• Editorial Editorial

    Schochat, Eliane
  • Influence of arm position on the EMG-force relationship in arm muscles Pesquisa Original

    Oliveira, Anamaria Siriani de; Tucci, Helga Tatiana; Verri, Edson Donizetti; Vitti, Mathias; Regalo, Simone Cecílio Hallak

    Abstract in Portuguese:

    A relação entre a amplitude do sinal eletromiográfico e a força muscular (EMG-força) tem sido tomada como medida indireta da força muscular. Este estudo, em 18 voluntárias saudáveis e destras, visou avaliar a influência da posição do braço na relação EMG-força em músculos do braço em três tarefas - flexão do braço (FB), abdução do braço (AB) e neutra do braço (NB) - enquanto se tomavam ambas as medidas: uma célula de carga foi acoplada ao conversor do eletromiógrafo para registrar simultaneamente força e sinal eletromiográfico. Foram analisados os sinais dos músculos bíceps braquial, braquiorradial e tríceps braquial, e estimada a força de flexão e de extensão do braço nas diferentes tarefas. A relação entre esses conjuntos de valores foi analisada estatisticamente, verificando se havia correlação entre força e sinal eletromiográfico. Os resultados mostraram não haver tal correlação nas tarefas avaliadas. A posição do braço não influenciou a relação EMG-força dos músculos avaliados, com exceção do tríceps braquial, cuja atividade eletromiográfica foi maior durante a tarefa NB. Conclui-se que, em isometria, as tarefas podem ser empregadas para ativar o bíceps braquial e o braquiorradial; a tarefa NB é a mais indicada para ativar o tríceps braquial.

    Abstract in English:

    The relationship between myoelectric signal amplitude and muscle strength (EMG-force) has been used as an indirect measure of muscle strength. The aim of this study, in 18 healthy, female, right-handed volunteers, was to assess the influence of arm position on the relationship EMG-force of arm muscles in three different tasks: arm flexion, arm abduction, and neutral arm position. Both myoelectric signals and strength measures were acquired simultaneously, by coupling a load-cell to the electromyograph transducer. Signals from the biceps brachii, braquioradialis, and triceps brachii muscles were analysed, and arm extension and flexion force was estimated. Relationships between these values were statistically analysed, searching for a correlation between myoelectric signal amplitude and muscle strength. Results showed no such correlation could be found during any of the tasks. Arm position did not influence EMG-force of the assessed muscles, to the exception of the triceps brachii muscle, which showed greater activity in the neutral arm task as compared to the other tasks. In isometric contractions, the tasks may be used to activate biceps brachii and braquioradialis; neutral arm position is indicated to activate the triceps brachii muscle.
  • Reproducibility of functional tests in peripheral arterial diseas Pesquisa Original

    Pereira, Danielle Aparecida Gomes; Oliveira, Karen Lamana de; Cruz, Jerusa Oliveira; Souza, Cristiane Gonçalves de; Cunha Filho, Inácio Teixeira

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo visou avaliar a reprodutibilidade de dois testes funcionais de membros inferiores em pacientes com doença arterial periférica. Os testes senta-levanta da cadeira (TSL) e da ponta do pé (TPP) foram aplicados duas vezes em 14 voluntários com doença arterial periférica por três examinadores, com intervalo de 1 minuto entre os testes e de 15 minutos entre teste e reteste. A maioria dos participantes apresentou dificuldades no TPP, sendo realizadas adaptações. Os dados foram analisados estatisticamente; o grau de concordância entre examinadores foi estimado pelo coeficiente de correlação intraclasse (CCI), sendo ±<5% considerado significativo. Todas as correlações foram estatisticamente significativas. O TSL apresentou alta reprodutibilidade tanto inter-examinador (CCI=0,904 no teste e 0,857 no reteste) quanto intra- examinador. O mesmo ocorreu com o TPP (CCI=0,824 no teste e 0,941 no reteste, na avaliação inter-examinador). A correlação de Pearson entre as médias dos três examinadores no TSL e no TPP foi 0,651 no teste e 0,609 no reteste. Ambos os testes são pois reprodutíveis e viáveis na prática clínica, mas é necessário avaliar se são sensíveis a alterações que ocorram durante o processo natural da doença ou se podem ser instrumentos viáveis para acompanhamento desses pacientes.

