Representações sociais de professores acerca do aluno com deficiência: a prática educacional e o ideal do ajuste à normalidade

Teachers' social representations of students with special needs: educational practice and the ideal of adjustment to normality

Nesta pesquisa a teoria das representações foi o plano sobre o qual problematizamos as concepções dos professores a respeito da inclusão do aluno com deficiência no ensino regular. Investigamos a hipótese de que a forma como o professor vê o aluno deficiente na sala de aula orienta seu comportamento e sua prática. O instrumento de coleta de dados consistiu em um questionário com a seguinte evocativa: "incluir um aluno portador de deficiência em minha sala de aula". A população-alvo foi constituída por 107 alunos do curso de Pedagogia da Universidade Federal de Mato Grosso, dos quais 60 frequentavam o curso no município de Canarana, em 2001, e 47 estavam matriculados na sede, em Cuiabá, em 2005. De forma enfática, o professor fala da educação, a partir de uma matriz identitária intimamente relacionada à sua prática, tendo sua percepção do aluno com deficiência ancorada em uma representação hegemônica da normalidade.

Inclusão educacional; Aluno deficiente; Representações sociais


Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Av. Berttrand Russel, 801 - Fac. de Educação - Anexo II - 1 andar - sala 2, CEP: 13083-865, +55 12 99162 5609, Fone / Fax: + 55 19 3521-6710 / 6708 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: revistas.cedes@linceu.com.br