A experimentação nas pesquisas sobre o ensino de Física: fundamentos epistemológicos e pedagógicos

Experimental activities in research in science teaching: epistemological and pedagogical fundamentals

Ivanilda Higa Odisséa Boaventura de Oliveira Sobre os autores

Considerando a necessidade de analisar a fundamentação teórica que embasa as atividades experimentais escolares na ultima década, desenvolveu-se uma investigação tomando como objeto as pesquisas publicadas sobre essa temática em um importante periódico da área. Toma-se como referência a concepção de que a experimentação está inserida em um contexto epistemológico e pedagógico, pois envolve concepções de realidade, de conhecimento, de conhecimento científico, de método científico, enfim, uma concepção de ciência e também concepções de aprendizagem, de posicionamento dos conhecimentos prévios dos alunos, de relações entre conteúdo e método, enfim, uma concepção de currículo. Desenvolvendo uma análise epistemológico-pedagógica dos artigos, foi observado que metodologicamente são adotadas diferentes abordagens para desenvolver as atividades experimentais: algumas mais demonstrativas, priorizando a observação, outras mais de atuação por parte do estudante, priorizando a investigação. As pesquisas tomam como pressuposto básico favorecer a aprendizagem ou a interação. A aprendizagem se refere à compreensão da atividade científica, ou de conhecimentos teóricos e práticos. A interação pode ser tanto do aluno com a atividade quanto social, ou ainda entre disciplinas.

experimentação; Física; pressupostos epistemológicos; abordagens pedagógicas; pesquisas em ensino


Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Educar em Revista, Setor de Educação - Campus Rebouças - UFPR, Rua Rockefeller, nº 57, 2.º andar - Sala 202 , Rebouças - Curitiba - Paraná - Brasil, CEP 80230-130 - Curitiba - PR - Brazil
E-mail: educar.ufpr2016@gmail.com educar@ufpr.br