Os sinsignos icônicos nas 66 classes de signos: uma análise semiótica da fonte tipográfica Univers Revolved

Iconic Sinsigns within Peirce's system of 66 classes of signs: a semiotic analysis of the typeface Univers Revolved

Resumos

O potencial analítico dos modelos de três e dez classes de signos de C. S. Peirce é reconhecido pelos pesquisadores da área. O mesmo não se pode dizer do sistema de 66 classes. Pouco conhecido, pois foi deixado em aberto por Peirce, e ainda é alvo de muitas discussões a respeito de sua aplicabilidade. Com o propósito de mostrar o seu potencial analítico, este artigo apresentará uma análise dos sinsignos icônicos extraída de uma análise completa de uma fonte tipográfica fundamentada no sistema de 66 classes de signos. Além de corresponder à parte empírica de uma pesquisa teórica, que propõe de um modelo analítico com as 66 classes, a análise mostra detalhes da relação entre sinsignos icônicos e qualissignos que não podem ser percebidos nos sistemas com menos classes, o que é uma evidência da contribuição do sistema de 66 classes a semiótica.

semiótica aplicada; C. S. Peirce; tipografia


Although Peircean scholars have acknowledged the analytical potential of C. S. Peirce's models of three and ten classes of signs, such is not the case of his system of sixty-six classes. This system is practically unknown because Peirce did not conclude it, and its applicability to semiotic analysis has been discussed extensively. This paper testifies to the analytical potential of the system of sixty-six classes by presenting an analysis of the Iconic Sinsigns extracted from a full analysis of a typeface. The paper presents the empirical part of a theoretical study that proposes an analytical model of Peirce's sixty-six classes of signs. In particular, it shows the relationship between Iconic Sinsigns and Qualisigns at a level of detail that is indiscernible in his other systems with fewer classes, providing evidence of the relevance of Peirce's system of sixty-six classes of signs for a better understanding of semiotics.

applied semiotics; C. S. Peirce; typography


  • BORGES, Priscila M. Mensagens cifradas: a criação de linguagens diagramáticas. Tese de doutorado em Comunicação e Semiótica. São Paulo, Programa de Comunicação e Semiótica, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2010.
  • BORGES, Priscila M. "Os Qualissignos nas 66 classes de signos de C.S.Peirce: uma análise semiótica da fonte tipográfica Univers Revolved". In: ADAMI, Antonio; HOHLFELDT, Antonio Carlos (orgs.). IX LUSOCOM Lusofonia e Interculturalidade 1. ed. São Paulo, Intercom, p. 604-627, 1 vol, 2012.
  • CARROLL, Lewis. As aventuras de Alice 3ed. São Paulo, Summus, 1980.
  • FARIAS, Priscila; QUEIROZ, João (2003). On diagrams for Peirce's 10, 28, and sixty-six classes of signs. Semiotica, v. 147, 2003.
  • ______. 10cubes and 3N3: Using interactive diagrams to investigate Charles Peirce's classifications of signs. Semiotica, v. 151, 2004.
  • ______. Images, diagrams, and metaphors: Hypoicons in the context of Peirce's sixty-six-fold classification of signs. Semiotica, v. 162, 2006.
  • LEE, Ji. Univers Revolved: A Three-Dimensional Alphabet. New York, Harry N. Abrams, 2004.
  • MERKLE, Luiz Ernesto. Disciplinary and Semiotic Relations across Human-Computer Interaction Tese de doutorado em Ciência da Computação. London, Graduate Program in Computer Science, University of Western Ontario, 2001.
  • PEIRCE, Charles Sanders. Collected Papers of Charles S. Peirce. Cambridge, Harvard Univ. Press, 1-8 vol, 1931/1958. (Citado como CP, seguido do volume e página)
  • ______. The Essential Peirce Selected Philosophical Writings. Bloomington, Indiana University Press, 1-2 vol, 1992/1998. (Citado como EP, seguido do volume e página)
  • ROMANINI, Anderson Vinícius. Semiótica Minuta: Especulações sobre a gramática dos signos e da comunicação a partir da obra de C.S.Peirce. Tese de doutorado em Ciências da Comunicação. São Paulo, Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, 2006
  • SANDERS, Gary. Peirce's sixty-six signs? Transactions of the Charles S. Peirce Society, v. 6, n. 1, 1970.
  • SANTAELLA, Lucia. Teoria Geral dos Signos. Como as linguagens significam as coisas. 2. ed. São Paulo, Pioneira, 2000.
  • ______. Matrizes da Linguagem e do Pensamento: sonora, visual, verbal. São Paulo, Iluminuras, 2001.
  • WEISS, Paul; Burks, Arthur. Peirce's sixty-six signs. Journal of Philosophy, v. 42, n. 14, jul. 5, 1945.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    15 Jul 2015
  • Data do Fascículo
    Dez 2013

Histórico

  • Recebido
    Abr 0000
  • Aceito
    Set 2013
Programa de Estudos Pós-graduados em Comunicação e Semiótica - PUC-SP Rua Ministro Godoi, 969, 4º andar, sala 4A8, 05015-000 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (55 11) 3670 8146 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: aidarprado@gmail.com