Accessibility / Report Error

As relações entre conhecimento tácito e conhecimento científico a partir da base microeletrônica: primeiras aproximações

Relations between tacit knowledge and scientific knowledge from a microelectronic base: first approaches

Resumos

Este artigo apresenta uma síntese dos resultados que vêm sendo obtidos com a pesquisa Reestruturação produtiva e novas formas de trabalho: o novo projeto pedagógico para a educação científico-tecnológica financiada pelo Plano Sul de Pesquisa e Pós-graduação/CNPq/Fundação Araucária, que tem por objetivo delinear as novas dimensões que passam a integrar a categoria competência a partir da introdução da base microeletrônica nos processos produtivos e sociais, com vistas à identificação dos princípios pedagógicos que devem orientar os projetos educativos que objetivam a inclusão dos que vivem do trabalho.¹ Para tanto, será discutida a categoria competência tal como historicamente vem sendo construída nos modos taylorista/fordista e toyotista de organizar e gerir a produção, buscando compreender os seus limites e possibilidades para uma possível inclusão dos que vivem do trabalho, com particular destaque para a relação entre teoria e prática e entre conhecimento tácito e conhecimento científico. Finalmente, será apontada a função mediadora da educação no estabelecimento de articulações entre trabalho e conhecimento.

conhecimento tácito; novas tecnologias e educação; relação teoria e prática


This article presents the synthesis of the results which have been obtained by the research on the Productive restructuring and new work ways: the new pedagogical project for the scientific-technological education. Such work has been financed by the South Plan of Research and Pos-graduation/CNPq/ Fundação Araucária, and it aims to outline the new dimensions that start making part of the competence category through the introduction of the microelectronic basis into the productive and social processes, focusing on the identification of the pedagogical principles that must guide the educative projects aiming the inclusion of the ones who live from the work.² Thus, the competence category will be discussed in the same way it has historically been built through the taylorist/fordist and toyotist ways of organizing and administrating the production, searching for the understanding of its limits and possibilities for a possible inclusion of the ones who live from the work, and outstanding the relationship between theory and practice and between tacit and scientific knowledge. Finally, the mediation function of the education in the setting up of articulations between work and knowledge will be pointed out.

tacit knowledge; new technologies and education; theory and practice relationship


ARTIGOS DE DEMANDA CONTÍNUA

As relações entre conhecimento tácito e conhecimento científico a partir da base microeletrônica: primeiras aproximações

Relations between tacit knowledge and scientific knowledge from a microelectronic base: first approaches

Acacia Zeneida Kuenzer

Doutora em Educação pela PUC-SP, professora titular do Setor de Educação; professora e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPR. acaciazk@uol.com.br

RESUMO

Este artigo apresenta uma síntese dos resultados que vêm sendo obtidos com a pesquisa Reestruturação produtiva e novas formas de trabalho: o novo projeto pedagógico para a educação científico-tecnológica financiada pelo Plano Sul de Pesquisa e Pós-graduação/CNPq/Fundação Araucária, que tem por objetivo delinear as novas dimensões que passam a integrar a categoria competência a partir da introdução da base microeletrônica nos processos produtivos e sociais, com vistas à identificação dos princípios pedagógicos que devem orientar os projetos educativos que objetivam a inclusão dos que vivem do trabalho.1 1 Pesquisa coordenada pela Doutora Acacia Zeneida Kuenzer, do Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, que integra os seguintes pesquisadores: Doutora Noela Invernizzi, do Setor de Educação/UFPR; Bolsistas Recém-Doutor Sonia Landini e Vidalcir Ortigara; bolsistas de IC Ana Carolina S. Duarte, Lúcia de Fátima Skrzypnik e Lidiane Lovatel; bolsistas de AT Sérgio A. Suckow e Ignácio G. Chaves. Para tanto, será discutida a categoria competência tal como historicamente vem sendo construída nos modos taylorista/fordista e toyotista de organizar e gerir a produção, buscando compreender os seus limites e possibilidades para uma possível inclusão dos que vivem do trabalho, com particular destaque para a relação entre teoria e prática e entre conhecimento tácito e conhecimento científico. Finalmente, será apontada a função mediadora da educação no estabelecimento de articulações entre trabalho e conhecimento.

