Fisioterapia em Movimento, Volume: 29, Issue: 3, Published: 2016
  • Editorial Editorial

    Zamunér, Antonio Roberto
  • Multifactorial assessment of the risk of falls in low bone density older women Original Articles

    Garcia, Patrícia Azevedo; Dias, João Marcos Domingues; Reis, Rosane Liliane dos; Dias, Rosângela Corrêa

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: A identificação de instrumentos de avaliação eficazes na predição de quedas, especificamente em idosas com baixa densidade mineral óssea (DMO) e mais susceptíveis a fraturas, permanece um desafio. Objetivo: Avaliar os fatores de risco para quedas na linha de base, identificar a ocorrência de quedas em seis meses de acompanhamento e investigar a validade preditiva do teste Quickscreen Clinical Falls Risk Assessment para predizer quedas múltiplas em idosas com baixa DMO. Métodos: Estudo metodológico com 110 idosas com diagnóstico de osteoporose ou osteopenia (70,26 ± 6,24 anos). O risco de queda (linha de base) foi caracterizado pela presença de dois ou mais dos oito fatores de risco avaliados no QuickScreen e a ocorrência de quedas nos seis meses posteriores identificada por meio de telefonemas mensais. Resultados: Os fatores de risco para quedas mais frequentes foram o autorrelato de quedas prévias, a polifarmácia e o déficit de deslocamento de peso e instabilidade lateral. A maioria das idosas (67,3%) apresentou dois ou mais fatores de risco, 24,5% relataram uma queda e 13,6% quedas múltiplas nos seis meses. O QuickScreen (ponto de corte ≥ 2 fatores de risco) apresentou boa sensibilidade (73,3%) e alto valor preditivo negativo (88,89%) para predizer quedas múltiplas em idosas com baixa DMO. Conclusão: Os resultados indicaram alta frequência de quedas entre idosas com baixa DMO e apontaram que o instrumento QuickScreen foi capaz de prever quedas múltiplas em seis meses de acompanhamento nessas idosas.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Identifying effective assessment instruments for predicting falls, specifically in older women with low bone mineral density (BMD) that are more susceptible to fractures remains a challenge. Objective: To evaluate risk factors for falls at baseline, to identify the falls occurrence over six months of follow-up and to investigate the predictive validity of the Quickscreen Clinical Falls Risk Assessment for predicting multiple falls among low BMD older women. Methods: A methodological study with 110 older women with diagnosis of osteoporosis or osteopenia (70.26 ± 6.24 years). The presence of two or more of the eight risk factors assessed by the QuickScreen characterized the risk of falling (baseline) and monthly phone calls identified the occurrence of falls during the six months of follow-up. Results: The most prevalent falls risk factors were self-reported previous falls, polypharmacy and impairment in shifting weight and lateral instability. Most of the older women (67.3%) had two or more risk factors, 24.5% reported a single fall and 13.6% reported multiple falls over the six months. The QuickScreen (cutoff ≥ 2 risk factors) showed good sensitivity (73.3%) and high negative predictive value (88.89%) for predicting multiple falls among low BMD older women. Conclusions: The results indicated a high frequency of falls among low BMD older women. Additionally, the results highlighted that the QuickScreen instrument was able to predict multiple falls in the six months of follow-up among these older women.
  • Functional disability for mobility in adults: a population-based study Original Articles

    Yonamine, Cristhiane Yumi; Matsuo, Tiemi; Souza, Regina Kazue Tanno de; Loch, Mathias Roberto; Cabrera, Marcos Aparecido Sarria

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: A incapacidade funcional é importante indicador de saúde, associada a pior qualidade de vida. Objetivo: Estimar a prevalência de incapacidade funcional para mobilidade e identificar os fatores associados à dificuldade de subir e descer escadas em adultos de 40 anos ou mais. Metódos: Estudo transversal, de base populacional, com residentes no Município de Cambé-PR, entrevistados em 2011. A variável dependente foi a dificuldade de subir e descer escadas. A análise de fatores associados foi realizada por meio da regressão de Poisson, para cada subgrupo etário (40 a 59 anos e 60 anos ou mais). Resultados: No total, 24% referiram alguma dificuldade para subir e descer escadas (p < 0,01). Em ambos os subgrupos, observaram-se prevalências significativamente mais elevadas em mulheres, entre os inativos no lazer e naqueles com histórico de doença cerebrovascular. No subgrupo com idade entre 40 e 59 anos, associaram-se também ao desfecho a faixa etária de 50 a 59 anos, a hipertensão arterial, o diabetes e queda nos últimos 12 meses. Conclusão: Os resultados apontam a necessidade de ampliar as ações de promoção da saúde e de prevenção e controle das condições crônicas, principalmente entre não idosos.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Functional disability is an important health indicator associated with worse quality of life. Objective: To estimate the prevalence of functional disability for mobility and to identify factors associated with difficulty going up and down stairs in adults aged 40 years or over. Methods: Cross-sectional, population-based study, with residents of the Municipality of Cambé, PR, interviewed in 2011. The dependent variable was the difficulty of going up and down stairs. Analysis of associated factors was performed using Poisson regression for each subgroup (40 - 59 years and 60 years or older). Results: In total, 24% of the subjects presented some kind of difficulty going up stairs (p < .01). In both subgroups, a significantly higher prevalence in women, among those inactive during leisure time and those with a history of cerebrovascular disease was observed. In the subgroup aged 40 to 59 years, age 50 - 59 years, hypertension, diabetes and falls in the previous 12 months were also associated with the outcome. Conclusion: The results suggest the need to expand the actions of health promotion, prevention and control of chronic conditions, especially among middle-aged people.
  • Correlation between movement of the feet and motor function of children with chronic encephalopathy Original Articles

    Souza, Táubuta Gomes; Pinto Junior, Elzo Pereira; Oliveira, Maria Nice Dutra de; Fonsêca, Mirna Marques da

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: A Encefalopatia Crônica não Progressiva da Infância (ECNPI) é uma das causas mais comuns de deformidades físicas na infância. É caracterizada por anormalidades neuropatológicas de caráter não progressivo do encéfalo em desenvolvimento, resultando em comprometimentos neuromotores e em alterações na postura e no movimento. Objetivo: avaliar as deformidades dos pés de crianças com ECNPI, através da mensuração da amplitude articular e correlacionar esses valores da mensuração com os escores do Gross Motor Function Measure (GMFM-88), utilizando todas as suas cinco dimensões. Métodos: Estudo transversal e descritivo realizado com uma amostra de 17 crianças. Os instrumentos de coleta de dados utilizados foram o goniômetro manual e o teste Gross Motor Function Measure (GMFM-88). As análises dos dados foram realizadas no programa SPSS v. 18, empregando-se o teste de correlação de Pearson como medida de associação. Resultados: Crianças encefalopatas crônicas com amplitude de movimento reduzida apresentam menor capacidade na função motora. Encontrou-se correlação estatisticamente significativa para os ângulos de dorsiflexão direita (p = 0, 023), dorsiflexão esquerda (p = 0, 019), inversão direita (p= 0, 040), inversão esquerda (p =0, 034), para eversão esquerda (p = 0, 018). Não houve correlação estatisticamente significativa para a variável eversão direita (p > 0,05). Conclusão: As alterações osteomusculares associadas à ECNPI, assim como as deformidades dos pés interferem negativamente na função motora, comprometendo o desempenho funcional dessas crianças.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Chronic non-progressive encephalopathy (CNPE) is one of the most common causes of physical deformities in childhood. It is characterized by non-progressive neuropathological abnormalities of the developing brain, which results in neuromotor impairments and changes in posture and movement. Objective: To evaluate foot deformities in children with CNPE, by measuring the joint amplitude and correlating these measures with the scores of the Gross Motor Function Measure (GMFM-88), using all its five dimensions. Methods: Cross-sectional and descriptive study with a sample of 17 children. The data collection instruments used were manual goniometer and the Gross Motor Function Measure test (GMFM-88). Data were analyzed using the program SPSS version 18, and the Pearson correlation test as a measure of association. Results: Children with chronic encephalopathy and a reduced amplitude motion have lower capacity in motor function. Statistically significant correlation was found for the right dorsiflexion angle (p = 0.023), left dorsiflexion angle (p = 0.019), right inversion (p = 0.040), left inversion (p = 0.034) and left eversion (p = 0.018). There was no statistically significant correlation for the right eversion (p > 0.05). Conclusion: Musculoskeletal disorders associated with CNPE and foot deformities interfere negatively in motor function, compromising the functional performance of these children.
  • Diabetic footwear: is it an assistive technology capable of reducing peak plantar pressures in elderly patients with neuropathy? Original Articles

