeiro, Sarah Aparecida Vieira; Araújo, Raquel Maria Amaral; Zucchetto, Bruna Romano; Carvalho, Taimã de Castro; Rezende, Isabela Carvalho

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Caracterizar a situação de aleitamento materno e da adequação de prescrição de fórmulas infantis a lactentes assistidos por um programa de Atenção Secundária do Sistema Único de Saúde. Métodos: Trata-se de estudo transversal pela análise de prontuários de 350 lactentes de zero a 6 meses, acompanhados entre fevereiro a abril de 2019. Resultados: A possibilidade de aleitamento materno esteve presente em 97,0% das mães, e nenhum lactente apresentou condição médica aceitável para a proscrição do aleitamento materno. Apesar disso, apenas 47,2% dos casos estavam em aleitamento materno exclusivo antes do encaminhamento ao programa. Em relação aos motivos da introdução das fórmulas infantis, a complementação ao leite materno foi o mais presente (75,8%), seguido da volta da mãe ao mercado de trabalho (20,1%). As taxas gerais de inadequação dentre os prescritos foram de 65% antes da chegada ao programa, passando para 69% (fórmulas padrão) e 80% (fórmulas para fins especiais) durante o acompanhamento. Conclusão: A baixa taxa de aleitamento materno exclusivo e a prescrição indiscriminada de fórmulas infantis são preocupantes por causar prejuízos à saúde maternoinfantil e financeira do Sistema Único de Saúde.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To characterize the situation of breastfeeding and the adequacy of prescription of infant formulas to infants assisted by a secondary care program of the Public Health System. Methods: This is a cross-sectional study with analysis of medical records of 350 infants from zero to 6 months, followed up between February to April 2019. Results: The possibility of breastfeeding was present in 97.0% of mothers and no infant presented an acceptable medical condition for proscription of breastfeeding. Despite this, only 47.2% of cases were on exclusive breastfeeding before being referred to the program. Regarding the reasons for the introduction of infant formulas, complementation to breast milk was the most present (75.8%), followed by mothers returning to the job market (20.1%). The general rates of inadequacy of those prescribed were 65% before arriving at the program, increasing to 69% (standard formulas) and 80% (formulas for special purposes) during follow-up. Conclusion: The low rate of exclusive breastfeeding and the indiscriminate prescription of infant formulas are a concern for damage to maternal-child healthcare and sound finances of the Public Health System.
  • Avaliação do sucesso virológico da terapia antirretroviral em pessoas vivendo com HIV/AIDS no estado do Paraná, Brasil Artigo Original

    Dias, Frederico Alves; Höfelmann, Doroteia Aparecida; Rattmann, Yanna Dantas

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Caracterizar o perfil sociodemográfico da população em tratamento antirretroviral no estado do Paraná, investigar a proporção de pessoas em tratamento entre todos os diagnosticados e analisar a proporção de pacientes com carga viral suprimida nas diferentes regiões do estado. Métodos: Estudo observacional descritivo e analítico realizado com informações referentes ao período de janeiro de 2018 a janeiro de 2019. Os dados foram obtidos do Sistema Informatizado de Monitoramento Clínico das Pessoas Vivendo com HIV/AIDS e do Sistema de Controle Logístico de Medicamentos. Foram calculadas as proporções de pessoas em tratamento antirretroviral no estado e de pacientes com carga viral ≤1.000 cópias/mL e ≤50 cópias/mL. Os resultados foram comparados com os parâmetros correspondentes da meta 90-90-90 da Organização Mundial da Saúde. Resultados: O estado do Paraná alcançou o segundo e o terceiro parâmetros da meta 90-90-90 da Organização Mundial da Saúde. Entre os diagnosticados, 93,12% encontravam-se em tratamento antirretroviral, e 90,0% destes apresentavam carga viral abaixo 50 cópias do RNA viral/mL de sangue, indicando sucesso virológico. Conclusão: A política de saúde voltada à população vivendo com HIV/AIDS e os serviços de saúde disponibilizados no Paraná têm obtido êxito em parâmetros relevantes para o controle da epidemia. Entretanto, é necessário assegurar o diagnóstico das pessoas infectadas por HIV na população.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To characterize the sociodemographic profile of the population undergoing antiretroviral treatment in the state of Paraná, Brazil, to investigate the proportion of people undergoing treatment among all those diagnosed, and to analyze the proportion of patients with suppressed viral load in different regions of the state. Methods: Observational descriptive and analytical study carried out with information referring to the period from January 2018 to January 2019. Data were obtained from the Sistema Informatizado de Monitoramento Clínico das Pessoas Vivendo com HIV/AIDS [Computerized System for Clinical Monitoring of People Living with HIV/AIDS] and Sistema de Controle Logístico de Medicamentos[Drug Supply Control System]. The proportion of people on antiretroviral treatment in the state and the proportion of patients with viral load ≤1,000 copies/mL and ≤50 copies/mL were calculated. The results were compared with the corresponding parameters of the World Health Organization goal 90-90-90. Results: The state of Paraná managed to reach the second and third parameters of the 90-90-90 goal of the World Health Organization. Among those diagnosed, 93.12% were on antiretroviral treatment, and 90.0% of them had a viral load below 50 copies of viral RNA/mL of blood, indicating virologic success. Conclusion: The health policy aimed at the population living with HIV/AIDS, and the health services available in Paraná have been successful in parameters relevant to the control of the epidemic. However, it is necessary to ensure the diagnosis of people infected with HIV in the population.
  • Violência cometida pelo parceiro íntimo: estudo observacional com mulheres atendidas no Sistema Único de Saúde Artigo Original

    Formiga, Kennya; Zaia, Victor; Vertamatti, Maria; Barbosa, Caio Parente

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Verificar a prevalência dos tipos de violência sofridos por mulheres e identificar as atitudes de gênero em relação a eles. Métodos: Estudo descritivo, observacional com a participação de 343 mulheres atendidas no Sistema Único de Saúde em uma cidade no nordeste brasileiro. Todas as participantes eram voluntárias e estavam presentes em uma Unidade Básica de Saúde para realizar algum atendimento médico. As participantes preencheram o questionário World Health Organization Violence Against Women e responderam a um questionário sociodemográfico. Resultados: As vítimas tinham, em média, 20,3 anos de idade, e 53,2% eram casadas. Houve prevalência de 52,9% de violência psicológica, 30,5% de violência física e 12,3% de violência sexual. As participantes indicaram como disparadores de violência a bebida (67%) e o ciúme (60,8%). Os principais abusos psicológicos foram insultos e humilhação; os físicos foram empurrões e tapas, e os sexuais foram relação sexual contra a vontade da mulher e por medo do parceiro. Uma parcela das participantes justificou a violência sofrida com a infidelidade da própria mulher, a recusa em manter relações sexuais e a desobediência ao marido. Conclusão: A educação em igualdade de gênero como medida de contraposição à cultura de subjugo feminino pode refletir na ressignificação da violência sofrida e na não culpabilização da própria vítima de violência pelo parceiro íntimo.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To determine the prevalence and types of violence suffered by women and to identify the gender attitudes related to the situation. Methods: This was a descritive, cross-sectional study incluiding 343 women who were assisted at the Brazilian Public Health System in countryside city in northeastern of Brazil. All participants were volunteers and they invited to participate during consultation at a Basic Health Unit. As participants, they filled out the World Health Organization Violence Against Women Questionnaire and responded to a sociodemographic questionnaire. Results: The victims were, on average, 20.3 years old, and 53.2% of them were married. There was a prevalence of 52.9% of psychological violence, 30.5% of physical violence, and 12.3% of sexual violence. Participants reported alcoholism (67%) and jealousy (60.8%) as triggers to violence. The main psychological abuses were insults and humiliation. In terms of physical violence, the major ones were pushes and slaps. The sexual violence most reportedwere sexual intercourse against the will of the woman and sexual intercourse because of fear of the partner. A portion of the participants justified violence due to women’s infidelity, refusal to have sex, and disobedience to her husband. Conclusion: Education in gender equality as a measure of opposition to the culture of female subjugation can reflect on the resignification of the violence suffered by them, and not on blaming the victim of violence by an intimate partner.
  • Conhecimento da população da cidade de São Paulo a respeito do câncer de próstata Artigo Original

    Maluf, Feres Camargo; Saporito, Felipe Marsiglia Faustino; Corrêa Júnior, Reinolds Amiraldo; Conesa, Pedro Araujo; Pazeto, Cristiano Linck; Lopes, Leonardo Seligra; Glina, Sidney

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Avaliar o conhecimento da população da cidade de São Paulo em relação ao câncer de próstata. Métodos: Foram entrevistados randomicamente 392 adultos em espaços públicos da cidade de São Paulo, os quais responderam a um questionário que abordava questões demográficas e de conhecimentos específicos sobre o câncer de próstata. Um escore foi utilizado para avaliar o conhecimento de câncer em geral e do câncer de próstata, considerando um conhecimento satisfatório com escore de 6 pontos. Resultados: A média de idade foi de 36,9 anos (desvio-padrão de ±12,6), e 58,2% dos participantes eram do sexo masculino. Ausência de contato anterior com informações relacionadas ao câncer de próstata foi relatada por 45,5% dos participantes. Nesses casos, maior proporção foi observada entre os homens com mais de 50 anos. Quanto ao escore, a média foi 3,7 (desvio-padrão de ±1,3), com correlação positiva entre maiores escores e maiores renda e escolaridade. Menos de 5% dos participantes acreditavam que só deveriam procurar o rastreamento do câncer de próstata quando sintomáticos. Por fim, entre as respostas menos frequentes aos fatores de risco para câncer de próstata, encontrou-se “etnia” (2,8%). Conclusão: Embora a maioria dos participantes não tenha apresentado escore satisfatório, o nível de conhecimento revelado neste estudo parece superior ao de outros estudos populacionais. Assim, sugere-se que a população avaliada tenha compreendido alguns conceitos essenciais do câncer de próstata, como a importância do rastreamento e do acompanhamento. Os esforços da Sociedade Brasileira de Urologia nas campanhas educacionais explicam parcialmente isso. No entanto, trabalhar em alguns conceitos, como identificar fatores de risco para câncer de próstata, pode otimizar os resultados do rastreamento.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To evaluate awareness of prostate cancer in the population of the city of São Paulo. Methods: A total of 392 adults were randomly interviewed on public spaces in the city of São Paulo, and answered a questionnaire that addressed demographic questions and specific knowledge about the prostate cancer. A score was used to assess awareness of cancer in general, and of prostate cancer, considering satisfactory knowledge a score of 6 points. Results: The mean age was 36.9 years (standard deviation of ±12.6) and 58.2% of participants were male. No previous contact with information related to prostate cancer was reported by 45.5% of participants. For these cases, a greater proportion was observed among men aged over 50 years. As to the score, the mean was 3.7 (standard deviation of ±1.3), with a positive correlation among higher scores, higher income and education level. Less than 5% of participants believed they should only search for prostate cancer screening when symptomatic. Finally, among the less frequent responses to risk factors for prostate cancer, is “ethnic origin” (2.8%). Conclusion: Even though most participants did not have a satisfactory score, the level of awareness demonstrated in this study seems superior to that of other populational series. Hence it suggested the assessed population understood some essential concepts in prostate cancer, such as the importance of screening and the follow-up. The efforts made by the Sociedade Brasileira de Urologia on educational campaigns partially explain this. However, working in some concepts, like identifying risk factors for prostate cancer, might optimize screening outcomes.
  • Características clínicas e desfechos de pacientes com COVID-19 admitidos em unidade de terapia intensiva durante o primeiro ano de pandemia no Brasil: um estudo de coorte retrospectivo em centro único Artigo Original

    Corrêa, Thiago Domingos; Midega, Thais Dias; Timenetsky, Karina Tavares; Cordioli, Ricardo Luiz; Barbas, Carmen Silvia Valente; Silva Júnior, Moacyr; Bravim, Bruno de Arruda; Silva, Bruno Caldin; Matos, Gustavo Faissol Janot de; Nawa, Ricardo Kenji; Carvalho, Fabrício Rodrigues Torres de; Queiroz, Verônica Neves Fialho; Rabello Filho, Roberto; Piza, Felipe Maia de Toledo; Pereira, Adriano José; Pesavento, Marcele Liliane; Eid, Raquel Afonso Caserta; Santos, Bento Fortunato Cardoso dos; Pardini, Andreia; Teich, Vanessa Damázio; Laselva, Claudia Regina; Cendoroglo Neto, Miguel; Klajner, Sidney; Ferraz, Leonardo José Rolim