Palavras-chave: conhecimento tácito, novas tecnologias e educação, relação teoria e prática.

ABSTRACT

This article presents the synthesis of the results which have been obtained by the research on the Productive restructuring and new work ways: the new pedagogical project for the scientific-technological education. Such work has been financed by the South Plan of Research and Pos-graduation/CNPq/ Fundação Araucária, and it aims to outline the new dimensions that start making part of the competence category through the introduction of the microelectronic basis into the productive and social processes, focusing on the identification of the pedagogical principles that must guide the educative projects aiming the inclusion of the ones who live from the work.2 2 Research coordenated by Doctor Acacia Zeneida Kuenzer, from the Education Sector of Universidade Federal do Paraná, where the following researchers are integrated: Doctor Noela Invernizzi, from the Education Sector/UFPR; the holders of scholarships newlydoctors Sonia Landini and Vidalcir Ortigara; the holders of scholarships at IC Ana Carolina S. Duarte, Lúcia de Fátima Skrzypnik and Lidiane Lovatel; the holders of scholarships at AT Sérgio A. Suckow and Ignácio G. Chaves. 3 MARX, K.; ENGELS, F. A ideologia alemã. Lisboa: Martins Fontes, 1976. 4 KOPNIN, P. V. A dialética como lógica e teoria do conhecimento. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978. p. 119. 5 GRAMSCI, A. Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: Civilização, 1978. 6 KUENZER, A. Exclusão includente e inclusão excludente: a nova forma de dualidade estrutural que objetiva as novas relações entre educação e trabalho. In: SAVIANI, D.; SANFELICE, J. L.; LOMBARDI, J. C. (Orgs.). Capitalismo, trabalho e educação. Campinas: Autores Associados, 2002. 7 KUENZER, A. Conhecimento e competências no trabalho e na escola. Boletim Técnico do SENAC, Rio de Janeiro, v. 28, n. 2, p. 3, maio/ago. 2002. 8 HARVEY, D. Condição pós-moderna. São Paulo: Loyola, 1992. p. 135-140. 9 HARVEY, op. cit., p. 141. 10 ZARIFIAN, P. Objetivo competência: por uma nova lógica. São Paulo: Atlas, 2001. p. 40-45. 11 KUENZER, A. Educação profissional: novas categorias para uma pedagogia do trabalho. Boletim Técnico do Senac, Rio de Janeiro, v. 25, n. 2, p. 19-29, maio/ago. 1989. 12 KUENZER, Conhecimento e competências..., op. cit., p. 7-8. 13 Ibid., p. 8. 14 VAZQUEZ, A. S. Filosofia da praxis. Rio de janeiro: Paz e Terra, 1968. p. 185. 15 Ibid., p. 203. 16 JONES, B.; WOOD, S. Qualificações tácitas, divisão do trabalho e novas tecnologias. Sociologia du travail, n. 4, 1984. Tradução livre. 17 JONES; WOOD, op. cit; LLORI, M. Acidentes industriais: o custo do silêncio. Rio de Janeiro: Multiação, 2001; DEJOURS, C. Inteligência operária e organização do trabalho: a propósito do modelo japonês de produção. In: HIRATA, H. (Org.). Sobre o modelo japonês. São Paulo: Edusp, 1993. 18 JONES; WOOD, op. cit., p. 3. 19 REIS, M. A articulação entre conhecimento tácito e científico na operação de sistemas digitais: projeto de pesquisa. Curitiba: UFPR, PPGE, 2003. 20 JONES; WOOD, op. cit., p. 6. 21 DEJOURS, op. cit., p. 286. 22 DEJOURS, op. cit., p. 288-290. 23 JONES; WOOD, op. cit., p. 6. 24 ZARIFIAN, op. cit., p. 41-43. 25 DEJOURS, op. cit., p. 289. 26 Ibid., p. 288. 27 LLORY, op. cit., p. 21-36. 28 DEJOURS, op. cit., p. 284. 29 ARAÚJO, E. A educação para a saúde dos trabalhadores no contexto da acumulação flexível: estudo de um setor de uma refinaria de petróleo. Curitiba, 1999. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Paraná. 30 REIS, op. cit. 31 KUENZER, Conhecimento e competências..., op. cit., p. 8. 32 Id. 33 KUENZER, Conhecimento e competências..., op. cit., p. 8. Thus, the competence category will be discussed in the same way it has historically been built through the taylorist/fordist and toyotist ways of organizing and administrating the production, searching for the understanding of its limits and possibilities for a possible inclusion of the ones who live from the work, and outstanding the relationship between theory and practice and between tacit and scientific knowledge. Finally, the mediation function of the education in the setting up of articulations between work and knowledge will be pointed out.

