• Untitled document Editorial

  • Apresentação Dossiê:"Sociologia da infância: pesquisas com crianças"

    Delgado, Ana Cristina Coll; Müller, Fernanda
  • Generations and alterity: questions to the sociology of childhood Dossiê:"Sociologia da infância: pesquisas com crianças"

    Sarmento, Manuel Jacinto

    Abstract in Portuguese:

    A sociologia da infância propõe-se a constituir a infância como objecto sociológico, resgatando-a das perspectivas biologistas, que a reduzem a um estado intermédio de maturação e desenvolvimento humano, e psicologizantes, que tendem a interpretar as crianças como indivíduos que se desenvolvem independentemente da construção social das suas condições de existência e das representações e imagens historicamente construídas sobre e para eles. Porém, mais do que isso, a sociologia da infância propõe-se a interrogar a sociedade a partir de um ponto de vista que toma as crianças como objecto de investigação sociológica por direito próprio, fazendo acrescer o conhecimento, não apenas sobre infância, mas sobre o conjunto da sociedade globalmente considerada. A infância é concebida como uma categoria social do tipo geracional por meio da qual se revelam as possibilidades e os constrangimentos da estrutura social. O desafio a que nos propomos é interrogar o modo como constructos teóricos como "geração" e "alteridade" se constituem como portas de entrada para o desvelamento dos jardins ocultos em que as crianças foram encerradas pelas teorias tradicionais sobre a infância e de como esse conhecimento se pode instituir em novos modos de construção de uma reflexividade sobre a condição de existência e os trajectos de vida na actual situação da modernidade.

    Abstract in English:

    The sociology of childhood intends to establish childhood as a sociological object, rescuing it from the biological viewpoint, which reduces it to an intermediate maturation and human development stage, and from the psychological approach, which tends to look at children as individuals who develop independently from the social framework of their conditions of existence and from the different representations and pictures that have historically been built about and for them. Moreover, the sociology of childhood proposes to question society from a point of view that considers children as a per se object of sociological investigation, increasing knowledge on both childhood and society as a whole. Childhood is thus conceived as a generational category that reveals the possibilities and constraints of the social structure. The challenge we address is to question how such theoretical constructs as "generation" and "alterity" are set up as gateways to the hidden gardens in which children have been confined by the traditional theories on childhood and how such knowledge can create new ways of building up reflexivity on both the conditions of existence and the paths of life in the current situation of modernity.
  • Child, childhood(s), children: which objective to give to the childhood social science? Dossiê:"Sociologia da infância: pesquisas com crianças"

    Javeau, Claude

    Abstract in Portuguese:

    A infância designa um conceito polissêmico que reenvia a uma multiplicidade de dimensões ou campos. Se esse conceito é reduzido ao termo "criança", entra-se no campo psicológico; ao termo "infância", no campo demográfico, o qual se revela ser também de ordem econômica; se se fala de "crianças", entra-se no campo propriamente antropológico ou socioantropológico. A área que essa última dimensão define constitui o verdadeiro objeto susceptível de ser abordado pelas ciências sociais no que diz respeito a essa faixa da população. As pesquisas referentes a esse assunto exigem métodos apropriados. Se no que diz respeito ao momento intersubjetivo relativo à sociedade, correspondendo este ao nível de análise microssociológica, tais métodos podem exigir do pesquisador que ele "se torne criança" a fim de poder reconstituir pela imaginação o universo das culturas infantis. No que diz respeito ao momento institucional, social, propriamente dito, correspondendo ao nível de análise macrossociológico, trata-se de levar em consideração os fenômenos estruturais, particularmente os que concernem à dominação, que afetam as crianças tanto quanto as outras faixas da população, e que se inscrevem numa perspectiva histórica. Esse processo geral de estruturação se aplica também ao universo infantil, e é ele que constitui a chave heurística de toda pesquisa sobre esse universo.