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Descrever características clínicas, uso de recursos e desfechos e identificar preditores de mortalidade intra-hospitalar de pacientes com COVID-19 admitidos na unidade de terapia intensiva. Métodos: Estudo de coorte retrospectivo, em centro único, realizado em um hospital privado localizado em São Paulo (SP). Pacientes adultos (≥18 anos) admitidos consecutivamente na unidade de terapia intensiva, entre 4 de março de 2020 a 28 de fevereiro de 2021, foram incluídos neste estudo. Os pacientes foram classificados como sobreviventes e não sobreviventes, de acordo com a alta hospitalar. Resultados: Durante o período do estudo, 1.296 pacientes [mediana (intervalo interquartil) de idade: 66 (53-77) anos] com COVID-19 foram admitidos na unidade de terapia intensiva. Destes, 170 (13,6%) pacientes morreram no hospital (não sobreviventes), e 1.078 (86,4%) receberam alta hospitalar (sobreviventes). Comparados aos sobreviventes, os não sobreviventes eram mais idosos [80 (70-88) versus 63 (50-74) anos; p<0,001], apresentavam pontuação mais alta no sistema prognóstico Simplified Acute Physiology Score 3 [59 (54-66) versus 47 (42-53); pontos p<0,001] e tinham mais comorbidades. Durante a internação na unidade de terapia intensiva, 56,6% dos pacientes usaram ventilação não invasiva, 32,9% usaram ventilação mecânica invasiva, 31,3% usaram cateter nasal de alto fluxo, 11,7% foram submetidos à terapia renal substitutiva, e 1,5% usou oxigenação por membrana extracorpórea. Os preditores independentes de mortalidade intra-hospitalar foram idade, Sequential Organ Failure Assessment, Índice de Comorbidade de Charlson, necessidade de ventilação mecânica, uso de cateter nasal de alto fluxo, uso de terapia renal substitutiva e suporte por oxigenação por membrana extracorpórea. Conclusão: Pacientes com quadros graves da COVID-19 admitidos na unidade de terapia intensiva apresentaram considerável mortalidade e morbidade, com alta demanda de terapia de suporte e internação prolongada em unidade de terapia intensiva e hospitalar.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To describe clinical characteristics, resource use, outcomes, and to identify predictors of in-hospital mortality of patients with COVID-19 admitted to the intensive care unit. Methods: Retrospective single-center cohort study conducted at a private hospital in São Paulo (SP), Brazil. All consecutive adult (≥18 years) patients admitted to the intensive care unit, between March 4, 2020 and February 28, 2021 were included in this study. Patients were categorized between survivors and non-survivors according to hospital discharge. Results: During the study period, 1,296 patients [median (interquartile range) age: 66 (53-77) years] with COVID-19 were admitted to the intensive care unit. Out of those, 170 (13.6%) died at hospital (non-survivors) and 1,078 (86.4%) were discharged (survivors). Compared to survivors, non-survivors were older [80 (70-88) versus 63 (50-74) years; p<0.001], had a higher Simplified Acute Physiology Score 3 [59 (54-66) versus 47 (42-53) points; p<0.001], and presented comorbidities more frequently. During the intensive care unit stay, 56.6% of patients received noninvasive ventilation, 32.9% received mechanical ventilation, 31.3% used high flow nasal cannula, 11.7% received renal replacement therapy, and 1.5% used extracorporeal membrane oxygenation. Independent predictors of in-hospital mortality included age, Sequential Organ Failure Assessment score, Charlson Comorbidity Index, need for mechanical ventilation, high flow nasal cannula, renal replacement therapy, and extracorporeal membrane oxygenation support. Conclusion: Patients with severe COVID-19 admitted to the intensive care unit exhibited a considerable morbidity and mortality, demanding substantial organ support, and prolonged intensive care unit and hospital stay.
  • Descarte de fígados de doadores no Brasil: como otimizar sua taxa de utilização em transplantes? Artigo Original

    Drezza, Júlia Porto de Oliveira; Boteon, Amanda Pinter Carvalheiro da Silva; Calil, Igor Lepski; Anna, Raoni Salomão Sant; Viveiros, Marcelo de Melo; Rezende, Marcelo Bruno de; Pecora, Rafael Antonio Arruda; Boteon, Yuri Longatto

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Compreender a percepção dos profissionais acerca do uso de fígado de doadores falecidos para transplante e os motivos para sua recusa, além de propor estratégias para ampliar sua utilização com segurança. Métodos: Estudo do tipo transversal, descritivo qualiquantitativo.Profissionais que trabalhavam com transplante hepático responderam a um questionário autoaplicável, estruturado e eletrônico, composto de 17 questões distribuídas em quatro seções (fatores demográficos, percepção sobre a utilização dos órgãos, razões para o descarte e medidas para favorecer sua utilização). Resultados: Participaram do estudo 42 profissionais. A taxa de utilização dos órgãos foi considerada baixa por 71,43% (n=30) dos respondentes ou muito baixa por 19,05% (n=8). Todos concordaram que era possível aumentá-la. Trinta e um (73,81%) participantes acreditavam que a expansão da população de doadores de critérios estendidos impacta negativamente nesse índice. Condições relacionadas ao doador foi a categoria mais frequente de razões para a recusa de um fígado para transplante, sendo os achados durante a cirurgia de extração o motivo mais frequente na prática clínica. O melhor treinamento das equipes da terapia intensiva nos cuidados com os doadores foi a principal medida selecionada para favorecer a utilização dos órgãos, seguido pelo investimento em novas tecnologias para otimizar sua preservação/avaliar sua função antes do transplante. Conclusão: A efetivação de estratégias para aumentar a taxa de aceite de fígados de doadores é aguardada. Melhorias no cuidado intensivo do doador e a implementação de novas tecnologias de preservação devem favorecer a utilização desses órgãos.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To understand the professionals´ perception of the use of deceased donor liver for transplantation, the reasons to decline them, and propose strategies to increase their use safely. Methods: This is a cross-sectional, descriptive qualitative-quantitative study. Professionals working with liver transplantation answered a self-administered, structured, and electronic questionnaire comprising 17 questions distributed into four sessions (demographic factors, perception of use of organs, reasons for disposal, and measures to favor their usage). Results: A total of 42 professionals participated in the study. The rate of use of organs was considered low by 71.43% (n=30) of respondents or very low by 19.05% (n=8). Everyone agreed that it was possible to increase it. Thirty-one (73.81%) participants believed the expansion of the population of extended criteria donors affected this index negatively. Donor-related conditions were the most frequent category of reasons for refusing a liver for transplantation, being the findings during organ retrieval the most frequent reason in clinical practice. Enhanced training of intensive care teams in the treatment of donors was the primary measure selected to favor the use of the organs, followed by investment in new technologies to optimize its preservation/evaluate its function before transplantation. Conclusion: Implementation of strategies to increase the rate of acceptance of livers is expected. Improvements in donor intensive care and implementation of new preservation technologies should favor the use of the organs.
  • Impacto da hipertensão na rigidez arterial e modulação autonômica cardíaca em pacientes com doença arterial periférica: um estudo transversal Artigo Original

    Farah, Breno Quintella; Cucato, Gabriel Grizzo; Andrade-Lima, Aluísio; Soares, Antonio Henrique Germano; Wolosker, Nelson; Ritti-Dias, Raphael Mendes; Correia, Marilia de Almeida

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Analisar a influência da hipertensão na saúde cardiovascular em pacientes com doença arterial periférica sintomática, e identificar fatores associados à hipertensão arterial não controlada. Métodos: Neste estudo transversal foram incluídos 251 pacientes com doença arterial periférica (63,9% homens e média de idade 67±10 anos). Hipertensão foi diagnosticada e pressão arterial foi avaliada para determinar o controle da hipertensão. Foram avaliadas rigidez arterial (velocidade da onda de pulso carótida-femoral) e modulação autonômica cardíaca (balanço simpatovagal). Resultados: Hipertensão foi associada com maior velocidade da onda de pulso carótida-femoral, independentemente do sexo, idade, índice tornozelo-braço, índice de massa corpórea, capacidade de deambulação, frequência cardíaca, ou comorbidades (ß=2,59±0,76m/s, b=0,318, p=0,003). Pacientes com pressão arterial sistólica ≥120mmHg tiveram maior velocidadeda onda de pulso carótida-femoral do que normotensos, e pacientes hipertensos com pressão arterial sistólica ≤119mmHg (normotensos: 7,6±2,4m/s=≤119mmHg: 8,1±2,2m/s 120-129mmHg: 9,8±2,6m/s=≥130mmHg: 9,9±2,9m/s, p<0,005). Balanço simpatovagal não foi associado à hipertensão. Conclusão: Pacientes hipertensos com doença arterial periférica sintomática apresentam maior rigidez arterial. Em pacientes com pressão arterial não controlada, a rigidez arterial é ainda mais elevada.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To examine the impact of hypertension on cardiovascular health in patients with symptomatic peripheral artery disease and to identify factors associated with uncontrolled hypertension. Methods: A cross-sectional study including 251 patients with symptomatic peripheral artery disease (63.9% males, mean age 67±10 years). Following hypertension diagnosis, blood pressure was measured to determine control of hypertension. Arterial stiffness (carotid-femoral pulse wave velocity) and cardiac autonomic modulation (sympathovagal balance) were assessed. Results: Hypertension was associated with higher carotid-femoral pulse wave velocity, regardless of sex, age, ankle-brachial index, body mass index, walking capacity, heart rate, or comorbidities (ß=2.59±0.76m/s, b=0.318, p=0.003). Patients with systolic blood pressure ≥120mmHg had higher carotid-femoral pulse wave velocity values than normotensive individuals, and hypertensive patients with systolic blood pressure of ≤119mmHg (normotensive: 7.6±2.4m/s=≤119mmHg: 8.1±2.2m/s 120-129mmHg:9.8±2.6m/s=≥130mmHg: 9.9±2.9m/s, p<0.005). Sympathovagal balance was not associated with hypertension (p>0.05). Conclusion: Hypertensive patients with symptomatic peripheral artery disease have increased arterial stiffness. Arterial stiffness is even greater in patients with uncontrolled high blood pressure.
  • Efeito analgésico imediato de dois modos da estimulação elétrica transcutânea em indivíduos com dor lombar crônica: ensaio clínico controlado e randomizado Artigo Original

    Pivovarsky, Madeline Luiza Ferreira; Gaideski, Fernanda; Macedo, Rafael Michel de; Korelo, Raciele Ivandra Guarda; Guarita-Souza, Luiz César; Liebano, Richard Eloin; Macedo, Ana Carolina Brandt de

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Comparar e avaliar o efeito analgésico da estimulação elétrica nervosa transcutânea convencional e do burst em pacientes com dor lombar crônica. Métodos Ensaio clínico controlado, randomizado, três braços e cego. Um total de 105 pacientes com dor lombar crônica não específica, com idade entre 18 a 85 anos foram distribuídos randomicamente nos seguintes grupos: Grupo Placebo (estimulação elétrica simulada), estimulação elétrica nervosa transcutânea convencional (estimulação contínua de 100Hz, 100µs, intensidade sensorial) e estimulação elétrica nervosa transcutânea burst (estimulação de 100Hz modulada a 2Hz, 100µs, nível motor). Todos os grupos receberam uma única aplicação da estimulação elétrica nervosa transcutânea por 30 minutos. Os desfechos nomeados intensidade da dor, qualidade da dor e limiar de pressão doloroso foram mensurados pela escala numérica da dor, questionário de McGill e algometria. Os pacientes foram avaliados antes e imediatamente após a aplicação da estimulação elétrica nervosa transcutânea. Resultados A intensidade e qualidade da dor melhoraram significativamente (p<0,05) nos Grupos Intervenção. Efeito positivo foi observado nos Grupos Intervenção comparado ao placebo em todos os domínios do questionário de McGill (p<0,05), exceto na intensidade da dor. O limiar de dor a pressão aumentou significativamente (p<0,05) em ambos os Grupos de Intervenção mas não no Grupo Placebo. Contudo, não foi encontrada diferença significativa nas avaliações comparando ambos os Grupos de Intervenção. Conclusão Ambos os modos da estimulação elétrica nervosa transcutânea foram efetivos na modulação da dor. Além disso, houve um aumento no limiar de dor a pressão. Não foi encontrado nenhum resultado significativo indicando melhor tratamento para dor lombar crônica.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To compare and assess the immediate analgesic effects of conventional and burst transcutaneous electrical nerve stimulation in patients with chronic low back pain. Methods We conducted a three-arm single-blinded randomized controlled trial. A total of 105 patients with non-specific chronic low back pain aged between 18 and 85 years were randomly assigned into the following groups: Placebo Group (sham electrical stimulation), Conventional TENS Group (continuous stimulation at 100Hz for 100µs with sensory intensity), and Burst TENS Group (stimulation at 100Hz modulated at 2Hz for 100µs with motor-level intensity). All groups received a single application of transcutaneous electrical nerve stimulation for 30 minutes. The outcomes, namely, pain intensity, quality of pain, and pressure pain threshold were measured by the visual analog scale, McGill pain questionnaire, and algometry, respectively. The patients were evaluated before and immediately after the transcutaneous electrical nerve stimulation application. Results Pain intensity (visual analog scale score) and quality of pain (McGill pain questionnaire score) significantly decreased (p<0.05) in Intervention Groups (Conventional TENS Group and Burst TENS Group). A positive effect was observed in the interventions compared to the Placebo Group in all domains of the McGill pain questionnaire (p<0.05), excepting for the pain intensity. Pressure pain threshold significantly increased (p<0.05) immediately after the transcutaneous electrical nerve stimulation application in both Intervention Groups, but not in the Placebo Group. For significant difference was found during assessment when comparing both Intervetion Group. Conclusion Both transcutaneous electrical nerve stimulation modes were effective for pain modulation. Moreover, there was an increase in the pressure pain threshold. No significant results were found to indicate the best mode for the treatment of chronic low back pain. Clinical Trial Registration: RBR-59YGRB.
  • Conscientização sobre imunodeficiências primárias em um centro nacional de referência pediátrica no Peru Artigo Original

    Veramendi-Espinoza, Liz Eliana; Zafra-Tanaka, Jessica Hanae; Toribio-Dionicio, Crhistian; Huamán, Mariella R.; Pérez, Gabriela; Córdova-Calderón, Wilmer

