A política de internacionalização do Ensino Superior. Efeitos, lacunas e assimetrias persistentes

Jaime Moreles Vázquez Sara Aliria Jiménez García Silvia Regina Canan Sobre os autores

Resumo

O artigo discute a política de internacionalização do Ensino Superior e alguns dos seus efeitos. Utilizamos a análise documental para revisar a maneira como as universidades assumiram a política, analisando os documentos normativos, os relatórios institucionais que mostram seus principais resultados e os aspectos que são medidos no ranking das universidades sobre o assunto. Entre os achados mais significativos do trabalho realizado, estão as lacunas existentes entre a concepção da política adotada no discurso institucional e a maneira como tal política transcende e se forma nos indicadores que medem sua eficácia. Além disso, a revisão dos indicadores de internacionalização mostra a persistência de assimetrias entre instituições de ensino superior em regiões mais e menos industrializadas. O trabalho se deriva das atividades do projeto do Grupo Internacional de Estudos e Pesquisas do Ensino Superior (Giepes), sobre a internacionalização do Ensino Superior.

Internacionalização; Educação Superior; Lacunas; Classificação da universidade

Fundação CESGRANRIO Revista Ensaio, Rua Santa Alexandrina 1011, Rio Comprido, 20261-903 , Rio de Janeiro - RJ - Brasil, Tel.: + 55 21 2103 9600 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: ensaio@cesgranrio.org.br