    Oliveira, Alexandre Faraco de; Marchi, Ana Carolina Bertoletti De; Leguisamo, Camila Pereira

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: O Diabetes Mellitus é uma doença crônica de elevada prevalência na população em especial entre os idosos. Quanto maior o tempo de diabetes maiores as chances de desenvolver complicações como a neuropatia periférica, importante fator na gênese de lesões plantares por alterar a distribuição e formação de picos de pressão. Objetivo: Avaliar a influência de uma Tecnologia Assistiva, o calçado para diabético, nos picos de pressão plantar de idosos. Métodos: Estudo experimental do tipo transversal, composto por 10 idosos, diabéticos, com neuropatia periférica, utilizando como instrumento de medida uma plataforma de baropodometria. Foram aferidos picos de pressão plantar, de forma estática e dinâmica, em três situações: descalço, com calçado de uso do paciente e com calçado para diabético. Análise por distribuição de normalidade, como única amostra pareada, aplicando-se o teste ANOVA. Resultados: A utilização do calçado para diabético promoveu uma redução na média dos picos de pressão plantar na ordem de 22% na análise estática, e de 31% na análise dinâmica. Conclusão: O calçado para diabético foi capaz de produzir reduções significativas nos picos de pressão plantar, sendo mais eficiente que um calçado comum. Este efeito pode contribuir na prevenção de lesões associadas ao pé diabético.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Diabetes Mellitus is a chronic disease with high prevalence in the population in particular among the elderly. The longer time of diabetes, increased the chances of developing complications such as peripheral neuropathy, which is an important factor in the genesis of plantar lesions by changing the distribution and formation of plantar pressure peaks. Objective: Evaluate the influence of an Assistive Technology, therapeutic footwear for diabetics, in the peaks of plantar pressure of elderly. Methods: This was an experimental study of transversal type, composed by 10 elderly, diabetic, with peripheral neuropathy, using as an instrument to measure a baropodometry platform. Were measured peaks of plantar pressure, static and dynamic in three situations: barefoot, the participants' own standard footwear and with therapeutic footwear for diabetics. Data analysis by normal distribution as a single paired sample, applying the ANOVA test. Results: The use of therapeutic footwear for diabetics promoted a reduction in media of peak plantar pressure in the order of 22% in static analysis, and 31% in dynamic analysis. Conclusion: The therapeutic footwear for diabetics was able to produce significant reductions in peak plantar pressure, being more efficient than a common footwear. This effect may contribute to the prevention of injuries associated with the diabetic foot.
  • Relationship between health behaviors and self-reported diseases by public employees Original Articles

    Setto, Janaina Maria; Bonolo, Palmira de Fátima; Franceschini, Sylvia do Carmo Castro

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: Os hábitos de vida como a prática de atividade física, o lazer, os hábitos alimentares, o estresse, o tabagismo e etilismo podem implicar diretamente nas condições de saúde do indivíduo. Objetivo: Este trabalho teve como objetivo verificar a relação entre comportamentos em saúde e as doenças autorreferidas por servidores de uma universidade pública federal da região sudeste. Métodos: Participaram do estudo 815 servidores, sendo 347 docentes e 468 técnico-administrativos, com idade de 20 a 65 anos. Trata-se de um estudo transversal. Os dados deste estudo foram coletados de um banco de dados secundário, provenientes do Questionário de Saúde (condições de saúde autorreferidas por docentes e técnico-administrativos), da Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários da Instituição. Dentre as variáveis avaliadas, foi verificada a relação entre o hábito alimentar, a prática de atividade física, o tabagismo e o consumo de bebida alcoólica com as doenças autorreferidas (doenças crônicas não transmissíveis e doenças infecto-parasitárias, diagnosticadas pelo médico nos últimos 12 meses). Resultados: A média de doenças entre esses docentes e técnico-administrativos da pesquisa foi de 3,1 e 2,9, respectivamente. Destacou-se nesse estudo a associação estatisticamente significante da alimentação não saudável com o acidente vascular encefálico; a atividade física irregular/sedentarismo com as doenças endócrinas/nutricionais/metabólicas e do aparelho digestivo; o excesso de peso com as doenças cardiovasculares, doenças endócrinas/nutricionais/metabólicas, diabetes mellitus e hipertensão arterial sistêmica; e o tabagismo com as doenças osteomusculares. Conclusão: Sugere-se a adoção de medidas de prevenção e controle dos comportamentos de risco entre esses servidores.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Life habits such as physical activity, leisure, eating habits, stress, smoking, and alcohol consumption can directly affect individuals' health. Objective: This study aimed to investigate the relationship between health behaviors and diseases self-reported by employees of a federal public university in southeastern Brazil. Methods: This cross-sectional study included 815 employees, of whom 347 were teachers and 468 were technical-administrative staff, aged between 20 and 65 years old. Data from this study were collected from a secondary database, from the Health Questionnaire (self-reported health conditions by teachers and technical-administrative employees), and from the institution's Vice Dean of Community Affairs. Among the variables assessed, the relationship between eating habits, physical activity, smoking, alcohol consumption, and self-reported illnesses (chronic diseases and infectious and parasitic diseases diagnosed by a doctor within the last 12 months) was analyzed. Results: The mean prevalence of these diseases among teachers and technical-administrative staff was 3.1 and 2.9, respectively. This study showed a statistically significant association between unhealthy diet and cerebrovascular accidents; between irregular performance of physical activity/sedentary lifestyle and endocrine/nutritional/metabolic and digestive diseases; between overweight and cardiovascular diseases, endocrine/nutritional/metabolic diseases, diabetes mellitus, and hypertension; and between smoking and musculoskeletal diseases. Conclusion: We suggest the adoption of preventative measures and the control of risk behaviors among these employees.
  • Influence of classic massage on cardiac autonomic modulation Original Articles