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Investigar o nível de conscientização sobre imunodeficiências primárias entre os médicos do Instituto Nacional de Salud del Niño. Métodos Estudo transversal com todos os residentes de pediatria e pediatras que faziam parte do corpo clínico do Instituto Nacional de Salud del Niño quando o estudo foi realizado (2017-2019). Médicos atuantes na unidade de imunologia e nos setores de cirurgia foram excluídos. Foram estudados três aspectos da conscientização sobre imunodeficiências primárias: educação, conhecimento geral e suspeita diagnóstica e ações adotadas frente à suspeita. Resultados A amostra foi composta por 83 médicos com mediana de idade de 33 anos, em sua maioria mulheres (71,1%) e metade residentes em pediatria. Durante a graduação, 43,1% relataram participação em cursos sobre imunodeficiências primárias, e 39,2% participação em conferências relacionadas. Durante o programa de residência, 25,9% relataram participação em cursos sobre imunodeficiências primárias, e 60,3% participação em conferências relacionadas. Entre os pediatras, 50% relataram participação em cursos sobre imunodeficiências primárias e 53,1% participação em conferências relacionadas. Apenas 39,8% dos médicos declararam conhecer os 10 sinais de alerta propostos pela Fundação Jeffrey Modell. Mais da metade dos médicos considerou a falta de acesso a exames laboratoriais o principal desafio no diagnóstico das imunodeficiências primárias. Conclusão Este estudo revelou conscientização limitada sobre imunodeficiências primárias entre os médicos do corpo clínico do Instituto Nacional de Salud del Niño. Embora a maioria dos médicos tenha suspeitado de imunodeficiências primárias em pacientes com histórico de infecções recorrentes e uso frequente de antibióticos, nem todos conheciam os 10 sinais de alerta propostos pela Fundação Jeffrey Modell e nem todos foram capazes de descrever os exames complementares solicitados nos casos suspeitos.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To investigate the level of awareness of primary immunodeficiency diseases among physicians working at Instituto Nacional de Salud del Niño. Methods Cross-sectional study including pediatric residents and pediatricians working at the Instituto Nacional de Salud del Niño during the study period (2017-2019). Physicians working at the immunology unit and surgery departments were excluded. Three aspects of awareness of primary immunodeficiency diseases were investigated: education, general knowledge, and diagnostic suspicion and actions taken in the face of suspicion. Results This sample comprised 83 physicians with a median age of 33 years. Most physicians were women (71.1%) and half were pediatric residents. During their undergraduate studies, 43.1% had taken primary immunodeficiency disease courses, and 39.2% had attended conferences on this topic. During their residency training, 25.9% had taken primary immunodeficiency disease courses, and 60.3% had participated in conferences on this topic. Among pediatricians, 50% had taken primary immunodeficiency disease courses, and 53.1% had attended conferences on this topic. Only 39.8% of physicians reported being familiar with the list of 10 warning signs developed by the Jeffrey Modell Foundation. More than half of physicians considered the lack of access to laboratory tests the major challenge in making diagnosis of primary immunodeficiency diseases. Conclusion This study revealed limited awareness of primary immunodeficiency diseases among physicians working at Instituto Nacional de Salud del Niño. Although most physicians suspected primary immunodeficiency diseases in patients with a history of recurrent infections and frequent use of antibiotics, not all of them were familiar with the list of 10 warning signs proposed by the Jeffrey Modell Foundation, nor were they able to describe ancillary tests requested in suspected cases.
  • Acurácia do ecocardiograma e da tomografia de tórax para rastreamento de hipertensão pulmonar em pacientes aguardando transplante de pulmão Artigo Original

    Degani-Costa, Luiza Helena; Assis, João Paulo de; Gonçalves, Pedro Paulo Pisaniello; Gushken, Fernanda; Szarf, Gilberto; Afonso Junior, José Eduardo

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar a acurácia de uma estratégia de rastreamento de hipertensão pulmonar baseada na combinação de dados de ecocardiograma com as medidas derivadas da tomografia computadorizada (diâmetro da artéria pulmonar e razão entre diâmetro da artéria pulmonar e diâmetro da aorta ascendente) em pacientes pneumopatas crônicos encaminhados para transplante pulmonar. Métodos Estudo observacional retrospectivo realizado com pacientes com enfisema e fibrose pulmonar avaliados para transplante entre 2012 e 2016. Definiu-se hipertensão pulmonar como pressão arterial pulmonar média ≥25mmHg, ou entre 21 a 24mmHg, com resistência vascular pulmonar >3 unidades Wood no cateterismo direito. As medidas tomográficas foram realizadas por dois radiologistas independentes. Resultados Foram incluídos 13 pacientes com enfisema e 19 com fibrose pulmonar, sendo 18 com hipertensão pulmonar. Houve alta concordância entre os radiologistas em relação às medidas tomográficas (coeficientes de correlação intraclasse para diâmetro da artéria pulmonar de 0,936 e diâmetro da artéria pulmonar/diâmetro da aorta ascendente de 0,940). As áreas abaixo da curva ROC de diâmetro da artéria pulmonar, diâmetro da artéria pulmonar/diâmetro da aorta ascendente, e pressão sistólica da artéria pulmonar como preditores de hipertensão pulmonar foram 0,540, 0,629 e 0,783, respectivamente. A sensibilidade, especificidade e valor preditivo negativo da pressão de sistólica de artéria pulmonar ≥40mmHg foram 67%, 79% e 65%, respectivamente. O critério combinado de diâmetro da artéria pulmonar/diâmetro da aorta ascendente >1 e/ou pressão sistólica da artéria pulmonar ≥40mmHg mostrou sensibilidade de 72%, especificidade de 79%, e valor preditivo negativo de 69%. Conclusão Os diâmetros da artéria pulmonar e da aorta ascendente foram altamente reprodutíveis. A associação entre diâmetro da artéria pulmonar e diâmetro da aorta ascendente >1 e/ou pressão sistólica da artéria pulmonar ≥40mmHg melhorou a sensibilidade e o valor preditivo negativo para rastreamento de hipertensão pulmonar. Essa estratégia requer validação prospectiva para se avaliarem segurança e custo-efetividade.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To examine the accuracy of a pulmonary hypertension screening strategy based on a combination of echocardiographic data and tomographic measurements (pulmonary artery diameter and pulmonary artery diameter to ascending aorta diameter ratio) in patients with chronic lung disease referred for lung transplantation. Methods A retrospective observational study with patients with pulmonary emphysema or fibrosis referred for transplantation between 2012 and 2016. Pulmonary hypertension was defined as mean pulmonary artery pressure ≥25mmHg, or between 21 and 24mmHg, with pulmonary vascular resistance >3 Wood units on right heart catheterization. Tomographic measurements were made by two independent radiologists. Results This sample comprised 13 patients with emphysema and 19 patients with pulmonary fibrosis. Of these, 18 had pulmonary hypertension. The level of agreement in tomographic measurements made by radiologists was high (intraclass correlation coefficients 0.936 and 0.940, for pulmonary artery diameter and pulmonary artery diameter to ascending aorta diameter ratio, respectively). Areas under the ROC curves constructed for pulmonary artery diameter, pulmonary artery diameter to ascending aorta diameter ratio, and pulmonary artery systolic pressure as predictors of pulmonary hypertension were 0.540, 0.629 and 0.783, respectively. The sensitivity, specificity and negative predictive value of pulmonary artery systolic pressure ≥40mmHg were 67%, 79% and 65%, respectively. The combined criterion (pulmonary artery diameter to ascending aorta diameter ratio >1 and/or pulmonary artery systolic pressure ≥40mmHg) achieved sensitivity of 72%, specificity of 79%, and a negative predictive value of 69%. Conclusion Measurements of pulmonary artery and ascending aorta diameter were highly reproducible. The association of pulmonary artery and aortic diameter >1 and/or pulmonary artery systolic pressure ≥40mmHg improved the sensitivity and the negative predictive value for pulmonary hypertension screening. This strategy demands prospective validation to assess safety and cost-effectiveness.
  • O atraso no diagnóstico do câncer de mama durante a pandemia da COVID-19 em São Paulo, Brasil Artigo Original

    Tachibana, Bruna Mayumi Takaki; Ribeiro, Renato Leme de Moura; Federicci, Érica Elisangela Françolin; Feres, Renata; Lupinacci, Felipe Antonio Sulla; Yonekura, Iviny; Racy, Ana Claudia Silveira

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar o impacto da pandemia da COVID-19 no diagnóstico de câncer de mama em um centro de imagem de mama. Métodos Estudo de coorte retrospectivo que incluiu mulheres submetidas a exames e procedimentos de mama em um hospital privado em São Paulo, SP, Brasil, no período de medidas mais rigorosas de isolamento social em 2020 (dividido em primeiro período, de 24 de março a 21 de junho de 2020, e em segundo período, de 22 de junho a 31 de dezembro de 2020), comparado com o mesmo período de 2019. Foram analisados o número de exames, as taxas de detecção de câncer, os achados patológicos e os fatores de risco. Resultados Foram incluídas 32.144 pacientes. Os exames e os procedimentos de imagem da mama em 2020 tiveram redução de 78,9% no primeiro período e 2,7% no segundo período. Ao final de 2020, foram diagnosticadas com câncer de mama seis pacientes a menos do que em 2019, embora o número de pacientes submetidas à mamografia tenha sido 35% menor. Conclusão Houve queda no número de exames de mama e de diagnósticos de câncer nos primeiros 90 dias da pandemia. A redução dos diagnósticos de câncer foi parcialmente compensada no segundo período, mas o número de pacientes submetidas a exames de mamografia até o final do ano foi menor, considerando ainda um grande número de pacientes com exames atrasados.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To evaluate the impact of COVID-19 pandemic on breast cancer diagnosis in a breast imaging center. Methods This was a retrospective cohort study that included women submitted to breast exams and procedures in a private hospital in São Paulo, SP, Brazil, as from the period of most strict social isolation measures, in 2020 (separated in first period of social isolation, March 24 to June 21, 2020, and second period, June 22 to December 31, 2020), as compared to the same period in 2019. The number of exams, cancer detection rates, pathologic findings and risk factors were analyzed. Results A total of 32,144 patients were included in the study. Breast imaging exams and procedures decreased by 78.9% in the first period, and 2.7% in the second period, in 2020. By the end of 2020, the number of breast cancer lesions detected was just six cases less than in 2019, although the number of patients submitted to mammograms was 35% lower. Conclusion There was a drop in number of breast exams and cancer diagnoses in the first 90 days of the pandemic. The decrease in diagnosis of cancer was partially compensated in the second period, but the number of patients submitted to mammograms by the end of 2020 was lower, still considering a large number of patients with delayed exams.
  • Má percepção da falta de controle da asma em ambulatório de hospital terciário do Rio de Janeiro Artigo Original

    Pessôa, Carlos Leonardo Carvalho; Martins, Isabella Araujo; Rodrigues, Gustavo Gomes; Carvalho Júnior, Isaías José de; Oliveira, Elaini Aparecida de; Momenté, Roberta Freitas; Baldon, Leticia Vassuler

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Determinar a proporção de pacientes com asma com percepção inadequada do mau controle de sua doença. Métodos Estudo transversal com amostra de conveniência de pacientes com asma e idade ≥18 anos. Avaliou-se o controle da asma por meio do Asthma Control Test e do questionário do Global Initiative for Asthma. Utilizou-se o coeficiente Kappa para análise da concordância entre os resultados desses testes e a percepção do controle da asma pelo paciente, definida pela resposta a uma questão do Asthma Control Test: “Como você avalia o controle da sua asma durante as últimas 4 semanas?”. Resultados Entre os 71 pacientes com idades entre 19 e 81 anos e média de 57,7±13,9 anos, existiam 27 (38%) controlados, segundo o Asthma Control Test, e 18 (25,3%) de acordo com o questionário do Global Initiative for Asthma. Os coeficientes de Kappa entre os resultados desses testes e a percepção do controle pelos pacientes foram, respectivamente, 0,4 e 0,29. Entre os 41 (57,7%) pacientes que se consideravam controlados, 18 (43,9%) tinham percepção inapropriada do seu mau controle, de acordo com o Asthma Control Test, e 25 (61%) segundo o Global Initiative for Asthma. Conclusão Aplicando-se o Asthma Control Test, observou-se que quase metade dos participantes tinha percepção inadequada de seu mau controle da doença e, segundo o questionário da Global Initiative for Asthma, mais da metade da amostra não percebeu o descontrole da asma.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To determine the proportion of patients with asthma with misperception of poor control of their disease. Methods A cross-sectional study with a convenience sample of patients with asthma and aged ≥18 years. Asthma control was assessed by the Asthma Control Test and the Global Initiative for Asthma questionnaire. The Kappa coefficient was used to analyze the agreement between the results of these tests and the patients’ perception of asthma control, defined by the response to one question of the Asthma Control Test: “How do you evaluate your asthma control during the last 4 weeks?”. Results Among the 71 patients aged 19 to 81 years and a mean of 57.7±13.9 years, there were 27 (38%) controlled, according to the Asthma Control Test, and 18 (25.3%) using the Global Initiative for Asthma questionnaire. The Kappa coefficients of the results of these tests and the perception of control by the patients were 0.4 and 0.29, respectively. Among the 41 (57.7%) patients who considered themselves controlled, 18 (43.9%) had a misperception of their poor control, as per the Asthma Control Test, and 25 (61%) by the Global Initiative for Asthma. Conclusion Applying the Asthma Control Test, it was observed that almost half of the participants had a misperception of their poor control of the disease and, according to the Global Initiative for Asthma questionnaire, more than half of the sample did not notice the lack of asthma control.
  • Transição de cuidados na cirurgia pediátrica Artigo Original

    Botelho, Amanda; Dias, Pedro Norton Gonçalves; Tsuji, Andre Hiroki Suyama; Leite, Mila Torii Corrêa

