CARACTERIZAÇÃO DAS INDICAÇÕES CIRCUNSTANCIAIS EMITIDAS DURANTE ATIVIDADE DISCURSIVA POR UM PROFESSOR DE CIÊNCIAS: UMA LEITURA SEMIÓTICA

CIRCUMSTANTIAL INDICATIONS CHARACTERIZATION TRANSMITTED DURING DISCURSIVE ACTIVITY BY A SCIENCE TEACHER: A SEMIOTIC READING

Carlos Eduardo Laburú Marcela Teixeira Godoy Andreia de Freitas Zômpero Sobre os autores

RESUMO:

Baseados na teoria da Comunicação de Prieto, propomos uma transposição didática com o objetivo de estabelecer análises que permitam estruturar e compreender determinadas dinâmicas discursivas na escola. O principal conceito a ser destacado da teoria é o signo de tipo indicação circunstancial. Mostra-se que há atividades discursivas em que o professor se serve da emissão de indicações circunstanciais como instrumentos de interlocução para contextualizar o assunto e estimular a reflexão dos estudantes, tornando-os participantes ativos na construção do conhecimento. Fazendo uso de metodologia qualitativa, cinco aulas de um professor de ciências foram examinadas. Entre as várias emissões sígnicas produzidas pelo professor, é possível identificar signos qualificados de indicações circunstanciais que se apresentam com diversas características e fins instrucionais. Como se poderá constatar, o emprego das indicações circunstanciais se justifica por sua fundamental participação na contextualização discursiva e na função cognitiva com vistas ao aprimoramento conceitual dos aprendizes.

Palavras-chave:
Educação científica; Semiótica; Sinais; Análise de discurso

Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Av. Antonio Carlos, 6627, CEP 31270-901 Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, Tel.: (55 31) 3409-5338, Fax: (55 31) 3409-5337 - Belo Horizonte - MG - Brazil
E-mail: ensaio@fae.ufmg.br