    Paschoal, Mário Augusto

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: A massagem pode ser definida como a manipulação dos tecidos corporais feita de forma rítmica e suave com a intenção de promover a saúde e o bem estar. Objetivo: Avaliar a influência da massagem clássica sobre a modulação autonômica cardíaca. Métodos: Estudo transversal que avaliou voluntárias saudáveis com idades entre 18 e 25 anos divididas em dois grupos: grupo testado (GT, n=11) e grupo controle (GC, n=10). As do GT tiveram seus batimentos cardíacos registrados por 5min antes de uma sessão de massagem clássica recebida por 40min e durante três momentos após a mesma: 0-5min, 5-10min e 10-15min. As do GC tiveram registrados seus batimentos cardíacos nos mesmos momentos, porém não receberam a massagem. A modulação autonômica cardíaca foi investigada por meio da variabilidade da frequência cardíaca (VFC). Resultados: Os valores médios de índices da VFC, foram: pNN50, respectivamente, para o GT: pré-massagem (10,5±9,5%), e após a massagem: 0-5min (11,6±7,2%), 5-10min (12,1±8,0%) e 10-15min (11,1±7,9%), sem diferença estatística entre eles. O mesmo aconteceu com relação ao índice rMSSD do GT, sendo: pré-massagem: 52,1±46,2ms, e pós-massagem: 0-5min (50,0±21,6ms), 5-10min (52,0±27,4ms) e 10-15min (48,2±21,1ms). Os valores de BFune AFunpré-massagem e pós-massagem também não se modificaram, e também não se diferiram significativamente dos valores apresentados pelo GC. Conclusão: O estudo sugere que não há modificação da modulação autonômica cardíaca em jovens saudáveis após uma sessão de massagem clássica.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Massage can be defined as the rhythmic and smooth manipulation of body tissues, with the aim to promote health and well-being. Objective: To assess the influence of classic massage on cardiac autonomic modulation. Methods: Cross-sectional study that evaluated healthy participants, with mean age between 18 and 25 years, divided into two groups: test group (TG, n=11) and control group (CG, n=10). The TG had their heartbeat recorded for 5min before receiving a classic massage for 40min and during three periods after this procedure: 0-5min, 5-10min and 10-15min. The CG had their heartbeats recorded at the same time; without receive massage. Cardiac autonomic modulation was investigated by heart rate variability (HRV). Results: The mean values of HRV rates were: pNN50, respectively, for the TG: before massage (10.5 ± 9.5%), and after massage: 0-5min (11.6 ± 7.2%), 5-10min (12.1 ± 8.0%) and 10-15min (11.1 ± 7.9%), with no significant statistical difference. The same result was found for the mean values of rMSSD index of the TG; before massage: 52.1 ± 46.2 ms, and after massage: 0-5min (50.0 ± 21.6ms), 5-10min (52.0 ± 27.4 ms) and 10-15min (48.2 ± 21.1 ms). Also, the values of LFnuand HFnu indexes did not change significantly before and after massage, and they were not statistically different from the values presented by the control group. Conclusion: The study results suggest that one session of classic massage does not modify cardiac autonomic modulation in healthy young adults.
  • Effects of hippotherapy on posture in individuals with Down Syndrome Original Articles

    Espindula, Ana Paula; Ribeiro, Mariane Fernandes; Souza, Luciane Aparecida Pascucci Sande de; Ferreira, Alex Abadio; Ferraz, Mara Lúcia da Fonseca; Teixeira, Vicente de Paula Antunes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: Indivíduos com síndrome de Down (SD) apresentam alterações que afetam o sistema musculoesquelético, provocando padrões anormais e alterando os eixos anatômicos morfológicos e mecânicos que proporcionam uma estabilidade intrínseca ao esqueleto, podendo desencadear desalinhamentos e alterações ortopédicas na vida adulta. Objetivo: O objetivo desse estudo foi avaliar a o alinhamento postural antes e após o tratamento equoterapêutico em indivíduos com SD. Métodos: Foram avaliados cinco indivíduos com SD por meio do aplicativo SAPO de avaliação postural, antes e após vinte e sete sessões. Realizou-se a análise qualitativa descritiva por meio do Cluster e análise estatística utilizando o programa Sigma Stat 2.0, considerando estatisticamente significativas as diferenças em que o valor p foi menor que 5%. Resultados: Foi possível verificar melhoras no alinhamento de ombro, de cabeça, de quadril e membros inferiores, bem como diminuição da cifose e da protrusão de cabeça. Conclusão: Os indivíduos com SD apresentaram mudanças satisfatórias no comportamento motor que refletiram em uma melhora da postura estática após o tratamento na equoterapia.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Individuals with Down syndrome (DS) have alterations that affect the musculoskeletal system, causing abnormal patterns, and alter the morphological anatomical and mechanical axes that provide intrinsic stability to the skeleton, and can trigger misalignments and orthopedic disorders in adulthood. Objective: The objective of student to evaluate posture and postural alignment before and after the hippotherapyin individuals with DS. Methods: Posture of five individuals with DS was evaluated by the software SAPO before and after 27 sessions the hippotherapy. Data were subjected to qualitative descriptive analysis using cluster and statistical analysis with the aid of the software Sigma Stat 2.0, considering differences as statistically significant at p-value < 5%. Results: Improvements were achieved for the alignment of shoulder, head, hip, and lower limbs, in addition to decrease in kyphosis and head protrusion. Conclusion: Patients with DS demonstrated satisfactory changes in motor behavior reflected in improved static posture after treatment with hippotherapy.
  • Effect of a physical therapy protocol on the health related quality of life of patients with temporomandibular disorder Original Articles

    Viana, Maíra de Oliveira; Olegario, Natália Bitar da Cunha; Viana, Mariana de Oliveira; Silva, Guilherme Pinheiro Ferreira da; Santos, Jair Licio Ferreira; Carvalho, Sarah Tarcisia Rebelo Ferreira de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: A disfunção temporomandibular (DTM) compõem um conjunto de doenças que afetam não somente a articulação Temporomandibular, mas também diferentes áreas extrínsecas às articulações. A qualidade de vida tem sido motivo de inúmeros estudos na área da saúde, especialmente voltados para pessoas com doenças crônicas, como a DTM. Objetivo: Avaliar efeitos de um protocolo fisioterapêutico na qualidade de vida de pacientes com disfunção temporomandibular. Métodos: Estudo do tipo ensaio clínico, cego e prospectivo, com 60 pacientes de ambos os sexos, com idade variando entre 18 a 70 anos com diagnóstico de DTM atendidos na clínica da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto. Os pacientes foram divididos em dois grupos, em um grupo, além do acompanhamento odontológico, foi aplicado um protocolo fisioterapêutico e no outro grupo foi realizado apenas o acompanhamento odontológico, durante 5 semanas. A mensuração da qualidade de vida foi obtida pelo questionário genérico SF-36, no início e final do protocolo proposto. Resultados: Nos pacientes em que foi aplicado o protocolo fisioterapêutico associado ao acompanhamento odontológico apresentaram escores mais elevados em todos os domínios do questionário. No grupo que recebeu apenas acompanhamento odontológico, verificou-se melhora apenas no domínio relacionado a dor. Conclusão: A aplicação de um protocolo fisioterapêutico foi capaz de melhorar a qualidade de vida de pacientes com disfunção temporomandibular.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Temporomandibular disorders (TMD) comprise a group of diseases that affect not only the temporomandibular joint, but also different areas extrinsic to the joints. Quality of life has been the subject of numerous studies in the Health area, especially aimed at people with chronic diseases, such as TMD. Objective: To evaluate effects of a physical therapy protocol on the quality of life of patients with temporomandibular disorder. Methods: Blinded, prospective, clinical trial, with 60 patients of both genders, aged between 18 and 70 years with TMD diagnosis attended in the clinic of Ribeirão Preto School of Dentistry. The patients were divided into two groups, with one group, in addition to dental treatment, receiving a physical therapy protocol and the other group dental treatment only, for 5 weeks. The measurement of quality of life was obtained through the generic SF-36 questionnaire, at the beginning and end of the proposed protocol. Results: The patients to whom the physical therapy protocol was applied associated with dental care presented increased scores in all the domains of the questionnaire. In the group that received only dental treatment, improvements were only found in the domain related to pain. Conclusion: The application of a physical therapy protocol was able to improve the quality of life of patients with temporomandibular disorder.
  • Effect of global postural re-education and isostretching in patients with nonspecific chronic low back pain: a randomized clinical trial Original Articles

    Guastala, Fábio Alexandre Moreschi; Guerini, Mayara Hilda; Klein, Patricia Fernanda; Leite, Vanessa Cristina; Cappellazzo, Renata; Facci, Ligia Maria

