Horizontes Antropológicos, Volume: 8, Issue: 17, Published: 2002
  • Apresentação Apresentação

    Víctora, Ceres; Knauth, Daniela Riva
  • Aproximações socioantropológicas sobre a gravidez na adolescência Artigos

    Heilborn, Maria Luiza; Salem, Tania; Rohden, Fabíola; Brandão, Elaine; Knauth, Daniela; Víctora, Ceres; Aquino, Estela; McCallum, Cecília; Bozon, Michel

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo tem o objetivo de discutir a construção da gravidez na adolescência enquanto um problema social. Visa também apresentar e analisar os dados da etapa qualitativa da pesquisa Gravidez na Adolescência: Estudo Multicêntrico sobre Jovens, Sexualidade e Reprodução no Brasil (Pesquisa GRAVAD), desenvolvida em três capitais brasileiras: Porto Alegre, Rio de Janeiro e Salvador. Os dados indicam o caráter indissociável da articulação entre classe social e gênero na compreensão do fenômeno da gravidez na adolescência. Entre as jovens de classes médias observa-se alterações na condução dos projetos e trajetórias escolares, que, até então, se processavam de modo linear. O mesmo não ocorre entre as jovens das classes populares, cuja irregularidade das carreiras escolares independe da maternidade. Já entre os jovens homens não há mudanças significativas, uma vez que aqueles dos estratos médios não interrompem seus projetos e percursos educacionais, e os dos grupos populares ingressam precocemente no mercado de trabalho, não sendo isto uma conseqüência direta da paternidade adolescente.

    Abstract in English:

    This paper aims to discuss the construction of teenage pregnancy as a social problem. It also seeks to present and analyze the data of the qualitative phase of the research study Teenage Pregnancy: A Multicentric Study of Young People, Sexuality and Reproduction in Brazil (GRAVAD study) undertaken in four Brazilian capitals: Porto Alegre, Rio de Janeiro and Salvador. The data indicate the indissoluble character of the articulation between social class and gender in the understanding of the phenomenon of teenage pregnancy. Among girls from the middle class we observe alterations in their management of their school projects and course, which, until that point, were processed in a linear manner. The same does not occur among girls from lower income groups whose irregularity in school life is independent of motherhood. Among the young men there are no significant changes, since middle class boys not interrupt their school projects or courses, and boys from lower income groups enter the work force precociously, and this is not a direct consequence of teenage fatherhood.
  • Iniciación sexual, prácticas sexuales y prevención al VIH/SIDA en jóvenes de sectores populares: un análisis antropológico de género<A NAME="top1"></A>

    Grimberg, Mabel

    Abstract in Spanish:

    Este estudio es parte de la línea Género y Prevención de un Programa de Investigación sobre VIH/SIDA. Desde un enfoque político y relacional esta línea indaga en las relaciones, los roles y las identidades de género en el contexto de la vida cotidiana. Este trabajo analiza la iniciación sexual y algunas dimensiones de las prácticas sexuales de los jóvenes, incluyendo el cuidado sexual y su vinculación con las representaciones sobre el VIH/SIDA. Partimos de una visión crítica a las construcciones universalistas y naturalizadoras de la juventud y los jóvenes para focalizar en los modos cómo los jóvenes construyen sus prácticas y significaciones en el marco de sus contextos de interacción cotidianos. Proponemos que las posibilidades de prevención del VIH/SIDA dependen de un complejo en el que juegan las identidades y roles de género, las modalidades de las relaciones de poder y las asimetrías sociales en el acceso y el control de recursos materiales y simbólicos. Los datos provienen de un estudio etnográfico entre mujeres y varones jóvenes de 15 a 28 años de sectores populares, residentes en el cordón sur de la Ciudad de Buenos Aires.

