Estimativa da diversidade genética de germoplasma de cebola via descritores morfológicos, agronômicos e bioquímicos

Estimating genetic diversity of onion germplasm via morphological, agronomic, and biochemical descriptors

Anne Giselle R Buzar Valter R Oliveira Leonardo S Boiteux Sobre os autores

A divergência genética de 64 acessos de cebola (Allium cepa L.) tropicais e subtropicais do banco de germoplasma da Embrapa Hortaliças foi avaliada utilizando 23 descritores morfológicos, bioquímicos e agronômicos. A distância generalizada de Mahalanobis (D²) foi usada como medida de dissimilaridade e os métodos de otimização de Tocher e hierárquico do Vizinho mais Próximo foram empregados para o agrupamento dos acessos. O germoplasma de cebola avaliado apresentou base genética relativamente ampla. As cultivares EX 3000 e Régia foram os acessos geneticamente mais similares. A maior distância genética estimada foi entre os acessos VAL 14 e Beta Cristal. O método de otimização de Tocher proporcionou a formação de treze grupos, enquanto o procedimento hierárquico do vizinho mais próximo possibilitou a formação de doze grupos (corte com 43% de dissimilaridade) A maioria dos acessos dos tipos Grano e Granex, agronomicamente considerados de dias curtos e com ciclo de maturação precoce, se concentraram em mesmo grupo de similaridade genética. À exceção do acesso Tampico White, os demais acessos de bulbos brancos do tipo indústria (Beta Cristal; Dehydrator # 8; Dehydrator # 6; Primero e White Creole) exibiram estreito relacionamento. Os acessos TX 24, Baia Periforme Super Precoce, EX 3001, Excel, Red Creole, H 688, Franciscana IPA 10 e Roxa IPA 3 exibiram alta dissimilaridade genética. Os caracteres teor de açúcares totais, comprimento de bulbo, número de dias para a colheita, porcentagem de bulbos com diâmetro entre 70 e 90 mm e massa média de bulbos foram responsáveis por 58% de toda a variabilidade genética observada entre os acessos. O estudo da divergência entre acessos é importante subsídio na escolha de parentais divergentes e complementares a fim de desenvolver populações segregantes com ampla base genética em programas de melhoramento genético de cebolas tropicais.

Allium cepa L.; distância genética; cebola tropical; cebola subtropical; análise de agrupamento; germoplasma


Associação Brasileira de Horticultura UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco, Rua Manoel de Medeiros s/n, Dois Irmãos,, 52171-900 Recife-PE, Tel. (81) 3320 6064, www.abhorticultura.com.br - Vitoria da Conquista - BA - Brazil
E-mail: abh.ufrpe@gmail.com