Permanecendo no próprio ser: a potência de corpos e afetos em Espinosa

Remaining on the being itself: the power of bodies and affects in Spinoza

Carlos Augusto Peixoto Junior Sobre o autor

Este artigo tem como objetivo principal percorrer algumas passagens da Ética de Espinosa, buscando delimitar o lugar e a importância da noção de corpo em seu pensamento. No decorrer deste percurso, também são abordadas outras questões fundamentais correlacionadas ao tema central, tais como os conceitos de substância e potência, assim como as relações entre corpo e mente. Por último, procura-se delimitar a especificidade do corpo humano, articulando-a com o lugar decisivo ocupado pelos afetos na teoria espinosana. Com isso busca-se destacar também a importância fundamental das noções de vida e imanência em sua teoria.

Espinosa; corpo; mente; potência; ser


Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia Campus do Gragoatá, bl O, sala 334, 24210-201 - Niterói - RJ - Brasil, Tel.: +55 21 2629-2845 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revista_fractal@yahoo.com.br