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: A lombalgia é uma das mais prevalentes disfunções musculoesqueléticas, porém pouco se sabe sobre os métodos posturais no seu tratamento. Objetivo: Analisar as alterações de força muscular, flexibilidade, função e dor em pacientes com lombalgia crônica submetidos à Reeducação Postural Global (RPG) e Isostretching. Métodos: Trinta e nove pacientes com idade entre 40 e 59 anos foram avaliados antes e após os protocolos de tratamento quanto à flexibilidade pelo teste Sentar e alcançar, força muscular, capacidade funcional pelo Questionário Rolland-Morris e intensidade da dor pela Escala Visual Analógica. A amostra foi aleatorizada em dois grupos (1-RPG; 2-Isostretching), sendo todos tratados individualmente através de 12 sessões de 45 minutos, duas vezes por semana. Resultados: Foi observada mediana de redução na intensidade da dor de 28 mm no grupo 1 e de 32 mm no grupo 2; e melhora mediana na capacidade funcional no grupo 1 de 8,5 pontos e de 7 pontos no grupo 2 (p < 0,05). Observou-se mediana de melhora de 7 repetições na força muscular extensora de tronco no grupo 1 e no grupo 2; na Dinamometria de 10 kg/f no grupo 1 e de 12,5 kg/f no grupo 2; de 10 repetições da força abdominal no grupo 1 e 4 repetições no grupo 2 (p < 0,05). No teste Sentar e Alcançar o grupo 1 obteve aumento médio de 3 cm e o grupo 2 de 1,6 cm (p < 0,05). Conclusão: Ambos os grupos foram efetivos na melhora de força muscular, flexibilidade, da dor e da capacidade funcional.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Low back pain is one of the most prevalent musculoskeletal disorders, but little is known about postural methods in its treatment. Objective: Analyze changes in muscle strength, flexibility, function and pain in patients with chronic low back pain that underwent isostretching and global posture reeducation (GPR). Methods: Thirty-nine patients, aged between 40 and 59 years, were evaluated before and after treatment protocols regarding: flexibility for sit and reach, muscle strength, functional capacity using the Rolland-Morris Questionnaire, and intensity of pain by Visual Analog Scale. The sample was randomized into two groups (1-GPR; 2-Isostretching), all of whom were treated individually through 12 sessions lasting 45 minutes each, twice a week. Results: After treatment, median reduction in pain intensity of 28 mm in group 1 and 32 mm in group 2 was observed, and a median improvement in functional capacity in group 1 of 8.5 points and 7 points in group 2 (p < 0,05). A mean improvement of severn repetitions in trunk extensor muscle strength was observed in group 1 and in group 2; by dynamometry of 10 kg / f in group 1 and 12.5 kg / f in group 2 of ten abdominal repetitions strength in group 1 and four repetitions in group 2 (p < 0.05).In the Sit and Reach, Group 1 had a total mean increase of 3cm, and group 2 had 1.6cm (p < 0.05). Conclusion: Both groups were effective in improvement of muscle strength, flexibility, pain and functional capacity.
  • Correlation between temporomandibular disorder and quality of sleep in women Original Articles

    Tosato, Juliana de Paiva; Politti, Fabiano; Garcia, Marilia Barbosa Santos; Gonzalez, Tabajara de Oliveira; Biasotto-Gonzalez, Daniela Aparecida

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: A etiologia da Disfunção Temporomandibular (TMD) é multifatorial e apresenta sintomatologia variada, sendo a dor o sintoma mais comum, o que pode influenciar na qualidade do sono. Objetivo: Este estudo teve como objetivo avaliar a correlação entre a TMD e a qualidade e quantidade de sono. Métodos: Estudo transversal no qual foram selecionadas 60 mulheres entre 18 e 40 anos, portadoras de TMD, diagnosticadas por meio do Critérios de Diagnóstico para Pesquisa das Desordens Temporomandibulares (RDC/TMD), e que responderam ao Índice Anamnético de Fonsecapara classificação quanto ao grau de severidade da disfunção. Para completar a avaliação, cada voluntária respondeu a Escala visual analógica da dor, e duas questões com relação a qualidade do sono, e a quantidade média de horas de sono por noite. Resultados: Verificou-se que quanto mais severa a TMD, menor o número de horas dormidas por noite (r = -0,5663) e 63,33% das voluntárias relataram não dormir bem. Com relação a dor, quanto maior a dor, menor as horas dormidas (r = -0,516) e quanto mais severa a TMD, maior a dor. Conclusão: Observou-se que quanto mais severa a TMD, maior a dor e menor o número de horas que as voluntárias referiam dormir por noite.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Temporomandibular Disorder (TMD) is caused by multiple factors and exhibits various symptoms. Its most common symptom is pain, a factor that can influence the quality of an individual's sleep. Objective: The aim of the present study was to assess the correlation between TMD and sleep. Methods: A cross-sectional study was conducted with 60 women, aged between 18 and 40 years, who had been diagnosed with TMD based on the Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (RDC/TMD). Fonseca's anamnestic index (FAI) was used to classify the severity of the dysfunction. To complete the assessment, each volunteer was assessed using the visual analogue scale (VAS) for pain. They also responded to two questions related to their quality of sleep and the average hours of sleep per night. Results: The more severe the TMD, the fewer hours of sleep per night (r = -0.5663). In total, 63.33% of the volunteers reported not sleeping well. Concerning pain, the greater the VAS score, the less hours of sleep (r = -0.516) and the more severe the TMD. Conclusion: It was found that the severityof TMD was correlated with pain symptoms and the number of hours of sleep per night.
  • Association between family poverty and the neuropsychomotor development of children in the administrative districts of Belém Original Articles

    Costa, Elson Ferreira; Cavalcante, Lilia Iêda Chaves; Silva, Mariane Lopes da; Guerreiro, Talitha Buenaño França

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução O desenvolvimento infantil é uma sequência de mudanças no comportamento e processos subjacentes, influenciado por fatores biológicos e ambientais. A triagem desenvolvimento têm se mostrado um procedimento eficiente para identificar precocemente desvios desenvolvimentais. Objetivo: Analisar o perfil do neurodesenvolvimento, segundo o Teste de Triagem do Desenvolvimento Denver II, de crianças de pré-escolas dos Distritos Administrativos de Belém e mapear os distritos e os percentuais de desenvolvimento avaliado como "normal" e "suspeita de atraso". Métodos: Estudo transversal e de caráter descritivo exploratório. Foi aplicado com os pais das crianças um questionário para coletar os dados pessoais, contextuais e familiares, e instrumento para medição do nível de pobreza familiar. Resultados: Das 319 crianças avaliadas, a prevalência de suspeita de atraso no desenvolvimento chegou a 77,7% e da área da linguagem foi de 59,2%. A variável denominada Nível de Pobreza Familiar apresentou associação estatisticamente significativa com o nível de desenvolvimento global (p = 0,011) e da linguagem (p = 0,003). Conclusão: Espera-se que esta pesquisa possa contribuir para gerar repercussões sobre a melhoria das condições de saúde das crianças e suas famílias, reduzindo os fatores de riscos aos quais elas estão expostas.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Childhood development represents a sequence of changes in behavior and underlying processes, influenced by biological and environmental factors. Screening and monitoring of neurodevelopment show effective procedures for early identification of different disorders of childhood development. Objective: To analyze the neurodevelopment, using the Denver Developmental Screening Test II, of children enrolled in preschools of Administrative Districts in Belém and to map the districts and the percentage of development evaluated as normal and suspected delay. Methods: This was a cross-sectional and exploratory descriptive study. A questionnaire was administered to parents to collect the personal, contextual and family data and an instrument to measure the level of family poverty. Results: Of the 319 children assessed, 77.7% showed a suspected delay in neuropsychomotor developmental and 59.2% in language. The family poverty level variable showed a statistically significant association with the overall level of development (p = .011) and of language (p = .003). Conclusion: It is hoped that this study will contribute to generate an impact in improving the ecological conditions of children and their families, reducing the risks to which they are exposed.
  • Tai-chi-chuan and yoga onpostexercise hypotension: comparison to aerobic and resistance exercise Original Articles