    Abstract in English:

    This study is part of a line of research on Gender and Prevention in a research program on the social construction of HIV/AIDS. From a political and relational approach this line researches in gender relations, roles and identities in the context of the daily life. This paper analyses sexual initiation and some dimensions of the sexual practices of young people, including their sexual care and social representations related with AIDS. From a critical point of departure to the universalist and naturalized constructions of youth and young people we focus on how practices and meanings are constructed by young people in particular contexts of interaction. We propose that self sexual care and prevention of HIV/AIDS depend on a complex in which play gender identities and roles of sort, the modalities of power relations and social asymmetries in the access and control of material and symbolic resources. The data come from an ethnographic study between low-income young people, women and men from 15 to 28 years old in the southern area of the City of Buenos Aires.
  • A iniciação sexual na juventude de mulheres e homens<A NAME="top1"></A> Artigos

    Rieth, Flávia

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo trata dos significados constitutivos da iniciação sexual entre jovens, momento em que, a partir das escolhas dos(as) parceiros(as) ideais e do uso ou não de preservativo, vemos com mais clareza a gramática das relações de gênero nessa população. A metodologia utilizada foi a pesquisa etnográfica, realizada com 42 jovens - 24 mulheres e 18 homens - na faixa dos 15 aos 19 anos, oriundos de camadas médias, em Pelotas, interior do Rio Grande do Sul. Esse contexto salienta aspectos de uma moralidade tradicional face à iniciação sexual de mulheres e homens. Identifica-se a perpetuação de uma assimetria de gênero, na qual as jovens se percebem de modo relacional, investindo no namoro, enquanto os rapazes buscam se afirmar como indivíduos através da sexualidade. O ficar aparece como uma forma alternativa de envolvimento afetivo sem compromisso.

    Abstract in English:

    This paper discusses the constitutive meanings of sexual initiation in youth, a time when, based on the choices of ideal partner and the use or non-use of condoms, we see more clearly the grammar of gender relations in this population. The methodology used was ethnographic research, carried out among 42 young people - 24 women and 18 men - between the ages of 15 and 19, from middle class families from the city of Pelotas, in the state of Rio Grande do Sul. This context highlights aspects of a traditional moral code in confrontation with the sexual initiation of men and women. We identify the perpetuation of a gender asymmetry where young women perceive themselves in a relational way, investing in the relationship, while young men seek to assert themselves as individuals through sexuality. The ficar (making out) emerges as an alternative form of affective involvement without commitment.
  • A pesquisa sobre o comportamento sexual na França na era da AIDS e sua continuidade Artigos

    Bozon, Michel

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo se propõe a relatar a situação da pesquisa sobre o comportamento sexual na França, na era da AIDS. Apresentarei aqui a implementação de um monitoramento do comportamento sexual e de sua continuidade. A primeira pesquisa ACSF (Análise de Comportamento Sexual na França) ocorreu em 1992 e abordava a sexualidade em seu sentido amplo. O dispositivo francês de pesquisa inclui três tipos de dados: pesquisas quantitativas, com populações específicas, uma série de cinco pesquisas tipo KABP (conhecimentos, atitudes e práticas) e, por fim, um conjunto de pesquisas qualitativas. Na conclusão, saliento a importância do projeto de comparação européia, o qual permitiu relativizar dados nacionais e diferenciar os processos sociais universais e os processos mais específicos de cada cultura.

    Abstract in English:

    This paper proposes to report on the situation of research on sexual behaviour in France in the AIDS era. I will present the implementation of sexual behaviour monitoring programs and their continuity. The first research study (ACSF - analysis of sexual behaviour in France) took place in 1992, and dealt with sexuality in its broader sense. The French research device included three types of data: quantitative surveys with specific populations, a series of 5 (five) KABP (knowledge, attitudes and practices) type studies, and finally, a set of qualitative studies. In the conclusion I highlight the importance of the European comparison project. The comparison allowed us to relativise national data and to differentiate the universal social processes from process that are more specific of each culture.
  • Ginecologia, gênero e sexualidade na ciência do século XIX Artigos

    Rohden, Fabíola

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo trata do surgimento da ginecologia durante a segunda metade do século XIX, procurando evidenciar, por um lado, a singularidade histórica dessa especialidade no campo da medicina e, por outro, a sua justificativa ideológica. A ginecologia se apresenta como o ramo da medicina dedicado ao estudo da mulher e se constitui a partir da noção de que o corpo e o papel social femininos são determinados pela função procriativa. É com base na idéia de que o comportamento da mulher é gerenciado pela sexualidade, diferentemente do homem, que a ginecologia institui o direito de intervir muito além dos órgãos reprodutivos propriamente ditos, convertendo-se, não sem pretensões, em uma verdadeira ciência da mulher.

