A EXPERIÊNCIA DE ADOLESCENTES AO VISITAR UM MUSEU DE CIÊNCIA: UM ESTUDO NO MUSEU DA VIDA

LA EXPERIENCIA DE ADOLESCENTES AL VISITAR UN MUSEO DE CIENCIAS: UN ESTUDIO EN EL MUSEU DA VIDA

THE TEENAGERS’ EXPERIENCE DURING A VISIT TO THE SCIENCE MUSEUM: A STUDY IN THE MUSEU DA VIDA

Luisa Massarani Gabriela Reznik Jessica Norberto Rocha Sigrid Falla Shawn Rowe Alanna Dahan Martins Luis Henrique Amorim Sobre os autores

RESUMO:

Neste estudo exploratório, de caráter qualitativo, objetivamos compreender a experiência de adolescentes em museus de ciência em visita fora do contexto escolar. Em particular, apresentamos a análise da visita de cinco grupos, entre 14 e 17 anos, de escolas públicas, à exposição “Passado e Presente - ciência, saúde e vida pública”, localizada no Castelo Mourisco do Museu da Vida, da Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro. Os resultados indicam que, durante as visitas, esse público interagiu intensamente nas relações entre três elementos fundamentais no modelo teórico adotado: os módulos expositivos, os próprios visitantes e os mediadores. Esse dado, associado à análise de trechos específicos das visitas, sugere que, quando os adolescentes vão ao museu, eles podem vivenciar diversas experiências que permitem tornar esse espaço de aprendizagem não formal interessante, excitante e motivador, e, consequentemente, oferecer oportunidades de aprendizagem por livre escolha e de discussão sobre a ciência e temáticas que a tangenciam.

Palavras-chave:
Divulgação científica; Educação não formal; Museus de ciências; Aprendizagem por livre escolha

Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Av. Antonio Carlos, 6627, CEP 31270-901 Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, Tel.: (55 31) 3409-5338, Fax: (55 31) 3409-5337 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: ensaio@fae.ufmg.br