Accessibility / Report Error

Gestão de sala de aula para educadoras da primeira infância no Chile

Resumo

Há três décadas, o Chile promove políticas de maior qualidade na Educação infantil, cuja sustentabilidade exige, entre outros fatores, o fortalecimento dos processos de gestão de sala de aula nos centros educativos, dado o seu impacto na qualidade do ensino, assunto para o qual não há antecedentes sistemáticos suficientes. disponível. Em resposta a esta situação, são investigados obstáculos e demandas -nesta área- que os educadores da primeira infância consideram significativos, a fim de propor políticas para sua melhoria. Para isso, desenvolve-se um estudo descritivo-qualitativo, com entrevistas semiestruturadas com uma amostra de 40 educadores com trajetória profissional relevante na sala de aula, que trabalham em estabelecimentos de alta vulnerabilidade (maior que 50%), na região de Maule (Chile). A análise mostra suas práticas de gestão de sala de aula, destacando a importância de se aprimorar nesse quesito, potencializando conquistas e estratégias de formação. As principais conclusões mostram que a aprendizagem de meninos e meninas é um assunto fundamental para os educadores de sala de aula, assim como sua vontade de aprender novas metodologias de ensino e trabalho em equipe, fazendo parte das diretrizes da política para melhorar seu desempenho.

Educação Inicial; Gestão de Sala de Aula; Professor de Pré-escola; Chile

Fundação CESGRANRIO Revista Ensaio, Rua Santa Alexandrina 1011, Rio Comprido, 20261-903 , Rio de Janeiro - RJ - Brasil, Tel.: + 55 21 2103 9600 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: ensaio@cesgranrio.org.br