    Abstract in English:

    This article deals with the emergence of gynecology during the second half of the 19th century. It seeks to show, on the one hand, the historical singularity of this speciality in the field of Medicine and, on the other hand, its ideological justification. Gynecology presents itself as the field of Medicine devoted to the study of women and is founded upon the notion that the female body and social roles are determined by the reproductive function. It is based on the idea that the behaviour of women, differently from men's, is dictated by sexuality, that gynecology institutes the right to intervene far beyond the reproductive organs themselves, becoming, not without pretensions, a true science of women.
  • Uso de drogas e sexualidade em tempos de AIDS e redução de danos Artigos

    Piccolo, Fernanda Delvalhas; Knauth, Daniela Riva

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo, inserido no campo da antropologia do corpo e da saúde, analisa as práticas e representações sociais de usuários de drogas, no que diz respeito à AIDS, suas formas de infecção e prevenção, tanto em termos sexuais quanto do uso de drogas. A metodologia utilizada baseia-se em princípios etnográficos com técnicas de observação participante e entrevista oral. A pesquisa foi desenvolvida entre 1997 e 2000 e através da equipe de Redução de Danos; em um segundo momento reiniciei a pesquisa com os usuários de drogas e suas redes de relações sociais. Além disso, com a implementação dos Programas de Redução de Danos entre usuários de drogas injetáveis, apresento algumas implicações desses discursos e práticas preventivas entre as pessoas que usam drogas.

    Abstract in English:

    This study, within the field of Anthropology of the Body and Health, analyses the social representations and practices of drug users, with regards to AIDS, its forms of infection and prevention, both in sex and drug use. The methodology used is based on ethnographic principles with oral interview and participant observation techniques. The research was carried out between 1997 and 2000 when, firstly, I joined a Damage Reduction team in their AIDS prevention activities and, afterwards, when I researched drug users and their social networks. Also, with the implementation of the Damage Reduction Programmes among injecting drug users, I present some implications of these discourses and preventive practices among people who use drugs.
  • Homossexualidade e saúde: desafios para a terceira década de epidemia de HIV/AIDS Artigos

    Terto Jr., Veriano

    Abstract in Portuguese:

    Neste artigo aponto alguns desafios que a epidemia de AIDS vem apresentando àqueles envolvidos com a promoção da saúde de homens com práticas homossexuais. Apesar de os homossexuais destacarem-se no empenho para enfrentar a epidemia, com uma mobilização que gerou ONGs, manuais sobre sexo seguro e promoção dos direitos humanos, continuam sofrendo com a associação AIDS-homossexualidade. Divido os desafios a serem enfrentados em três campos: epidemiologia, prevenção e assistência. Saliento a importância da interdisciplinaridade dos diferentes saberes, da solidariedade entre pesquisadores e ativistas e da integralidade das ações de prevenção e assistência. As lições aprendidas indicam que as relações entre homossexualidade e saúde devem se definir a partir da solidariedade e da promoção da felicidade.