    Abstract in English:

    This study aimed at evaluating the reproducibility of two lower-limb functional tests in patients with peripheral arterial disease. The chair-stand (CST) and tip-toe (TTT) tests were applied twice to 14 volunteers with peripheral arterial disease by three examiners with a one-minute interval between them and 15 minutes between test and retest. Most participants presented difficulties in TTT, which has then been slightly adjusted. Data were statistically analysed; inter-examiner degree of agreement was assessed by means of the intraclass correlation coefficient (ICC), with significance level set at ±<5%. All correlations were found to be statistically significant. CST showed high both inter-examiner reproducibility (test ICC=0.904, retest ICC=0.857) and intra-examiner. The same applies to TTT (inter examiner test ICC=0.824, retest ICC=0.941). The Pearson correlation between the mean of the three examiners in CST and the mean in TTT was 0.651 at test and 0.609 at retest. Both tests are thus reliable and viable for clinical practice. However, it is still to be assessed whether these tests are sensitive to changes that might arouse from the disease, hence being useful for patient follow-up.
  • Effects of chest physiotherapy on blood pressure in preterm newborn Pesquisa Original

    Nicolau, Carla Marques; Falcão, Mário Cícero

    Abstract in Portuguese:

    Oscilações na pressão arterial (PA) sistêmica são diretamente proporcionais às oscilações do fluxo sangüíneo cerebral nos prematuros, mas são escassos os estudos acerca do efeito dos procedimentos fisioterapêuticos sobre a PA. Este estudo investigou a repercussão desses procedimentos e da aspiração endotraqueal na pressão arterial em recém-nascidos pré-termo (RNPT) na primeira semana de vida. Foram estudados 42 RNPT com peso de nascimento menor que 1.500 gramas em ventilação mecânica. A PA foi mensurada em três momentos: antes da fisioterapia (A), imediatamente após os procedimentos fisioterapêuticos (B) e imediatamente após a aspiração endotraqueal (C). Os dados coletados foram analisados estatisticamente, com nível de signficância fixado em p<0,05. Os 42 RNPT tinham idade gestacional média de 29,58±2,16 semanas e peso médio ao nascer 1012,68±274,16 g, com predominância do sexo feminino (57,1%) e da doença das membranas hialinas (90,4%). As médias das variáveis estudadas, respectivamente pressão arterial sistólica, diastólica e (média), em mmHg, foram: momento A, 71,32 x 40,56 (53,04); momento B, 69,93 x 39,41 (51,98); e momento C, 74,29 x 43,75 (54,82). A PA dos recém-nascidos permaneceu dentro dos valores fisiológicos após os procedimentos fisioterapêuticos e de aspiração, portanto as intervenções fisioterapêuticas realizadas não podem ser consideradas prejudiciais para os RNPT; a aspiração endotraqueal teve maior influência nas oscilações da PA.

    Abstract in English:

    Blood pressure (BP) oscillations in premature newborns are directly related to cerebral blood flow, but few studies assess the effects of standard physical therapy procedures on their BP. The aim of this study was to analyse the effects of respiratory physiotherapy and endotracheal suctioning on premature newborn BP during the first week of life. Forty-two preterm newborns with mean birth weight of 101.68±274.16 g, mean gestational age 29.58±2.16 weeks, and receiving mechanical ventilation were studied; they were mostly female (57.1%) and presented hyaline membrane disease (90.4%). BP measurements were carried out at three moments: before (A) and after physiotherapy (B), and after endotracheal suctioning (C). Data were statistically analysed and significance level set at p<0.05. Mean values found for systolic, diastolic, and (average) BP in mmHg were: moment A, 71.32 x 40.56 (53.04); moment B, 69.93 x 39.41 (51.98); and moment C, 74.29 x 43.75 (54.82). Newborn BP thus remained within physiological values both after physiotherapy procedures and suctioning, hence these may be said to be harmless; endotracheal suctioning had a higher influence on premature newborn BP oscillations.
  • Is there a correlation between self-reported level of activity and observed physical performance in elderly women? Pesquisa Original

    Pereira, Renata Marinho; Alabarse, Silvio Lopes; Cordeiro, Renata Cereda

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo visou verificar se havia associação entre o nível de atividade físico-funcional auto-referido e o desempenho físico de idosas em centro de reabilitação. Foram selecionadas 37 mulheres idosas (com em média 72,7±5,9 anos) pelas fichas de admissão em serviço de atividade física de um centro de referência em reabilitação. Para a avaliação do nível de atividade física auto-referido empregou-se o Perfil de Atividade Humana (PAH); na observação direta de desempenho físico aplicaram-se os testes de caminhada em 6 minutos (TC6') e levantar da cadeira em 30 segundos (TSL30"). Foi encontrada correlação positiva fraca (r=0,41) e estatisticamente significante (p=0,01) entre os valores do PAH e o TC6'; e uma tendência de associação entre a classificação do nível de atividade e a variável categórica TC6' (p=0,08). Também foi encontrada correlação positiva fraca (r=0,36) e estatisticamente significante (p=0,02) entre o PAH e o TSL30". Pode-se afirmar que o auto-relato de nível de atividade física das idosas estudadas correlaciona-se, porém fracamente, ao desempenho físico observado. Sugerem-se novas pesquisas com amostras representativas da população idosa em uma comunidade, não apenas de pacientes de centro de reabilitação, para averiguar possíveis tendências à subestimação ou superestimação do nível de atividade física em avaliações auto-referidas.

