CURRÍCULO, RACISMO E O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA: AS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NA EDUCAÇÃO E NA SOCIEDADE* * Artigo resultado do projeto de pesquisa “Racismo, livros didáticos e relações étnico-raciais na educação e na sociedade” financiado pelo CNPq.

Curriculum, racism and the teaching of the Portuguese language: racial and ethnic relations in education and society

Le curriculum scolaire, le racisme et l’enseignement de la langue portugaise: les relations raciales et ethniques dans l’éducation et la société

Isabela Bastos de Carvalho Alexandre de Carvalho Castro Sobre os autores

RESUMO:

Este artigo teve por objetivo analisar a contribuição de prescrições curriculares para o enfrentamento do racismo, por meio do ensino de Língua Portuguesa no Ensino Médio. O referencial teórico-metodológico, pautado em Bakhtin, implicou a análise discursiva - eminentemente dialógica - de documentos curriculares: a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio, as Novas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica, as Orientações Curriculares para o Ensino Médio e a Base Nacional Comum Curricular. A análise dos resultados evidenciou que, embora existam currículos comprometidos com relações étnico-raciais, a manutenção das práticas tradicionais deixa claro que normas curriculares, por si só, são incapazes de promover igualdade racial no Brasil.

Palavras-chave:
Currículo; Relações étnico-raciais; Ensino Médio; Bakhtin; Língua Portuguesa

Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Av. Berttrand Russel, 801 - Fac. de Educação - Anexo II - 1 andar - sala 2, CEP: 13083-865, +55 12 99162 5609, Fone / Fax: + 55 19 3521-6710 / 6708 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: revistas.cedes@linceu.com.br