Conversão do conhecimento é fonte de Vantagem Competitiva Sustentável? uma análise empírica sob a perspectiva da Resource-based View

Is knowledge conversion a source of Competitive Sustainable Advantage? an empirical analysis based from a Resource-based View perspective

Distinções entre Vantagem Competitiva (VC) e Vantagem Competitiva Sustentável (VCS), apresentadas por Wernerfelt (1984, 1995), Barney (1986a, 1986b, 1991) e Barney e Arikan (2001), indicam que a VCS tende a resistir às tentativas de duplicação. Com o presente estudo, foi analisado se o modelo SECI de conversão do conhecimento (NONAKA; TAKEUCHI, 2004) é avaliado pelos gestores organizacionais como uma fonte de VCS, segundo a perspectiva da Resource-based View (RBV). Por meio de estudo de campo, mediante a aplicação de um questionário estruturado fechado junto a 200 gestores, concluiu-se que a visão do gestor é divergente dos indicadores conceituais que qualificam o modelo SECI como vetor de Vantagem Competitiva Sustentável na perspectiva da RBV. Em outras palavras, enquanto a literatura afirma que o modelo SECI é gerador VCS, no presente estudo identificou-se que a opinião dos gestores não converge para essa afirmação, sugerindo que, na prática, a teoria é outra.

Modelo SECI; Vantagem Competitiva Sustentável; Visão baseada em recursos; Conversão do conhecimento


Universidade Federal de São Carlos Departamento de Engenharia de Produção , Caixa Postal 676 , 13.565-905 São Carlos SP Brazil, Tel.: +55 16 3351 8471 - São Carlos - SP - Brazil
E-mail: gp@dep.ufscar.br