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Identificar entre os cirurgiões pediátricos de todo o Brasil como é realizada a transição de cuidados dos pacientes pediátricos para as clínicas adultas. Métodos Um questionário foi enviado por e-mail para cirurgiões pediátricos cadastrados na Associação Brasileira de Cirurgia Pediátrica no ano de 2018. Foram avaliados dados como tempo de formação, idade máxima de atendimento, subespecialidade de atuação, seguimento ambulatorial de pacientes adultos, motivo pelo qual continuava atendendo pacientes adultos, encaminhamento para especialidades adultas, preocupação com a transição de cuidados e o que tinha realizado para aprimorá-la. Resultados A maioria dos cirurgiões pediátricos tinha mais de 20 anos de experiência, e cerca de 61% atuavam simultaneamente em hospital público, hospital privado e clínica privada. A idade máxima de atendimento nos hospitais públicos e privados e nas clínicas privadas mostrou-se bastante variada. O acompanhamento de pacientes acima de 18 anos nos hospitais públicos, nos hospitais privados e nas clínicas privadas foi, respectivamente, 32%, 23,58% e 20,75%. O principal motivo pelo qual o paciente acima de 18 anos continuava sendo acompanhado por cirurgiões pediátricos foi falta de conhecimento da patologia pelas especialidades adulta. A maioria dos pacientes era encaminhada para a especialidade adulta do próprio hospital, e cerca de 37% dos cirurgiões pediátricos responderam que mantinham contato com a especialidade adulta. A maioria acreditava na autonomia de cuidados de seus pacientes e estava preocupada com a transição de cuidados. Conclusão A transição de cuidados é um assunto relevante e que precisa ser estudado e debatido para que se possa assegurar um adequado seguimento a longo prazo.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To identify among pediatric surgeons across Brazil how the transition of pediatric patients to adult clinics is carried out. Methods A questionnaire was emailed to pediatric surgeons registered with the Associação Brasileira de Cirurgia Pediátrica in 2018. The data assessed included training time, maximum age of care, subspecialty of practice, outpatient follow-up of adult patients, reason for continuing care of adult patients, referral to adult specialties, concern with transition of care, and what has been done to improve it. Results Most pediatric surgeons had more than 20 years of experience, and approximately 61% worked simultaneously at a public hospital, private hospital and private office. The maximum age of care at public, private hospitals and private offices proved to be quite varied. The follow-up of patients aged over 18 years at public hospitals, private hospitals and private clinics wase 32%, 23.58% and 20.75%, respectively. The main reason for patients aged over 18 years continued to be accompanied by pediatric surgeons was lack of knowledge about the disease by adult specialties. Most patients were referred to the adult specialty of the hospital, and roughly 37% of pediatric surgeons responded that they were in contact with the adult specialty. Most believed in autonomy of care of their patients and were concerned with transition of care. Conclusion Transition of care is a relevant issue that needs to be studied and debated to ensure an appropriate long-term follow-up.
  • Comparação entre resultados e custos de cirurgia e de escleroterapia para tratamento de hidrocele Health Economics And Management

    Korkes, Fernando; Teles, Saulo Borborema; Nascimento, Matheus Prado; Almeida, Samira Scalso de; Codeço, Artur Martins

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Avaliar resultados e custos associados à cirurgia e à escleroterapia como tratamentos das hidroceles. Métodos: Foram tratados consecutivamente para hidrocele em nossa instituição 53 homens, entre dezembro de 2015 e junho de 2019, os quais foram analisados retrospectivamente (39 pela técnica de Jaboulay e 14 por escleroterapia). Todos os prontuários foram revisados, avaliando dados clínicos, achados de ultrassom, dados cirúrgicos e desfechos pós-procedimento. O departamento financeiro do hospital calculou o custo da avaliação ambulatorial, dos exames complementares, dos insumos, dos medicamentos e dos profissionais em todos os procedimentos. Resultados: A idade mediana foi semelhante nos dois grupos (58 e 65 anos). Comorbidades foram menos frequentes no Grupo Cirurgia (20; 51%) do que no Grupo Escleroterapia (14; 100%; p<0,05). O tempo mediano de internação hospitalar foi 34,5±16,3 horas para o Grupo Cirurgia e 4 horas para Grupo Escleroterapia. O período médio de seguimento foi semelhante nos dois grupos (85,4±114,8 dias após a cirurgia e 60,9±80,1 dias após escleroterapia; p=0,467). Nenhuma complicação significativa ocorreu nos pacientes. As taxas de sucesso foram de 94,8% após a cirurgia e 92,8% após a escleroterapia. O custo médio por paciente foi de US$2,558.69 para Grupo Cirurgia e US$463.58 para Grupo Escleroterapia (p<0,0001). Os custos relacionados aos procedimentos de tratamento hospitalar foram significativamente maiores para cirurgia em relação à escleroterapia (US$2,219.82±US$1,629.06 versus US$130.64±US$249.60; p<0,0001). Conclusão: A escleroterapia é uma excelente opção de tratamento para hidrocele idiopática em comparação com a tradicional Jaboulay. Apresenta alta taxa de sucesso, baixas taxas de complicações e alta rápida, além de os pacientes retornarem mais rapidamente às atividades diárias.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To evaluate the outcomes and costs associated with surgery versus sclerotherapy as treatment of hydroceles. Methods: A total of 53 men consecutively treated for hydrocele at our organization, between December 2015 and June 2019, were retrospectively analyzed (39 with Jaboulay technique and 14 with sclerotherapy). All charts were reviewed, assessing clinical data, ultrasound findings, surgical data, and post-procedure outcomes. The hospital finance department calculated the cost of outpatient evaluation, complementary tests, supplies, drugs, and professionals’ costs throughout all procedures. Results: The median age for both groups was similar (58 and 65 years old). Comorbidities were less frequent in the Surgery Group (20; 51%) than in the Sclerotherapy Group (14; 100%, p<0.05). The median length of hospital stay was 34.5±16.3 hours for the Surgery Group and 4 hours for the Sclerotherapy Group. The mean follow-up period was similar for both groups (85.4±114.8 days after surgery, and 60.9±80.1 days after sclerotherapy, p=0.467). No significant complications occurred in any patient. Success rates were 94.8% after surgery and 92.8% after sclerotherapy. The mean cost per patient was US$2,558.69 in the Surgery Group (Hydrocelectomy Group) and US$463.58 in the Sclerotherapy Group (p<0.0001). Costs directly related to in-hospital treatment procedures were significantly higher for surgery versus sclerotherapy (US$2,219.82±US$1,629.06 versus US$130.64±US$249.60; p<0.0001). Conclusion: Sclerotherapy is an excellent treatment option for idiopathic hydrocele as compared to traditional Jaboulay. It has a high success rate, low complication rates, fast discharge and patients return quicker to activities of daily living.
  • Gastos com internações por condições sensíveis à Atenção Primária nas Regionais de Saúde do Estado de São Paulo Health Economics And Management

    Dias, Bruna Moreno; Zanetti, Ariane Cristina Barboza; Pereira, Antonio Carlos

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Analisar os gastos com internações por condições sensíveis à Atenção Primária nas Regionais de Saúde do estado de São Paulo. Métodos: Estudo ecológico, de coorte retrospectiva, com análise de internações hospitalares por condições sensíveis à Atenção Primária ocorridas no estado de São Paulo, no período de 2014 a 2018, computadas pelo Sistema de Informação Hospitalar. Os dados foram extraídos por meio do aplicativo Tabwin e analisados por estatística descritiva. Resultados: Houve redução de 14,49% do valor gasto com internações por condições sensíveis à Atenção Primária. Foram observadas reduções na frequência das internações (−1,26) e na permanência hospitalar (−0,54) e aumento da ocorrência de óbitos (8,02). As Regionais de Barretos, Taubaté e Araraquara apresentaram elevação de gastos no período, em 37,86%, 15,38% e 3,78%, respectivamente, enquanto todas as demais Regionais apresentaram redução; e as mais expressivas foram em Bauru (−31,90%), São João da Boa Vista (−26,18%), Presidente Prudente (−21,00%) e São Paulo (−19,17%). O valor das internações por condições sensíveis à Atenção Primária apresentou correlação forte e positiva com as variáveis frequência e permanência hospitalar. Conclusão: Houve diferença de valores gastos com internações por condições sensíveis à Atenção Primária nas regionais, mas não houve diferença na frequência e na duração dessas internações. A expansão de recursos da Atenção Primária à Saúde é um possível elemento para a redução de frequência e dos gastos com internações por condições sensíveis à Atenção Primária; porém é necessário considerar outros fatores, como os determinantes sociais e a organização dos serviços de saúde.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To analyze the expenses of hospitalizations for ambulatory care sensitive conditions in the Health Regional Offices of the State of São Paulo. Methods: An ecological, retrospective cohort, with analysis of hospital admissions for ambulatory care sensitive conditions in the state of São Paulo, from 2014 to 2018, compiled by the Hospital Information System. Data were extracted using the Tabwin application and analyzed using descriptive statistics. Results: There was a 14.49% reduction in the amount spent on hospitalizations for ambulatory care sensitive conditions. There were reductions in the frequency of hospitalizations (−1.26) and hospital stay (−0.54), and an increase in the occurrence of deaths (8.02). The Regional Offices of Barretos, Taubaté and Araraquara showed an increase in expenses in the period, by 37.86%, 15.38% and 3.78%, respectively, while all other Regional Offices showed a reduction; in that, the most significant were in Bauru (−31.90%), São João da Boa Vista (−26.18%), Presidente Prudente (−21.00%) and São Paulo (−19.17%). The value of hospitalizations for ambulatory care sensitive conditions showed a strong and positive correlation with the variables frequency and hospital stay. Conclusion: The results pointed to a difference in the amounts spent on hospitalizations for ambulatory care sensitive conditions in the Regional Offices, although there was no difference in the frequency and duration of these hospitalizations. The expansion of Primary Health Care resources is a possible element for reducing the frequency and spending on hospitalizations for ambulatory care sensitive conditions; nonetheless, it is necessary to consider other factors, such as social determinants and the organization of health services.
  • Impactos da descentralização nos sistemas de saúde no estado de São Paulo, Brasil Health Economics And Management

    Uehara, Daniel Okita; Rosa, Pedro Lucas; Moraes, Matheus Cardoso; Sato, Renato Cesar

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Avaliar um modelo de p-medianas para acessibilidade de serviços de saúde com base na descentralização e na alocação ideal de Unidades Básicas de Saúde no estado de São Paulo, Brasil. Métodos Por meio de dados geográficos das Unidades Básica de Saúde do estado de São Paulo, possíveis alocações de suporte e suprimento foram simuladas em uma abordagem randomizada. Em seguida, uma série de restrições foi imposta ao sistema, simulando possíveis cenários, e os resultados foram verificados por disposição geográfica. Resultados Dado um número de instalações desejadas, dez como restrição, a abordagem p-mediana alocou três nas proximidades da capital, área de maior concertação de Unidades Básica de Saúde, e as demais foram distribuídas a oeste. Uma segunda rodada de testes avaliou exclusivamente a influência dos custos fixos, variando de 71 posições ótimas, com custo fixo unitário, até seis unidades, para um custo 300 vezes maior. Isso foi relevante no processo de tomada de decisão, pois abrangeu cenários em que apenas o número de instalações finais era conhecido e em que apenas o orçamento estava especificado. Um terceiro conjunto de simulações contemplou uma mistura dos casos anteriores. Conclusão A abordagem p-mediana foi capaz de otimizar uma ampla gama de cenários, com média de tempo de execução abaixo de 2 horas e 30 minutos, considerando um conjunto de dados com mais de 4.000 posições. Apesar de suas deficiências, considerando distâncias euclidianas, o método é simples, mas poderoso para ser considerado como uma ferramenta para o tomador de decisão em relação à distribuição de recursos e de instalações em grandes áreas e alto número de locais considerados.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To evaluate a p-median model for health care services accessibility based on decentralization and optimal allocation of Primary Health Care Units in the State of São Paulo, Brazil. Methods Using geographical data of Primary Health Care Units located in the State of São Paulo, potential support and supply facility allocations were simulated by means of a random approach. Several constraints were then imposed on the system to simulate different scenarios. Results were assessed according to geographic disposition. Results Using a fixed number of supply facilities, ten as a constraint, the p-median approach allocated three facilities near the state capital (the area with the highest concentration of Primary Health Care Units), while remaining facilities were spread throughout the west of the state. A second round of tests assessed the impact of fixed costs alone on optimization, ranging from 71 optimal locations with a fixed unit cost to six optimal locations at a cost 300-fold higher. This finding was relevant to decision-making, since it encompassed scenarios in which only the final number of facilities or only the budget was known. A third set of simulations contemplates an intermediate scenario. Conclusion The p-median approach was capable of optimizing a wide range of scenarios with an average running time of less than 2 hours and 30 minutes while considering a large dataset of more than 4,000 locations. In spite of some shortcomings, such as estimation of Euclidean distances, the method is simple yet powerful enough to be considered a useful tool to assist decision makers in the distribution of resources, and facilities across large areas with high number of locations to be supplied.
  • Epidemiologia e custos do tratamento cirúrgico da displasia do desenvolvimento do quadril no Sistema Único de Saúde em uma década Gestão E Economia Em Saúde

    Souza, Bruno Gonçalves Schröder e; Vasconcelos, Bruno Marinho Coelho; Pujoni, Higor Pereira; Nogueira, Mário Círio; Oliveira, Valdeci Manoel de; Chaoubah, Alfredo

