Desconstruindo o modelo de déficit na apropriação social da ciência e tecnologia na Colômbia: o caso da cartilha " Las Maticas de mi Huerta"

Estudos sobre políticas e atividades de apropriação social da ciência e tecnologia (ASCT) na Colômbia têm mostrado a presença de um modelo de déficit de relação entre o conhecimento científico e o público. Este modelo, que está presente em diversas atividades educacionais e comunicativas, se caracteriza por estabelecer uma dinâmica de comunicação unidirecional e vertical da ciência para seus públicos. Contudo, estes estudos não têm identificado quais são as condições que sustentam este modelo de produção. Analisando o caso de uma cartilha educativa, este artigo procura aprofundar a compreensão sobre o que define a prática da ASCT na Colômbia como deficitária. Isto foi realizado a partir de uma análise de conteúdo etnográfico do material, a partir do qual foi possível identificar uma série de dispositivos de linguagem e de diagramação que no futuro podem servir como guia reflexiva para o desenho de novos materiais educomunicativos para a ASCT.

apropriação social da ciência e da tecnologia; materiais educomunicativos; modelo de déficit entre ciência-público


Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Educar em Revista, Setor de Educação - Campus Rebouças - UFPR, Rua Rockefeller, nº 57, 2.º andar - Sala 202 , Rebouças - Curitiba - Paraná - Brasil, CEP 80230-130 - Curitiba - PR - Brazil
E-mail: educar.ufpr2016@gmail.com educar@ufpr.br