Excelência profissional: a convergência necessária de variáveis psicológicas

Professional excellence: The necessary convergence of psychological variables

Leandro da Silva ALMEIDA Solange Muglia WECHSLER Sobre os autores

O estudo da excelência humana assume essencialmente dois enfoques, um deles acentuando as variáveis psicológicas dos indivíduos e outro enfatizando as aquisições decorrentes da prática ou treino deliberado. Neste artigo procurou-se integrar tais estudos, propondo que o surgimento e a manutenção da excelência pressupõem uma constelação de variáveis psicológicas que vão para além da alta capacidade intelectual. Mais concretamente, descreveu-se um conjunto de variáveis cognitivas, motivacionais e de personalidade, assumidas como relevantes na excelência profissional em diferentes áreas de desempenho e de conhecimento. No seio das variáveis cognitivas e, fazendo uma ponte com as variáveis de personalidade, destaca-se o papel da criatividade para a excelência, reconhecendo a sua particular relevância em algumas áreas de realização profissional.

Cognição; Criatividade; Excelência; Motivação; Personalidade


Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Núcleo de Editoração SBI - Campus II, Av. John Boyd Dunlop, s/n. Prédio de Odontologia, 13060-900 Campinas - São Paulo Brasil, Tel./Fax: +55 19 3343-6875 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: estudosdepsicologia@puc-campinas.edu.br