    Alves, João Douglas; Gomes, Jorge Luiz de Brito; Oliveira, Caio Victor Coutinho de; Alves, José Victor de Miranda Henriques; Nogueira, Fabiana Ranielle de Siqueira; Brito, Aline de Freitas

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: Tai-Chi-Chuan e Yoga vem se tornando práticas populares. No entanto não está claro os efeitos cardiovasculares e se apresentam comportamento similar às sessões aeróbicas e resistidas. Objetivo: Avaliar as respostas cardiovasculares durante a sessão e hipotensão pós-exercício (HPE) de Tai Chi Chuan (TS) e Yoga (YS) comparando com sessões aeróbica (AS) e resistida (RS). Métodos: Catorze mulheres jovens (22,3±2 anos), aparentemente saudáveisrealizaram quatro sessões (AS, RS, TS e YS). A freqüência cardíaca (FC), pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD) foram mensurados em repouso, durante (a cada 10 minutos) e até 50 minutos de recuperação. Resultados: AS, RS, TS e YS mostrou aumento significativo na FC em relação ao repouso. AS aos 10, 30 e 50 minutos em relação a RS, TS e YS. RS em relação a TS e YS aos 10, 30 e 50 minutos. Não houve diferença significativa entre TS e YS. PAS foi significativamente maior em AS, RS, TS e YS aos 10, 30 e 50 minutos durante a sessão em relação ao repouso. AS foi significativamente maior que RS aos 30 e 50 minutos e maior que TS e YS em 10, 30 e 50 minutos. Não houve diferença significativa na PAD. Para HPE AS, RS e TS reduziram significativamente aos 10, 30 e 50 minutos. YS reduziu aos 50 minutos. Sem diferença na HPE diastólica. Conclusão: TS e YS mostrou-se alternativa segura de exercítação em adultas jovens normotensas, apesar de ter valores mais baixos, promovem comportamento hemodinâmico semelhante ao AS e RS.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Tai-Chi-Chuan and Yoga have becoming popular practices. However is unclear the cardiovascular effects, and if they present similar behavior to aerobic and resistance sessions. Objective: To evaluate the cardiovascular responses during the session and post-exercise hypotension (PEH) of Tai Chi Chuan (TS) and Yoga (YS) in comparison to aerobic (AS) and resistance (SR) exercises. Methods: Fourteen young women (22.3 ± 2 years) apparently healthy performed four sessions (AS, RS, TS and YS). The heart rate (HR), systolic (SBP) and diastolic blood pressure (DBP) were recorded at resting, during (every 10 minutes) and until 50 minutes of recovery. Results: AS, RS, TS e YS showed significant increase in HR compared to resting.AS at 10, 30 e 50 minutes in relation to RS, TS e YS. The RS in relation to TS and YS at 10, 30 and 50 minutes. No significant difference between TS and YS. SBP was significantly increased in AS, RS, TS e YS at 10, 30 e 50 minutes during the session, in relation to rest. AS was significantly higher at 30 e 50 minutes than RS and higher than TS and YS at 10, 30 e 50 minutes. No significant difference in DBP. For PEH, AS, RS and TS significantly reduced at 10, 30 and 50 minutes. YS reduced at 50 minutes. No significant diastolic PEH. Conclusion: TS and YS showed as safe alternatives of exercising in the normotensive young adult woman, despite having lower values, they promote similar hemodynamic behavior to AS and RS.
  • Clinical profile of newborns undergoing physical therapy in a neonatal intensive care unit Original Articles

    Biazus, Graziela Ferreira; Kupke, Cidia Cristina

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: Nas unidades de terapia neonatal, o tratamento fisioterapêutico visa ao cuidado integral do bebê. Objetivo: Descrever o perfil dos recém-nascidos (RNs) internados em uma UTI Neonatal. Métodos: Estudo retrospectivo documental com coleta de dados nos prontuários no período de julho de 2011 a julho de 2013. Pertencem à amostra os RNs que realizaram fisioterapia motora e respiratória. Os dados foram agrupados em cinco categorias de acordo com o peso ao nascimento (≤ 1.000 g, 1.001-1.500 g, 1.501-2.000 g, 2.001-2.500 g, ≥ 2.501 g). Resultados: De um total de 1.884 RNs internados na Unidade de Internação Neonatal do Hospital de Clínicas de Porto Alegre no período estipulado, 168 (13,9%) realizaram fisioterapia. Dos 168 RNs que realizaram fisioterapia, 137 nasceram neste hospital (81,5%) e 31 foram transferidos para o mesmo (18,5%); sendo que 17 desses bebês foram a óbito durante o período de internação neonatal (10,1%). Todos os RNs do grupo extremo baixo peso (≤ 1.000 g) necessitaram de ventilação pulmonar mecânica, 72,7% de ventilação não invasiva e 16,6% de ventilação mecânica de alta frequência. A ocorrência de pneumotórax no grupo de extremo baixo peso foi 13,8% e no grupo com peso de nascimento entre 1.001-1.500g foi de 16%. Conclusão: Bebês com baixo peso ao nascimento (< 2.500g) constituíram o perfil dos RNs que receberam atendimento de fisioterapia, sendo estes diretamente relacionados com maior incidência de óbito, pneumotórax, maior uso de ventilação pulmonar mecânica e ventilação não invasiva.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: In neonatal therapy units, physical therapy is directed toward integral baby care. Objective: To describe the profile of newborns (NBs) hospitalized in a Neonatal Intensive Care Unit (NICU). Methods: Retrospective documentary study with data collection from medical records from July 2011 to July 2013. The sample consisted of NBs who performed motor and respiratory therapy. Data were grouped into five categories according to birth weight (≤ 1000g, 1001-1500g, 1501-2000g, 2001-2500g, ≥ 2501g). Results: total of 1,884 newborns were admitted to the NICU within the stipulated period, 168 (13.9%) underwent physical therapy. Of the 168 NBs who underwent physical therapy, 137 were born in the hospital (81.5%) and 31 were transferred there (18.5%); 17 of these babies died during the neonatal hospital stay (10.1%). All newborns of the extremely low birth weight group (≤ 1000g) required mechanical ventilation, 72.7% non-invasive ventilation and 16.6% high-frequency oscillatory ventilation. The occurrence of pneumothorax in the extremely low birth weight group was 13.8% and 16% in the group with birth weight 1001-1500g. Conclusion: Infants with low birth weight (<2500g) constituted the profile of NBs who underwent physical therapy, which was directly related to higher incidence of death and pneumothorax, as well as increased use of mechanical and non-invasive ventilation.
  • Ipsilesional upper limb performance in stroke individuals: relationship among outcomes of different tests used to assess hand function Original Articles

