Accessibility / Report Error

Propagação vegetativa e crescimento inicial de Lippia origanoides (alecrim-de-tabuleiro)

Vegetative propagation and early growth of Lippia origanoides (alecrim-de-tabuleiro)

Alecrim-de-tabuleiro (Lippia origanoides) é arbusto aromático medicinal promissor, porém com poucos estudos sobre propagação e cultivo. Este trabalho objetivou avaliar a influência de diferentes substratos e concentrações de ácido indolbutírico (AIB) na propagação de alecrim-de-tabuleiro por estacas apicais. As concentrações testadas foram 0; 62,5; 125; 250 e 500 mg/L e os substratos utilizados consistiram em Biomix(r) (substrato comercial), vermiculita expandida e a mistura de Biomix + vermiculita expandida (1:1). O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado em parcelas subdivididas, tendo substratos como parcelas e concentrações de AIB como subparcelas. O enraizamento das estacas ocorreu independentemente da aplicação exógena de AIB e do tipo de substrato. A mistura de Biomix e vermiculita expandida (1:1) promoveu maior produção de folhas, raízes e de massa seca. A aplicação de pequenas doses de AIB melhorou o crescimento das mudas. É possível a produção de mudas de alecrim-de-tabuleiro por estaquia a partir de segmentos apicais. O cultivo em substrato constituído por mistura de Biomix e vermiculita expandida (1:1) proporciona maior desenvolvimento radicular e melhor crescimento inicial das brotações, sendo o substrato mais recomendável para a propagação dessa espécie.

Verbenaceae; estaquia; planta medicinal e aromática.


Associação Brasileira de Horticultura Embrapa Hortaliças, C. Postal 218, 70275-970 Brasília-DF, Tel. (61) 3385 9099, Tel. (81) 3320 6064, www.abhorticultura.com.br - Vitoria da Conquista - BA - Brazil
E-mail: associacaohorticultura@gmail.com