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Descrever e analisar a epidemiologia e os custos do tratamento cirúrgico da displasia do quadril no Sistema Único de Saúde. Métodos: Estudo ecológico analítico da série temporal e distribuição geográfica dos casos de tratamento cirúrgico da displasia no Brasil. Foram avaliadas: frequências, taxas de casos e fatores de associação. Taxas de correlação, mapas de frequência e fluxos são apresentados e discutidos. Resultados: No período, foram internados 14.584 pacientes com displasia segundo o Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde. Os pacientes receberam tratamento hospitalar específico para displasia em 8.592 casos (custo médio de R$ 2.225,50 por internação), com custo de R$ 19.124.086,25 (valores atualizados). Nesse grupo, o tempo médio de internação foi de 4,41 dias (desvio-padrão de 2,39 dias) e a mortalidade foi de 0,046%. Idade de 1 a 4 anos (37,7%), sexo feminino (64,5%) e raça branca (46%) foram as mais frequentes. Maiores taxas de especialistas (R²=0,82; p<0,001), maior proporção de municípios com desenvolvimento humano alto/muito alto (R²=0,79; p<0,001) e maior renda per capita (R²=0,68; p<0,001) foram relacionadas a maiores taxas de tratamentos realizados por mil nascidos vivos (por estado do tratamento). O fator mais relacionado à taxa de tratamentos realizados por mil nascidos vivos (conforme o estado de residência) foi a raça branca (R²=0,90; p<0,001). Estados do Sul tiveram as maiores taxas de tratamentos (por estado de residência, com taxa de 0,73/1.000), e os do Sudeste a maior frequência absoluta de casos (46,7%) e o maior influxo de pacientes. Conclusão: O tratamento cirúrgico para displasia do quadril no Brasil é frequente, gera custos relevantes e é distribuído de forma heterogênea e desigual no Sistema Único de Saúde. Estados do Sul tem a maior incidência de casos, e fatores raciais e socioeconômicos estão associados. Não houve grande variação na frequência de casos no período.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To describe and analyze the epidemiology and costs of surgical treatment of hip dysplasia in the Brazilian Public Health System. Methods: An ecological analytical study that evaluated a time series and the geographic distribution of surgical treatment of hip dysplasia in Brazil. Frequencies of cases, number of cases and associated factors were analyzed. Correlations, frequency maps and flow maps are presented and discussed. Results: During the study, 14,584 patients with dysplasia were admitted to hospitals according to Information Technology Department of the Public Health System. Patients underwent hospital treatment specific for dysplasia in 8,592 cases (at an average cost of R$ 2.225,50, total cost of R$ 19.124.086,25– updated values). In this group, mortality rate was 0.046% and mean hospitalization time was 4.41 days (standard deviation of 2,39 days). Age between 1 and 4 years (37.7%), female sex (64.5%) and white race (46%) were more frequent. Greater rates of specialists (R²=0.82; p<0.001), greater proportion of counties with high/very high human development index (R²=0.79; p<0.001), and higher per capita income (R²=0.68; p<0.001) correlated to greater rates of treatments undertaken per 1,000 live births (as per State of treatment). The factor most related to treatment rate per 1,000 live births (as per State of residence) was white race (R²=0.90; p<0.001). Southern states had higher treatment rates (as per State of residence, rate of 0.73/1,000), and Southeast states had greater absolute frequency of cases (46.7%) and greater flow of patients. Conclusion: The surgical treatment of hip dysplasia in Brazil occurs frequently, at relevant costs, and is distributed in a heterogenous and unequal fashion in the Public Health System. Southern states have a higher incidence of cases, and there is an association with racial and socioeconomic factors. There was no large variation in the incidence of cases over time.
  • Tendências no tratamento de distúrbios de retina no Sistema Único de Saúde brasileiro em um período de 10 anos Gestão E Economia Em Saúde

    Ferraz, Aline Nunes; Lemos, Rafael da Silva; Malerbi, Fernando Korn; Brant, Rodrigo; Fernandes, Arthur Gustavo

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo: Investigar as tendências dos números e dos custos dos procedimentos de injeção intravítrea, fotocoagulação e panfotocoagulação realizados pelo Sistema Único de Saúde brasileiro, no período de 2010 a 2019. Métodos: Foram extraídos dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde acerca dos atendimentos associados aos procedimentos de injeção intravítrea, fotocoagulação e panfotocoagulação, realizados de 2010 a 2019. A prevalência de procedimentos e os custos foram analisados por ano e por região de atendimento. As tendências ao longo dos anos foram avaliadas por meio de modelos lineares generalizados. Valores de p=0,05 foram considerados estatisticamente significantes. Resultados: Em relação aos procedimentos específicos, houve aumento nas frequências de injeção intravítrea (1.088%), panfotocoagulação (51%) e fotocoagulação (37%), no comparativo de 2010 a 2019. A injeção intravítrea foi o procedimento que apresentou maior crescimento ao longo dos anos, porém não houve reajuste de custo significativo durante o período estudado. Conclusão: Ao longo de 10 anos, houve aumento significativo do número de atendimentos associados aos tratamentos de distúrbios da retina. Os custos relacionados aos procedimentos mostraram pouco reajuste ao longo dos anos. Embora o Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde apresente algumas limitações, como imprecisões e falta de detalhamento em alguns procedimentos, esta é a ferramenta de dados disponível no Brasil para o acesso a pesquisa relacionada ao Sistema Único de Saúde e pode contribuir com informações da saúde ocular e os custos dos procedimentos.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective: To investigate trends in terms of number and cost of intravitreal injection, photocoagulation and panphotocoagulation procedures performed by the Brazilian Public Health System, from 2010 to 2019. Methods: The Brazilian Public Health System Database was used as the primary source of data. Intravitreal injection, photocoagulation and panphotocoagulation procedures performed from 2010 to 2019 were investigated. Procedure prevalence and cost trends were analyzed according to year and region. Annual trends were examined using generalized linear models, with a significance level of 5% (p=0.05). Results: There was a significant increase in the prevalence of intravitreal injections (1,088%), panphotocoagulation (51%) and photocoagulation (37%) procedures from 2010 to 2019. Intravitreal injections accounted for the most significant increase. However, costs were not significantly readjusted over the years. Conclusion: Over a 10-year period, there was a significant increase in the number of procedures associated with retinal disorders. Procedure costs saw little readjustments over time. In spite of limitations, inaccuracies and lack of details, the Brazilian Public Health System Database is the primary source of data for the Public Health System related research in Brazil, and can contribute with information on ocular health and costs of ophthalmic procedures.
  • Diagnósticos diferenciais de opacidade em vidro fosco aguda na tomografia computadorizada de tórax: ensaio pictórico Review

    Matos, Marina Justi Rosa de; Rosa, Marcela Emer Egypto; Brito, Vanessa Mizubuti; Amaral, Lucas Tadashi Wada; Beraldo, Gabriel Laverdi; Fonseca, Eduardo Kaiser Ururahy Nunes; Chate, Rodrigo Caruso; Passos, Rodrigo Bastos Duarte; Silva, Murilo Marques Almeida; Yokoo, Patrícia; Sasdelli Neto, Roberto; Teles, Gustavo Borges da Silva; Silva, Marina Carolina Bueno da; Szarf, Gilberto

    Resumo em Português:

    RESUMO A opacidade em vidro fosco é uma alteração muito frequente e pouco específica na tomografia computadorizada de tórax. Ela admite grande leque de diagnósticos diferenciais no contexto agudo, desde pneumonias virais, como as causadas pelo vírus influenza, pela doença do coronavírus 2019 e pelo citomegalovírus, até mesmo lesões de origem não infecciosa, como vaping , infarto pulmonar, hemorragia alveolar e edema pulmonar. Para essa diferenciação diagnóstica, deve-se correlacionar o vidro fosco com os demais achados nos exames de imagem, exames laboratoriais e quadro clínico do paciente. É de suma importância, no contexto de pandemia, recordar as demais patologias com os achados semelhantes aos da doença do coronavírus 2019 nos exames de imagem.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Ground-glass opacity is a very frequent and unspecified finding in chest computed tomography. Therefore, it admits a wide range of differential diagnoses in the acute context, from viral pneumonias such as influenza virus, coronavirus disease 2019 and cytomegalovirus and even non-infectious lesions, such as vaping, pulmonary infarction, alveolar hemorrhage and pulmonary edema. For this diagnostic differentiation, ground glass must be correlated with other findings in imaging tests, with laboratory tests and with the patients’ clinical condition. In the context of a pandemic, it is extremely important to remember the other pathologies with similar findings to coronavirus disease 2019 in the imaging exams.
  • Angioedema hereditário: como abordar na emergência? Review

    Serpa, Faradiba Sarquis; Mansour, Eli; Aun, Marcelo Vivolo; Giavina-Bianchi, Pedro; Chong Neto, Herberto José; Arruda, Luisa Karla; Campos, Regis Albuquerque; Motta, Antônio Abílio; Toledo, Eliana; Grumach, Anete Sevciovic; Valle, Solange Oliveira Rodrigues

    Resumo em Português:

    RESUMO As crises de angioedema são causas comuns de atendimentos nas emergências, e devido ao potencial de gravidade, é importante que os profissionais que atuam nesses serviços conheçam suas causas e abordagem. Os mecanismos envolvidos no angioedema sem urticas podem ser histaminérgicos ou mediados por bradicinina. As causas mais comuns de angioedema mediado por histamina são alimentos, medicamentos, ferroada de insetos e idiopática. Quando o mediador é a bradicinina, os desencadeantes são os inibidores da enzima conversora de angiotensina e fatores relacionados ao angioedema adquirido com deficiência do inibidor de C1 ou angioedema hereditário que são menos comuns, mas muito importantes pela possibilidade de desfecho fatal. O angioedema hereditário é uma doença rara, caracterizada por crises de edema que acometem o tecido subcutâneo e mucosas de vários órgãos, manifestando-se principalmente por crises de angioedema e dor abdominal. Esse tipo de angioedema não responde ao tratamento usual com adrenalina, anti-histamínicos e corticosteroides. Assim, se não identificados e tratados adequadamente, esses pacientes têm risco de morte por edema de laringe estimado em 25% a 40%. O tratamento do angioedema hereditário mudou drasticamente nos últimos anos, com o desenvolvimento de novos e eficientes fármacos para as crises: inibidor de C1 derivado de plasma, inibidor de C1 recombinante humano, antagonista do receptor B2 da bradicinina (icatibanto) e o inibidor da calicreína (ecalantide). No Brasil, até o momento, estão liberados para uso o inibidor de C1 derivado de plasma e o icatibanto. O manejo correto desses pacientes na emergência evita cirurgias desnecessárias e, principalmente, desfechos fatais.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Angioedema attacks are common causes of emergency care, and due to the potential for severity, it is important that professionals who work in these services know their causes and management. The mechanisms involved in angioedema without urticaria may be histamine- or bradykinin-mediated. The most common causes of histamine-mediated angioedema are foods, medications, insect sting and idiopathic. When the mediator is bradykinin, the triggers are angiotensin-converting enzyme inhibitors and factors related to acquired angioedema with deficiency of C1-inhibitor or hereditary angioedema, which are less common, but very important because of the possibility of fatal outcome. Hereditary angioedema is a rare disease characterized by attacks of edema that affect the subcutaneous tissue and mucous membranes of various organs, manifesting mainly by angioedema and abdominal pain. This type of angioedema does not respond to the usual treatment with epinephrine, antihistamines and corticosteroids. Thus, if not identified and treated appropriately, these patients have an estimated risk of mortality from laryngeal edema of 25% to 40%. Hereditary angioedema treatment has changed dramatically in recent years with the development of new and efficient drugs for attack management: plasma-derived C1 inhibitor, recombinant human C1-inhibitor, bradykinin B2 receptor antagonist (icatibant), and the kallikrein inhibitor (ecallantide). In Brazil, plasma-derived C1 inhibitor and icatibant have already been approved for use. Proper management of these patients in the emergency department avoids unnecessary surgery and, especially, fatal outcomes.
  • Terapia com plasma convalescente em pacientes graves com COVID-19 nas fases avançadas dos ensaios clínicos e seus resultados preliminares Review

    Oliveira, Fernando Anselmo de; Nucci, Mariana Penteado; Rego, Gabriel Nery de Albuquerque; Alves, Arielly da Hora; Marti, Luciana Cavalheiro; Nucci, Leopoldo Penteado; Mamani, Javier Bustamante; Gamarra, Lionel Fernel

    Resumo em Português:

