A CONSTRUÇÃO CURRICULAR DE UMA EDUCADORA DE CIÊNCIAS NA EJA: COMO A PRESENÇA DOS JOVENS AFETA A SUA PRÁTICA?

THE BUILDING OF THE CURRICULUM OF A SCIENCE TEACHERIN YAE: HOW DOES THE PRESENCE OF YOUNG PEOPLE AFFECT HER PRACTICE?

LA CONSTRUCCIÓN CURRICULAR DE UNA EDUCADORA DE CIENCIAS EN LA EJA: ¿CÓMO LA PRESENCIA DE LOS JÓVENES AFECTA SU PRÁCTICA

Ana Carolina Costa Resende Mariana Cassab Sobre os autores

RESUMO:

A juvenilização é um processo que atinge há décadas a Educação de Jovens e Adultos (EJA), impondo desafios de diferentes ordens. O trabalho propõe entender como uma professora de Ciências desenvolve sua prática curricular em face da presença dos jovens. Ele se apoia em autores do campo do currículo, como Sacristán e Arroyo e constrói seu contexto de inteligibilidade, se movendo metodologicamente a partir da realização da história oral de vida e de observações de inspiração etnográfica às aulas da EJA. O trabalho conclui que os educandos centralizam a preocupação da professora no sentido de garantir seu interesse, aprendizagem e até mesmo presença na escola. Todavia, isso não significa que as juventudes se manifestam no fazer curricular como princípio estruturador. Há uma tensão em jogo que o estudo procura caracterizar.

Palavra-chave:
Juvenilização da EJA; Currículo; Educação de Jovens e Adultos; Educação em Ciências

Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Av. Antonio Carlos, 6627, CEP 31270-901 Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, Tel.: (55 31) 3409-5338, Fax: (55 31) 3409-5337 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: ensaio@fae.ufmg.br