    Abstract in English:

    The aim of the study was to verify the degree of association between self-reported level of physical activity and observed physical performance of aged women. Thirty-seven women (mean aged 72.7±5.99 years old) were selected by looking up admission records in a reference centre for physical rehabilitation. The Human Activity Profile (HAP) was used to measure activity level; and, for direct observation of physical performance, the six-minute walk test (6MWT) and the 30-second chair-stand test were applied. A statistically significant (p=0.01), weak positive correlation (r=0.41) was found between HAP scores and 6MWT values; and an association trend was noticed between the classification of activity level and the 6MWT variable (p=0.08). Also, a significant (p=0.02), weak positive correlation (r=0.36) was found between HAP scores and results of the 30-second chair stand test. It may be said there is a correlation, though weak, between self-reported and observed levels of physical performance among the elderly here studied. Further research should address aged community dwellers - not only rehabilitation patients - in order to assess a possible under or overestimation of the physical activity level in self-reported evaluations.
  • Brazilian version of the Trunk Impairment Scale: a reliability study in post-stroke subjects Pesquisa Original

    Lima, Núbia Maria Freire Vieira; Rodrigues, Silvia Yukie; Fillipo, Thais Martins; Oliveira, Roberta de; Oberg, Telma Dagmar; Cacho, Enio Walker Azevedo

    Abstract in Portuguese:

    O controle de tronco - uma habilidade motora básica indispensável à execução de muitas tarefas funcionais - encontra-se deficitário em pacientes que sofreram acidente vascular encefálico (AVE). Há poucas referências estrangeiras, e nenhuma em português, que focalizem a avaliação de tronco de forma quantitativa. Este estudo teve como objetivo traduzir e verificar a confiabilidade inter e intra-examinador, validade construtiva e consistência interna da versão brasileira da ECT - Escala de Comprometimento do Tronco (Trunk Impairment Scale). Em 18 voluntários com hemiparesia secundária à AVE foram aplicados os seguintes instrumentos: ECT, Protocolo de Desempenho Físico de Fugl-Meyer, Medida de Independência Funcional, EEB - Escala de Equilíbrio de Berg e Classificação de Deambulação Funcional. As avaliações foram realizadas por três fisioterapeutas experientes e o reteste da ECT foi realizado após 48 horas. Foram encontradas moderada confiabilidade intra-examinador e excelente confiabilidade inter-examinador (p<0,05), porém baixa consistência interna (0,45). A EEB foi a única a apresentar correlação com a ECT (r=0,491, p=0,038); a comparação com as demais escalas não revelou significância estatística. A ECT mostrou-se válida e eficaz para quantificar o comprometimento do tronco, com fácil aplicabilidade, e cumpriu os critérios de confiabilidade, assegurando sua replicabilidade por profissionais atuantes na reabilitação neurológica.

    Abstract in English:

    Trunk control - which is a basic motor ability to perform many functional tasks -is disrupted in most patients who have suffered a stroke. There are few foreign references and none in Portuguese dealing with the quantitative assessment of trunk control. The aim of this study was to translate, verify intra- and inter-examiner reliability, validity and internal consistency of the Brazilian version of the Trunk Impairment Scale (TIS). Eighteen hemiparetic, post-stroke volunteers were evaluated by means of the Fugl-Meyer Assessment Scale, Functional Independence Measure, Berg Balance Scale (BBS), and Functional Ambulation Classification; TIS was apllied by three experienced physical therapists; retest was carried out 48 hours later. Data analysis showed moderate intra-rater and an excellent inter-rater reliability (p<0.05), though low internal consistency (0.45). The only scale found to correlate with TIS was BBS (r=0.491, p=0.038), comparison to the others having shown no statistical significance. The TIS Brazilian version thus proved a valid and effective measure of trunk deficits, having fulfilled reliability criteria; it is easy to apply, and may be said to be reproducible by neurology physical therapists.
  • Pain relief in women with osteoporosis after a physical activity program Pesquisa Original

    Driusso, Patricia; Neves, Valéria Ferreira Camargo; Granito, Renata Neves; Rennó, Ana Claudia Muniz; Oishi, Jorge

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo teve por objetivo avaliar a dor e o consumo de analgésicos em mulheres com osteoporose, após a realização de um programa de atividade física. Participaram do estudo 15 mulheres com média de idade 59±7,6 anos, com diagnóstico densitométrico em L2-L4 de osteoporose e que haviam feito uso de analgésicos para dorsalgia pelo menos três vezes por semana no mês precedente à avaliação inicial. A dor foi avaliada por questões extraídas do Osteoporosis Assessment Questionnaire, aplicadas antes e após um programa de atividade física; o escore variou de 0 (melhor, sem dor) a 10 (pior, dor diária). O programa, que consistiu em caminhadas, exercícios livres de membros superiores e inferiores e relaxamento, foi realizado duas vezes por semana durante 28 semanas consecutivas. Os dados foram tratados estatisticamente. Comparando-se as pontuações obtidas, a dor apresentou uma diminuição significativa entre a avaliação inicial (7,33±3,05) e final (4,17±2,61, p=0,0007). Observou-se também uma redução no consumo de analgésicos. Esses resultados sugerem que o programa de atividade física foi efetivo para a diminuição da dor, contribuindo para a melhora da qualidade de vida das mulheres com osteoporose.

