Los pueblos indígenas en el Paraguay: conquistas legales y problemas de tierra

Resumo:

Este artigo procura analisar, a partir do processo de transição entre a ditadura de Alfredo Stroessner e a democracia no Paraguai, a política indigenista plasmada na nova Constituição Nacional de 1992 quais são seus resultados e avanços legais, e se, efetivamente, estes modificam a situação em que a população indígena se encontrava desde a legislação do século XIX até o presente, sobretudo em relação aos direitos sobre a terra. Ao mesmo tempo, aqui se revela os níveis de organização indígena-indigenista com o objetivo de que estes direitos sejam respeitados pelos governantes da chamada “sociedade nacional” paraguaia.

Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS UFRGS - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Av. Bento Gonçalves, 9500 - Prédio 43321, sala 205-B, 91509-900 - Porto Alegre - RS - Brasil, Telefone (51) 3308-7165, Fax: +55 51 3308-6638 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: horizontes@ufrgs.br