    Abstract in English:

    The childhood designates a polysemic concept that remits a multiplicity of dimensions or fields. If this concept is reduced to the term "child", it enters in the psychological field; the term "childhood" in the demographic field, which also reveals to be of economic order; if it talks about "child" it enters in the properly anthropologic or socio-anthropological field. The area that this last dimension defines constitutes the real susceptible object of being broached to the social sciences, regarding this level of population. The researches referring to this subject demand proper methods. With regards to the inter subjective moment related to the society, this corresponds to the level of micro-sociological analysis; such methods may demand from the researcher that he "becomes a child" in order to be able to reconstitute through imagination the universe of children cultures, regarding the institutional, social moment, corresponding to the level of macro-sociological analysis. It has to be taken into consideration the structural phenomena particularly those which concern the domination that affects the children as well as other age population, that subscribe to a historical perspective. This process of general structure is also applied to the child universe; it is the one which constitutes the heuristic key of all research about this universe.
  • Changes in the methods of socializing children: a sociological approach Dossiê:"Sociologia da infância: pesquisas com crianças"

    Mollo-Bouvier, Suzanne

    Abstract in Portuguese:

    Alardear que a análise sociológica ainda se interessa muito pouco pelas crianças não impede que estas sejam alvo de e tomem parte nas constantes evoluções da sociedade. Como sujeito social, a criança participa de sua própria socialização, mas também da reprodução e da transformação da sociedade. Para contribuir à necessária construção de uma sociologia da infância, proporia quatro abordagens que se entrecruzam: 1) a segmentação social das idades e a incerteza quanto ao período da infância; 2) a tendência a favorecer a socialização em estruturas coletivas fora da família; 3) a transformação e as contradições das concepções da infância; 4) o interesse generalizado por uma educação precoce.

    Abstract in English:

    Recognizing that the sociological analysis does not pay much attention to children does not prevent them from suffering from and participating in the permanent evolution of society. As social subjects, children participate in their own socialization, as well as in the reproduction and changes of society. To participate in the necessary building of a Sociology of Childhood, I will propose four interconnected approaches: 1) The social segregation of ages and uncertainty about the period of childhood; 2) The tendency to promote collective structures outside of families; 3) The changes and contradictions in the conceptions of childhood; 4) The generalized interest for premature education.
  • Denominations of childhood: from abnormality to disability Dossiê:"Sociologia da infância: pesquisas com crianças"

    Plaisance, Eric

    Abstract in Portuguese:

    Que lugar pode ocupar o estudo da deficiência no quadro da sociologia da infância? Tal é a contribuição que gostaríamos de apresentar, analisando, ao mesmo tempo, a história da infância dita "deficiente" e as evoluções recentes, a partir de 1975, em matéria de escolarização. Ao mesmo tempo que damos descrições detalhadas dessas evoluções, procuramos pôr à prova duas hipóteses complementares: 1) A representação da criança portadora de "deficiência" é dominada pela representação da deficiência, mais do que pela representação da criança como criança, com suas particularidades eventuais?<A NAME="tx01"></A> 2) A alteridade "comum" da criança com relação ao adulto é redobrada no caso da criança deficiente e torna ainda mais ambíguas a enunciação e a aplicação, a seu respeito, da ideologia moderna dos direitos da criança.<A NAME="tx02"></A>

    Abstract in English:

    What place should be given to the studies on disability within the sociology of childhood? This is the contribution we would like to make through the analysis of both the history of the so-called "disabled" childhood and of the recent schooling evolutions, from 1975 onward. While giving detailed descriptions of such evolutions, we seek to test two additional hypotheses: 1) The representation of children with "disabilities" is dominated more by the representation of disability than by that of children, with its potential particularities. 2) Otherness, "common" to all children with regard to adults, is here doubled in the case of disabled children, which turns even more ambiguous stating and applying the modern ideology of the rights of children in their case.
  • Children as researchers: the effects of participation rights on research methodology Dossiê:"Sociologia da infância: pesquisas com crianças"

    Alderson, Priscilla

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo contempla questões que surgem para os adultos que fazem pesquisa com crianças pesquisadoras. Esses pontos são ilustrados mais por meio de uma revisão da literatura internacional do que por um relatório de pesquisa original. Três áreas principais serão abordadas: os estágios do processo de pesquisa em que as crianças podem ser envolvidas como atores; os níveis de participação das crianças; e o uso de métodos que podem aumentar o envolvimento informado das crianças em pesquisas, sem deixar de respeitar seus direitos. Considero as crianças co-produtoras de dados durante as pesquisas realizadas com elas.

