• Apresentação Apresentação

    Barcellos, Daisy Macedo de; Jardim, Denise Fagundes
  • Plural identities among youth of immigrant backround in Montreal Articles

    Meintel, Deirdre

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Nossa investigação refere-se a identidade étnica de jovens (18-22 anos) de ascendência imigrante (gregos, portugueses, chilenos, vietmamitas e salvadorenhos, em comparação com grupos de jovens de fala francesa quebecois) em Montreal. Apesar dos debates sobre noções de etnicidade e identidade étnica que tem sido feita por muitas décadas, esta área de pesquisa é ainda marcada por perspectivas essencialistas que não coincidem com os resultados de nossa investigação. Os jovens entrevistados expressam identidades étnicas fluidas que tem mudado extraordinariamente e que tem se caracterizado por múltiplas formas de pertencimento étnico. Eles apresentam sua identidade étnicas como uma fonte de enriquecimento ao invés de conflito ou sentimento de inferioridade. As considerações orais de jovens de origem migrante em Montreal oferecem muitas evidências de transnacionalidade, isto é, laços com o grupo cultural de origem, seja no país de origem ou outro lugar e a trans-etnicidade, solidariedade com outros grupos étnicos em Montreal que são vistos como culturalmente ou estruturalmente similares. Embora estas duas orientações possam ser vistas como algo contraditório, elas são, nós sustentamos, de fato compatíveis. Ambas oferecem numerosas vantagens para grupos imigrantes e seus membros, particularmente no contexto atual. Nós examinaremos os resultados desta pesquisa à luz de fatores contextuais relativos ao meio de Montreal tanto quanto aos grupos de idade de nossos entrevistados. Nós propomos que, sem minimizar estes fatores, devemos questionar a conceitualização de identidade étnica especialmente no que diz respeito a jovens de origem migrante.

    Abstract in English:

    Our research concerns the ethnic identity of youth (18-22yrs) of immigrant parentage (Greek, Portuguese, Chilean, Vietnamese and Salvadoran, with a comparison group of French-speaking Québécois youth) in Montreal. Despite the questioning of notions of ethnicity and ethnic identity that has been going on for several decades, this area of research is still marked by essentialist perspectives that do not coincide with the results of our research. The young people interviewed express fluid ethnic identities that have changed over time and that are characterised by multiple forms of ethnic belonging. They present their ethnic identity as a source of enrichment rather than of conflict or feelings of inferiority. The oral accounts of youth of immigrant origin in Montreal give much evidence of transnationality, that is, ties with the cultural group of origin whether in the country of origin or elsewhere; and of transethnicity, solidarities with other ethnic groups in Montreal that are seen as culturally or structurally similar. Though these two orientations would seem to be somewhat contradictory, they are, we argue, in fact compatible. Both offer numerous advantages to immigrant groups and their members, particularly in the present-day context. We examine our research results in light of contextual factors related to the Montreal milieu as well as to the age group of those interviewed. We propose that, without minimising these factors, one must question the conceptualisation of ethnic identity especially as it concerns youth of immigrant origins.
  • Diásporas, viagens, e alteridades: as experiências familiares dos palestinos no extremo-sul do Brasil Artigos

    Jardim, Denise Fagundes

    Abstract in Portuguese:

    O "trânsito internacional" dos palestinos nos permite tratar das várias faces da experiência da diáspora. A diáspora tem sido uma categoria difundida por organizações de defesa da causa palestina que se confunde com a reivindicação de um Estado Palestino. É uma expressão que comporta um uso genérico como uma experiência "de todos os palestinos" que evadiram de um território originário. Uma outra expressão que encontro no trabalho de campo, é a diáspora referida a família "espalhada", que visita-se constantemente, entre cidades, entre países, mas que não se reúne em um único lugar, um lugar "de todos". Demonstro um dos eixos desta experiência de diáspora relacionada ao trânsito internacional. Viagens que são propostas pela família de orientação aos seus membros. A experiência pode ser vista como um momento da migração, a inserção de uma primeira geração, onde os laços familiares gradativamente vão se centrando no lugar escolhido para viver. Todavia, seja como uma característica de primeira ou segunda geração dos migrantes, as famílias são uma realidade intransponível neste trânsito, uma de suas condições sociais e nos permitem desvendar o itinerário da descoberta e da pertinência da identidade palestina para os filhos de migrantes nascidos no Brasil e ingressantes na vida adulta. Analiso como as famílias - aquelas que realizaram viagens internacionais - vivem esta experiência singular através dos relatos de seus filhos. Esta não é exatamente uma viagem de "retorno", pois nem sempre é algo a reconhecer. Aqui, saliento a viagem como uma "iniciação" dos jovens, de forma proporcionada e planejada pela família. Esta experiência tem resultado na "re-descoberta" e "recriação" da pertinência do tema da "origem comum". Longe de ser uma experiência individual, casual e disponível a qualquer um, está de acordo com uma experiência coletiva de alteridades.

    Abstract in English:

    "Diasporas, Travels and Alterities: The Palestinian's familiar experiences at Brazil's extreme south" is a part of a study about arabian's families migratory experience that came to Brazil in the late 50. This work treats about families that move to Chuí city in the late 60's and still living there, though they keeps relatives at Santa Vitória do Palmar, Pelotas, Rio Grande and others cities in the south of Rio Grande do Sul. The families uses to expose the connections that they keep with exterior, sons studying at palestina, or that made great part of formal education outside, at Canada, England, United States and Argentina. The sons had a singular experience of international transit, as educational investment, as way to increase the familiar links that remains out of Brazil. For that, they use to travel visiting relatives, join familiar parties, especially engagements and marriages, by this way, they make feasible an informal education that they call be according their "costumes". Also they use to travel for periods of living outside Brazil. I analyze the relates of who realized international travels, specially the migrant's sons relates, the first Brazilian generation. For them, this is not a "come-back" travel, because sometimes there is nothing to recognize there. I analyze the "travel" through the suggestion of Oliveira Filho (1994), who takes the "travel" as a migrant important auto-reflexive enunciation experience. As the pilgrimages, travels are moments that allows to build socio cultural units linking persons and situations that before did not recognize each other. I emphasize, the travel, planned and proportioned by the family, as young people "initiation" to the origin theme. Far from an individual experience, casual an available to everyone, travels are according with an collective produced social situation and that dispose the person to an unalienable experience about alterities.
  • Imigração brasileira no Japão: o mito da volta e a preservação da identidade Artigos

    Lask, Tomke

    Abstract in Portuguese:

    A emigração brasileira para o Japão é um fenômeno recente que ainda não lida com os problemas decorrentes da socialização de filhos na emigração. Por isso os emigrantes, certos de que voltem ao Brasil, não consideram uma eventual perda de identidade de seus filhos como um problema. Mas já existem dois grupos no Japão que começam a alarmar-se com o avanço da socialização japonesa dos seus filhos: mulheres nipo-brasileiras casadas com japoneses e famílias brasileiras com filhos em idade escolar. Trata-se então de apresentar neste trabalho duas estratégias conscientes para a preservação da identidade brasileira, focalisadas na manutenção do domínio da língua portuguesa. Refiro-me às atividades da associação "Grupo Brasil" em Tóquio, fundada por brasileiras casadas com japoneses, e as atividades da associação nipo-brasileira de Oizume.