    Cunha, Bianca Pinto; Freitas, Sandra Maria Sbeghen Ferreira de; Menezes, Viviana Van Den Berg de; Freitas, Paulo Barbosa de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: Indivíduos que sofreram um acidente vascular encefálico (AVE) apresentam repercussões sensoriomotoras em membro superior ipsilesional, se tornando importante a utilização de testes que possibilitem a avaliação e o acompanhamento adequado de tais déficits. Profissionais da reabilitação, como fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, comumente utilizam testes de força de preensão máxima para avaliar as condições funcionais de indivíduos após um AVE. Porém, será que apenas um teste é capaz de caracterizar a funcionalidade das mãos? Objetivo: O objetivo desse estudo foi examinar a relação do desempenho entre testes comumente utilizados para descrever a função manual do membro ipsilesional de indivíduos que sofreram um AVE. Métodos: Vinte e dois indivíduos pós AVE realizaram quatro testes: força de preensão palmar máxima (FPPMax), força de preensão digital máxima (FPDMax), teste de função manual Jebsen-Taylor (TFMJT) e teste dos nove pinos nos buracos (9-PnB). Todos os testes foram realizados com a mão ipsilesional. Foram realizados testes de correlação de Pearson entre os resultados obtidos em cada teste. Resultados: Os resultados indicaram uma relação positiva e moderada apenas entre TFMJT e FPPMax (r = 0,50) e entre o desempenho no TFMJT e no teste dos 9-PnB (r = 0,55). Conclusão: Conclui-se que a existência de relações de fraca a moderada demonstra a necessidade de utilização de pelo menos dois instrumentos, para que se possa descrever melhor a funcionalidade das mãos de indivíduos pós AVE.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Stroke individuals have sensorimotor repercussions on their ipsilesional upper limb. Therefore, it is important to use tests that allow an adequate assessment and follow-up of such deficits. Physical and occupational therapists commonly use maximal grip strength tests to assess the functional condition of stroke individuals. However, one could ask whether a single test is able to characterize the hand function in this population. Objective: The aim of this study was to investigate the relationship among outcomes of different tests frequently used to describe the function of the hand in the ipsilesional upper limb of stroke individuals. Methods: Twenty-two stroke individuals performed four hand function tests: maximal handgrip strength (HGSMax), maximal pinch grip strength (PGSMax), Jebsen-Taylor Hand Function Test (JTHFT) and Nine Hole Peg Test (9-HPT). All tests were performed with the ipsilesional hand. Pearson's correlation analyses were performed. Results: the results indicated a moderate and positive relationship between HGSMax and JTHFT (r = 0.50) and between JTHFT and 9-HPT (r = 0.55). Conclusion: We conclude that the existence of only moderate relationships between test outcomes demonstrates the need to use at least two instruments to better describe the ipsilesional hand function of stroke individuals.
  • Carpal tunnel syndrome: mobilization and segmental stabilization Original Articles

    Moraes, David Fedrigo; Gasparini, Andréa Licre Pessina; Grecco, Marco Aurélio Sertório; Almeida, Nathalia Helen Neves; Mainardi, Tamiris Cassin; Fernandes, Luciane Fernanda Rodrigues Martinho

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: Compreende a Síndrome do Túnel do Carpo (STC) uma neuropatia compressiva frequente em mulheres. No tratamento conservador, a ênfase é dada ao controle da sintomatologia e ao trajeto nervoso devido à hipótese de dupla compressão. Objetivo: Avaliar se um protocolo com ênfase nas técnicas de controle motor, constituído por estabilização segmentar cervical e mobilização neural, apresentam melhores resultados na reorganização mecânica e redução dos sintomas quando comparado com técnicas de cinesioterapia clássica. Métodos: Estudo piloto de um ensaio clínico randomizado duplo cego, em 11 mulheres, alocadas em Grupo Cinesioterapia clássica (GC), e Grupo Experimental (GE). A intervenção foi de 12 semanas, com avaliações no pré e pós, por meio da estesiometria, dinamometria de preensão palmar e aplicação dos questionários BCTQ, DASH e PRWE. Resultados: Ambos aumentaram a força de pinça com alívio da sintomatologia e melhora da funcionalidade. Houve diminuição da sensibilidade no GC e aumento significativo da força de preensão palmar no GE. Conclusão: O grupo do protocolo proposto apresentou melhores resultados na reorganização mecânica, com reflexo no aumento da força, da sensibilidade e melhora da funcionalidade, quando confrontado ao grupo com cinesioterapia convencional, porém sem o mesmo impacto para a redução dos sintomas.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Carpal tunnel syndrome is a compressive neuropathy, frequently seen in women. Conservative treatment for carpal tunnel syndrome focuses on control of symptoms and the nervous path, due to the possibility of double compression. Objective: To assess whether a protocol with emphasis on motor control techniques, including segmental cervical stabilization and neural mobilization, has better results in mechanical reorganization and reduction of symptoms when compared with classic therapeutic exercise techniques in the conservative treatment of carpal tunnel syndrome. Methods: This pilot study was a randomized, double-blind clinical trial, involving 11 women with an average age of 54 (± 6) years, allocated to either a classical kinesiotherapy group (CG) or experimental group (EG). The intervention spanned 12 weeks, with assessments prior to and following therapy, using the monofilament test, handgrip dynamometer, and BCTQ, DASH, and PRWE questionnaires. All normally distributed data was analysed with Student's T-tests. Results: Both groups exhibited an increase in grip strength and relief of symptoms with improved functionality. There was a significant reduction in sensitivity noted in the CG group, and a significant increase in grip strength observed in the EG group. Conclusion: The experimental protocol group exhibited better results in mechanical reorganization, reflected in increased strength, sensitivity, and improved functionality, when compared to the group with conventional therapeutic exercise, but without the same symptomatic reduction.
  • Motor development of preterm and term infants in the fundamental movement phase: a cross-sectional study Original Articles

    Silva, Joyce Karla Machado da; Sargi, Aline Mariane; Andrade, Isabel Cristina de Oliveira; Araújo, Camila Costa de; Antonio, Tiago Del

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: Desenvolvimento motor é um processo contínuo de alterações do comportamento motor ao longo da vida, permitindo controle de movimentos. O nascimento prematuro pode ser um evento que acarrete implicações ao processo, com maior risco para atrasos na aquisição das habilidades. Objetivo: Comparar o desenvolvimento motor de crianças nascidas prematuras estimuladas precocemente e crianças nascidas a termo, na fase motora fundamental. Métodos: Estudo transversal analítico, de conveniência, realizado com 20 crianças na faixa etária de 03 anos, de ambos os sexos, distribuídas em dois grupos, grupo pré-termo (n = 10) o qual, durante os primeiros meses receberam intervenção fisioterapêutica e grupo a termo (n = 10). As fases do desenvolvimento motor foram avaliadas através da Escala de Desenvolvimento Motor (EDM), desenvolvida por Francisco Rosa Neto, com execução média de trinta minutos, entre janeiro e abril de 2013. A análise estatística dos resultados foi realizada através do pacote BioEstat 5.0 e para verificar a normalidade entre os dados utilizou-se o Teste de Shapiro-Wilk. Em relação ao padrão de significância adotou-se o valor de p ≤ 0,05, analisado por meio do teste de Mann-Whitnney. Resultados: O grupo a termo demonstrou diferenças significativas quando comparado com o grupo pré-termo nas variáveis Motricidade Fina e Global, na Organização Espacial e Temporal, não apresentando discrepância de valores nas variáveis Equilíbrio e Esquema Corporal. Conclusão: Somente os prematuros que receberam a intervenção precoce conseguiram alcançar níveis estabelecidos como normais nas variáveis Equilíbrio e Esquema Corporal da Escala EDM.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Motor development is a continuous process of motor behavior changes throughout life, allowing for movement control. Premature birth can affect this process, with a greater risk of delays in acquiring these skills. Objective: Compare motor development during the fundamental movement phase of preterm infants submitted to early stimulation and full-term babies. Methods: An analytical cross-sectional study with convenience sampling, performed with twenty 3-year-old children of both sexes, distributed into two groups: the preterm group (n = 10), which received physical therapy in the first months of life, and the term group (n = 10). Motor development stages were assessed between January and April 2013, using the Motor Development Scale (Escala de Desenvolvimento Motor - EDM) developed by Francisco Rosa Neto, with an average execution time of thirty minutes. Statistical analysis was performed using BioEstat 5.0 software, and the Shapiro-Wilk test was applied to verify data normality. A significance level of p ≤ 0.05 was adopted, analyzed using the Mann-Whitney test. Results: The term group exhibited significant differences in relation to the preterm group for the variables Fine and Gross Motor Skills, and Spatial and Temporal Awareness, with no differences in Balance and Body Scheme. Conclusion: Only the premature infants submitted to early intervention achieved normal levels of Balance and Body Scheme on the EDM Scale.
  • Effects of resistance training in individuals with knee osteoarthritis Original Articles