    Abstract in English:

    This paper considers issues raised for adults who do research with child researchers. The points will be illustrated through a review of an international literature rather than an original research report. Three main areas will be discussed: stages of the research process at which children can be involved as actors; levels of children's participation; and the use of methods which can increase children's informed involvement in research, thereby respecting their rights. The idea of seeing the 'researched' adult as a co-researcher or co-producer of data, and equally involved in the analysis, is already widely acknowledged. This idea is usually argued for in terms of control, and of addressing power imbalances in the research relationship. It can also be justified in terms of efficiency, as opening the way to a broader range of collection methods and fuller understanding of the data. This paper, similarly, sees children as co-producers of data during research conducted with them.
  • Field entry, acceptance and nature of participation in ethnographic studies with young children Dossiê:"Sociologia da infância: pesquisas com crianças"

    Corsaro, William A.

    Abstract in Portuguese:

    Fazer pesquisa etnográfica com crianças pequenas envolve um certo número de desafios uma vez que os adultos são percebidos como poderosos e controladores de suas vidas. Este artigo relata minhas pesquisas etnográficas comparativas com crianças de pré-escolas nos Estados Unidos e na Itália. Enfoco mais particularmente a entrada no campo, o estabelecimento do status de participante e a coleta de notas de campo e de dados audiovisuais. Faço uma breve revisão dos procedimentos de entrada no campo que usei nos locais de pesquisa de campo nos Estados Unidos e na Itália. Discuto como, com o tempo, passei a fazer "pesquisa com, e não mais sobre, crianças", ou seja, como meus métodos de coleta de dados acabaram se tornando gradualmente mais abertos à contribuição direta das crianças. Finalmente, usando a pesquisa de Modena, na Itália, discuto uma etnografia longitudinal ao longo de períodos-chave de transição na vida das crianças. Essa etnografia implicou que permanecesse com e continuasse observando e entrevistando as crianças quando entraram na primeira série e durante seus cinco anos de escola primária.

    Abstract in English:

    Doing ethnographic research with young children involves a number of challenges as adults are perceived as powerful and controlling of children's lives. In this paper I review my comparative ethnographic research of preschool children in the United States and Italy. The focus is on field entry, establishing participant status, and the collection of field notes and audiovisual data. I briefly review field entry procedures I employed in field sites in the United States and Italy. I discuss how my data collection methods over time became gradually more open to children's direct input which is what I mean by "research with as opposed to on children". Finally, using the research from Modena, Italy I discuss a longitudinal ethnography across key transition periods in children's lives. This ethnography involved my staying with and continuing to observe and interview the children as the entered first grade and throughout their five years of elementary school.
  • Children and young people as social actors in school: how to understand them? Dossiê:"Sociologia da infância: pesquisas com crianças"

    Rayou, Patrick

    Abstract in Portuguese:

    Este texto apresenta uma reflexão sobre o processo metodológico que iniciei por ocasião de pesquisas que venho fazendo há 12 anos sobre a socialização das crianças e dos jovens de níveis diversos de escolarização. A preocupação de me liberar do "adultocentrismo", que muitas vezes impede de aceder às categorias específicas da experiência social infantil, levou-me a utilizar instrumentos de pesquisa que escolhi múltiplos e adaptados a atores socais em toda a extensão da palavra. Crianças e jovens não se comportam como adultos acabados, são, porém, tanto quanto estes, desejosos de analisar e de redefinir no seu próprio interesse as coerções situacionais sobre eles exercidas individualmente ou coletivamente. Para entender as tribulações que assim enfrentam como o sentido que eles lhes dão, utilizei, de modo geral, entrevistas inspiradas em métodos etnográficos, mas criei também cenários a partir dos quais crianças podem exprimir perfeitamente conceitos, já bem elaborados, sobre a justiça e a vida pública. O estudo de incidentes-chave ou de "negócios" levando-os a enfrentar atores adultos permitiu-me igualmente apresentar algumas propostas sobre as diversas maneiras que eles têm de viver juntos em diferentes momentos da escolaridade. Enfim a importância dada ao objeto do trabalho escolar, como a redação de textos "longos", permitiu-me abordar a relação aos "saberes" de um ponto de vista que a narração da experiência, somente, oculta de modo geral. Em todas essas pesquisas, esforcei-me igualmente a não opô-las; tentei, de preferência, conciliar pontos de vista qualitativos com tratamentos quantitativos na esperança de ter acesso simultaneamente ao significativo e ao representativo.