    Abstract in English:

    Brazilian emigration to Japan is a recent phenomenon. Therefore identity problems of the second generation, socialized in the country of emigration, don't seem yet very urgent. The first generation still believes that they will return to Brazil, and thus the possibility of an identity loss of their children seems far fetched. Nevertheless, there are already two different groups of Brazilian emigrants in Japan that begin to worry about the japanese socialization of their children: Brazilian women married to Japanese and Brazilian families with children in school age. This article analyses two different strategies of Brazilian associations trying to preserve the Brazilian identity by holding on to the Portuguese language: `Grupo Brasil' in Tokyo and the association of Brazilians in the town of Oizume.
  • Direitos étnicos no Brasil e na Colômbia: notas comparativas sobre hibridização, segmentação e mobilização política de índios e negros Artigos

    Arruti, José Maurício Andion

    Abstract in Portuguese:

    A Carta Constitucional brasileira de 1988 e a colombiana de 1991, reconheceram pela primeira vez em ambos os casos, um lugar específico para os direitos culturais e fundiários de suas comunidades negras. Nesses dois casos, tais inovações legais e políticas, bastante influenciadas pelo acúmulo das lutas indígenas, responderam a mudanças operadas em seus campos políticos, mas também produziram novas mudanças que atingiram tanto novas realidades locais quanto o campo acadêmico. Esse texto toma por base análises etnográficas de duas situações, uma em cada um desses países, em que agrupamentos rurais de negros estão, além dessa analogia legal, em relação de segmentação, de hibridação e de transferência de conhecimentos estratégicos com comunidades indígenas. A partir desses exemplos etnográficos, é proposto um exercício comparativo cujo objetivo é esboçar um quadro dos novos problemas analíticos e teóricos motivados pelos fluxos de cultura, de estratégias sociais e, hoje, de mediadores entre tais agrupamentos étnicos no Brasil e na Colômbia.

    Abstract in English:

    The Brazilian Constitution of 1988 and the colombian of 1991, recognized for the first time in both cases, a especific place for it's black communities cultural and land rights. In this two cases, such legal and political innovations, strongly influenced by the accumulation of indigenous fights, answered to changes made in their political fields, but also produced new changes that reached as much the new local realitys as the academic field. This text takes as basis ethnographical analysis of two situations, one in each of this countries, where of countryside grouping black people are, beyond this legal analogy, into segmentation and hybridation relationship as well as transference of strategycal knowledge with indigenous communities. Starting from this ethnographical examples, we propose a comparative exercise with the objective of drafting a picture of the new analytical and theoretical problems caused by the flow of culture, social strategys and, today, of mediators between such ethnical grouping people in Brazil and Colombia.
  • Cidadania e globalização: povos indígenas e agências multilaterais Artigos

    Oliveira Filho, João Pacheco de

    Abstract in Portuguese:

    No mundo atual a situação presente e as perspectivas de futuro dos povos indígenas são cada vez mais afetadas por projetos cuja elaboração e decisão não se dá apenas no âmbito dos Estados-Nacionais, mas que seguem igualmente um conjunto de normas, convenções e diretrizes definidas em foros internacionais e em agências multilaterais. Esse artigo focaliza justamente um desses instrumentos, a diretriz operacional de 1991 que estabelece as condições que devem ser seguidas em quaisquer projetos apoiados pelo Banco Mundial, realizando uma leitura crítica a partir do contexto histórico brasileiro e dos interesses e demandas indígenas aí manifestados. A análise a seguir aborda basicamente 4 pontos: a) mostra a insuficiência dos critérios socioculturais para identificação das populações indígenas, apontando os prejuízos trazidos pela noção de "vulnerabilidade" (associada freqüentemente à julgamentos sobre a primitividade e autenticidade) e termina por recomendar a retomada dos procedimentos de auto-classificação propostos na Convenção 169 (OIT, 1989); b) faz uma avaliação das condições de salvaguarda apresentadas e do risco de imagens e expressões ambíguas (como a de "mitigação"); c) procede a um exame das formas de participação previstas para os povos indígenas, bem como dos fatores que as podem limitar ou mesmo o anular; d) chama a atenção para o enorme risco de distanciamento entre as diretrizes e as práticas, sendo indicados alguns dos fatores que podem ser responsáveis por tal descompasso.

