Propriedades Químicas e Energéticas de Madeiras Amazônicas do Segundo Ciclo de Corte

Chemical and Energetic Properties of Amazonian Woods of the Second Cutting Cycle

Victor Hugo Pereira Moutinho Juliano José Mota da Rocha Emanuelle Printes do Amaral Lucas Geovane de Medeiros Santana Osmar José Romeiro de Águiar Sobre os autores

RESUMO

O objetivo do estudo foi determinar as propriedades químicas e energéticas da madeira de urucu da mata (Bixa arborea), breu (Protium apiculatum) e acariquarana (Rinorea guianensis), para melhor aproveitamento dos resíduos gerados na obtenção de madeira serrada dessas espécies florestais. Foram coletadas 5 árvores de cada espécie e retirados discos à altura de 2 metros do solo, os quais foram transformados em cunhas para a obtenção de serragem para as análises químicas e energéticas. A avaliação dos resultados foi realizada pelo teste de comparação de médias de Tukey (p ≤ 0,05). Bixa arborea foi a espécie que obteve maior poder calorífico superior e teor de lignina, todavia, menor densidade. Protiumapiculatum e Rinorea guianesis demonstraram ter características químicas e energéticas favoráveis à produção de carvão vegetal e de lenha para fins doméstico e em indústrias como olarias.

Palavras-chave:
resíduos de serraria; bioenergia; Protium sp.; Bixa sp.; Rinorea sp

Instituto de Florestas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Rodovia BR 465 Km 7, CEP 23897-000, Tel.: (21) 2682 0558 | (21) 3787-4033 - Seropédica - RJ - Brazil
E-mail: floram@ufrrj.br