Caracterização de queixas escolares e diagnósticos no Ambulatório de Neuro-Dificuldades de Aprendizagem

Mariana Coelho CARVALHO Ricardo Franco de LIMA Gláucia Gabriela Bagattini de SOUZA Taciana Coli PIRES Rafael PIERINI Sonia das Dores RODRIGUES Adriana Nobre Paula SIMÃO Sylvia Maria CIASCA Sobre os autores

Resumo

O objetivo do trabalho foi caracterizar as crianças encaminhadas ao Ambulatório de Neuro-Dificuldades de Aprendizagem da Universidade Estadual de Campinas em 2010. Foram analisados dados de 203 crianças e jovens, de ambos os gêneros, com faixa etária entre 4 e 17 anos de idade, cursando do ensino infantil ao médio. As crianças encaminhadas com queixas escolares passaram por avaliações interdisciplinares com objetivo diagnóstico e após o processo avaliativo foram devidamente encaminhadas para intervenções específicas conforme o caso. Na amostra de crianças atendidas houve maior frequência do gênero masculino (67,0%), uma idade média de 10 anos e 11 meses, com maior número de pessoas cursando o 5ª ano. As principais queixas foram dificuldades globais de aprendizagem e desatenção. Dos resultados das avaliações, 43,8% foram de dificuldades escolares de ordem pedagógica e 32,2% de deficiência intelectual. Os achados obtidos corroboram outros estudos de caracterização de queixas escolares e comportamentais de crianças e adolescentes em centros especializados. Os dados também reforçam a importância da avaliação de equipe interdisciplinar em um processo de investigação das queixas escolares.

Palavras-chave:
Estudantes; Diagnóstico; Transtornos de aprendizagem.

Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Núcleo de Editoração SBI - Campus II, Av. John Boyd Dunlop, s/n. Prédio de Odontologia, 13060-900 Campinas - São Paulo Brasil, Tel./Fax: +55 19 3343-6875 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: estudosdepsicologia@puc-campinas.edu.br