Os ingredientes da competência: Um exercício necessário para uma questão insolúvel

The components of competency, a necessary exercise for an unsolvable problem

As mudanças técnicas organizacionais e econômicas dos últimos dez anos levaram os chefes de projetos e de empresa a substituir progressivamente o termo "qualificação" pelo de "competência" para pensar o problema dos ajustes das pessoas às tarefas ou aos objetivos, bem como a buscar procedimentos ou modelos de avaliação dessas competências. Ora, se por um lado a questão é legítima e se coloca além mesmo da conjuntura atual, por outro, essa busca de procedimentos ou grades descontextualizadas, codificáveis e homogêneas é incompatível com a pluralidade de registros ou elementos que toda atividade de trabalho tenta articular. De fato, esta comporta pelo menos três polaridades diferentes: o grau de apropriação de saberes conceitualizáveis, o grau de apreensão das dimensões propriamente históricas da situação e o debate de valores a que se vê convocado todo indivíduo num meio de trabalho particular. Há, portanto, uma heterogeneidade fundamental nos "ingredientes" da competência, relações dinâmicas entre esses ingredientes nunca verdadeiramente antecipáveis e, conseqüentemente, pesquisas a serem conduzidas acerca dos procedimentos de avaliações diferenciadas, apropriadas à diversidade desses ingredientes.

Trabalho; qualificação; competência; mudanças técnicas organizacionais; gestão dos recursos humanos


Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Av. Berttrand Russel, 801 - Fac. de Educação - Anexo II - 1 andar - sala 2, CEP: 13083-865, +55 12 99162 5609, Fone / Fax: + 55 19 3521-6710 / 6708 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: revistas.cedes@linceu.com.br