    Abstract in English:

    This article presents a reflexive analysis of the methods of investigation that I have used over twelve years of research on children and youth socialisation at different school levels. The desire to free myself from an "adult-centred" position that prevents researchers to reach the specific categories of children's social experience has led me to develop multiple research tools adapted to these social actors. Children do not behave, it is true, as accomplished adults, but they wish, as them, to analyse and redefine at their advantage the situational constraints that they meet individually or collectively. To understand the trials they are confronted to and the meaning they give to them I have used ethnographic interviews, but I have also conceived scripts from which children can perfectly express well-developed conceptions of justice and politics. The analysis of key incidents or "affairs" that confront children to adults has also allowed me to put forward some propositions concerning their group sociability at different points in their school careers. Finally, the examination of some dimensions of schoolwork such as "long" written texts has led me to analyse a relationship to school "knowledge" that life stories usually neglect. In all these research studies, I have tried to combine qualitative and quantitative approaches rather than opposing them in the hope of both gaining insight and being able to generalise.
  • Parental education practices and children's experience Dossiê:"Sociologia da infância: pesquisas com crianças"

    Montandon, Cléopâtre

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo tenta mostrar o quanto é importante estudar a experiência das crianças e seus pontos de vista para podermos compreender os diferentes fenômenos sociais que lhes dizem respeito. Na perspectiva da sociologia da infância, sua experiência é considerada no âmbito das estruturas sociais e do contexto particular nos quais se insere. A partir de vários exemplos no campo da educação de crianças, a autora argumenta que não basta examinar as práticas educativas de seus educadores, mas que é necessário compreender as perspectivas das crianças ou, dito de modo mais simples, que importa analisar não apenas o que os educadores fazem com as crianças, como também o que estas fazem com o que se faz com elas. Duas pesquisas são apresentadas para apoiar essa abordagem: a primeira diz respeito à experiência que as crianças têm de sua educação no âmbito familiar e escolar; a segunda trata de um objetivo particular dos educadores modernos: o desenvolvimento da autonomia das crianças. Em ambos os estudos, a experiência das crianças foi apreendida por intermédio de suas representações, emoções e ações, e foi situada segundo suas características sociais e culturais.

    Abstract in English:

    This paper tries to show that the experience of children and their points of view are paramount when one wants to understand the various social phenomena that concern them. According to the perspective of the Sociology of Childhood, children's experience is analyzed in the framework of the social structures and the particular contexts in which it takes place. Using different examples from the field of the education of children, the author argues that it is not sufficient to examine the educational practices of adults; it is equally important to examine the children's perspective. In other words, we should take into consideration what the children do with what is done to them. Two studies are presented to support this approach: the first one concerns the experience children have of their education in their family and school; the second one concerns a particular objective of modern education, namely the development of children's autonomy. In both studies, the experience of children is analyzed in terms of their representations, emotions and actions, with due consideration to their social and cultural characteristics.
  • Imagined childhoods: constructions of self and society in life stories Dossiê:"Sociologia da infância: pesquisas com crianças"