    RESUMO O objetivo deste estudo foi destacar o esforço científico global para combater o SARS-CoV-2 abordando os resultados preliminares da imunização passiva por plasma convalescente. Foi realizada uma busca nas principais bases de dados dos protocolos de ensaios clínicos intervencionistas sobre transfusão de plasma convalescente em pacientes com COVID-19, bem como artigos publicados (n≥25), utilizando a seguinte estratégia de busca: [(COVID-19 OR SARS-CoV-2 OR nCoV-2019) AND (Convalescent plasma OR Plasma exchange) AND (Treatment OR Therapy)]. Um total de 24 protocolos de ensaios clínicos intervencionistas (avançados nas fases II-III, III e IV) foi incluído nesta revisão, assim como três estudos que tiveram resultados suficientes para avaliar a eficácia da terapia com plasma convalescente para pacientes com COVID-19. Todos os protocolos de ensaios clínicos intervencionistas aplicaram cerca de 500mL de plasma convalescente (de uma ou mais doações) em pacientes hospitalizados, principalmente naqueles com grau grave de doença associada à terapia-padrão para COVID-19 em comparação com placebo ou terapia-padrão mais medicamentos específicos. A maioria dos protocolos de ensaios clínicos intervencionistas é multicêntrica, e os estudos de fase IV estão recrutando em centros intercontinentais da América do Norte, Oceania e Europa, mas a maior parte dos centros de recrutamento está dentro de seu próprio país. Os três estudos publicados relataram abordagem semelhante de intervenção para plasma convalescente com redução do tempo de internação, mortalidade e menos de 4% de eventos adversos, principalmente para o tratamento de casos críticos com risco de vida. Todos os ensaios clínicos avançados focaram na terapia com plasma convalescente em pacientes com COVID-19 hospitalizados em condições graves, e os resultados preliminares fornecem fortes evidências para a terapia para esses pacientes com COVID-19.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT The objective of this study was to highlight the global scientific effort to fight the SARS-CoV-2, addressing the preliminary results of passive immunization through convalescent plasma. We performed a search at the major databases of interventional clinical trial protocols about the transfusion of convalescent plasma in patients with COVID-19, as well as, published articles (n≥25), using the following search strategy: [(COVID-19 OR SARS-CoV-2 OR nCoV-2019) AND (Convalescent plasma OR Plasma exchange) AND (Treatment OR Therapy)]. A total of 24 interventional clinical trial protocols (advanced in phases II-III, III, and IV) were included in this review, as well as three studies that had enough outcomes to evaluate the efficacy of convalescent plasma therapy for patients with COVID-19. All interventional clinical trial protocols applied approximately 500mL of convalescent plasma (from single or more donations) in hospitalized patients, mainly in patients with severe disease associated with standard therapy for COVID-19, and compared to placebo or standard therapy plus specific drugs. Most of interventional clinical trial protocols are multicenter, and the phase IV studies are recruiting at intercontinental centers of North America, Oceania, Europe, but most are recruiting center inside their own county. The three studies published reported similar approach of convalescent plasma intervention with decrease in length of stay, mortality, with less than 4% of adverse events, mainly for treating critical cases with life-threatening disease. All advanced clinical trials focused on convalescent plasma therapy in patients with COVID-19 hospitalized in severe conditions, and the preliminary results provide strong evidence for therapy for the COVID-19 patients.
  • Visão geral de miRNAs como diagnóstico não invasivo de endometriose: evidências, desafios e estratégias. Uma revisão sistemática Review

    Monnaka, Vitor Ulisses; Hernandes, Camila; Heller, Debora; Podgaec, Sérgio

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo O objetivo do estudo foi analisar as evidências sobre miRNAs como biomarcadores para o diagnóstico de endometriose, bem como levantar informações sobre os desafios e as estratégias necessárias para tornar essas moléculas ferramentas acessíveis para uso na prática clínica. Métodos Revisão sistemática conduzida nos bancos de dados PubMed®, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), MEDLINE® e Web of Science utilizando os termos de pesquisa “endometriosis” (todos os campos) AND “miRNA” (todos os campos), avaliando todas as publicações até maio de 2019. Resultados A maioria dos miRNAs desregulados foram analisados a partir de amostras de tecido, o que inviabiliza seu uso como teste diagnóstico não invasivo. Todavia, 62 miRNAs foram identificados como diferencialmente expressos em amostras que poderiam ser usadas para o diagnóstico pouco invasivo de endometriose, como sangue, soro e plasma. Conclusão Apesar de todos esses candidatos, os trabalhos são exploratórios, realizados com números pequenos de amostras, sem miRNAs específicos validados para fins diagnósticos. Estudos envolvendo principalmente amostras biológicas, visando à pesquisa translacional, deveriam ser mais explorados. O desenvolvimento de grandes bancos de dados sobre amostras, bem como o uso de saliva e fluido vaginal para identificação de miRNAs, poderia servir como recursos essenciais para as barreiras atuais no diagnóstico da endometriose.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective The aim of the study was to assess the evidence on miRNAs as biomarkers for the diagnosis of endometriosis, as well as to provide insights into the challenges and strategies associated with the use of these molecules as accessible tools in clinical practice. Methods Systematic review conducted on PubMed®, Latin American and Caribbean Health Sciences Literature (LILACS), MEDLINE® and Web of Science databases using the search terms endometriosis (all fields) AND miRNA (all fields), evaluating all publication up to May 2019. Results Most miRNAs found to be dysregulated in this study were harvested from tissue samples, which precludes their use as a non-invasive diagnostic test. However, differential expression of 62 miRNAs was reported in samples that may be used for non-invasive diagnosis of endometriosis, such as blood, serum and plasma. Conclusion Despite the identification of several candidates, studies are investigatory in nature and have been conducted with small number of samples. Also, no particular miRNA has been validated for diagnostic purposes so far. Studies based primarily on biological samples and applicable to translational research are warranted. Large databases comprising information on sample type and the use of saliva and vaginal fluid for miRNAs identification may prove essential to overcome current barriers to diagnosis of endometriosis.
  • Estratégias para manutenção hemodinâmica do potencial doador em morte encefálica: revisão integrativa Review

    Fonseca, Beatriz Sousa da; Souza, Verusca Soares de; Batista, Taynara Oliveira Farias; Silva, Guilherme Malaquias; Spigolon, Dandara Novakowski; Derenzo, Neide; Barbieri, Aline

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Conhecer a produção científica sobre estratégias adotadas para a manutenção hemodinâmica de pacientes com morte encefálica. Métodos Revisão integrativa com artigos publicados entre 2007 e 2019, nas bases Scientific Electronic Library Online (SciELO), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), PubMed®e ScienceDirect . Utilizaram-se os termos “Hemodinâmica AND Morte Encefálica” e “Hemodynamics AND Brain Death .” Os critérios de exclusão foram pesquisas não realizadas com seres humanos e literatura cinzenta. Resultados Listaram-se 21 artigos. Como estratégias, destacaram-se uso de medicamentos – noradrenalina (n=8), vasopressina (n=7), dobutamina (n=6), hidrocortisona (n=4) e metilprednisolona (n=4); monitorização cardíaca invasiva (n=10) e não invasiva (n=13); controle dos parâmetros ventilatórios (n=12); e correção de distúrbios hidroeletrolíticos (n=17). Conclusão As principais estratégias encontradas nesta revisão integrativa foram regulação da pressão arterial e temperatura, uso de catecolaminas e corticosteroides, além da necessidade de um diagnóstico precoce de morte encefálica. Entretanto, é notória a escassez de protocolos mais esclarecidos sobre a temática, dificultando o manejo com o potencial doador.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To learn about the scientific production on strategies adopted for hemodynamic maintenance of brain-dead patients. Methods Integrative review with articles published between 2007 and 2019, in Scientific Electronic Library Online (SciELO), Latin American and Caribbean Health Sciences Literature (LILACS), PubMed® and ScienceDirect. The descriptors “ Hemodinâmica AND Morte Encefálica ” and “Hemodynamics AND Brain Death” were used. Exclusion criteria were non-human research and gray literature. Results A total of 21 articles were listed. As strategies, the use of drugs – noradrenaline (n=8), vasopressin (n=7), dobutamine (n=6), hydrocortisone (n=4) and methylprednisolone (n=4); invasive (n=10) and noninvasive (n=13) cardiac monitoring; control of ventilatory parameters (n=12); and correction of fluid and electrolyte disturbances (n=17) were highlighted. Conclusion The main strategies found in this integrative review were regulation of blood pressure and temperature, use of catecholamines and corticosteroids, in addition to the need for an early diagnosis of brain death. However, the lack of clearer protocols on the subject is notorious, making management with the potential donor difficult.
  • Maculopatia média aguda paracentral em paciente com arterioesclerose e angioplastia com stent na artéria coronária Case Report

    Martins, Diogo Gonçalves dos Santos; Rodriguez, Ever Ernesto Caso; Choquechambi, Yandely Chihuantito; Martins, Thiago Gonçalves dos Santos

    Resumo em Português:

    RESUMO Sistemas de imagem sofisticados ajudaram a redefinir a apresentação clínica da neurorretinopatia macular aguda e têm sensibilidade diagnóstica marcadamente aumentada. A maculopatia média aguda paracentral tem sido relacionada à isquemia ao nível dos plexos capilares superficial e profundo da retina. Este é um relato de caso de paciente que desenvolveu uma neurorretinopatia macular aguda após uma cirurgia de angioplastia com stents da artéria coronária sem complicações.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Sophisticated imaging systems have helped to redefine the clinical presentation of acute macular neuroretinopathy and have markedly enhanced diagnostic sensitivity. The proposed mechanism of paracentral acute middle maculopathy is related to ischemia at the level of the superficial and deep retinal capillary plexi. This is a case report of a patient who developed an acute macular neuroretinopathy after an uneventful angioplasty with stents in the coronary artery.
  • Eficácia e segurança do uso de dupilumabe em dois adolescentes com dermatite atópica grave Case Report

    Giavina-Bianchi, Mara; Giavina-Bianchi, Pedro

    Resumo em Português:

    RESUMO Relatamos os casos de dois irmãos adolescentes com dermatite atópica grave e que, apesar de pesarem cerca de 40kg, apresentaram boa resposta ao dupilumabe com a dose off-label para indivíduos com 12 anos e peso de 60kg. Ambos já tinham usado ciclosporina, azatioprina, metotrexato e corticoide oral por longos períodos, acrescidos de tratamentos tópicos sem controle adequado da doença. As lesões cutâneas eram constantes e disseminadas, e os irmãos apresentavam infeções de pele frequentes e qualidade de vida muito ruim, com inúmeras consequências físicas e psicossociais, como o abandono da atividade escolar pelo prurido intenso, pela aparência e pelo bullying sofrido. Apresentavam também retardo de crescimento e de desenvolvimento. Em 2018, o dupilumabe, um agente imunobiológico, foi aprovado para o tratamento de dermatite atópica moderada a severa para adultos e, em 2019, ampliado para faixa etária de 12 a 17 anos. Embora já tivesse a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária no Brasil, a apresentação de 200mg (indicada para o peso dos pacientes) não estava disponível, sem previsão de chegada. Assim, pesando os riscos e benefícios da situação de ambos, optamos por tratá-los com dose de adulto (ataque de 600mg por via subcutânea e 300mg por via subcutânea a cada 2 semanas) apesar do baixo peso. Até o momento, eles realizaram oito aplicações, apresentando importante melhora da doença e da qualidade de vida. Não houve efeitos adversos importantes – apenas a piora da conjuntivite alérgica em um deles. Os pacientes e sua família estão muito satisfeitos, e nós avaliamos que a terapia está sendo bem-sucedida.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT We report the cases of two adolescent siblings with severe atopic dermatitis, who, despite weighing approximately 40kg, presented a good response to dupilumab with the off-label dose for individuals aged 12 years and weighing 60kg. Both had already used cyclosporine, azathioprine, methotrexate and oral corticosteroids for long periods, plus topical treatments with no adequate disease control. Skin lesions were constant and widespread, with frequent skin infections and very poor quality of life, with numerous physical and psychosocial consequences, such as dropping out of school activities due to severe itching, appearance and bullying. They also showed delayed growth and development. In 2018, dupilumab, an immunobiological agent, was approved for treatment of moderate to severe atopic dermatitis in adults and, in 2019, extended to the 12-17-year age group. Although it had already been approved by the Brazilian Health Surveillance Agency, the 200mg presentation (indicated for the weight of patients) was not available, with no expected arrival date. Therefore, weighing the risks and benefits of the situation of both, we chose to treat them with an adult dose (loading dose of 600mg subcutaneously, and 300mg subcutaneously every 2 weeks) despite the low weight. So far, they have received eight injections, showing significant improvement of disease and quality of life. There were no major adverse effects, only worsening of allergic conjunctivitis in one of them. The patients and their family are very satisfied, and we believe that the therapy has been successful.
  • Histoplasmose cutânea primária de difícil tratamento em paciente imunocompetente: relato de caso e revisão da literatura Case Report

    Batista, Jéssica Mauricio; Martins, Maria Auxiliadora Parreiras; Bertollo, Caryne Margotto

    Resumo em Português:

    RESUMO A histoplasmose é uma infecção causada pelo fungo dimórfico Histoplasma capsulatum. A doença é endêmica em diversas regiões de clima tropical e temperado. O fungo apresenta comportamento oportunístico, causando infecção disseminada em pacientes imunocomprometidos, resultante da complicação da infecção pulmonar primária, por reinfecção exógena ou reativação de um foco quiescente. Em indivíduos imunocompetentes, cerca de 95% das infecções pulmonares são assintomáticas. No entanto, a exposição prolongada à quantidade elevada de esporos pode levar à infecção pulmonar aguda ou crônica. Devido à baixa quantidade de inóculo, a histoplasmose cutânea primária causada por implantação traumática é extremamente rara e efetivamente tratada com triazóis. Assim, o presente estudo tem como objetivos relatar um caso de histoplasmose cutânea primária de difícil tratamento em paciente imunocompetente, e revisar a literatura a respeito da incidência de cepas de Histoplasma capsulatum resistentes aos fármacos utilizados na prática clínica.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Histoplasmosis is an infection caused by the dimorphic fungus Histoplasma capsulatum. The disease is endemic in several regions of tropical and temperate climate. The fungus presents opportunistic behavior, causing widespread infection in immunocompromised patients, resulting from complication of primary pulmonary infection, due to exogenous reinfection or reactivation of a quiescent source. In immunocompetent individuals, approximately 95% of pulmonary infections are asymptomatic. However, prolonged exposure to high amount spores may lead to acute or chronic lung infection. Due to the low amount of inoculum, primary cutaneous histoplasmosis caused by traumatic implantation is extremely rare and effectively treated with triazoles. Thus, the present study aims to report a case of primary cutaneous histoplasmosis that is difficult to treat in an immunocompetent patient, and to review the literature on the incidence of drug-resistant Histoplasma capsulatum strains in clinical practice.
  • Uso da fluorescência óptica de campo amplo para visualização de biofilme oral em paciente com mucosite peri-implantar: uma nova abordagem Case Report

    Andrade, Sérgio Araújo; Pratavieira, Sebastião; Bagnato, Vanderlei Salvador; Varotti, Fernando de Pilla

