Uso de relatos escritos como instrumento de avaliação e intervenção em orientação profissional

The use of self-related experience as an instrument to professional guidance's evaluation and intervention

O presente trabalho teve como objetivo descrever a experiência auto-relatada de adolescentes que participaram de grupos de Orientação Profissional, quanto aos aspectos em comum da condição de entrada e saída do programa. Foram analisados os relatos escritos de 18 adolescentes com idades variando entre 15 e 17 anos, que participavam de dois grupos de Orientação Profissional numa universidade pública, na condição de pré e pós-orientação. Os resultados mostraram três temas principais abordados na condição de entrada: 1) a dificuldade de decisão; 2) as profissões da infância; 3) a influência dos pais. Na condição de saída, os temas foram: 1) aumento do autoconhecimento e conhecimento da realidade profissional; 2) aprendizagem do processo de tomada de decisão; 3) reconhecimento ao trabalho dos orientadores. A condução e manejo dos programas de Orientação Profissional podem ser aprimorados através da compreensão das experiências de crescimento pessoal que os adolescentes vivenciam nos grupos.

Orientação Profissional; tomada de decisão; adolescentes


Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Núcleo de Editoração SBI - Campus II, Av. John Boyd Dunlop, s/n. Prédio de Odontologia, 13060-900 Campinas - São Paulo Brasil, Tel./Fax: +55 19 3343-6875 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: estudosdepsicologia@puc-campinas.edu.br