Accessibility / Report Error

Em torno de dois textos médicos antigos

Os textos aqui reunidos - Regimento proueytoso contra ha pestenença e Modus curandi cum balsamo - constituíam, por volta de 1530, a biblioteca médica conhecida em Portugal, posta em letras góticas por impressores estrangeiros: o alemão Valentim Fernandes, talvez o mais importante impressor do período, que trabalhou em Lisboa entre 1495 e 1518, e Germão Galharde, francês que exerceu seu ofício em Lisboa e Coimbra entre 1519 e 1560. O modus curandi, de que se passa a ter notícia em 1974, graças ao bibliófilo José de Pina Martins, é obra anônima. Atribui-se a Johannes Jacobi a autoria do Regimento proueytoso, que teve versões em latim, francês e inglês. Ambos os textos são apresentados em fac-símile e em português atual, reproduzindo-se o primeiro em português arcaico mas com caracteres tipográficos modernos. Complementa esta incursão filológica pela medicina quinhentista um erudito glossário de grande valia como ferramenta para a interpretação não só do Regimento proueytoso como de outros textos da época. Dois artigos colocam em perspectiva histórica os documentos aqui reproduzidos.

Regimento proueytoso contra ha pestenença; Modus curandi cum balsamo; Jacobi-Kaminto; João Curvo Semedo; Luiz Gomes Ferreyra; John Huxham; tratados sobre a peste; Portugal medieval; origens da imprensa em Portugal; Valentim Fernandes; Germão Galharde


Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz Av. Brasil, 4365, 21040-900 , Tel: +55 (21) 3865-2208/2195/2196 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: hscience@fiocruz.br