O ensino das Ciências Sociais: um diagnóstico a partir das memórias, reflexões e expectativas de professores do ensino primário em formação inicial

Olga Moreno-Fernández Sobre o autor

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar as concepções apresentadas por professores do ensino primário da Espanha em formação inicial, sobre as Ciências Sociais e seu ensino e aprendizagem, a partir de suas memórias, reflexões e expectativas. Foi realizado um estudo qualitativo, descritivo e interpretativo, envolvendo uma amostra de 240 participantes, que responderam a um questionário contendo sete questões abertas. Os resultados indicam que ainda prevalece uma metodologia tradicional, em que os professores têm um papel ativo e os estudantes, passivo, sendo o trabalho em sala de aula orientado pelo livro didático e o sucesso em uma avaliação final. Quanto ao conteúdo, a História relaciona-se com a teoria e a Geografia, com a prática. Apesar da influência que continua tendo esse modelo tradicional, os professores em formação inicial afirmam não querer reproduzir o modelo que vivenciaram como alunos pois consideram que há outras maneiras de ensinar, mais condizentes com as necessidades sociais atuais.

Professores em formação inicial; ensino Fundamental; Ciências Sociais; Reflexão crítica

Fundação CESGRANRIO Rua Santa Alexandrina 1011, Rio Comprido, 20261-235 Rio de Janeiro - RJ - Brasil, Tel.: + 55 21 2103 9600, Fax: + 55 21 2103 9600 r.338, - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: ensaio@cesgranrio.org.br