POLÍTICAS DE FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO NA ARGENTINA, NO URUGUAI E NO BRASIL (1990-2014)*CASTRO, J. A. de; RIBEIRO, J. A. C. As políticas sociais e a Constituição de 1988: conquistas e desafios. In: Políticas Sociais: acompanhamento e análise. Brasília: IPEA, 2009. v. 1. n. 17. p. 17-97. (Número especial: Vinte Anos da Constituição Federal).

Education funding policies in Argentina, Uruguay and Brazil (1990-2014)

Politiques de financement de l’éducation en Argentine, au Brésil et en Uruguay (1990-2014)

Nalú Farenzena Juca Gil Maria Goreti Farias Machado Rosa Maria Pinheiro Mosna Sobre os autores

RESUMO:

São analisadas políticas de financiamento da educação da Argentina, do Brasil e do Uruguai, abrangendo comparação entre os países e entre um período de governos progressistas (2003-2014) e a década de 1990, quando foram implementadas políticas de corte neoliberal. As políticas são enfocadas em três dimensões - responsabilidades governamentais, gasto público e distribuição de recursos entre governos -, sendo pontuadas situações de manutenção ou redefinição. Evidenciaram-se, em termos gerais, redefinições parciais, bem como a forte influência das formas de Estado e de organização da educação dos países no financiamento da educação.

Palavras-chave:
Financiamento da educação; Educação comparada; Educação no Brasil; Educação na Argentina; Educação no Uruguai

Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Av. Berttrand Russel, 801 - Fac. de Educação - Anexo II - 1 andar - sala 2, CEP: 13083-865, +55 12 99162 5609, Fone / Fax: + 55 19 3521-6710 / 6708 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: revistas.cedes@linceu.com.br