Key-words: tacit knowledge, new technologies and education, theory and practice relationship.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

Texto recebido em 25 maio 2003

Texto aprovado em 05 set. 2003

  • ARAÚJO, E. A educação para a saúde dos trabalhadores no contexto da acumulação flexível: estudo de um setor de uma refinaria de petróleo. Curitiba, 1999. Dissertação (Mestrado) - Universiade Federal do Paraná, PPGE.
  • DEJOURS, C. Inteligência operária e organização do trabalho: a propósito do modelo japonês de produção. In: HIRATA, H. (Org.). Sobre o modelo japonês São Paulo: Edusp, 1993.
  • GRAMSCI, A. Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: Civilização, 1978.
  • HARVEY, D. Condição pós-moderna. São Paulo: Loyola, 1992.
  • JONES, B.; WOOD, S. Qualificações tácitas, divisão do trabalho e novas tecnologias. Sociologia du travail, n. 4, 1984.
  • LLORI, M. Acidentes industriais: o custo do silêncio. Rio de Janeiro: Multiação, 2001.
  • KOPNIN, P. V. A dialética como lógica e teoria do conhecimento. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.
  • KUENZER, A. Conhecimento e competências no trabalho e na escola. Boletim Técnico do SENAC, Rio de Janeiro, v. 28, n. 2, maio/ago. 2002.
  • ______. Educação profissional: novas categorias para uma pedagogia do trabalho. Boletim Técnico do Senac, Rio de Janeiro, v. 25, n. 2, p. 19-29, maio/ago. 1999.
  • ______. Exclusão includente e inclusão excludente: a nova forma de dualidade estrutural que objetiva as novas relações entre educação e trabalho. In: SAVIANI, D.; SANFELICE, J. L.; LOMBARDI, J. C. (Orgs.). Capitalismo, trabalho e educação Campinas: Autores Associados, 2002.
  • MARX, K.; ENGELS, F. A ideologia alemã Lisboa: Martins Fontes, 1976.
  • REIS, M. A articulação entre conhecimento tácito e científico na operação de sistemas digitais: projeto de pesquisa. Curitiba: UFPR, PPGE, 2003.
  • VAZQUEZ, A. S. Filosofia da praxis. Rio de janeiro: Paz e Terra, 1968.
  • ZARIFIAN, P. Objetivo competência: por uma nova lógica. São Paulo: Atlas, 2001.
  • 1
    Pesquisa coordenada pela Doutora Acacia Zeneida Kuenzer, do Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, que integra os seguintes pesquisadores: Doutora Noela Invernizzi, do Setor de Educação/UFPR; Bolsistas Recém-Doutor Sonia Landini e Vidalcir Ortigara; bolsistas de IC Ana Carolina S. Duarte, Lúcia de Fátima Skrzypnik e Lidiane Lovatel; bolsistas de AT Sérgio A. Suckow e Ignácio G. Chaves.
  • 2
    Research coordenated by Doctor Acacia Zeneida Kuenzer, from the Education Sector of Universidade Federal do Paraná, where the following researchers are integrated: Doctor Noela Invernizzi, from the Education Sector/UFPR; the holders of scholarships newlydoctors Sonia Landini and Vidalcir Ortigara; the holders of scholarships at IC Ana Carolina S. Duarte, Lúcia de Fátima Skrzypnik and Lidiane Lovatel; the holders of scholarships at AT Sérgio A. Suckow and Ignácio G. Chaves.
    3 MARX, K.; ENGELS, F.
    A ideologia alemã. Lisboa: Martins Fontes, 1976.