    Gullestad, Marianne

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo demonstra as conexões entre imaginar nações e imaginar infâncias e defende um exame mais crítico dos papéis e das significações mutáveis das lembranças de infância em narrativas autobiográficas, assim como do crescente uso, no mundo inteiro, de memórias de infância para a construção do eu moderno. O vínculo entre o eu da criança e o eu do adulto é o corpo enquanto repositório de memórias e sistema de ação, e o exame profundo e contínuo das experiências de infância é geralmente considerado como uma parte central e natural da representação da pessoa adulta. Logo, as reminiscências de infância costumam desempenhar um papel importante nas narrativas de vida em termos de quantidade, intensidade e centralidade, embora, ao mesmo tempo, tenham recebido pouca atenção teórica até agora. A meu ver, esses fatos fornecem a chave para a análise cultural do presente estágio da modernidade. Distingo as infâncias textuais das infâncias vividas e discuto o tipo de informação sobre uma infância vivida que as histórias de vida podem fornecem. Em particular, pergunto se as histórias de vida contadas por adultos podem nos ajudar a entender as experiências da infância do "ponto de vista da criança". A diferença entre o eu que narra e o eu que foi atinge o seu auge quando as pessoas narram suas experiências da infância. É neste sentido que as lembranças da infância podem ser consideradas como "infâncias imaginadas". A discussão junta insights de muitas disciplinas e implicações para as teorias social e literária.

    Abstract in English:

    This article demonstrates connections between the imagining of nations and the imagining of childhoods and argues for more critical examination of the changing roles and meanings of childhood recollections in autobiographical narratives as well as of the increasing use throughout the world of childhood memories for the construction of the modern self. The link between the child and the adult self is the body as a repository of memories and an action system, and the continuous scrutinizing of childhood experiences is usually regarded as a central and natural part of the representation of the adult person. Childhood reminiscences therefore often loom large in life narratives in terms of amount, intensity, and centrality, at the same time as they have so far obtained little theoretical attention. These facts, in my view, provide a key to the cultural analysis of the present stage of modernity. I distinguish between textual childhoods and lived childhoods, and I discuss what kind of information about lived childhood life stories can provide. In particular, I ask if life stories told by adults can help us understand childhood experiences from "the child's point of view". The difference between the self who tells and the self who was is at its greatest when people narrate their childhood experiences. It is in this sense that childhood recollections can be regarded as 'imagined childhoods'. The discussion brings together insights from many disciplines with implications for both social and literary theory.
  • Friends first: childhood birthdays, giving and receiving Dossiê:"Sociologia da infância: pesquisas com crianças"

    Sirota, Régine

    Abstract in Portuguese:

    Desde a infância, os aniversários propiciam trabalhos de socialização. Esse ritual, que costuma agrupar crianças da mesma faixa etária, faz surgir uma obrigação de trocar presentes: dádivas e contradádivas regem as seqüências da festa de aniversário. A abordagem etnográfica permite apreender o papel que cada ator social (filhos, pais, amigos) desempenha na construção social desse ritual. Os presentes estão no cerne de um verdadeiro trabalho de negociações no qual se confrontam constantemente normas e valores.

    Abstract in English:

    Ever since childhood birthday parties allow a process of socialization. Such ritual, which usually gathers children of a same age group, is an opportunity to exchange presents: gifts and counter-gifts structure the sequences of birthday parties. An ethnological approach thus enables to seize the contribution of each social actor (children, parents, relatives, and friends) in the social constructions of this ritual. Presents are the object of a real negotiation implying a permanent confrontation of norms and values through which a social link is built.
  • Deaf culture and deaf identity: crossroad of social and theoretical struggles Artigos

    Santana, Ana Paula; Bergamo, Alexandre

    Abstract in Portuguese:

    As expressões cultura e identidade surdas têm se legitimado, principalmente, pela defesa da língua de sinais como sendo a língua natural dos surdos. Essa defesa se faz por meio de uma inversão teórica que toma a língua, num primeiro momento, como determinada pelas práticas e interações sociais e, num segundo, faz dela a definidora dessas mesmas práticas. Este artigo discute os mecanismos de legitimação dessa inversão e suas implicações sociais e teóricas.