    Abstract in English:

    In this paper I discuss some challenges posed by the AIDS epidemic to those involved in the promotion of health among men with homosexual practices. Although homosexuals are at the forefront of the struggle against the epidemic, with a mobilization that has generated the creation of NGOs, safe sex manuals and the promotion of human rights, they are still suffering with the association AIDS-homosexuality. I divide the challenges into three fields: epidemiology, prevention and care. I highlight the importance of interdisciplinarity among the different fields of knowledge, solidarity among researchers and activists and the integration of prevention and care actions. The lessons learned indicate that solidarity and the promotion of happiness should be the basis upon which the relations between homosexuality and health should be determined.
  • Grupos Focais de Intervenção no projeto Sexualidade e Reprodução Artigos

    Hassen, Maria de Nazareth Agra

    Abstract in Portuguese:

    O projeto Sexualidade e Reprodução (1998-2001) criou uma sistemática de intervenção junto a grupos populares, abordando temas relativos à sexualidade e saúde reprodutiva. A coleta de dados foi feita por meio da metodologia de Grupos Focais de Intervenção (GFI), nos quais pessoas foram reunidas conforme afinidades e traços culturais e, sob orientação dos antropólogos-pesquisadores do nupacs, Núcleo de Pesquisa em Antropologia do Corpo e da Saúde, discutiram temas de seu interesse e, posteriormente, elaboraram materiais de divulgação de suas idéias. Esses materiais serviram como base para que outros grupos debatessem questões como gravidez na adolescência, primeira relação sexual, contracepção, DSTs e AIDS, violência sexual, e criassem outros materiais que se inserissem nesse continuum.

    Abstract in English:

    The Sexuality and Reproduction project (1998-2001) created a method of intervention in low income social groups, dealing with themes related to sexuality and reproductive health. The data collection was carried out through the Focal Intervention Groups (Grupos Focais de Intervenção - GFI), where people were gathered into groups according to cultural affinity and traits and, under the guidance of anthropologist researchers from NUPACS/UFRGS (Núcleo de Pesquisa em Antropologia do Corpo e da Saúde/UFRGS), discussed themes that interested them and then elaborated materials to publicize their ideas. These materials were the basis for other groups to debate issues such as teenage pregnancy, the first sexual relation, contraception, STDs and AIDS, sexual violence, and to create other materials that would be part of this continuum.
  • Identidades, doença e organização social: um estudo das "Pessoas Vivendo com HIV e AIDS" Artigos

    Valle, Carlos Guilherme do

    Abstract in Portuguese:

    Analiso, neste artigo, os processos de formação identitária na sua relação com as formas de mobilização civil e associação voluntária no contexto da epidemia. Esses processos têm sido operados por meio de fatores como gênero, identidade sexual e doença. Priorizo a dimensão das identidades relacionadas à saúde e doença (identidades clínicas), o que envolve, por um lado, processos culturais e dinâmicas sociais mais gerais de estigmatização e de violência simbólica; por outro lado, a manutenção de estruturas de saúde e, ainda mais, respostas e demandas criadas socialmente. Meu principal problema analítico era saber como a epidemia da AIDS envolvia ou se configurava por meio de modelos particulares de identidade. Assim, a pesquisa abordou a emergência, a manutenção e o antagonismo entre diferentes processos e modelos de formação identitária, particularmente sobre os modos em que as identidades são socialmente circuladas, dispostas ou operadas.

    Abstract in English:

    I discuss some processes of identity formation in relation to local forms of civil mobilization and voluntary association within the context of the AIDS epidemic since the mid-1980s. These processes have been maintained through different factors, such as gender, sexual identity and illness. I focus on a range of identities associated to health and illness (clinical identities). On the one hand, they involve broad cultural processes and social dynamics of stigmatization and symbolic violence. On the other hand, they involve the maintenance of health structures, but also social responses and demands. My major analytical question was how a social process caused by the predicament of the AIDS epidemic has contructed particular models of identity. Therefore this research focuses on the emergence, the maintenance and the conflicting relations between different processes and models of identity formation, particularly on the ways in which identities are socially circulated and performed.
  • O retorno do nativo Espaço Aberto

    Kuper, Adam

    Abstract in Portuguese:

    O autor analisa os usos que certos movimentos sociais e políticos fazem de antigos conceitos antropológicos, mostrando como estes grupos interpretam e se apropriam de algumas teorias antropológicas. Discussões acerca dos direitos de minorias étnicas, sejam elas feitas no âmbito de uma nação ou numa assembléia das Nações Unidas, fundamentam algumas políticas nacionais e internacionais. O autor salienta a importância de se ter clareza acerca de quais conceitos e teorias estão sendo empregados nestas discussões - conceitos como nativo ou indígena, hoje eufemismos para o primitivo, civilização ou cultura, às vezes empregados em outros tempos no lugar de raça, e teorias como a do evolucionismo. Para exemplificar as apropriações conceituais empregadas por movimentos sociais, o autor analisa os movimentos de povos ditos caçadores-coletores, como os Inuit no norte do Canadá e os Bushmen no sul do continente africano.

    Abstract in English:

    The author analyzes the uses that certain social and political organizations make of old anthropological concepts, demonstrating how these groups interpret certain anthropological theories, taking them for themselves. Debates on the rights of ethnic groups and other minorities, at a national level or in the United Nations, are at the base of certain national and international politics. Therefore, the author points out, it is important to clarify which concepts and which theories are being used in those discussions - concepts such as native or indigineous, current euphemisms for the out-dated primitive, civilization or culture, sometimes used interchangeably with race at other times, and theories such as evolutionism. In order to exemplify how different social movements make use of these concepts, the author analyses those political groups who defend the so called foragers and hunters, such as the Inuit in northern Canada or the Bushmen in the south of Africa.
  • Autoridade médica e divulgação científica no Grão-Pará flagelado pelo cólera: século XIX Espaço Aberto

    Beltrão, Jane Felipe

    Abstract in Portuguese:

    O incremento da epidemia do cólera, em 1855, no Grão-Pará, desencadeou acirrada polêmica entre os doutores da Província em torno de instruções e tratamentos a serem observados pelos enfermos. Em meio à contenda acadêmica surgiram, através da imprensa, instruções e guias médicos que auxiliaram sobremaneira no combate à epidemia. Os documentos divulgados revelam a capacidade pedagógica e persuasiva dos profissionais de saúde. No Grão-Pará, as vozes eram ouvidas através do Treze de Maio e do Diario do Gram-Pará. Já no Rio de Janeiro, capital do Império do Brasil, os contendedores utilizavam as páginas do Jornal do Commercio e do Diario do Rio de Janeiro. O trabalho apresenta a trama da divulgação científica apoiada na autoridade médica dos profissionais que atuavam no Grão-Pará flagelado pelo cólera.

    Abstract in English:

    The increment of the Cholera epidemic in 1855 in Grão-Pará started a strong debate among the doctors of the Province regarding the conduct and treatment for the sick. Besides the academic discussion, therapeutical information was largely published in the local press. The documents appearing in the newspapers reveal a pedagogical and persuasive nature. In the Grão-Pará, voices of such nature were heard in the Treze de Maio and in the Diario do Gram Pará. in Rio, the capital of the Empire at the time, the debate took place in the pages of Jornal do Commercio and the Diario do Rio de Janeiro. The paper presents the efforts of science writing based on medical authority of the professionals at work during the Cholera epidemis in Grão-Pará.
  • Entrevista com Richard Parker<A NAME="top1"></A> Espaço Aberto

    Víctora, Ceres Gomes; Knauth, Daniela Riva
  • Sexualidade: o olhar das Ciências Sociais Resenhas

    Borges, Zulmira Newlands
  • O dito e o feito: ensaios de Antropologia dos Rituais Resenhas

    Paetzel, Fernando Pereira
  • Futebol e identidade social: uma leitura antropológica das rivalidades entre torcedores e clubes Resenhas

    Oliven, Ruben George
  • Teses e dissertações em antropologia defendidas na universidade federal do rio grande do sul no período de janeiro a março de 2002 Noticiário

Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS UFRGS - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Av. Bento Gonçalves, 9500 - Prédio 43321, sala 205-B, 91509-900 - Porto Alegre - RS - Brasil, Telefone (51) 3308-7165, Fax: +55 51 3308-6638 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: horizontes@ufrgs.br