    Abstract in English:

    This paper aimed at evaluating the effect of a physical activity program onto the level of pain as perceived by women with osteoporosis. Fifteen women (mean age 59±7.6 years old) with bone-densitometry diagnosis of lumbar osteoporosis took part in the study; they all took analgesics at least thrice a week in the month prior to the study. Pain was assessed by questions extracted from the Osteoporosis Assessment Questionnaire both before and after the program; scores ranged from 0 (no pain) to 10 (pain everyday). The program consisted of walking, lower and upper limb free exercises, massage, and relaxation, twice a week, during 28 weeks. Data were statistically analysed. A significant decrease in pain was found after the program (from 7.33±3.05 to 4.17±2.61, p=0,0007), and a lesser use of analgesics was reported. These results suggest that the program of physical activity brought pain relief, thus contributing to improve quality of life of women with osteoporosis.
  • Assessment of shoulder function in traffic technicians by the Constant-Murley protocol Pesquisa Original

    Santos, Maria C.; Lancman, Selma

    Abstract in Portuguese:

    O estudo visou verificar a associação entre capacidade funcional e atividade ocupacional em trabalhadores técnicos de trânsito expostos a movimentos repetitivos, associados ou não a esforço físico; e verificar a presença de queixas e sintomas de traumas cumulativos na região do ombro. Participaram do estudo 102 técnicos de trânsito, divididos em dois grupos: G1 expostos a movimentos repetitivos e esforço físico; G2 expostos só a movimentos repetitivos. Todos foram avaliados pelo método de Constant-Murley, que avalia intensidade de dor nas atividades de vida diária, mobilidade e força muscular dos ombros. Os dados foram tratados estatisticamente e o nível de signficância fixado em p<0,05. Queixas de dor nos ombros foram referidas por 66% dos trabalhadores no G1 e 28,8% no G2; com relação à intensidade da dor, o G1 referiu dor mais intensa no ombro direito (11,80±4,60) que o G2 (13,56±3,33; p=0,030). Foi encontrada uma tendência para o ombro esquerdo no G1 de dor mais intensa do que no G2 (p=0,054). Trabalhadores de ambos os grupos não apresentaram prejuízo da função em relação ao parâmetro normal. Não se verificou pois associação entre a capacidade funcional dos ombros e a atividade ocupacional em qualquer dos grupos, o que pode ser devido ao viés conhecido como efeito do trabalhador sadio. A queixa de dor no ombro do G1 foi associada ao movimento repetitivo e ao esforço físico presentes nas tarefas de trabalho desse grupo.

    Abstract in English:

    The purpose of the study was to assess whether there is a relation between shoulder functional capacity and occupational activity among traffic workers exposed to repetitive movements and/or to overexertion; and to inquire on shoulder complaints and symptoms of cumulative trauma disorders. A hundred and two traffic workers were divided into two groups - G1 exposed to overuse and overexertion, G2 exposed only to overuse - and submitted to the Constant-Murley functional shoulder protocol, which assesses four items: pain, pain in activities of daily living, range of motion, and muscle strength. Data were statistically analysed and significance level set at p<0.05. Shoulder pain was reported by 66% of G1 subjects and by 28.8% of G2's; G1 presented higher pain intensity complaints on the right shoulder (11.80±4.60) than G2 (13.56±3.33; p=0.030); and a trend was found to more intense pain on the left shoulder in G1 than in G2 (p=0.054). Workers of both groups did not present functional decrease as compared to normality parameters. There was hence no association between functional shoulder capacity and occupational activity in neither group, which may be due to the bias known as healthy worker effect. G1 shoulder pain complaints were linked to repetitive movements associated to physical effort inherent to G1 worker tasks.
  • Brazilian version, reliability and validity study of the Equiscale Pesquisa Original

    Almeida, Sara Regina Meira; Loureiro, Anderson Barbosa; Maki, Tiaki

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo consistiu na tradução para o português e na verificação da confiabilidade e validade do teste original de equilíbrio Equiscale. A versão brasileira foi testada em 11 indivíduos com esclerose múltipla selecionados aleatoriamente, que foram inicialmente avaliados pela Escala de Equilíbrio de Berg (EEB), Medida de Independência Funcional e pela Escala do Estado de Deficiência Expandida (EDSS). Foram feitas duas avaliações usando a Equiscala (teste-reteste) por três fisioterapeutas, para verificar a confiabilidade interexaminador. A confiabilidade teste-reteste e interexaminador foi verificada pelo coeficiente de correlação intra-classe (CCI); e a relação entre a Equiscala e as demais escalas, pelo coeficiente de correlação de Spearman. Foi demonstrada adequada confiabilidade teste-reteste (CCI=0,882; 0,906) e interexaminador(CCI=0,947; 0,933; 0,962). Também foi encontrada boa correlação da Equiscala com a Escala de Equilíbrio de Berg (rs=0,8940; p=0,0002) e a EDSS (rs=-0,7139; p=0,0136). Os resultados indicam que a Equiscala apresenta adequada confiabilidade e validade, podendo ser aplicada na avaliação do equilíbrio em pacientes com esclerose múltipla.