    Abstract in English:

    The expressions deaf culture and deaf identity have been legitimated, mainly, through the defense of sign language as being the natural language of deaf people. This defense is made through a theoretical inversion that takes the language as determined for the practical and social interactions and the proper language define these same practical. This article argues about the mechanisms of legitimation of this inversion and its social and theoretical implications
  • The importance of sign language to form the deaf identity Artigos

    Dizeu, Liliane Correia Toscano de Brito; Caporali, Sueli Aparecida

    Abstract in Portuguese:

    A proposta de educação bilíngüe para surdos vem sendo amplamente discutida. Nesta, o sujeito deve adquirir a língua de sinais, como primeira língua, de forma natural e uma segunda língua, a língua da sociedade ouvinte majoritária (oral e/ou escrita), construídas por intermédio das bases lingüísticas obtidas por meio da língua de sinais. Neste texto, são discutidos alguns aspectos importantes sobre a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) e sua aquisição pela criança surda, no que se refere ao desenvolvimento da linguagem, cognição e interação social. Também se discute a importância da inserção da criança surda na comunidade surda para formação dos processos identificatórios e culturais, com a finalidade de levar os profissionais que trabalham com surdos a refletir sobre a importância da LIBRAS para o surdo.

    Abstract in English:

    The proposal of bilingual education for the deaf have been largely discussed. In this theoretical principle, the deaf must acquire the sign language, as first language, by natural way and a second language, the predominant language of listener society (in the oral and/or writing form) based on the first language learning. In this text, are discussed some important aspects about LIBRAS (Brazilian Sign Language) and its cognition by the deaf child, regarding the development of the language, cognition and social interaction. The importance of the deaf child insertion in the deaf community for the formation of identification and cultural process will also be discussed, with the aim to take professionals involved in deaf people education to reflect about the LIBRAS importance to the deaf.
  • What's the body's place in the education? Notes about knowledge, cognitive processes and curriculum Artigos

    Nóbrega, Terezinha Petrucia da

    Abstract in Portuguese:

    O texto aborda elementos do projeto Iluminista e sua influência na educação do corpo, notadamente os aspectos da civilidade e a cultura do corpo no ideário da pedagogia moderna, considerando a perspectiva da instrumentalidade. Apontamos para possíveis caminhos das relações entre corpo e educação na contemporaneidade, com base em uma fenomenologia do corpo e sua relação com os processos cognitivos. Por fim, apresentamos indicadores para pensar o conhecimento do corpo na educação, partindo de reflexões sobre a educação do corpo e a organização do conhecimento no currículo.

    Abstract in English:

    This paper brings forth elements of the Enligthment project and their influence on body education, mainly the aspects of politeness and body's culture, in the modern pedagogy's ideas, considering the perspective of instrumentality. From a phenomenology of the body and its relation with the cognitive processes, we point out possible paths for the relations between body and education in the present times. Finally, we present indicators to think the knowledge of body in education based on reflections upon body education and the organization of knowledge in curricula.
  • Origins of the modern school in Brazil: the jesuitic contribution Artigos

    Alves, Gilberto Luiz

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho objetiva discutir a contribuição da Companhia de Jesus para a instauração da escola moderna no Brasil. Muito já foi dito sobre essa ordem religiosa, mas torna-se imperativo considerar sua obra educacional na perspectiva da contradição. Com essa intenção, são analisados aspectos ideológicos do ensino jesuítico, a relação educativa pertinente e a materialidade dos colégios, estabelecimentos escolares que colocaram a Companhia de Jesus na vanguarda da educação, desde os primeiros tempos de sua existência. A categoria organização do trabalho didático é central na análise, enquanto o material empírico é buscado, sobretudo, em fontes documentais e obras clássicas expressivas do período analisado.

    Abstract in English:

    The purpose of this work is to discuss the contribution of the Company of Jesus to the instauration of the modern school in Brazil. Much has been said about that religious order, but it becomes imperative to consider its educational work in the perspective of the contradiction. With that intention, are analyzed the ideological aspects of the Jesuitical education, the pertinent educational relation and the materiality of the college, school establishments that have placed the Company of Jesus in the vanguard of the education, since the first time of its existence. The organization of the teaching work category is central in the analysis, while the empirical material is searched mainly on documental sources and expressive classical works from the period analyzed.
  • About the time and the space of the school: from the principle of knowledge to the principle of sociableness Análise das Práticas Pedagógicas