    Abstract in English:

    In today's world, the present situation and future perspectives of indigenous people are increasingly affected by projects whose elaboration and determination take place not simply within the scope of nation-states, but rather according to a sets of norms, conventions and directives defined in international forums as well in multilateral agencies. This article focuses exactly on one of these instruments, the 1991 operational directive which establishes the conditions which should be followed in any project supported by the World Bank, considered in a critical perspective which takes into account the historical Brazilian context and the demands and interests expressed by the indigenous groups. The Following analysis covers four basic points: a) it shows the inadequate nature of sociocultural criteria for the identification of indigenous populations, underlining the prejudices involved in the notion of "vulnerability" (frequently associated with judgements on primitiveness and authenticity) and recommends the revival of the procedures for auto-classification proposed in Convention 169 (OIT, 1989); b) it evaluates the protective conditions, and the risk of ambiguous images and expressions (such as "mitigation"); c) it examines the forms of participation foreseen for indigenous peoples, as well as the factors which might limit or even annul them; d) it calls attention to the enormous risk of a widening gap between directives and practices, and indicates some factors which could be responsible for this gap.
  • As identidades dos imigrantes e o melting pot nacional Artigos

    Seyferth, Giralda

    Abstract in Portuguese:

    Apesar da preponderância do jus soli, o princípio da nacionalidade no Brasil, tal como exprimido no período da grande imigração, exigia a acomodação dos imigrantes e seus descendentes aos cânones assimilacionistas contidos no ideal de formação da nação. Sentimentos primordiais baseados no jus sanguinis, que fundamentaram algumas identidades étnicas formalizadas por grupos de imigrantes, colidiram com os preceitos do abrasileiramento e sua concomitante imagem de melting pot. Este trabalho discute formas diferenciadas de pensar a nacionalidade, a etnicidade e a pluralidade cultural na primeira metade do século XX, tendo como referencial empírico a elaboração de identidades étnicas produzidas no contexto da imigração no sul do Brasil e sua articulação com o processo de colonização voltado para a ocupação de terras públicas.

    Abstract in English:

    The principles behind the idea of Brazilian nationality during the period of intense immigration enforced the accomodation of immigrants and their descendants to assimilationist canons contained within the ideals underpinning the formation of the brazilian nation. This in spite of the preponderance of the notion of jus soli within brazilian jurisprudence. Primordial sentiments based on notions of jus sanguinis upon wich were founded some of the ethnic identities expressed by groups of immigrants, collided with the precepts of "abrasileiramento" (roughly "becoming brazilianess" or "brazilianization") and its concomitant image of the melting pot. The work presented here discusses different ways of thinking nationality, ethnicity and cultural plurality during the first half of the 20th century. It's empirical reference is the elaboration of ethnic identity within the context of immigration to southern Brazil and the concomitant articulations this process maintained with the colonization and occupation of public lands.
  • Cabo Verde e a importação do ideologema brasileiro da mestiçagem Artigos

    Anjos, José Carlos dos

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo busca desvelar as relações entre a formação de intelectuais e as lutas em torno da definição da identidade nacional em Cabo Verde. Até as duas primeiras décadas do século XX a África aparecia para os intelectuais cabo-verdianos como potência adormecida, a colonização portuguesa era parcialmente contestada e uma identidade atlântica emergia concorrente à identidade lusitana. A racialização dessa identidade atlântica sob os pressupostos "brasileiros" da mestiçagem e a hegemonia dessa afirmação de identidade no arquipélago se dá na década de trinta sob o silêncio político imposto pelo regime de Salazar. Após a discussão sobre os efeitos dessa censura política para a autonomia da literatura cabo-verdiana o artigo conclui sugerindo que identidades (africanas, mestiças, crioulas, européias) disputadas em nível transcontinental e estratégias geopolíticas transatlânticas adquiriram sentidos inesperados nesse contexto e conjuntura determinada.