    Abstract in English:

    This articles presents the Brazilian-Portuguese version of the Equiscale, and assesses its reliability and validity. The translation was tested on 11 randomly-selected patients with multiple sclerosis, who were also assessed by the Berg Balance Scale (BBS), Functional Independence Measure (FIM), and Expanded Disability Status Scale (EDSS). The Equiscale was applied twice (test-retest) by three physical therapists. Test-retest reliability was verified by the intra-class correlation coefficient (ICC), and comparison between Equiscale and the other scales was made using Spearman correlation coefficient. Test-retest reliability was shown to be adequate (ICC=0.882; 0.906), as well as inter-examiner's (ICC=0.947; 0.933; 0.962). Good correlations were also found between Equiscale and BBS (rs=0.8940; p=0.0002), and EDSS (rs=-0.7139; p=0.0136). Results thus show that the Equiscale Brazilian version presents adequate reliability and validity, proving a useful instrument to assess balance in multiple sclerosis patients.
  • Qualitative analysis of effects of phonophoresis with Arnica montana onto acute inflammatory process in rat skeletal muscles Pesquisa Original

    Alfredo, Patrícia Pereira; Anaruma, Carlos Alberto; Pião, Antônio Carlos Simões; João, Sílvia Maria Amado; Casarotto, Raquel Aparecida

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo visou verificar o efeito da sonoforese com Arnica montana sobre a fase inflamatória aguda de uma lesão muscular. Para isso, 40 ratos Wistar machos, lesados cirurgicamente, foram divididos em 4 grupos: controle (C), 10 ratos lesados e não tratados; grupo ultra-som (US), 10 lesados, tratados com US; grupo ultra-som com arnica (US+A), 10 ratos lesados, tratados com sonoforese de gel de arnica; grupo arnica (A), 10 ratos lesados, tratados com massagem de gel de arnica. O tratamento dos três grupos foi iniciado 24h após a lesão, sendo aplicado uma vez ao dia durante 3 minutos, por três dias. Quatro dias após a lesão, os animais foram sacrificados e o terço médio do músculo tibial anterior lesado foi removido e tratado histologicamente. Os resultados da análise qualitativa mostram que, no grupo C, formou-se um intenso infiltrado de células inflamatórias no espaço intersticial e um processo de regeneração apenas iniciado. Nos grupos US e US+A foi detectado um avançado processo inflamatório, com tecido conjuntivo mais organizado e consistente. No grupo A foi detectada diminuição no número de células inflamatórias e uma desorganização em sua disposição, o que poderia levar a um atraso no processo de regeneração. Conclui-se que os grupos que receberam a aplicação do ultra-som e ultra-som com arnica apresentaram semelhante aceleração do processo inflamatório agudo, sugerindo ineficácia da sonoforese quando comparada à aplicação de apenas ultra-som.

    Abstract in English:

    This study aimed at verifying the effects of phonophoresis associated to Arnica montana on the acute phase of an inflammatory muscle injury. Forty Wistar male rats of which the Tibialis Anterior muscle was surgically lesioned, were divided into 4 groups (n=10 each): control group received no treatment; the ultrasound group (US), treated with US; the US+A group was treated with arnica phonophoresis; and the arnica group (A) received massage with arnica gel. Treatment for the three groups started 24 h after surgical injury and lasted 3 days, being applied during 3 minutes once a day. On the 4th day after lesion animals were sacrificed and sections of the injured, inflamed muscle were removed for histological analysis. Results showed, in C group, an intense infiltrate of inflammatory cells and an only incipient regeneration process; in both US and US+A groups an advanced inflammatory process was noticed, with organized and thick conjunctive tissue. In A group a reduced number of ill-arranged inflammatory cells was detected, which might lead to delays in the regeneration process. Since both US and US+A groups showed similar acceleration of the acute inflammatory process, it may be inferred that arnica phonophoresis did not have extra healing effect, hence is inneffective when compared to ultrasound alone.
  • Effect of acupuncture on pain, sleep and quality of life improvement in fibromyalgia patients: preliminary study Pesquisa Original

    Takiguchi, Raymond S.; Fukuhara, Vanessa Satie; Sauer, Juliana Ferreira; Assumpção, Ana; Marques, Amélia Pasqual

    Abstract in Portuguese:

    A fibromialgia é uma síndrome definida por dor crônica generalizada e em pelo menos 11 dos 18 tender points, pontos dolorosos específicos. Este ensaio clínico randômico visou verificar a eficácia da acupuntura na melhora da dor, sono e qualidade de vida de pacientes fibromiálgicas. Dentre 20 mulheres com média de idade 44 anos, com diagnóstico de fibromialgia segundo critérios do Colégio Americano de Reumatologia, finalizaram o estudo 12, distribuídas aleatoriamente em dois grupos: A (GA, n=5), que recebeu acupuntura segundo a medicina tradicional chinesa; e B (GB, n=7), que teve a inserção de agulhas nos tender points base do occipital, trapézio, supraespinhoso e epicôndilo lateral. A dor foi avaliada por escala visual analógica e dolorimetria; o sono, pelo Inventário do Sono; e a qualidade de vida, pelo Questionário de Impacto da Fibromialgia (QIF). Os grupos receberam acupuntura uma vez por semana, durante oito semanas, com inserção de oito agulhas por 25 minutos. Os dados foram tratados estatisticamente, adotando-se o nível de significância ±=0,05. No GA, houve melhora estatisticamente significante do sono; e no GB, na dor, limiar de dor nos tender points, no sono e nos itens do QIF dor, cansaço matinal, ansiedade e depressão (p<0,05). Os resultados sugerem que a acupuntura, especialmente com inserção de agulhas nos tender points, promove a diminuição da dor e melhora da qualidade de vida e do sono em indivíduos com fibromialgia.

    Abstract in English:

    Fibromyalgia is a syndrome defined by chronic widespread pain and sensitivity to pressure at at least 11 of 18 tender points. The aim of this random blind clinical trial was to assess the effectiveness of acupuncture on pain relief, on quality of sleep and life in fibromyalgia patients. From 20 female fibromyalgic patients (diagnosed according to the American College of Rheumatology), mean aged 44 years, 12 completed the study, randomly assigned into two groups: group A (GA, n=5) received acupuncture according to the traditional Chinese medicine; and group B (GB, n=7) received acupuncture at eight tender points: at the occiput, trapezius muscle, supraspinatus muscle, and lateral epicondyle. Pain was assessed by a visual analogue scale and by dolorimetry; quality of life, by the Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ); and sleep, by the Post Sleep Inventory. Both groups received acupuncture once a week for eight weeks, with insertion of eight needles for 25 minutes. Data were statistically analysed and significance level set at ±=0.05. Results show significant sleep improvement in GA; and, in GB, lesser pain as detected by VAS, higher pain threshold on tender points, better sleep and improvement in FIQ items pain, morning tiredness, anxiety, and depression (p<0.05). These data suggest that acupuncture, especially that with tender point needle insertion, provides pain relief, better quality of life and of sleep in fibromyalgic patients.
  • Effects of aquatic exercise on cardiorespiratory fitness and blood pressure in hypertensive women Pesquisa Original

    Piazza, Lisiane; Menta, Marice Regina; Castoldi, Cristiano; Reolão, José Basileu Caon; Schmidt, Rodrigo; Calegari, Leonardo

    Abstract in Portuguese:

    O estudo visou avaliar a influência de um programa de exercícios aquáticos sobre a aptidão cardiorrespiratória e a pressão arterial em mulheres hipertensas. Dez hipertensas participaram do programa de exercícios aquáticos - aeróbicos, de fortalecimento, alongamento e relaxamento - duas vezes por semana durante 7 semanas, totalizando 14 sessões. Foram avaliadas pelo teste de esforço cardiorrespiratório antes e após o desenvolvimento do programa. A pressão arterial foi mensurada ao repouso e aos 10, 20 e 30 minutos após o exercício em cada sessão. As variáveis cardiorrespiratórias não apresentaram alterações significativas após o programa, tanto dos valores de limiar de anaerobiose quanto os do pico de esforço. As pressões arteriais sistólica, diastólica e média de repouso permaneceram estáveis no decorrer do programa. Entretanto, no período pós-exercício, os níveis da pressão arterial sistólica (PAS) e média (PAM) foram significativamente menores, quando comparados aos valores pré-exercício: houve redução média de 6,43 mmHg da PAS e 3,08 mmHg da PAM aos 30 minutos pós-exercício. Assim, o programa de exercícios aquáticos proposto não promove ganho aeróbico efetivo, mas os resultados sugerem que exercícios aquáticos como os propostos, em intensidade próxima ao limiar de anaerobiose, desencadeiam redução dos níveis de pressão arterial no período pós-exercício, em mulheres hipertensas.

