Fatores que impactam o desempenho funcional de idosos com dor lombar

Resumo

Introdução:

A dor lombar é condição comum em idosos e importante causa de incapacidade nessa população.

Objetivo:

Avaliar a relação das variáveis sóciodemográficas, clínicas, autopercepção de saúde e crenças com o desempenho funcional de idosos com dor lombar.

Métodos:

Estudo transversal que utilizou dados do projeto multicêntrico Back Complaints in the Elders. A amostra foi de 191 idosos que relataram novo episódio de dor lombar em menos de 6 semanas e não apresentavam alterações cognitivas, deficiências visuais, auditivas e motoras graves. Através do auto relato, foram coletadas informações sobre características sóciodemográficas (sexo, idade, estado civil, escolaridade), clínicas (intensidade e frequência da dor, comorbidades), autopercepção de saúde, crenças em relação às consequências da dor lombar e desempenho funcional (componente de incapacidade do Late Life Function and Disability Instrument - LLFDI). Foi realizada a análise bivariada de cada variável independente com cada desfecho (6 diferentes escores fornecidos pelo componente de incapacidade do LLFDI) e aquelas que apresentaram significância p < 0,20 entraram nos modelos de regressão múltipla para cada domínio do LLFDI.

Resultados:

Os coeficientes de determinação dos modelos multivariados foram significativos, apesar da modesta magnitude. As variáveis que se relacionaram com o desempenho funcional foram crenças, autopercepção de saúde, escolaridade, frequência da dor e estado civil.

Conclusão:

Esses resultados poderão contribuir para ampliação da atuação dos profissionais de saúde para além dos aspectos clínicos, valorizando as crenças dos idosos e sua autopercepção de saúde na abordagem terapêutica com foco na dor lombar.

Palavras-chave:
Idosos; Dor Lombar; Incapacidade; Crença; Autopercepção

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Rua Imaculada Conceição, 1155 - Prado-Velho -, Curitiba - PR - CEP 80215-901, Telefone: (41) 3271-1608 - Curitiba - PR - Brazil
E-mail: revista.fisioterapia@pucpr.br