Desenvolvimento de um modelo de Intervenção Baseado em Rotinas da Primeira Infância

Carolyn H. Hughes-Scholes Susana Gavidia-Payne Sobre os autores

Resumo

A literatura recomenda que a Intervenção Precoce na Infância (IPI) seja inserida dentro das rotinas diárias que ocorrem no ambiente natural. No entanto, poucas pesquisas examinaram a implementação de modelos de IPI com base em rotinas. O objetivo deste trabalho foi descrever o desenvolvimento de uma intervenção precoce na infância baseado num modelo de rotinas (RBECI). O modelo RBECI consiste em quatro componentes principais: a) Entrevistas Baseadas em Rotinas (RBI); b) metas de participação; c) visitas domiciliares; e d) consultas à comunidade. Evidência empírica de suporte para cada componente do modelo é fornecida, e os resultados de uma avaliação preliminar da implementação do modelo são discutidos. São necessárias mais pesquisas e avaliações dos processos envolvidos na implementação do modelo por profissionais de IPI e seu impacto sobre as crianças e as famílias.

Palavras-chave:
intervenção precoce na infância; intervenção baseada em rotinas; estratégias baseadas em evidências.

Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Educar em Revista, Setor de Educação - Campus Rebouças - UFPR, Rua Rockefeller, nº 57, 2.º andar - Sala 202 , Rebouças - Curitiba - Paraná - Brasil, CEP 80230-130 - Curitiba - PR - Brazil
E-mail: educar.ufpr2016@gmail.com educar@ufpr.br