    4 KOPNIN, P. V.
    A dialética como lógica e teoria do conhecimento. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978. p. 119.
    5 GRAMSCI, A.
    Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: Civilização, 1978.
    6 KUENZER, A. Exclusão includente e inclusão excludente: a nova forma de dualidade estrutural que objetiva as novas relações entre educação e trabalho. In: SAVIANI, D.; SANFELICE, J. L.; LOMBARDI, J. C. (Orgs.).
    Capitalismo, trabalho e educação. Campinas: Autores Associados, 2002.
    7 KUENZER, A. Conhecimento e competências no trabalho e na escola.
    Boletim Técnico do SENAC, Rio de Janeiro, v. 28, n. 2, p. 3, maio/ago. 2002.
    8 HARVEY, D.
    Condição pós-moderna. São Paulo: Loyola, 1992. p. 135-140.
    9 HARVEY, op. cit., p. 141.
    10 ZARIFIAN, P.
    Objetivo competência: por uma nova lógica. São Paulo: Atlas, 2001. p. 40-45.
    11 KUENZER, A. Educação profissional: novas categorias para uma pedagogia do trabalho.
    Boletim Técnico do Senac, Rio de Janeiro, v. 25, n. 2, p. 19-29, maio/ago. 1989.
    12 KUENZER, Conhecimento e competências..., op. cit., p. 7-8.
    13 Ibid., p. 8.
    14 VAZQUEZ, A. S.
    Filosofia da praxis. Rio de janeiro: Paz e Terra, 1968. p. 185.
    15 Ibid., p. 203.
    16 JONES, B.; WOOD, S. Qualificações tácitas, divisão do trabalho e novas tecnologias.
    Sociologia du travail, n. 4, 1984. Tradução livre.
    17 JONES; WOOD, op. cit; LLORI, M.
    Acidentes industriais: o custo do silêncio. Rio de Janeiro: Multiação, 2001; DEJOURS, C. Inteligência operária e organização do trabalho: a propósito do modelo japonês de produção. In: HIRATA, H. (Org.).
    Sobre o modelo japonês. São Paulo: Edusp, 1993.
    18 JONES; WOOD, op. cit., p. 3.
    19 REIS, M.
    A articulação entre conhecimento tácito e científico na operação de sistemas digitais: projeto de pesquisa. Curitiba: UFPR, PPGE, 2003.
    20 JONES; WOOD, op. cit., p. 6.
    21 DEJOURS, op. cit., p. 286.
    22 DEJOURS, op. cit., p. 288-290.
    23 JONES; WOOD, op. cit., p. 6.
    24 ZARIFIAN, op. cit., p. 41-43.
    25 DEJOURS, op. cit., p. 289.
    26 Ibid., p. 288.
    27 LLORY, op. cit., p. 21-36.
    28 DEJOURS, op. cit., p. 284.
    29 ARAÚJO, E.
    A educação para a saúde dos trabalhadores no contexto da acumulação flexível: estudo de um setor de uma refinaria de petróleo. Curitiba, 1999. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Paraná.
    30 REIS, op. cit.
    31 KUENZER, Conhecimento e competências..., op. cit., p. 8.
    32 Id.
    33 KUENZER, Conhecimento e competências..., op. cit., p. 8.
  • Datas de Publicação

    • Publicação nesta coleção
      04 Mar 2015
    • Data do Fascículo
      2003

    Histórico

    • Recebido
      25 Maio 2003
    • Aceito
      05 Set 2003
    Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Educar em Revista, Setor de Educação - Campus Rebouças - UFPR, Rua Rockefeller, nº 57, 2.º andar - Sala 202 , Rebouças - Curitiba - Paraná - Brasil, CEP 80230-130 - Curitiba - PR - Brazil
    E-mail: educar@ufpr.br