    Abstract in English:

    The aim of this study was to assess the influence of an aquatic exercise program on cardiorespiratory fitness and blood pressure in hypertensive women. Ten hypertensive women took part in the study. The program consisted of aquatic aerobic, strengthening, and stretching exercises in intensity near the anaerobic threshold, besides relaxation, twice a week during 7 weeks, totalling 14 sessions. They were assessed by cardiorespiratory exercise testing before and after program development. Blood pressure was measured at rest before and at 10, 20, and 30 minutes after exercise, at the end of each session. After the hydrotherapy program, cardiorespiratory ranges did not show significant changes, neither at the anaerobic threshold nor at the effort peak. Systolic (SBP), diastolic (DBP), and mean (MBP) blood pressure at rest remained stable all through the program. However, SBP and MBP levels at 30-minute rest after exercises, at the end of the program, were significantly lower when compared to pre-exercise ones: there was a mean 6,43 mmHg SBP decrease and a 3,08 mmHg MBP decrease. The hydrotherapy program thus did not promote effective aerobic increase, but results suggest that the proposed exercises, performed at near-anaerobic threshold, may reduce post-exercise SBP and MBP levels in hypertensive women.
  • Relationship between functional performance of children with cerebral palsy and health-related quality of life of their caregivers Pesquisa Original

    Rocha, Ana Paula; Afonso, Daniella Romany Viana; Morais, Rosane Luzia de Souza

    Abstract in Portuguese:

    Cuidadores de crianças com paralisia cerebral (PC), ao lidar com as incapacidades da criança, são suscetíveis a detrimento de sua saúde física e bem-estar psicológico, o que pode ter impacto em sua qualidade de vida relacionada à saúde (QV). O objetivo deste estudo foi verificar se há correlação entre o desempenho funcional de crianças com PC e a QV de seus cuidadores, verificando também eventual correlação entre o nível de função motora e o desempenho funcional em crianças com PC. A QV de 17 cuidadores de crianças com PC foi avaliada pelo questionário Short-Form Health Survey (SF-36); a função motora e o desempenho funcional das respectivas crianças foram avaliados pelo Gross Motor Function Classification System (GMFCS) e pelo Inventário de Avaliação Pediátrica de Disfunção (PEDI). Os dados foram tratados estatisticamente. Nenhuma correlação significativa foi encontrada entre a classificação no GMFCS ou o escore no PEDI e os escores dos cuidadores no SF-36. Foi encontrada forte correlação negativa entre os escores das crianças no PEDI e os níveis do GMFCS. A qualidade de vida de cuidadores de crianças com PC não foi pois influenciada pelo grau de limitação funcional de suas crianças. No entanto, o GMFCS mostrou-se um bom preditor de funcionalidade em crianças com paralisia cerebral.

    Abstract in English:

    When dealing with the child's disabilities, caregivers of children with cerebral palsy (CP) are likely to experience physical or psychological suffering, which may impact their health-related quality of life (QoL). This study searched for a correlation between CP children's functional performance and their caregivers' QoL, also looking for a correlation between gross motor functional level and functional performance in children with CP. The QoL of 17 caregivers of children with CP was assessed by the Short-Form Health Survey (SF-36); children's functional performance was evaluated by means of the Gross Motor Function Classification System (GMFCS) and the Pediatric Evaluation of Disability Inventory (PEDI). Data were statistically analysed. No significant correlation was found between children's GMFCS classification or PEDI scores and their caregivers scores in SF-36. A negative, strong correlation was found between scores at PEDI and GMFCS. The quality of life of caregivers of children with CP was hence not influenced by the children's level of functional limitation. GMFCS has shown to be a good predictor of functional performance in children with cerebral palsy.
  • Constraint-induced movement therapy in hemiplegia: a single-subject study Relato de Casos

    Vaz, Daniela Virgínia; Alvarenga, Rafaela Fernandes; Mancini, Marisa Cotta; Pinto, Tatiana Pessoa da Silva; Furtado, Sheyla Rossana Cavalcanti; Tirado, Marcella Guimarães Assis

    Abstract in Portuguese:

    A terapia de movimento induzido por restrição (TMIR) tem mostrado resultados positivos em indivíduos hemiparéticos após acidente vascular cerebral; consiste na contenção do membro superior não-afetado e treinamento intensivo do membro afetado. Este estudo visou documentar longitudinalmente os efeitos da TMIR na funcionalidade do membro superior de um indivíduo com hemiparesia esquerda crônica. Neste estudo de caso único tipo ABA, as fases linha de base (A) duraram duas semanas e a intervenção (B) compreendeu a contenção do membro sadio com um splint e cinco sessões semanais de 3 horas de treino do membro superior afetado, durante duas semanas. As medidas de funcionalidade Action Research Arm (ARA) e de qualidade de movimento e destreza Wolf Motor Function Test (WMFT) foram coletadas cinco vezes por semana, e a medida de qualidade e freqüência de uso do membro superior, Motor Activity Log (MAL), uma vez por semana por seis semanas. Os dados coletados foram tratados estatisticamente. Os resultados mostram ganhos significativos na qualidade de movimento (WMFT) durante a intervenção (p<0,05), mantidos no follow-up (p>0,05). Quanto à destreza (WMFT) e funcionalidade (ARA), foram detectadas tendências significativas de ganho durante as quatro primeiras semanas; após a intervenção, houve estabilização do desempenho (p<0,05). A análise do MAL acusou efeitos sem relevância clínica. Os resultados mostram que a TMIR propiciou ganhos de desempenho motor do paciente com hemiparesia crônica.