    Aguiar, Grazielle Cordeiro; Rocha, Samira Gonçalves; Rezende, Gisele Aparecida da Silva; Nascimento, Marcela Rêgo do; Scalzo, Paula Luciana

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: A osteoartrite (OA) é a forma mais comum de artrite, considerada a principal causa de dor e incapacidade em idosos. Objetivo: Avaliar o impacto de um treinamento sistematizado de resistência muscular no desempenho funcional e na qualidade de vida em indivíduos com OA de joelho. Métodos: Voluntários com OA do joelho (n = 27, 46 - 76 anos) foram submetidos, antes e após o período de treinamento, à aplicação dos questionários de WOMAC e SF-36 e da Escala Visual Analógica (EVA), à avaliação musculoesquelética, teste de 10 RM e teste de caminhada de dez metros. O treinamento realizado consistiu em um programa de resistência muscular e alongamentos, por 12 semanas (3 sessões de 80' por semana). Resultados: 22 indivíduos concluíram o treinamento. As reduções nos escores globais e de função física do WOMAC indicam melhoria no desempenho funcional (p < 0,001), assim como o aumento da velocidade da marcha (p < 0,001). A percepção da dor diminuiu após o treinamento, como demonstram os resultados da VAS e dos domínios dor do WOMAC e SF-36 (p < 0,001). A melhoria da qualidade de vida ocorreu principalmente por modificações nos domínios de dor, capacidade funcional e aspectos físicos do SF-36. Não houve alteração no IMC (p = 0,93). Conclusão Os resultados indicam que a combinação de exercícios de resistência dos músculos quadríceps, glúteos e abdômen pode ser uma estratégia viável para melhorar a funcionalidade e a qualidade de vida de pacientes com OA de joelho. No entanto, mais estudos são necessários para investigar a questão.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Osteoarthritis (OA), the most common form of arthritis, is considered the main cause of pain and disability in the elderly. Objective: To evaluate the effect of systematic muscle strength training on functional performance and quality of life in individuals with knee OA. Methods: Subjects with knee OA (n = 27, 46 - 76 years) completed the Western Ontario and McMaster Universities Osteoarthritis Index (WOMAC), Medical Outcomes Short-Form 36-item Health Survey (SF-36), and visual analog scale (VAS) questionnaires, musculoskeletal assessments, and 10-repetition maximum and timed 10-meter walk tests both before and after training. The training consisted of an exercise resistance program and stretches for 12 weeks (three sessions of 80 each per week). Results: Twenty-two subjects completed the training. Reduced overall scores and WOMAC physical function indicated improved functional performance (p < 0.001) as well as increased gait speed (p < 0.001). The perception of pain decreased after training, as evidenced by the VAS, WOMAC pain domain, and SF-36 scores (p < 0.001). Quality of life improvements occurred primarily in the areas of pain, functional capacity, and SF-36 physical aspects. No change in body mass index was noted (p = 0.93). Conclusion: Our results indicate that the combination of resistance training for the quadriceps, gluteus, and abdominal muscles could be a viable alternative to improving functionality and quality of life in patients with knee OA. However, more studies are necessary to confirm our findings.
  • Nocturnal oxyhemoglobin desaturation during sleep in congestive heart failure patients Original Articles

    Urbano, Jéssica Julioti; Uchiyama, Lilian Nanami; Silva, Anderson Soares; Peixoto, Roger André Oliveira; Nacif, Sergio Roberto; Oliveira, Luis Vicente Franco

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: Os distúrbios respiratórios do sono ocorrem em 45% dos pacientes com insuficiência cardíaca, com 36%-50% manifestando respiração Cheyne-Stokes com apneia do sono central e 12% exibindo apneia obstrutiva do sono. Vários estudos têm demonstrado que a fisiopatologia do sono pode afetar negativamente o sistema cardiovascular e que a disfunção cardíaca altera o sono e a respiração. Objetivo: Examinar a dessaturação da oxihemoglobina durante o sono em pacientes com insuficiência cardíaca congestiva (ICC), utilizando a oximetria de pulso durante a noite. Métodos: A oximetria de pulso noturna foi realizada nas casas dos pacientes com oxímetros de pulso acoplados ao redor dos dedos indicadores de 15 pacientes com ICC e fração de ejeção menor que 50%, sendo classificados pelo New York Heart Association como classes funcionais II e III. Resultados: Os pacientes foram divididos em dois grupos. O primeiro grupo era composto por sete pacientes com índices de dessaturação da oxihemoglobina (IDO) maior que 5 eventos/h e o segundo grupo continha oito pacientes com IDO igual ou menos que 5 eventos/h. Testes t de Student não apresentou diferenças significativas entre os grupos. Os índices de massa corporal dos pacientes foram positivamente correlacionados com o total de episódios de dessaturação e tempo de dessaturação inferior a 90% e negativamente com a saturação de oxigênio arterial. Conclusão: O monitoramento da oximetria de pulso durante o sono pode ser usado para detectar distúrbios respiratórios do sono em pacientes estáveis com ICC.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Sleep breathing disorders occur in 45% of patients with heart failure, with 36%-50% manifesting Cheyne-Stokes respiration with central sleep apnea and 12% exhibiting obstructive sleep apnea. Several studies have shown that sleep pathophysiology may negatively affect the cardiovascular system and that cardiac dysfunction alters sleep and respiration. Objective: The aim of this study was to examine oxyhemoglobin desaturation during sleep in patients with congestive heart failure (CHF) using overnight pulse oximetry. Methods: Overnight pulse oximetry was conducted in the patients' homes with wrist pulse oximeters and finger probes that were placed around the forefingers of 15 patients with CHF and ejection fractions less than 50%, who were classified as New York Heart Association functional classes II and III. Results: The patients were divided into two groups. The first group consisted of seven patients with oxyhemoglobin desaturation indices of over 5 events/h, and the second group contained eight patients with oxyhemoglobin desaturation indices of 5 or less events/h. Student's t-tests did not show any significant differences between the groups. The patients' body mass indices correlated positively with the total desaturation episodes and desaturation time less than 90% and correlated negatively with the arterial oxygen saturation nadir. Conclusion: Pulse oximetry monitoring during sleep can be used to detect sleep breathing disorders in stable patients with CHF.
  • The Pilates method in the rehabilitation of musculoskeletal disorders: a systematic review Review Articles

    Cruz, Josiane Cristiane; Liberali, Rafaela; Cruz, Ticiane Marcondes Fonseca da; Netto, Maria Ines Artaxo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: Joseph Pilates criou um método autêntico de condicionamento físico e mental, que chamou de Contrologia e o definiu como a completa coordenação de corpo, mente e espírito. Estudos recentes indicam que o Método Pilates é uma ferramenta útil na reabilitação, podendo melhorar a saúde geral, o desempenho esportivo, além de ajudar na prevenção e atenuação de lesões e disfunções do sistema musculoesquelético. As disfunções musculoesqueléticas são condições prevalentes e onerosas, que se desenvolvem gradualmente, apresentando um curso crônico e muitas vezes permanecem sem tratamento. Objetivo: Este estudo tem como objetivo identificar os efeitos do Método Pilates na reabilitação de distúrbios musculoesqueléticos através de uma revisão sistemática. Métodos: A busca ativa foi realizada nas bases de dados: PubMed, PEDro, Scielo e Bireme. Foram pré-selecionados 24 estudos, que tiveram sua qualidade metodológica avaliada com base na escala PEDro. Destes, 14 se adequaram aos critérios de seleção. Resultados: Os estudos analisados indicam que o Pilates pode ser eficaz tanto para o tratamento de afecções como escoliose, lombalgia, espondilite anquilosante e câncer de mama, quanto para a prevenção de lesões em adultos, idosos e atletas. Conclusão: A alta variabilidade metodológica exige que esses estudos sejam vistos com cautela. E indica a necessidade de realização de novos estudos com alta qualidade metodológica e padronização dos instrumentos de avaliação.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Joseph Pilates created an authentic method of physical and mental conditioning, which he called Contrology and defined as the complete coordination of body, mind and spirit. Recent studies indicate that the Pilates Method is a useful tool in rehabilitation can improve overall health, sports performance and help in the prevention and attenuation of injuries and disorders of the musculoskeletal system. Musculoskeletal disorders are prevalent and costly conditions that develop gradually, presenting a chronic course and often remain untreated. Objective: This study aimed to identify the effects of the Pilates Method in the rehabilitation of musculoskeletal disorders through a systematic review. Methods: An active search was performed in the PubMed, PEDro, Scielo and Bireme databases. A total of 24 studies were pre-selected and their methodological quality was evaluated based on the PEDro scale. Of these, 14 fulfilled the selection criteria. Results: The studies analyzed indicate that Pilates can be effective both for the treatment of conditions such as scoliosis, back pain, ankylosing spondylitis and breast cancer, and for preventing injuries in adults, elderly people and athletes. Conclusion: The high methodological variability requires that these studies be viewed with caution. It indicates the need for the performance of new studies with high methodological quality and standardization of evaluation instruments.
  • Functional development of preterm infants: an integrative literature review Review Articles

