A plenitude de um vazio em que a pobreza não é mais paisagem: a periferia em Paulo Lins e Ferréz

The fullness of an emptiness that is not a landscape anymore: the periphery in the novels of Paulo Lins and Ferréz

Alva Martínez Teixeiro Sobre o autor

Resumos

Este artigo pretende situar os romances Cidade de Deus de Paulo Lins e Capão Pecado e Manual prático do ódio de Ferréz no panorama dos 'novos realismos' brasileiros contemporâneos, avaliando as escolhas temáticas e as técnicas e procedimentos narrativos. Aliás, este estudo analisa a originalidade da sua prosa, notando a cautelosa distância da sua filosofia estética e os elementos fundamentais do seu universo literário - pobreza, crime e desigualdade - a respeito de qualquer cultura extrema da violência. A análise destes livros procura revelar outra perspectiva do problema da imagem da cidade e da pobreza urbana, normalmente sensacionalista, e contribuir a uma melhor compreensão da complexidade da violência quotidiana nas comunidades urbanas pobres.

tardo-realismo; endogênico; favela


This article intends to place Paulo Lins' novel Cidade de Deus and Ferréz's novels Capão Pecado and Manual prático do ódio in the panorama of Brazilian contemporary "new-realisms", evaluating thematic choices and narrative techniques and procedures. Also, this study analyses the originality of their prose, noting the cautious distance of their aesthetic philosophies and the fundamental elements of their literary universe -poverty, crime and inequality- from any extreme culture of violence. The analysis of this books seeks to reveal another perspective on the issue of the image of the city and urban poverty, usually sensationalist, and to contribute to a better understanding of the complexity of everyday violence in poor urban communities.

late realism; endogenous; slum


  • AGOSTINHO (1993). A Cidade de Deus Vol. II. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
  • APPADURAI, Arjun (1996). Etnopaisagens globais: notas e perguntas pra uma antropologia transnacional. In: Dimensões culturais da globalização Lisboa: Teorema.
  • BRANDÃO, Ignácio de Loyola (1979). Zero 5. ed. Rio de Janeiro: Codecri.
  • BUARQUE, Chico (1992). Estorvo. Lisboa: Dom Quixote.
  • BUTOR, Michel (1967). Sobre literatura 2. ed. Barcelona: Seix Barral.
  • CALVINO, Italo (1998). As cidades invisíveis Vigo: Xerais.
  • CANESI, Jean (1990). Cidade miseravilhosa. In: Revue Autrement, n. 42, p. 19-36. Rio de Janeiro: La beauté du diable.
  • CASTRO, Ruy (2006). Rio de Janeiro: Carnaval no fogo. Porto: ASA.
  • CHESTERTON, Gilbert Keith (2008). Lectura y locura Salamanca: Espuela de Plata.
  • CIORAN, Emil (1981). Historia y utopía Barcelona: Tusquets.
  • DALCASTAGNÈ, Regina (2005). Entre fronteiras e cercado de armadilhas: problemas da representação na narrativa brasileira contemporânea. Brasília: Editora UnB.
  • ELIOT, T. S. (1982). The complete poems and plays of T. S. Eliot London: Faber and Faber.
  • ESPÍNOLA, Adriano (1998). Fala, favela / Voilà favela 2. ed. Rio de Janeiro: Topbooks.
  • FERNANDES, José Manuel; DIAS, Manuel Graça (1989). "Imaginários à solta em Lisboa". In: O imaginário da cidade Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian; ACARTE.
  • FERRÉZ (2005). Capão Pecado Lisboa: Palavra.
  • FERRÉZ (2006). Manual prático do ódio Lisboa: Palavra.
  • FONSECA, Rubem (2006). Ela e outras mulheres São Paulo: Companhia das Letras.
  • HUXLEY, Aldous (1964). Literatura y ciencia Barcelona: Edhasa.
  • IVO, Lêdo (1968). Estação central 2. ed. Rio de Janeiro: Orfeu.
  • JESUS, Carolina Maria de (1963). Pedaços da fome São Paulo: Aquila.
  • LA ROTTA, Guillermo Pérez (2003). Génesis y sentido de la ilusión fílmica Bogotá: Siglo del Hombre.
  • LINS, Paulo (2003). Cidade de Deus Lisboa: Caminho.
  • MONTENEGRO, Ana Maria (1990). Métropole internationale. Autrement, n. 42, Rio de Janeiro: La beauté du diable, p. 38-48.
  • MOREL, Marco (1990). Enfants des rues. Autrement, n. 42, Rio de Janeiro: La beauté du diable, p. 75-79.
  • MORTON, Adam (2005). On evil Oxon: Routledge.
  • PIMENTA, Alberto (1989). A Cidade N. In: O imaginário da cidade Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian; ACARTE.
  • PINTO, Manuel da Costa (2005). Panorama de la prose brésilienne. Europe: Revue littéraire mensuelle, n. 83, p. 29-44.
  • REIS, Carlos; LOPES, Ana Cristina M. (1987). Dicionário de narratologia Coimbra: Almedina.
  • ROCHA, João Cezar de Castro (2005). La dialectique de la "marginalité" et la violence dans la culture brésilienne contemporaine. Europe: Revue littéraire mensuelle, n. 83, p. 64-73.
  • SASTRE, Alfonso (1974). Anatomía del realismo 2. ed. Barcelona: Seix Barral.
  • SEIXO, Maria Alzira (1989). A poética da cidade na composição do romance. In: O imaginário da cidade Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian; ACARTE.
  • TELLES, Vera da Silva (2001). Pobreza e cidadania São Paulo: USP; Editora 34.
  • TUAN, Yi-Fu (2008). Space and place: the perspective of experience. Minneapolis: University of Minnesota Press.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    02 Jul 2013
  • Data do Fascículo
    Jun 2013

Histórico

  • Recebido
    Maio 2012
  • Aceito
    Out 2012
Grupo de Estudos em Literatura Brasileira Contemporânea, Programa de Pós-Graduação em Literatura da Universidade de Brasília (UnB) Programa de Pós-Graduação em Literatura, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, Universidade de Brasília , ICC Sul, Ala B, Sobreloja, sala B1-8, Campus Universitário Darcy Ribeiro , CEP 70910-900 – Brasília/DF – Brasil, Tel.: 55 61 3107-7213 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: revistaestudos@gmail.com