Uma nova espécie epilítica de riachos no Nordeste do Brasil: Arnoldiella elbakyaniae (Cladophorales, Chlorophyta)

Marina Ramos Auricchio Cleto Kaveski Peres Sobre os autores

RESUMO

Arnoldiella elbakyaniae sp. nov. é descrita com base em material epilítico coletado em uma cascata de um riacho no nordeste brasileiro, Estado do Piauí. O riacho pertence à bacia do rio Parnaíba que é uma das regiões mais pobremente amostradas no país. Apresentamos aqui também uma nova combinação de Basicladia emedii C.K. Peres & C.C.Z. Branco em Arnoldiella emedii comb. nov. seguindo o arranjo proposto para o grupo. Arnoldiella elbakyaniae pode ser reconhecida por um talo heterotríqueo com filamentos eretos pequenos, não ramificados ou esparsamente ramificados e célula basal do sistema ereto curta e larga. Difere de A. emedii pelas suas células basais mais curtas, pelas células do eixo mais estreitas e cilíndricas e pelos zoosporângios em cadeias terminais.

Palavras-chave:
Arnoldiella emedii; Caatinga; algas verdes; lótico; tropical

Instituto de Botânica Av. Miguel Stefano, 3687 , 04301-902 São Paulo – SP / Brasil, Tel.: 55 11 5067-6057, Fax; 55 11 5073-3678 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: hoehneaibt@gmail.com