    Abstract in English:

    This article intends to reveal the relationships between the intellectual's point of view and the controversy over the national identity of Cape Verde and the arguments over it's definition. Up until the first two decades of the 20th century XX the intellectuals regarded Africa as a sleep potion, Africa objected to the colonization of the Portuguese people. Therefore a new Atlantic identity emerged, competitive to the Portuguese colonization. Africa appeared for the intellectuals as asleep potency, the Portuguese colonization was objected partially and an Atlantic identity emerged competitive to the Portuguese identity. The racialization of that Atlantic identity under the Brazilian point of view and the hegemony of that identity statement in the archipelago takes place in the decade of thirty under the political silence imposed by the regime of Salazar. After the discussion on the effects of that political censorship on the autonomy of the literature in Cape Verde the article suggests that identities (African, mestizos, Creole, European) argued in transcontinental level and strategies transatlantic geo-politics have acquired unexpected senses in this contexts.
  • Identidades e memória entre teuto-brasileiros: os dois lados do Atlântico Artigos

    Woortmann, Ellen Fensterseifer

    Abstract in Portuguese:

    Neste artigo analisam-se dimensões da memória de camponeses teuto-brasileiros aportados no Rio Grande do Sul, Brasil, entre 1824 /32. São discutidas as razões do silêncio, na sua tradição oral, sobre seu passado na Alemanha e a travessia do Atlântico, razões essas que contrastam com o detalhamento de fatos retidos na memória atinentes à instalação desses imigrantes nas colônias, poucos meses depois. Relaciona-se esse quadro à constituição da identidade desses descendentes de alemães.

    Abstract in English:

    This paper analyses some aspects of German-Brazilian peasant's memories, who arrived at Rio Grande do Sul, Brazil, between 1824 and 1832. Reasons for their silence, in their oral tradition, about their past life in Germany and the crossing of the Atlantic Ocean, are discussed here. These reasons are in sharp contrast with the detailed facts, retained in their memory, concerning the settling of those immigrants in the colonies a few months later. This circumstances frames the social identity of those German descendents.
  • Uns trabalham e outros lutam: brasileiros e a luta na erva Artigos

    Renk, Arlene

    Abstract in Portuguese:

    Trata-se de etnografia da atividade extrativa da erva-mate, a luta na erva, no Sul do Brasil, pelos caboclos, servindo de fio condutor do modo de vida desse grupo. Aborda a categoria luta relacionalmente à categoria trabalho, acionada favoravelmente pelos de origem como prerrogativa étnica, apontando aos embates subjacentes.

    Abstract in English:

    It is about the ethnography of the maté extractive activity, the maté fight, in the South of Brazil, by the copper-colored, being the "conductor wire" for the lifestyle of this group. It approaches the fight category related to the work category, propitiously added by the native ones as an ethnical prerogative, leading to the underlying oppositions.
  • Debate com Luiz Antônio de Assis Brasil, Maria Amelia Dickie e Fabio Barreto sobre os Mucker Espaço Aberto

    Barcellos, Daisy Macedo de
  • Coleção Antropologia da Política Resenhas

    Steil, Carlos Alberto
  • Cenas do Brasil migrante Resenhas

    Pereira Neto, Francisco
  • Indigenismo e territorialização: poderes, rotinas e saberes coloniais no Brasil contemporâneo Resenhas

    Souza, José Otávio Catafesto de
  • Children and the politics of culture Resenhas

    Fonseca, Claudia
  • Etnologia antropologia Resenhas

    Sudbrack, Aline Winter
  • Antropologia da viagem : escravos e libertos em Minas Gerais no século XIX Resenhas

    Silveira, Flávio L. Abreu da
  • Dissertações em Antropologia defendidas na Univesidade Federal do Rio Grande do Sul de Julho a Novembro de 2000 Resenhas

Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS UFRGS - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Av. Bento Gonçalves, 9500 - Prédio 43321, sala 205-B, 91509-900 - Porto Alegre - RS - Brasil, Telefone (51) 3308-7165, Fax: +55 51 3308-6638 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: horizontes@ufrgs.br