    Resumo em Português:

    RESUMO Doenças peri-implantares, causadas por bactérias de biofilme relacionadas a implantes dentários, são uma das principais causas de perda tardia de implantes. Nesse sentido, as doenças peri-implantares são divididas em mucosite peri-implantar, quando afeta apenas tecidos moles, e peri-implantite, quando há comprometimento ósseo, o que pode levar ao fracasso da terapia com implantes dentários. Assim, a remoção do biofilme é essencial para a saúde peri-implantar, permitindo sucesso a longo prazo na terapia com implantes. A fim de melhorar a visualização do biofilme oral, que geralmente é transparente ou incolor, agentes reveladores têm sido rotineiramente utilizados. No entanto, esses agentes têm potencial alergênico e podem causar manchas extrinsecamente em materiais restauradores e protéticos, levando a prejuízo estético. Assim, o uso da fluorescência tem sido estudado como alternativa para visualização do biofilme oral. Este relato descreve o uso da fluorescência óptica de campo amplo para visualização do biofilme oral associado a implantes e dentes em uma consulta de acompanhamento de rotina de uma paciente parcialmente edêntula com mucosite peri-implantar. Além disso, este relato evidenciou que a fluorescência óptica de campo amplo pode ser utilizada dentro da rotina clínica de atendimento de pacientes com implantes dentários. Nesse sentido, a fluorescência óptica de campo amplo permitiu a visualização fácil e imediata do biofilme oral maduro para sua remoção adequada, a avaliação da qualidade da restauração do selamento do orifício de acesso do parafuso do implante e a identificação de lesões cariogênicas, sem risco de reações alérgicas ou manchamento de próteses e restaurações.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Peri-implant diseases, caused by bacteria from biofilm related to dental implants, are one of the main causes of late loss of implants. In this sense, peri-implant diseases are divided into peri-implant mucositis, when it affects only the soft tissues, and peri-implantitis, when there is a bone involvement, which can lead to the failure of dental implant therapy. Thus, biofilm removal is essential for peri-implant health, allowing long-term success in implant therapy. To improve the visualization of oral biofilm, which is usually transparent or colorless, disclosing agents have been routinely used. However, disclosing agents have allergenic potential and can cause staining extrinsically in restorative and prosthetic materials, leading to aesthetic impairment. Thus, the use of fluorescence has been studied as an alternative for visualization of oral biofilm. Therefore, this report describes the use of wide-field optical fluorescence for visualization of oral biofilm associated with implants and teeth, in a routine appointment and follow-up of a partially edentulous patient with peri-implant mucositis. In addition, this report showed wide-field optical fluorescence can be used in a clinical routine of care of patients with dental implants. In this sense, wide-field optical fluorescence allowed easy and immediate visualization of the mature oral biofilm for its adequate removal, evaluation of the quality of restoration to sealing of screw access-hole of implant and identification of cariogenic lesions, without risk of allergic reactions or staining of prostheses and restorations.
  • infecção persistente de longo prazo pelo coronavírus SARS-CoV-2 Relato De Caso

    Pinho, João Renato Rebello; Oliveira, Ketti Gleyzer de; Sitnik, Roberta; Maluf, Maira Marranghello; Rodrigues, Pedro Henrique Sebe; Santana, Rúbia Anita Ferraz; Welter, Eliane Rosseto; Irony, Ophir

    Resumo em Português:

    RESUMO Durante a pandemia da COVID-19, um caso de persistência de longo prazo de infecção por SARS-CoV-2, de 26 de março a 20 de maio de 2020, foi identificado em um hospital privado localizado em São Paulo, SP, Brasil. A positividade de longo prazo para SARS-CoV-2 nos exames de reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa de uma paciente diagnosticada com COVID-19 sugere que parte dos pacientes que se recuperaram podem ser portadores e transmitir o SARS-CoV-2. Esse fato enfatiza a importância da obtenção de pelo menos dois resultados negativos para SARS-CoV-2 no exame de reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa. Os ensaios sorológicos não foram de grande utilidade no caso descrito, uma vez que a paciente apresentava baixos títulos de anticorpos no final do período de acompanhamento. Baixas cargas virais podem não ser detectadas pelos métodos moleculares vigentes, levando a conclusões equivocadas a respeito da eliminação do vírus.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT During the COVID-19 pandemic, a case of a long-term persistence of SARS-CoV-2 infection (from March 26 to May 20, 2020) was identified at a private hospital in São Paulo, SP, Brazil. The long-term positivity for SARS-CoV-2 in reverse transcriptase polymerase chain reaction tests of a patient diagnosed with COVID-19 suggests, at least part of patients who recovered, may still carry and transmit the SARS-CoV-2 virus. This fact emphasizes the importance of having at least two negative reverse transcriptase polymerase chain reaction test results for SARS-CoV-2. Serological assays were not particularly helpful in the case described, since the patient had very low antibodies titers at the end of the follow-up period. Low viral loads may not be detected by current molecular methods, leading to wrong conclusions regarding viral clearance.
  • Linfócitos T auxiliares foliculares humanos: células essenciais para a resposta de anticorpos Reviewing Basic Sciences

    Alonso, Giovana Toledo; Fomin, Denilson Stork; Rizzo, Luiz Vicente

    Resumo em Português:

    RESUMO Linfócitos T auxiliares foliculares são uma subpopulação de linfócitos T CD4+ identificada inicialmente nos centros germinativos dos folículos dos órgãos linfoides secundários. Sua função primordial é auxiliar os linfócitos B na produção de anticorpos. A mudança de classe e de afinidade dos anticorpos, a diferenciação das células B e a geração de memória dependem da cooperação entre os linfócitos T auxiliares foliculares e as células B. No sangue, recebem o nome de linfócitos T auxiliares circulantes. Considera-se que possuem especificidades semelhantes às desenvolvidas nos órgãos linfoides secundários. O fenótipo dos linfócitos T auxiliares humanos é dado pela expressão conjunta dos marcadores CXCR5, Bcl-6, CD40L, PD-1 e ICOS. Nos folículos, linfócitos T auxiliares sintetizam a interleucina 21 como citocina predominante. No sangue, são descritas várias subpopulações de linfócitos T auxiliares circulantes com expressões variadas dos marcadores clássicos de linfócitos T auxiliares, além de poderem agregar outros, como CXCR3 e CCR6. Existe um enorme interesse no estudo de linfócitos T auxiliares e linfócitos T auxiliares circulantes, para a avaliação de eficácia de vacinação. São também investigados como possíveis marcadores de atividade em muitas doenças e potenciais intervenções terapêuticas. Esta breve revisão descreve aspectos da imunobiologia e da quantificação de linfócitos T auxiliares humanos e linfócitos T auxiliares circulantes, além de apresentar alguns achados relacionados em lúpus eritematoso sistêmico, artrite reumatoide, infecção por HIV e vacinação.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Follicular helper T lymphocytes are a subpopulation of CD4+ T lymphocytes initially identified in germinal centers of follicles found in secondary lymphoid organs. The primary function of follicular helper T lymphocytes is to help B lymphocytes’ antibody production. Changing of antibody class and affinity, B cell differentiation and memory generation depend on cooperation between follicular helper T lymphocytes and B cells. In blood, follicular helper T lymphocytes are called circulating follicular helper T lymphocytes. They are considered to have specificities similar to those developed in the secondary lymphoid organs. The phenotype of human follicular helper T lymphocytes is given by simultaneous expression of the markers CXCR5, Bcl-6, CD40L, PD-1, and ICOS. In germinal centers, follicular helper T lymphocytes synthesize interleukin 21 as predominant cytokine. In blood, subpopulations of circulating follicular helper T lymphocytes can be recognized, with different expressions of the classical follicular helper T lymphocytes markers and, in addition, can express other markers such as CXCR3 and CCR6. Presently, there is great interest in follicular helper T lymphocytes and circulating follicular helper T lymphocytes in vaccination studies as indicators of immunization efficacy. In addition, follicular helper T lymphocytes are investigated as possible markers of activity in many diseases and potential therapeutic intervention. This short review describes aspects of immunobiology and quantification of follicular helper T lymphocytes and circulating follicular helper T lymphocytes, and presents a few examples of related findings in systemic lupus erythematosus, rheumatoid arthritis, HIV infection and vaccination.
  • MicroRNAs: entendendo seu papel como reguladores da expressão gênica e seu envolvimento no câncer Reviewing Basic Science

    Jorge, Ariany Lima; Pereira, Erik Ribeiro; Oliveira, Christian Sousa de; Ferreira, Eduardo dos Santos; Menon, Edmara Toledo Ninzoli; Diniz, Susana Nogueira; Pezuk, Julia Alejandra

    Resumo em Português:

    RESUMO Os microRNAs são pequenas moléculas de RNAs que regulam a expressão gênica das células. Com entre 17 e 25 nucleotídeos, essas pequenas moléculas reconhecem RNA mensageiro-alvo, por meio da complementariedade entre as sequências, e regulam sua tradução proteica. Todas as células humanas expressam diversos microRNAs. De fato, existem mais de 2.500 microRNAs descritos em humanos, relacionados com praticamente todos os processos biológicos. Devido ao seu papel como reguladores da expressão gênica, essas moléculas têm sido estudadas e relacionadas com algumas condições fisiológicas e patológicas específicas, sendo propostas como biomarcadores. Recentemente, foi descoberto que os microRNAs são normalmente liberados para fora da célula, onde participam da comunicação intercelular. MicroRNAs presentes nos fluidos biológicos são chamados de circulantes e têm sido encontrados em todos os fluidos corporais, porém o perfil de expressão é específico para cada tipo. O uso de microRNAs circulantes como marcadores biológicos apresenta vantagens relacionadas com a alta estabilidade dessas moléculas e a facilidade de obtenção de amostra. Adicionalmente, considerando que as alterações em microRNAs são dependentes das condições individuais, essas moléculas apresentam alto potencial de uso na medicina personalizada. De fato, a determinação do perfil de expressão de microRNAs pode auxiliar na identificação e diagnóstico de doenças, no monitoramento de respostas terapêuticas e na definição do prognóstico dos pacientes, auxiliando na escolha do tratamento. Nesta revisão são apresentados aspectos gerais dos microRNAs, e discute-se a importância dessas moléculas no câncer, visando a uma melhor compreensão de seu papel nessa doença.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT MicroRNAs are small RNA molecules that regulate gene expression in cells. These small molecules comprise 17 to 25 nucleotides and are able to recognize target messenger RNAs by sequence complementarity and regulate their protein translation. Different microRNAs are expressed in all human cells. There is over 2,500 microRNAs described in humans that are involved in virtually all biological processes. Given their role as gene expression regulators, these molecules have been widely investigated and are thought to be associated with some specific physiological and pathological conditions, being proposed as biomarkers. It has recently been reported that microRNAs are secreted outside cells and are involved in intercellular communication. MicroRNAs in biological fluids are named circulating and have been detected in all body fluids, although the expression profile is specific for each type. The major advantages of using circulating microRNAs as biological markers are the high stability of those molecules and the wide availability of samples. Also, given the individual nature of microRNA expression changes, these molecules have a high potential for use in personalized medicine. In fact, microRNA expression profile determination may support disease recognition and diagnosis, and can be used to monitor therapeutic responses and establish patient prognosis, assisting in choice of treatment. This review provides a general overview of microRNAs and discusses the importance of those molecules in cancer, for deeper understanding of their role in this disease.
  • Identificação de telócitos em testículos de camundongos distróficos Learning By Images

    Gomes, Vilessa Lilian de Araújo; Braz, Janine Karla França da Silva; Martins, Gabriel Moura; Clebis, Naianne Kelly; Oliveira, Moacir Franco de; Morais, Danielle Barbosa; Moura, Carlos Eduardo Bezerra de
  • Embolização pulmonar por cianoacrilato após obliteração de varizes gástricas Learning By Images

    Frassei, Julliana dos Santos; Franco, Camila Soares; Brambilla, Vinicius Roeffero; Loureiro, Bruna Melo Coelho; Kiebert, Carolina dos Santos; Fonseca, Eduardo Kaiser Ururahy Nunes; Ando, Sabrina de Mello; Sawamura, Marcio Valente Yamada
  • Hemorragia subepitelial espontânea: lesão de Antopol-Goldman Learning By Images

    Fonseca, Eduardo Kaiser Ururahy Nunes; Torres, Roberto Vitor Almeida; Scoppetta, Luiz Raphael Pereira Donoso; Nomura, Cesar Higa
  • Detecção de ateroma calcificado de carótida em radiografia panorâmica odontológica e sua confirmação por meio de ultrassonografia com Doppler Learning By Images

    Rocha, Breno Amaral; Carneiro, Leonardo de Oliveira Buzatti; Vespasiano, Amaro; Horta, Martinho Campolina Rebello
  • Pneumonia por COVID-19 e o sinal do alvo Aprendendo Por Imagens

    Farias, Lucas de Pádua Gomes de; Strabelli, Daniel Giunchetti; Teles, Gustavo Borges da Silva
  • Cisto dermoide intracraniano hipointenso em T1 Aprendendo Por Imagens

    Veiga, Marcos Gil da; Sagarribay, Amets; Pontinha, Carlos Marques; Conceição, Carla
  • Síndrome de cimitarra: uma doença rara Aprendendo Por Imagens

    Provenci, Bruna; Sales, Roberta Karla Barbosa de; Fonseca, Eduardo Kaiser Ururahy Nunes; Chate, Rodrigo Caruso
  • Alergia a penicilina e antibióticos beta-lactâmicos Medical Developments