    Lemos, Rayla Amaral; Veríssimo, Maria de La Ó Ramallo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: A prematuridade é um problema de saúde pública. Apesar dos muitos estudos que buscam caracterizar os efeitos do nascimento prematuro sobre as várias dimensões do desenvolvimento infantil ainda são escassas as evidências sistematizadas sobre a dimensão funcional. Objetivo: Caracterizar o desenvolvimento funcional de crianças nascidas prematuras na primeira infância. Métodos: Foram realizadas buscas nas bases PubMED, Science Direct, Scopus, Cochrane, Joana Briggs, Embase, Scielo e Lilacs, com os seguintes descritores em língua inglesa e portuguesa e suas combinações: preterm, functional performance, functional outcomes, functional limitations, functional skills, activities of daily living e disability. Os critérios de inclusão foram artigos completos, publicados nos últimos sete anos, sobre a temática investigada. Resultados: Os cinco artigos que compuseram a amostra foram organizados, analisados e categorizados, chegando-se a três categorias empíricas de análise: Desempenho Funcional de Prematuros; Efeitos Cumulativos sobre o Desenvolvimento Funcional; Contexto Ambiental e Atitudes de Cuidado. Conclusão: Concluiu-se que menores de 6 anos, nascidos prematuros, apresentam atrasos no desenvolvimento funcional nas áreas de autocuidado, mobilidade e função social. O desenvolvimento funcional sofre efeitos cumulativos de vários fatores diferentes e pode estar relacionado às práticas de cuidado e ao contexto.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Prematurity is a public health problem. Despite many studies that aim to characterize the effects of premature birth on the various dimensions of child development, there is still little systematic evidence on the functional dimension. Objective: To characterize the functional development of preterm infants in early infancy. Methods: Searches were conducted in PubMed, Science Direct, Scopus, Cochrane, Joana Briggs Institute, Embase, Lilacs and SciELO databases, with the following key words in English and Portuguese and their combinations: preterm, functional performance, functional outcomes, functional limitations, functional skills, activities of daily living and disability. Inclusion criteria were articles published in the last seven years on the investigated subject. Results: The five articles in the sample were organized, analyzed and categorized, reaching up to three empirical categories of analysis: Functional Performance of Preterm, Cumulative Effects on Functional Development, and Environmental Context and Attitudes of Care. Conclusion: It was concluded that before age 6, children born premature have developmental delays in functional areas of self-care, mobility and social function. Their functional development suffers cumulative effects of various different factors and may be related to care practices and context.
  • Pelvic floor muscle exercises with or without electric stimulation and post-prostectomy urinary incontinence: a systematic review Review Articles

    Zaidan, Patrícia; Silva, Elirez Bezerra da

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: A incontinência urinária (IU) pós-prostatectomia é uma complicação de difícil tratamento e que causa um profundo impacto negativo na qualidade de vida do indivíduo. Entre os tratamentos clínicos da IU pós-prostatectomia destacam-se as técnicas comportamentais e as técnicas fisioterapêuticas, como os exercícios, a eletroestimulação e o biofeedback para os músculos do assoalho pélvico (MAPs). Objetivo: Verificar a eficácia dos exercícios MAPs associados ou não à eletroestimulação para a diminuição da IU em pós-prostatectomizados. Métodos: Foram incluídos somente experimentos controlados randomizados (ECRs) que utilizaram como tratamento os exercícios dos MAPs e/ou a eletroestimulação. Realizou-se uma busca em agosto de 2013, nas bases de dados MEDLINE, SciELO, PEDro e BVS, por ECRs publicados entre os anos de 1999 e 2013, e foram utilizadas como descritores contidos nos Descritores em Ciências da Saúde (DeCS) as palavras-título: incontinência urinária, diafragma pélvico, prostatectomia, exercícios do assoalho pélvico, eletroestimulação e estimulação elétrica. Foram utilizadas como descritores contidos no Medical Subject Headings (MeSH) as palavras-título: electrical stimulation, pelvic floor, urinary incontinence, prostatectomy, physiotherapy e exercise therapy. Resultados: Dos 59 ECRs recuperados, 26 foram excluídos por serem duplicados, 28 foram excluídos por não obterem o escore mínimo de 5,0 na Escala PEDro, restando 5 ECRs. Conclusão: Os exercícios dos MAPs podem ser eficazes no tratamento da IU após a prostatectomia radical, principalmente se iniciados cedo. A associação da eletroestimulação aos exercícios dos MAPs parece não potencializar a continência urinária. Contudo, os estudos selecionados apresentaram algumas fraquezas metodológicas que podem ter comprometido suas validades internas..

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Urinary incontinence (UI) after prostatectomy is difficult to treat and causes profound adverse impacts on the individual's quality of life. The main clinical treatments available for post-prostatectomy UI consist of behavioral techniques and physical therapy techniques, such as exercises, electrical stimulation and biofeedback for pelvic floor muscles (PFMs). Objective: To investigate the effectiveness of PFM exercises with or without electrical stimulation for reducing post-prostatectomy UI. Methods: We included only randomized controlled trials (RCTs) which used PFM exercises with or without electrical stimulation. The search was conducted in August of 2013 in the databases of the U.S. National Library of Medicine (MEDLINE), Scientific Electronic Library Online (SciELO), Physiotherapy Evidence Database (PEDro) and Virtual Health Library (VHL). We searched for RCTs published between 1999 and 2013. As keywords for our search, we used the following descriptors from the Health Sciences Descriptors (DeCS): urinary incontinence, pelvic diaphragm, prostatectomy, pelvic floor exercises, electrostimulation and electrical stimulation. We also used the following descriptors from the Medical Subject Headings (MeSH): electrical stimulation, pelvic floor, urinary incontinence, prostatectomy, physiotherapy and exercise therapy. Results: Of the 59 RCTs found, 26 were excluded as duplicates, and 28 were excluded for not displaying a minimum score of 5.0 on the PEDro Scale, which left us with five RCTs. Conclusion: PFM exercises can be effective for treating UI after radical prostatectomy, especially if begun soon after surgery. Associating electrical stimulation with PFM exercises did not show additional benefit for treating urinary incontinence. However, the selected studies presented some methodological weaknesses that may have compromised their internal validity.
Pontifícia Universidade Católica do Paraná Rua Imaculada Conceição, 1155 - Prado-Velho -, Curitiba - PR - CEP 80215-901, Telefone: (41) 3271-1608 - Curitiba - PR - Brazil
E-mail: revista.fisioterapia@pucpr.br