A universidade e a formação profissional dos docentes: novos questionamentos

University and the professional training of teachers: new questionings

Este texto propõe uma análise da situação atual da formação profissional para o ensino e suas relações com a universidade a partir da potencialização de uma vontade de maior eficácia por parte do Estado. Ele identifica três desafios: 1) a colocação em tensão de abordagens plurais do desenvolvimento profissional dos docentes e da melhoria das escolas, 2) os modos de gerenciar a obrigação de resultados em formação, por parte dos professores, e, por trás desses dois primeiros pontos, 3) as relações com a "ciência" e a "pesquisa" no contexto do retorno em força da "ciência dura". Com relação a esses desafios, uma universidade tem mais autonomia que um Instituto de Educação (École normale) e pode, ao se reivindicar da "esquerda do parlamento da ciência" (Kant), afastar certos perigos. Se a universidade não conseguir colocar em tensão fecunda abordagens plurais da melhoria da prática e das escolas, ter uma resposta sofisticada à obrigação de resultados e nem desenvolver nos docentes uma relação crítica com a ciência, quem conseguirá?

Formação profissional para o ensino; Universidade; Obrigação de resultados; Eficácia e relação crítica com a ciência


Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Av. Berttrand Russel, 801 - Fac. de Educação - Anexo II - 1 andar - sala 2, CEP: 13083-865, +55 12 99162 5609, Fone / Fax: + 55 19 3521-6710 / 6708 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: revistas.cedes@linceu.com.br