    Felix, Mara Morelo Rocha; Aun, Marcelo Vivolo; Menezes, Ullissis Pádua de; Queiroz, Gladys Reis e Silva de; Rodrigues, Adriana Teixeira; D’Onofrio-Silva, Ana Carolina; Perelló, Maria Inês; Camelo-Nunes, Inês Cristina; Malaman, Maria Fernanda

    Resumo em Português:

    RESUMO Os beta-lactâmicos constituem a causa mais frequente de reações de hipersensibilidade a fármacos mediadas por mecanismo imunológico específico. As reações imediatas ocorrem em 1 até 6 horas após a administração do beta-lactâmico, sendo geralmente IgE-mediadas. Elas se traduzem clinicamente por urticária, angioedema e anafilaxia. As reações não imediatas ou tardias ocorrem após 1 hora da administração. São as reações mais comuns, sendo geralmente mediadas por células T. O tipo mais frequente é o exantema maculopapular ou morbiliforme. A maioria dos indivíduos que refere alergia aos beta-lactâmicos pode tolerar esse grupo de antibióticos. No diagnóstico, uma história clínica detalhada é fundamental para verificar se a reação foi do tipo imediato ou não imediato. A partir daí, podem ser realizados testes in vivo e/ou in vitro para investigação. O teste de provocação é considerado o método padrão-ouro no diagnóstico de hipersensibilidade aos beta-lactâmicos. A primeira conduta diante da suspeita de uma reação ao beta-lactâmico é suspender a exposição ao medicamento, e o único tratamento específico é a dessensibilização, que possui indicações bem precisas. O diagnóstico equivocado de alergia à penicilina afeta o sistema de saúde, pois o rótulo de “alergia à penicilina” está associado a aumento da resistência bacteriana, maior índice de falha terapêutica, hospitalizações prolongadas, readmissões e aumento dos custos. Assim, torna-se fundamental elaborar estratégias com o objetivo de auxiliar na prescrição de antibióticos em pacientes com rótulo de “alergia aos beta-lactâmicos” nos hospitais e melhorar a educação dos pacientes e seus responsáveis, além de médicos não especialistas.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Betalactams are the most frequent cause of hypersensitivity reactions to drugs mediated by a specific immune mechanism. Immediate reactions occur within 1 to 6 hours after betalactam administration, and are generally IgE-mediated. They clinically translate into urticaria, angioedema and anaphylaxis. Non-immediate or delayed reactions occur after 1 hour of administration. These are the most common reactions and are usually mediated by T cells. The most frequent type is the maculopapular or morbilliform exanthematous eruption. Most individuals who report allergies to penicillin and betalactams can tolerate this group of antibiotics. To make diagnosis, a detailed medical history is essential to verify whether it was an immediate or non-immediate reaction. Thereafter, in vivo and/or in vitro tests for investigation may be performed. The challenging test is considered the gold standard method for diagnosis of betalactam hypersensitivity. The first approach when suspecting a reaction to betalactam is to discontinue exposure to the drug, and the only specific treatment is desensitization, which has very precise indications. The misdiagnosis of penicillin allergy affects the health system, since the “penicillin allergy” label is associated with increased bacterial resistance, higher rate of therapeutic failure, prolonged hospitalizations, readmissions, and increased costs. Thus, it is essential to develop strategies to assist the prescription of antibiotics in patients identified with a label of “betalactam allergy” at hospitals, and to enhance education of patients and their caregivers, as well as of non-specialist physicians.
  • Impacto da permanência em casa e do isolamento social, em função da COVID-19, sobre o nível de atividade física e o comportamento sedentário em adultos brasileiros Special Article

    Botero, João Paulo; Farah, Breno Quintella; Correia, Marilia de Almeida; Lofrano-Prado, Mara Cristina; Cucato, Gabriel Grizzo; Shumate, Grace; Ritti-Dias, Raphael Mendes; Prado, Wagner Luiz do

    Resumo em Português:

    RESUMO Objetivo Investigar o impacto da pandemia de coronavírus 2019 sobre o nível de atividade física e comportamento sedentário entre brasileiros com idade ≥18 anos. Métodos Uma pesquisa on-line foi distribuída por meio de mídias sociais entre 5 e 17 de maio de 2020. Os participantes responderam a um questionário estruturado no Google Forms, que avaliou o nível de atividade física e comportamento sedentário de adultos no Brasil durante a pandemia. Resultados Idade (RC: 0,98; IC95%: 0,97-0,99), doença crônica (RC: 1,29; IC95%: 1,03-1,63), inatividade física antes da pandemia de coronavírus 2019 (RC: 2,20; IC95%: 1,78-2,72) e excesso de peso (RC: 1,34; IC95%: 1,09-1,65) apresentaram maior risco de impacto no nível de atividade física. O aumento do tempo sentado foi associado a indivíduos mais velhos (RC: 0,97; IC95%: 0,96-0,98), inatividade (RC: 1,51; IC95%: 1,16-1,96), doença crônica (RC: 1,65; IC95%: 1,23-2,22), maior número de dias no isolamento social (RC: 1,01; IC95%: 1,00-1,02) e níveis de escolaridade mais altos (RC: 1,87; IC95%: 1,26-2,78). Conclusão Nossos resultados demonstraram que a idade, a presença de doenças crônicas e a inatividade física antes do isolamento social tiveram maior risco de impacto na redução do nível de atividade física e maior tempo sentado durante a pandemia de coronavírus 2019.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT Objective To investigate the impact of the coronavirus 2019 pandemic on physical activity levels and sedentary behavior among Brazilians residents aged ≥18 years. Methods An online survey was distributed through a social media platform between May 5 and 17, 2020. Participants completed a structured questionnaire in Google Forms, which assessed the physical activity level and sedentary behavior of adults in Brazil during the pandemic. Results Age (OR: 0.98; 95%CI: 0.97-0.99), chronic disease (OR: 1.29; 95%CI: 1.03-1.63), physical inactivity before the coronavirus 2019 pandemic (OR: 2.20; 95%CI: 1.78-2.72) and overweight (OR: 1.34; 95%CI: 1.09-1.65) showed higher risk of impact on physical activity levels. Increased sitting time was associated with older individuals (OR: 0.97; 95%CI: 0.96-0.98), inactivity (OR: 1.51; 95%CI: 1.16-1.96), chronic disease (OR: 1.65; 95%CI: 1.23-2.22), higher number of days in social isolation (OR: 1.01; 95%CI: 1.00-1.02) and higher schooling levels (OR: 1.87; 95%CI: 1.26-2.78). Conclusion Our results demonstrated that advanced age, chronic disease and physical inactivity before social isolation had a greater risk of impact on reduced physical activity levels and increased sitting time during the coronavirus 2019 disease pandemic.
  • Consenso Brasileiro de Nutrição em Transplante de Células-Tronco Hematopoiéticas: crianças e adolescentes Artigo Especial

    Nabarrete, Juliana Moura; Pereira, Andrea Z; Garófolo, Adriana; Seber, Adriana; Venancio, Angela Mandelli; Grecco, Carlos Eduardo Setanni; Bonfim, Carmem Maria Sales; Nakamura, Claudia Harumi; Fernandes, Daieni; Campos, Denise Johnsson; Oliveira, Fernanda Luisa Ceragioli; Cousseiro, Flávia Krüger; Rossi, Flávia Feijó Panico; Gurmini, Jocemara; Viani, Karina Helena Canton; Guterres, Luciana Fernandes; Mantovani, Luiz Fernando Alves Lima; Darrigo Junior, Luiz Guilherme; Albuquerque, Maria Isabel Brandão Pires e; Brumatti, Melina; Neves, Mirella Aparecida; Duran, Natália; Villela, Neysimelia Costa; Zecchin, Victor Gottardello; Fernandes, Juliana Folloni

    Resumo em Português:

    RESUMO O Consenso Brasileiro de Nutrição em Transplante de Células-Tronco Hematopoiéticas: crianças e adolescentes foi elaborado com a participação de nutricionistas, médicos nutrólogos e médicos hematologistas pediátricos de 10 centros brasileiros que são referência em transplante de células-tronco hematopoiéticas. O objetivo foi salientar a importância do estado nutricional e da composição corporal durante o tratamento, bem como as principais características relacionadas à avaliação nutricional do paciente. As intenções, ao se estabelecer o consenso, foram aprimorar e padronizar a terapia nutricional durante o transplante de células-tronco hematopoiéticas. O consenso foi aprovado pela Sociedade Brasileira de Transplante de Médula Óssea.

    Resumo em Inglês:

    ABSTRACT The Brazilian Nutritional Consensus in Hematopoietic Stem Cell Transplantation: Children and Adolescents was developed by dietitians, physicians, and pediatric hematologists from 10 Brazilian reference centers in hematopoietic stem cell transplantation. The aim was to emphasize the importance of nutritional status and body composition during treatment, as well as the main characteristics related to patient´s nutritional assessment. This consensus is intended to improve and standardize nutrition therapy during hematopoietic stem cell transplantation. The consensus was approved by the Brazilian Society of Bone Marrow Transplantation.
  • Religião e saúde: na maioria das vezes, uma excelente combinação Letter To The Editor

    Saad, Marcelo; Medeiros, Roberta de
  • Você trabalha doente? Letter To The Editor

    Tartaglia, Alexsandro; Matos, Marcos Antonio Almeida; Silva, Mary Gomes
  • Uso de colutórios no manejo de pacientes com COVID-19 em unidades de terapia intensiva: recomendações e evidências atuais Letter To The Editor

    Tovani-Palone, Marcos Roberto; Shamsoddin, Erfan
  • Infecção de hemácias por SARS-CoV-2: novas evidências Letter To The Editor

    Khawaja, Uzzam Ahmed; Shamsoddin, Erfan; Desideri, Lorenzo Ferro; Tovani-Palone, Marcos Roberto
  • As mídias e a divulgação precoce de informações sobre medicamentos para COVID-19: cenário atual no Paquistão Letter To The Editor

    Tovani-Palone, Marcos Roberto; Ali, Sajjad
  • COVID-19 e o risco aumentado de miopia e fadiga ocular digital Letter To The Editor

    Desideri, Lorenzo Ferro; Tovani-Palone, Marcos Roberto
  • Características clínicas de uma série de pacientes críticos em um hospital de campanha durante a pandemia da COVID-19 avaliados por teleinterconsulta: evidência para expansão da Telemedicina Letter To The Editor

    Accorsi, Tarso Augusto Duenhas; Brigido, Alexandra Régia Dantas; De Amicis, Karine; Belfort, Deborah de Sá Pereira; Habrum, Fábio Cetinic; Scarpanti, Fernando Garcia; Magalhães, Iuri Resedá; Silva Filho, José Roberto de Oliveira; Sampaio, Leon Pablo Cartaxo; Lira, Maria Tereza Sampaio de Sousa; Morbeck, Renata Albaladejo; Pedrotti, Carlos Henrique Sartorato; Racy, Fábio de Castro Jorge; Cordioli, Eduardo
  • A importância dos biomateriais derivados de plantas para a engenharia de tecidos cardíacos Letter To The Editor

    Ramalho, Igor Carreiro; Maranduba, Carlos Magno da Costa; Resende, Leandro Marques de; Lourenço, Pâmela de Souza
  • Distúrbios neurológicos e neuropsiquiátricos associados à COVID-19. Parte I: visão geral e distúrbios neurológicos Carta Ao Editor

    Giacalone, Martina; Tovani-Palone, Marcos Roberto; Marin, Luca; Febbi, Massimiliano; Russano, Tommaso; Giacalone, Andrea
  • Distúrbios neurológicos e neuropsiquiátricos associados à COVID-19. Parte II: distúrbios neuropsiquiátricos e considerações finais Carta Ao Editor

    Giacalone, Martina; Tovani-Palone, Marcos Roberto; Marin, Luca; Febbi, Massimiliano; Russano, Tommaso; Giacalone, Andrea
  • Importância dos cuidados com a saúde oral em tempos de COVID-19 Carta Ao Editor

    Vilhena, Fabiano Vieira; Orcina, Bernardo da Fonseca; Reia, Verônica Caroline Brito; Zangrando, Mariana Ragghianti; Oliveira, Rodrigo Cardoso de; Santos, Paulo Sérgio da Silva
  • COVID-19 e as disparidades segundo raça/cor: uma breve análise acerca da população indígena em um estado da Amazônia brasileira Carta Ao Editor

    Cunha, Arthur Arantes da; Corona, Rodolfo Antonio; Castilho-Martins, Emerson Augusto
  • Febre tifoide e pandemia da COVID-19 na Nigéria: um apelo para uma ação coordenada Carta Ao Editor

    Bassey, Esther Edet; Hasan, Mohammad Mehedi; Costa, Ana Carla dos Santos; Tsagkaris, Christos; Aborode, Abdullahi Tunde; Karra-Aly, Ayah; Essar, Mohammad Yasir; Ahmad, Shoaib
  • Eliminação de SARS-CoV-2 em nasofaringe e orofaringe após o uso de um protocolo adjuvante de gargarejo e bochecho com antisséptico bucal Carta Ao Editor

    Vilhena, Fabiano Vieira; Orcina, Bernardo da Fonseca; Lemos, Lúcio; Less, Jeanette Cecília Fournier; Pinto, Isabella; Santos, Paulo Sérgio da Silva
  • A importância da Atenção Primária no prognóstico de indivíduos com diabetes mellitus e/ou hipertensão arterial Carta Ao Editor

    Paiva, Aline Rodrigues de
  • Impacto potencial da COVID-19 e do diabetes na degeneração do disco intervertebral Carta Ao Editor

    Lopes, Luciano Rodrigo; Kasinski, Silvana Kertzer
Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein Avenida Albert Einstein, 627/701 , 05651-901 São Paulo - SP, Tel.: (55 11) 2151 0904 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista@einstein.br