    Abstract in English:

    Constraint-induced movement therapy (CIMT) consists of restraining movement of the non-affected arm while providing intensive training of the affected upper extremity. Positive results have been reported after CIMT in individuals with hemiparesis due to stroke. This study is a longitudinal, ABA-design documentation of the effects of CIMT on upper extremity function of an individual with chronic left hemiparesis. Baseline phases (A) lasted two weeks and intervention (B) involved restrain of the non-affected arm with a splint and five three-hour weekly sessions of training of the affected arm, for two weeks. During the six study weeks upper extremity function was assessed by means of the Action Research Arm (ARA) and movement quality and dexterity were assessed with the Wolf Motor Function Test (WMFT), five times a week. Quality and frequency of use of the upper extremity were assessed by the Motor Activity Log (MAL) once a week. Collected data were statistically analysed. Results showed significant gains in quality of movement (WMFT) during intervention (p<0.05), which were maintained during follow-up (p>0.05). As to dexterity (WMFT) and functioning (ARA), significant gain trends were detected during the first four weeks, performance having stabilised thereafter (p>0.05). MAL analysis did not detect any clinically relevant change. This study thus documented motor performance gains after CIMT in a patient with chronic hemiparesis.
  • Postural control in individuals with Down syndrome: a review Revisão

    Carvalho, Regiane Luz; Almeida, Gil Lúcio

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho consistiu numa revisão da literatura sobre controle postural em indivíduos portadores da síndrome de Down, por meio de consulta às bases de dados Medline, Lilacs e Web of Science. Dentre os artigos publicados nos últimos 16 anos, selecionaram-se 30, dos quais 7 focalizam a natureza dos défices no sistema de controle postural, como alterações neurobiológicas e biomecânicas, e 23 enfocam o controle postural no período de desenvolvimento (11 artigos) e em adolescentes e adultos (12 artigos) portadores da síndrome. Discutem-se os marcos teóricos que conformam a compreensão do desenvolvimento postural e seus défices, bem como as implicações dessa compreensão para a prática da fisioterapia.

    Abstract in English:

    This is a review of literature on postural control in individuals with the Down syndrome, by searching in Medline, Lilacs and Web of Science data bases. Among articles published in the last 16 years, 30 were selected, of which 7 focus on postural control system deficits, such as neurobiological and biomechanical alterations, and 23 focus postural control development (11 articles) and in adolescents and adults (12 articles) with the Down syndrome. The theoretic bases for understanding posture control development and deficits are discussed, in view of their implications for physical therapy practice.
  • Psychometric characteristics of the instruments used to assess quality of life in multiple sclerosis: a literature review Revisão

    Pedro, Luísa Maria Reis; Pais-Ribeiro, José Luís

    Abstract in English:

    A esclerose múltipla (EM) é a doença crônica neurológica que mais afeta adultos jovens; em 80% dos casos, a doença progride para situações de níveis variados de incapacidade, o que torna necessário avaliar a qualidade de vida (QV) desses indivíduos. O objetivo desta revisão foi localizar estudos que avaliam a QV em indivíduos com EM, identificando os instrumentos utilizados e suas características psicométricas. Foram consultadas as bases Psycinfo, Psycarticles, Psycbooks, Psychology & Behavioral Science Collection, EJS E-Journal, Cochrane Central Register of Controlled Trials, Cochrane Database of Systematic Reviews, Database of Abstracts of Reviews of Effects, Medline, e Academic Search Complete, utilizando os descritores multiple sclerosis e quality of life, para localizar artigos publicados no período 1997-2007. Foram selecionados 1.376 artigos e, após a leitura dos resumos, excluídos os referentes a instrumentos que não tinham boas características psicométricas e/ou eram pouco referenciados. Foram encontrados 461 artigos, dos quais 267 usaram instrumentos genéricos e 194, específicos para a EM. Dos 7 instrumentos (2 genéricos, 5 específicos) com boas características psicométricas utilizados pelos estudos consultados, o mais usado é o SF-36 (em 237 estudos). Todos os instrumentos têm validade verificada e apresentam grau elevado de confiabilidade, podendo ser utilizados para avaliação da qualidade de vida de pacientes com EM tanto em pesquisa quanto na clínica.
  • Errata: Fisioter Pesq 2008;2:160

Universidade de São Paulo Rua Ovídio Pires de Campos, 225 2° andar. , 05403-010 São Paulo SP / Brasil, Tel: 55 11 2661-7703, Fax 55 11 3743-7462 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revfisio@usp.br