Narrativas formativas e profissionais de uma professora transexual

Alfrancio Ferreira Dias Sobre o autor

RESUMO

Neste texto, refletimos acerca do processo formativo e da atuação profissional de uma professora transexual, a partir das políticas de subjetivação corporal e de gênero inscritas no campo da Educação. Metodologicamente, utilizou-se uma abordagem qualitativa pós-crítica, através da realização de entrevista narrativa. As narrativas contribuem para o início e/ou desenvolvimento da desconstrução de práticas educativas marcadas pelo princípio da regulação normativa, uma vez que a Educação também pode ser um campo de (des)aprendizagens das regulações de gênero, mediante a inserção, permanência e desestabilizações que pessoas transexuais realizam.

Palavras-chave:
Formação docente; Identidade de gênero; Transexualidade

Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Educar em Revista, Setor de Educação - Campus Rebouças - UFPR, Rua Rockefeller, nº 57, 2.º andar - Sala 202 , Rebouças - Curitiba - Paraná - Brasil, CEP 80230-130 - Curitiba - PR - Brazil
E-mail: educar.ufpr2016@gmail.com educar@ufpr.br
Accessibility / Report Error