Dispositivos de regulação conservadora, currículo e trabalho docente

Conservative regulation devices, curriculum and teaching

Neste artigo discutimos dispositivos de controle, como regulação conservadora, e suas interferências tanto no processo de trabalho de professoras em início de carreira quanto na fabricação de suas identidades profissionais. A análise aqui apresentada é fruto de uma pesquisa realizada com professoras que atuam entre a 1ª e a 4ª série do ensino fundamental em escolas públicas, com menos de três anos de magistério e sem experiência anterior de trabalho efetivo em sala de aula. É sobre as professoras em início de carreira que se produz um conjunto de práticas (discursos) que tem como função regular suas práticas e decisões, estabelecendo o quadro das condutas consideradas legítimas para que se efetive o processo educativo. Os efeitos dessa regulação agem sobre o processo de trabalho docente e sobre os processos de significação nele produzidos, estabelecendo uma representação do que vêm a ser a docência e sua identidade, tratando assim de ressignificar as práticas educativas.

Trabalho docente; Dispositivos de controle; Currículo; Identidade


Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Av. Berttrand Russel, 801 - Fac. de Educação - Anexo II - 1 andar - sala 2, CEP: 13083-865, +55 12 99162 5609, Fone / Fax: + 55 19 3521-6710 / 6708 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: revistas.cedes@linceu.com.br