    Miranda, Marília Gouvea de

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo discute as propostas de organização do ensino em ciclos de formação, buscando apreender os pressupostos subjacentes à racionalidade das reformas educacionais em curso no Brasil. Entende que essas propostas implicam uma mudança dos princípios que regem a organização dos espaços e tempos da escola pública: a escola constituída no princípio do conhecimento estaria dando lugar a uma escola orientada pelo princípio da socialidade. Trata-se de uma mudança na maneira de conceber a escola, com importantes implicações para a relação educação e sociedade. É abordada a diversidade de significados atribuídos à idéia de ciclos por parte dessa literatura, bem como a ausência de uma discussão clara sobre seus fundamentos. Conclui que essa inovação deva ser mais debatida, uma vez que se constata que a maior parte das publicações sobre o tema está orientada para a sua justificação.

    Abstract in English:

    This article discusses the proposals of the education organization in terms of formation cycles. Its aim is to understand the underlying principles related to the rationality of the educational reforms in course in Brazil. It understands that these proposals imply a change in the principles that conduct the organization of the spaces and times of the public school: the school built on the principle of the knowledge would be giving place to a school guided on the principle of the sociableness. It deals with a change in the way of conceiving the school with important implications in the relationship between education and society. The diversity of meanings attributed to the idea of cycles as stated in this literature is questioned, as well as the absence of a clear explanation about its principles. It concludes that this innovation must be more debated since most of publications on the subject are guided by its justification.
  • The University of Brasília own revenues, the financing of FISHE and the higher education reform Debates

    Velloso, Jacques; Marques, Paulo Marcello F.

    Abstract in Portuguese:

    texto discute o comportamento de despesas da Universidade de Brasília (UNB), enfatizando as receitas próprias, no cenário do financiamento das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), e trata das fundações de apoio em anteprojetos de reforma da educação superior do Governo Lula. O financiamento da UNB com verbas do MEC não difere muito do observado nas IFES, predominando recursos cadentes num sistema em expansão, no contexto da crise de hegemonia da universidade e de políticas voltadas para uma heterogeneidade no sistema federal. A UNB tem alta proporção de gastos com receitas próprias, vem tendo crescente dependência destas, mas a maioria é consumida na sua geração, mostrando que nenhuma universidade federal de qualidade pode prescindir dos recursos da União. O primeiro dos anteprojetos trouxe notáveis inovações no financiamento das IFES, mas o segundo renunciou a muitas das propostas originais. Exigiu transparência na atuação das fundações de apoio, subordinação a colegiados superiores e sinalizou longinquamente para uma futura reforma da gestão financeira e patrimonial.

    Abstract in English:

    The text analyses the behavior of expenditures of the University of Brasília (UNB), emphasizing its own revenues, in the context of the financing of Federal Institutions of Higher Education (FISHE), and deals with the university support foundations in preliminary proposals for a higher education reform bill of President Lula Government Administration. The public funding of UNB does not differ substantially from that of FISHE, in which falling resources relative to enrollment growth have prevailed; these are viewed within the framework of a hegemonic crisis of the university and of policies aimed to heterogeneity in the federal system. UNB has a high share of expenditures with its own revenues, and has been increasingly dependent on them, but most has been used up in their production, indicating that public funding is the key to quality standards. The first proposal for a higher education bill brought remarkable innovations for the financing of FISHE, but the second rejected many of the original innovations. It demanded transparency on the actuation of the university support foundations, and their subordination to parent institutions; it also remotely waved towards a future reform of the rules governing the management of FISHE finance.
  • "A gente gosta é de brincar com os outros meninos!" Relações sociais entre crianças num Jardim de Infância Imagens & Palavras

    Prado, Patrícia Dias
  • Pais na creche: a arte do diálogo entre educadores e família Imagens & Palavras

    Carvalho, Ana Maria Orlandina Tancredi
Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Av. Berttrand Russel, 801 - Fac. de Educação - Anexo II - 1 andar - sala 2, CEP: 13083-865, +55 12 99162 5609, Fone / Fax: + 55 19 3521-6710 / 6708 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: revistas.cedes@linceu.com.br